TCU aponta indícios de superfaturamento na Linha Sul do Metrô de Fortaleza - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

TCU aponta indícios de superfaturamento na Linha Sul do Metrô de Fortaleza

Por Wanfil em Ceará

05 de novembro de 2014

Durante debate eleitoral realizado pela Rede Record no último dia 20 de outubro, a presidente Dilma Rousseff (PT) citou o metrô de Fortaleza como obra concluída por seu governo. A afirmação gerou polêmica nas redes sociais. No final, ficou comprovado depois que das três linhas do projeto, apenas a Linha Sul estava concluída e já funciona em fase de testes. Isso não impediu que um exército de assessores corresse para postar imagens de que a obra estava sim terminada e que os críticos eram mal intencionados. Isso, porém, são águas passadas e a presidente foi reeleita. A novidade agora diz respeito a outro aspecto desse mesmo empreendimento: o financeiro.

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (5) seu relatório anual com os resultados de auditorias feitas em obras federais, chamado de Fiscobrás.

De acordo com o TCU, entre as obras reprovadas e com recomendação de retenção parcial de valores está a implantação do Trecho Sul do metrô em Fortaleza. Por qual motivo? Suspeita de superfaturamento.

Ao todo, das 102 obras fiscalizadas, 58 apresentaram problemas. Em nove foram encontrados indícios de irregularidade grave com recomendação de paralisação (IG-P) e indícios de irregularidade grave com retenção parcial de valores (IG-R), que é o caso do Ceará. Essas informações serão enviadas ao Congresso Nacional, que deverá avaliar se procede ou não com o bloqueio preventivo de recursos para esses empreendimentos.

Pois é. Não é a Veja que está dizendo. Nem a oposição. É o TCU. Confira a informação publicada no site do tribunal (o carimbo IGR está no canto superior direito da imagem):

TCUAs informações sobre o Fiscabrás estão disponíveis para o público aqui.

É bom que a bancada cearense no Congresso Nacional fique atenta na hora de examinar o relatório do TCU, afinal, ela está lá para defender o interesse do Ceará e o dinheiro dos contribuintes. Ou não?

Publicidade aqui

TCU aponta indícios de superfaturamento na Linha Sul do Metrô de Fortaleza

Por Wanfil em Ceará

05 de novembro de 2014

Durante debate eleitoral realizado pela Rede Record no último dia 20 de outubro, a presidente Dilma Rousseff (PT) citou o metrô de Fortaleza como obra concluída por seu governo. A afirmação gerou polêmica nas redes sociais. No final, ficou comprovado depois que das três linhas do projeto, apenas a Linha Sul estava concluída e já funciona em fase de testes. Isso não impediu que um exército de assessores corresse para postar imagens de que a obra estava sim terminada e que os críticos eram mal intencionados. Isso, porém, são águas passadas e a presidente foi reeleita. A novidade agora diz respeito a outro aspecto desse mesmo empreendimento: o financeiro.

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (5) seu relatório anual com os resultados de auditorias feitas em obras federais, chamado de Fiscobrás.

De acordo com o TCU, entre as obras reprovadas e com recomendação de retenção parcial de valores está a implantação do Trecho Sul do metrô em Fortaleza. Por qual motivo? Suspeita de superfaturamento.

Ao todo, das 102 obras fiscalizadas, 58 apresentaram problemas. Em nove foram encontrados indícios de irregularidade grave com recomendação de paralisação (IG-P) e indícios de irregularidade grave com retenção parcial de valores (IG-R), que é o caso do Ceará. Essas informações serão enviadas ao Congresso Nacional, que deverá avaliar se procede ou não com o bloqueio preventivo de recursos para esses empreendimentos.

Pois é. Não é a Veja que está dizendo. Nem a oposição. É o TCU. Confira a informação publicada no site do tribunal (o carimbo IGR está no canto superior direito da imagem):

TCUAs informações sobre o Fiscabrás estão disponíveis para o público aqui.

É bom que a bancada cearense no Congresso Nacional fique atenta na hora de examinar o relatório do TCU, afinal, ela está lá para defender o interesse do Ceará e o dinheiro dos contribuintes. Ou não?