Justiça do Ceará tem ponto facultativo em véspera de feriado - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Justiça do Ceará tem ponto facultativo em véspera de feriado

Por Wanfil em Judiciário

30 de Abril de 2014

Nesta quarta-feira os servidores do Tribunal de Justiça do Ceará só trabalham se quiserem. É que presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, declarou ponto facultativo, conforme consta na na Portaria nº 819/2014 (ver mais no site do TJCE).

Geralmente, no serviço público, que custa caro ao contribuinte mas não tem dono, esses pontos facultativos acontecem após um feriado, para emendar e fazer um feriadão. Por exemplo: nesta quinta-feira, 1º de Maio, é feriado, em comemoração ao Dia do Trabalho. Bastaria decretar ponto facultativo na sexta, para que todos pudessem ter um descanso bacana, de quatro dias. Isso é o de praxe na tradição cartorial brasileira. Há casos de ponto antes de feriado, mas quando estes caem na terça, e não na quinta. De resto, podem ocorrer imprevistos que determinem que algo assim não seja mais do que uma conveniência, mas são raros.

Segundo o TJCE, a medida leva em consideração uma manifestação programada pelos Sindicatos dos Servidores do Poder Judiciário do Ceará (SindJustiça-CE) e dos Oficiais de Justiça (Sindojus-CE), junto com outras entidades, como o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, dos Rodoviários, dos Policiais Civis e dos Trabalhadores da UFC.

Em nota, a Presidência do órgão afirma que é seu dever preservar a segurança de magistrados, servidores, advogados e procuradores. Nesse caso, o melhor seria chamar a Tropa de Choque para garantir o atendimento ao público. Imagino também que a manifestação teria maior carga simbólica se realizada justamente no Dia do Trabalho, com sindicalistas abdicando do feriado em nome daquilo que acreditam.

Não obstante a prudência do TJCE e as pautas de reivindicações desses servidores, o fato é que nessa peleja política, o maior prejudicado é quem precisa dos serviços da Justiça. Questões que lidam com o patrimônio e a honra das pessoas, ficam para o próximo dia útil. Alguém acredita que tudo funcionará normalmente da sexta? Melhor esperar para a próxima semana.

Pensam em tudo. Autoridades e manifestantes priorizam suas agendas, interesses e conveniências. É a cultura do desrespeito ao cidadão. O judiciário cearense, segundo o Conselho Nacional de Justiça, é um dos mais lentos do país e suspeitas de corrupção mancham a sua imagem. Mas deixa estar… Depois do feriadão, quem sabe, todos voltam ao trabalho.

Publicidade aqui

Justiça do Ceará tem ponto facultativo em véspera de feriado

Por Wanfil em Judiciário

30 de Abril de 2014

Nesta quarta-feira os servidores do Tribunal de Justiça do Ceará só trabalham se quiserem. É que presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, declarou ponto facultativo, conforme consta na na Portaria nº 819/2014 (ver mais no site do TJCE).

Geralmente, no serviço público, que custa caro ao contribuinte mas não tem dono, esses pontos facultativos acontecem após um feriado, para emendar e fazer um feriadão. Por exemplo: nesta quinta-feira, 1º de Maio, é feriado, em comemoração ao Dia do Trabalho. Bastaria decretar ponto facultativo na sexta, para que todos pudessem ter um descanso bacana, de quatro dias. Isso é o de praxe na tradição cartorial brasileira. Há casos de ponto antes de feriado, mas quando estes caem na terça, e não na quinta. De resto, podem ocorrer imprevistos que determinem que algo assim não seja mais do que uma conveniência, mas são raros.

Segundo o TJCE, a medida leva em consideração uma manifestação programada pelos Sindicatos dos Servidores do Poder Judiciário do Ceará (SindJustiça-CE) e dos Oficiais de Justiça (Sindojus-CE), junto com outras entidades, como o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, dos Rodoviários, dos Policiais Civis e dos Trabalhadores da UFC.

Em nota, a Presidência do órgão afirma que é seu dever preservar a segurança de magistrados, servidores, advogados e procuradores. Nesse caso, o melhor seria chamar a Tropa de Choque para garantir o atendimento ao público. Imagino também que a manifestação teria maior carga simbólica se realizada justamente no Dia do Trabalho, com sindicalistas abdicando do feriado em nome daquilo que acreditam.

Não obstante a prudência do TJCE e as pautas de reivindicações desses servidores, o fato é que nessa peleja política, o maior prejudicado é quem precisa dos serviços da Justiça. Questões que lidam com o patrimônio e a honra das pessoas, ficam para o próximo dia útil. Alguém acredita que tudo funcionará normalmente da sexta? Melhor esperar para a próxima semana.

Pensam em tudo. Autoridades e manifestantes priorizam suas agendas, interesses e conveniências. É a cultura do desrespeito ao cidadão. O judiciário cearense, segundo o Conselho Nacional de Justiça, é um dos mais lentos do país e suspeitas de corrupção mancham a sua imagem. Mas deixa estar… Depois do feriadão, quem sabe, todos voltam ao trabalho.