Pesquisa mostra que maioria dos deputados federais apoia impeachment de Dilma. E o seu deputado, o que pensa disso? - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Pesquisa mostra que maioria dos deputados federais apoia impeachment de Dilma. E o seu deputado, o que pensa disso?

Por Wanfil em Política

21 de dezembro de 2015

Uma pesquisa Datafolha realizada entre os dias 7 e 18 de dezembro mostra que 42% dos deputados federais são favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, contra 31% que ainda a apoiam. Outros 27% estão indecisos.

O fato de estarem indecisos indica, naturalmente, um sentimento de desconfiança. Ou de medo… De quê? Ora, das urnas, claro. Dilma encerra 2015 como a presidente mais rejeitada do Brasil desde a redemocratização, com 65% de desaprovação, segundo o mesmo Datafolha. Como a tendência da economia é piorar (o boletim Focus do Banco Central divulgado nesta segunda mostra piora acentuada na expectativa do mercado para 2016, com alta de juros e inflação, com recessão), estar ao lado de uma presidente nessa situação é assumir um pesadíssimo ônus eleitoral. Deputados federais não disputam nada no ano que vem, mas suas bases estarão em processo de reconfiguração, o que poderá ser determinante para seus projetos. Que candidato a prefeito irá querer um deputado dilmista ao seu lado nos santinhos ou na propaganda de TV?

Sem contar com a continuidade da operação Lava Jato, revelando mais e mais corrupção, e o julgamento no TSE das contas de campanha do PT, com gravíssimas suspeitas de que dinheiro roubado da Petrobras tenha abastecido o caixa do partido para eleger e reeleger Dilma.

E o seu deputado?
A pergunta por aqui é simples: e a bancada cearense? Bom, a maioria dos 23 deputados federais do estado foi eleita garantindo que Dilma é grande gestora e parceira do Ceará. Quantos manterão o discurso diante do atual quadro? Em 2015 o Ceará ficou sem refinaria, uma tapeação sem igual na crônica política estadual. A transposição, atrasadíssima, virou caso de polícia. A população, que volta a sentir no bolso o que é a inflação, quer ver a presidente pelas costas.

Taí uma boa pauta.

Publicidade aqui

Pesquisa mostra que maioria dos deputados federais apoia impeachment de Dilma. E o seu deputado, o que pensa disso?

Por Wanfil em Política

21 de dezembro de 2015

Uma pesquisa Datafolha realizada entre os dias 7 e 18 de dezembro mostra que 42% dos deputados federais são favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, contra 31% que ainda a apoiam. Outros 27% estão indecisos.

O fato de estarem indecisos indica, naturalmente, um sentimento de desconfiança. Ou de medo… De quê? Ora, das urnas, claro. Dilma encerra 2015 como a presidente mais rejeitada do Brasil desde a redemocratização, com 65% de desaprovação, segundo o mesmo Datafolha. Como a tendência da economia é piorar (o boletim Focus do Banco Central divulgado nesta segunda mostra piora acentuada na expectativa do mercado para 2016, com alta de juros e inflação, com recessão), estar ao lado de uma presidente nessa situação é assumir um pesadíssimo ônus eleitoral. Deputados federais não disputam nada no ano que vem, mas suas bases estarão em processo de reconfiguração, o que poderá ser determinante para seus projetos. Que candidato a prefeito irá querer um deputado dilmista ao seu lado nos santinhos ou na propaganda de TV?

Sem contar com a continuidade da operação Lava Jato, revelando mais e mais corrupção, e o julgamento no TSE das contas de campanha do PT, com gravíssimas suspeitas de que dinheiro roubado da Petrobras tenha abastecido o caixa do partido para eleger e reeleger Dilma.

E o seu deputado?
A pergunta por aqui é simples: e a bancada cearense? Bom, a maioria dos 23 deputados federais do estado foi eleita garantindo que Dilma é grande gestora e parceira do Ceará. Quantos manterão o discurso diante do atual quadro? Em 2015 o Ceará ficou sem refinaria, uma tapeação sem igual na crônica política estadual. A transposição, atrasadíssima, virou caso de polícia. A população, que volta a sentir no bolso o que é a inflação, quer ver a presidente pelas costas.

Taí uma boa pauta.