laranjas Archives - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

laranjas

Prefeitura diz que responsabilidade sobre contrato suspeito é da gestão passada: não é bem assim…

Por Wanfil em Fortaleza

06 de dezembro de 2013

Sobre a denúncia de possíveis irregularidades envolvendo a contratação de uma empresa de aluguel de automóveis que utilizaria laranjas para ocultar os nomes de seus verdadeiros donos, a Prefeitura de Fortaleza comunicou ao Jornal Jangadeiro que a responsabilidade é da gestão passada, adiantando que a nova administração apenas manteve o contrato por meio de um aditivo para não interromper o serviço até que se faça uma nova licitação.

Que as autoridades competentes investiguem o suposto uso de laranjas pela Locadora Autos Brasil, que presta serviços para diversos órgãos da prefeitura, inclusive para o gabinete do prefeito Roberto Cláudio (Pros).

No entanto, alguns pontos precisam, desde já, ser melhor esclarecidos. Até porque se trata de um dos contratos mais caros geridos pela Prefeitura. Somente em 2013, o valor empenhado é de cerca de R$ 34 milhões, dinheiro que daria para comprar, por exemplo, pouco mais de 1100 carro populares (R$ 30 mil a unidade) em um único ano. Portanto, qualquer suspeição sobre um serviço que movimenta recursos desse montante, merece total atenção e prioridade.

Diário Oficial

Não é correto afirmar que a responsabilidade no caso é exclusiva da gestão Luizianne Lins (PT), cabendo ao governo Roberto Cláudio somente cumprir o que herdou. No Diário Oficial do Município é possível encontrar DOIS aditivos ao contrato feitos pela atual gestão, que vão além da mera continuação inercial, constituindo-se mesmo em alteração significativa de seu conteúdo.

No dia 08 de julho de 2013, foi publicado o “EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE SERVIÇO Nº 55/2012“, celebrado entre a Prefeitura de Fortaleza e a empresa Locadora Autos Brasil Ltda – ME, com o seguinte objeto:

 

Aditivo 1 - C

 

E no dia 21 de outubro de 2013, foi publicado o “EXTRATO DO 2° TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE SERVIÇO N° 55/2012”, com o seguinte objeto:

 

Aditivo 2 - B

 

No 2ª aditivo o prazo de vigência do contrato é prorrogado foi “por mais 12 (doze) meses, contados a partir de 1° de outubro de 2013, ou até que seja finalizado o Processo Licitatório n° 2808141908823/2013”.

Quem é o dono?

Resumindo, não apenas o contrato é endossado pela atual gestão, como ampliado e reajustado. Não há, a princípio, ilegalidade. Mas resta evidente que, caso eventuais irregularidades sejam comprovadas, tanto as gestão passada como a atual são solidárias.

No mínimo, ficamos sabendo que a administração vigente aceita de olhos fechados qualquer contratação feita por seus antecessores, sem antes passar-lhe um pente fino. Depois não adianta dizer que não sabia, principalmente agora que a Secretaria de Planejamento centralizou o empenho e o pagamento pelo serviços.

A grande questão é saber agora quem é o dono da Locadora Autos Brasil Ltda – ME. Dessa informação é possível extrair se a prefeitura foi enganada ou se atuou deliberadamente para beneficiar terceiros. Certamente o prefeito fará questão de saber, uma vez que o interesse de passar essa história a limpo não deve se restringir apenas aos ex-aliados de ontem, mas também dos que agora governam a capital. Especialmente agora que a Prefeitura demonstra peculiar apetite por reforçar a arrecadação com o reajuste do IPTU e da taxa de iluminação pública. Antes de aumentar impostos, a Roberto Cláudio deve rever como e com quem gasta o dinheiro do contribuinte.

Publicidade

Prefeitura diz que responsabilidade sobre contrato suspeito é da gestão passada: não é bem assim…

Por Wanfil em Fortaleza

06 de dezembro de 2013

Sobre a denúncia de possíveis irregularidades envolvendo a contratação de uma empresa de aluguel de automóveis que utilizaria laranjas para ocultar os nomes de seus verdadeiros donos, a Prefeitura de Fortaleza comunicou ao Jornal Jangadeiro que a responsabilidade é da gestão passada, adiantando que a nova administração apenas manteve o contrato por meio de um aditivo para não interromper o serviço até que se faça uma nova licitação.

Que as autoridades competentes investiguem o suposto uso de laranjas pela Locadora Autos Brasil, que presta serviços para diversos órgãos da prefeitura, inclusive para o gabinete do prefeito Roberto Cláudio (Pros).

No entanto, alguns pontos precisam, desde já, ser melhor esclarecidos. Até porque se trata de um dos contratos mais caros geridos pela Prefeitura. Somente em 2013, o valor empenhado é de cerca de R$ 34 milhões, dinheiro que daria para comprar, por exemplo, pouco mais de 1100 carro populares (R$ 30 mil a unidade) em um único ano. Portanto, qualquer suspeição sobre um serviço que movimenta recursos desse montante, merece total atenção e prioridade.

Diário Oficial

Não é correto afirmar que a responsabilidade no caso é exclusiva da gestão Luizianne Lins (PT), cabendo ao governo Roberto Cláudio somente cumprir o que herdou. No Diário Oficial do Município é possível encontrar DOIS aditivos ao contrato feitos pela atual gestão, que vão além da mera continuação inercial, constituindo-se mesmo em alteração significativa de seu conteúdo.

No dia 08 de julho de 2013, foi publicado o “EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE SERVIÇO Nº 55/2012“, celebrado entre a Prefeitura de Fortaleza e a empresa Locadora Autos Brasil Ltda – ME, com o seguinte objeto:

 

Aditivo 1 - C

 

E no dia 21 de outubro de 2013, foi publicado o “EXTRATO DO 2° TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE SERVIÇO N° 55/2012”, com o seguinte objeto:

 

Aditivo 2 - B

 

No 2ª aditivo o prazo de vigência do contrato é prorrogado foi “por mais 12 (doze) meses, contados a partir de 1° de outubro de 2013, ou até que seja finalizado o Processo Licitatório n° 2808141908823/2013”.

Quem é o dono?

Resumindo, não apenas o contrato é endossado pela atual gestão, como ampliado e reajustado. Não há, a princípio, ilegalidade. Mas resta evidente que, caso eventuais irregularidades sejam comprovadas, tanto as gestão passada como a atual são solidárias.

No mínimo, ficamos sabendo que a administração vigente aceita de olhos fechados qualquer contratação feita por seus antecessores, sem antes passar-lhe um pente fino. Depois não adianta dizer que não sabia, principalmente agora que a Secretaria de Planejamento centralizou o empenho e o pagamento pelo serviços.

A grande questão é saber agora quem é o dono da Locadora Autos Brasil Ltda – ME. Dessa informação é possível extrair se a prefeitura foi enganada ou se atuou deliberadamente para beneficiar terceiros. Certamente o prefeito fará questão de saber, uma vez que o interesse de passar essa história a limpo não deve se restringir apenas aos ex-aliados de ontem, mas também dos que agora governam a capital. Especialmente agora que a Prefeitura demonstra peculiar apetite por reforçar a arrecadação com o reajuste do IPTU e da taxa de iluminação pública. Antes de aumentar impostos, a Roberto Cláudio deve rever como e com quem gasta o dinheiro do contribuinte.