dinheiro vivo Archives - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

dinheiro vivo

PF prende assessora da primeira-dama do Ceará com dinheiro vivo: história que se repete

Por Wanfil em Política

01 de outubro de 2016

18 brumario

Quem disse que nossos socialistas não o levam à sério?

Julho de 2005: José Adalberto Vieira, dirigente petista no Ceará e assessor de José Guimarães, então deputado estadual, é preso no aeroporto de Congonhas (SP) com US$ 100 mil na cueca e mais R$ 209 mil em uma maleta. Uma vez solto, Adalberto foi expulso do partido e perdeu o emprego, mas nunca revelou a origem do dinheiro. Guimarães garante que não sabia de nada.

Setembro de 2016, antevéspera de eleição: Ana Quitéria, assessora da primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, é presa em Juazeiro do Norte com maços de dinheiro em envelopes e com material de campanha Fernando Santana, candidato à prefeitura de Barbalha apoiado pelo governador Camilo Santana. Ambos são do PT de Adalberto e Guimarães, hoje deputado federal que também apoia Fernando Santana. A polícia investiga a origem (e o destino) do dinheiro.

Na obra “O 18 Brumário de Luís Bonaparte”, Karl Marx diz que a história se repete como farsa, no sentido de peça ruim, ridícula, destinada à troça pela falta de originalidade de seus autores e atores.

Com onze anos de diferença, as coincidências entre as prisões de Adalberto e Ana Quitéria dão razão ao filósofo alemão.

PS. O primeiro episódio não gerou consequências eleitorais graves para o PT. Lula se reelegeu, elegeu aliados no Ceará e o mensalão virou petrolão. E dessa vez, haverá consequências nas eleições? Saberemos neste domingo.

 

Publicidade

PF prende assessora da primeira-dama do Ceará com dinheiro vivo: história que se repete

Por Wanfil em Política

01 de outubro de 2016

18 brumario

Quem disse que nossos socialistas não o levam à sério?

Julho de 2005: José Adalberto Vieira, dirigente petista no Ceará e assessor de José Guimarães, então deputado estadual, é preso no aeroporto de Congonhas (SP) com US$ 100 mil na cueca e mais R$ 209 mil em uma maleta. Uma vez solto, Adalberto foi expulso do partido e perdeu o emprego, mas nunca revelou a origem do dinheiro. Guimarães garante que não sabia de nada.

Setembro de 2016, antevéspera de eleição: Ana Quitéria, assessora da primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, é presa em Juazeiro do Norte com maços de dinheiro em envelopes e com material de campanha Fernando Santana, candidato à prefeitura de Barbalha apoiado pelo governador Camilo Santana. Ambos são do PT de Adalberto e Guimarães, hoje deputado federal que também apoia Fernando Santana. A polícia investiga a origem (e o destino) do dinheiro.

Na obra “O 18 Brumário de Luís Bonaparte”, Karl Marx diz que a história se repete como farsa, no sentido de peça ruim, ridícula, destinada à troça pela falta de originalidade de seus autores e atores.

Com onze anos de diferença, as coincidências entre as prisões de Adalberto e Ana Quitéria dão razão ao filósofo alemão.

PS. O primeiro episódio não gerou consequências eleitorais graves para o PT. Lula se reelegeu, elegeu aliados no Ceará e o mensalão virou petrolão. E dessa vez, haverá consequências nas eleições? Saberemos neste domingo.