Lava Jato Archives - Página 4 de 4 - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Lava Jato

Líder da bancada federal do Ceará foi o único a defender ex-deputado preso pela Lava Jato

Por Wanfil em Corrupção

13 de Abril de 2015

Lembram dele? José Airton, do PT. É Lula-lá e Zé Airton-cá!

Lembram dele? José Airton, do PT. É Lula-lá e Zé Airton-cá! (Agência Câmara)

Na última sexta-feira (10) o ex-deputado André Vargas foi preso durante mais uma fase da Operação Lava Jato, por suspeita de tráfico de influência junto ao Ministério da Saúde. Depois de fazer carreira pelo Partido dos Trabalhadores e chegar à vice-presidência da Câmara dos Deputados, Vargas caiu em desgraça quando sua ligação com o  doleiro Alberto Youssef, operador e um dos delatores do esquema de corrupção na Petrobras, foi descoberta.

Para não prejudicar a campanha à reeleição da presidente Dilma, Vargas deixou o PT, para ser cassado alguns meses depois por quebra de decoro parlamentar. O caso lembra o do ex-senador Demóstenes Torres: parlamentar coloca o mandato a serviço de criminosos.

Solidário

André Vargas (sem partido): rolo com Youssef no Ministério da Saúde. Agência Brasil

André Vargas (sem partido): rolo com Youssef no Ministério da Saúde. (Agência Brasil)

Foram 359 votos a favor da cassação de André Vargas. Além das seis abstenções, houve apenas um único voto pela absolvição. Adivinhem de quem? Adivinhem de onde? Adivinhem de qual partido? Foi do deputado federal pelo PT do Ceará, José Airton. Aquele do bordão “É Lula-lá e Zé Airton-cá”. Pois é. Como a votação foi aberta, o petista tem o mérito de ter deixado clara aos eleitores, sua crença na inocência de Vargas, preso pela Polícia Federal e amigo de Alberto Youssef, parceiros de negociatas no Ministério da Saúde, segundo a PF. Ministério da Saúde, de novo…

Bem, o tempo passou, a Lava Jato prossegue, Dilma foi reeleita e José Airton, também reeleito, foi recentemente escolhido por seus colegas parlamentares como coordenador da bancada federal do Ceará. É o homem certo, no lugar certo, na hora certa, devem ter concluído ,os representantes cearenses.

Publicidade

Líder da bancada federal do Ceará foi o único a defender ex-deputado preso pela Lava Jato

Por Wanfil em Corrupção

13 de Abril de 2015

Lembram dele? José Airton, do PT. É Lula-lá e Zé Airton-cá!

Lembram dele? José Airton, do PT. É Lula-lá e Zé Airton-cá! (Agência Câmara)

Na última sexta-feira (10) o ex-deputado André Vargas foi preso durante mais uma fase da Operação Lava Jato, por suspeita de tráfico de influência junto ao Ministério da Saúde. Depois de fazer carreira pelo Partido dos Trabalhadores e chegar à vice-presidência da Câmara dos Deputados, Vargas caiu em desgraça quando sua ligação com o  doleiro Alberto Youssef, operador e um dos delatores do esquema de corrupção na Petrobras, foi descoberta.

Para não prejudicar a campanha à reeleição da presidente Dilma, Vargas deixou o PT, para ser cassado alguns meses depois por quebra de decoro parlamentar. O caso lembra o do ex-senador Demóstenes Torres: parlamentar coloca o mandato a serviço de criminosos.

Solidário

André Vargas (sem partido): rolo com Youssef no Ministério da Saúde. Agência Brasil

André Vargas (sem partido): rolo com Youssef no Ministério da Saúde. (Agência Brasil)

Foram 359 votos a favor da cassação de André Vargas. Além das seis abstenções, houve apenas um único voto pela absolvição. Adivinhem de quem? Adivinhem de onde? Adivinhem de qual partido? Foi do deputado federal pelo PT do Ceará, José Airton. Aquele do bordão “É Lula-lá e Zé Airton-cá”. Pois é. Como a votação foi aberta, o petista tem o mérito de ter deixado clara aos eleitores, sua crença na inocência de Vargas, preso pela Polícia Federal e amigo de Alberto Youssef, parceiros de negociatas no Ministério da Saúde, segundo a PF. Ministério da Saúde, de novo…

Bem, o tempo passou, a Lava Jato prossegue, Dilma foi reeleita e José Airton, também reeleito, foi recentemente escolhido por seus colegas parlamentares como coordenador da bancada federal do Ceará. É o homem certo, no lugar certo, na hora certa, devem ter concluído ,os representantes cearenses.