Uma pausa no blog para a campanha "Ajude a Larinha a vencer esta batalha" - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Uma pausa no blog para a campanha “Ajude a Larinha a vencer esta batalha”

Por Wanfil em Ao leitor

13 de setembro de 2017

Li no jornal Diário do Nordeste que a família da jovem Lara Virgínia Torquato (foto), que por causa de uma leucemia precisou transplantar a medula óssea, iniciou uma campanha para custear outro tratamento, agora contra uma síndrome que ataca pacientes transplantados. O valor total do tratamento é de aproximadamente R$ 180 mil (R$ 15 mil por cada caixa do medicamento Ruxolitinib). É uma corrida contra o tempo. Doações podem ser feitas na página Ajude a Larinha a vencer esta batalha.

Meu pai, o jornalista Wanderley Pereira, fez um transplante de coração em 2014. Infelizmente, ele não resistiu a uma série de infecções hospitalares após a operação. Mas adurante a espera pela doação, um ano, algumas das lembranças que mais marcaram minha família dizem respeito à solidariedade de amigos, colegas de trabalho, parentes e até de pessoas que nunca vimos (como a família que doou o coração de um ente querido para nos presentear com esperança), além daquelas que conhecemos nesse processo, as enfermeiras, os médicos e outros pacientes e seus acompanhantes. Precisar de ajuda e encontrá-la sem dar nada em troca é algo tão sublime que é difícil até mesmo de explicar.

Ao ver o esforço da família de Lara lembrei-me do conforto que aquela solidariedade deu a nós, familiares, e a ele, paciente. A maioria dos que ajudaram certamente deve achar que fez pouco, sem saber o imenso valor de cada visita, telefonema, ajuda material ou emocional. Nada foi em vão. Dessa experiência meu pai ainda escreveu um livro intitulado “Cura Teu Coração”, para mostrar como enfermidades do corpo podem servir de remédio para a alma de todos que vivem ou viveram situação semelhante. Todos: os que doam e os que recebem.

E por isso resolvi dar um tempo nos assuntos habituais aqui do blog para falar de Lara e da oportunidade de sermos realmente solidários. Quem puder ajudá-la, com qualquer valor, pode ir na página que mencionei ou transferir diretamente para uma das seguintes contas apontadas na matéria do Diário. Quem não puder, ajude a espalhar esse pedido. Estamos na torcida.

Banco Itaú
Agência: 3827
Conta: 38922-6
Nome: Maria das Vitórias Torquato

Banco Santander
Agência: 4458
Conta: 01013680-0
Nome: Francisco Fábio de Oliveira Sousa

Banco do Brasil
Agência: 4376-1
Conta: 12044-8
Nome: Antônia C Torquato

 

Publicidade aqui

Uma pausa no blog para a campanha “Ajude a Larinha a vencer esta batalha”

Por Wanfil em Ao leitor

13 de setembro de 2017

Li no jornal Diário do Nordeste que a família da jovem Lara Virgínia Torquato (foto), que por causa de uma leucemia precisou transplantar a medula óssea, iniciou uma campanha para custear outro tratamento, agora contra uma síndrome que ataca pacientes transplantados. O valor total do tratamento é de aproximadamente R$ 180 mil (R$ 15 mil por cada caixa do medicamento Ruxolitinib). É uma corrida contra o tempo. Doações podem ser feitas na página Ajude a Larinha a vencer esta batalha.

Meu pai, o jornalista Wanderley Pereira, fez um transplante de coração em 2014. Infelizmente, ele não resistiu a uma série de infecções hospitalares após a operação. Mas adurante a espera pela doação, um ano, algumas das lembranças que mais marcaram minha família dizem respeito à solidariedade de amigos, colegas de trabalho, parentes e até de pessoas que nunca vimos (como a família que doou o coração de um ente querido para nos presentear com esperança), além daquelas que conhecemos nesse processo, as enfermeiras, os médicos e outros pacientes e seus acompanhantes. Precisar de ajuda e encontrá-la sem dar nada em troca é algo tão sublime que é difícil até mesmo de explicar.

Ao ver o esforço da família de Lara lembrei-me do conforto que aquela solidariedade deu a nós, familiares, e a ele, paciente. A maioria dos que ajudaram certamente deve achar que fez pouco, sem saber o imenso valor de cada visita, telefonema, ajuda material ou emocional. Nada foi em vão. Dessa experiência meu pai ainda escreveu um livro intitulado “Cura Teu Coração”, para mostrar como enfermidades do corpo podem servir de remédio para a alma de todos que vivem ou viveram situação semelhante. Todos: os que doam e os que recebem.

E por isso resolvi dar um tempo nos assuntos habituais aqui do blog para falar de Lara e da oportunidade de sermos realmente solidários. Quem puder ajudá-la, com qualquer valor, pode ir na página que mencionei ou transferir diretamente para uma das seguintes contas apontadas na matéria do Diário. Quem não puder, ajude a espalhar esse pedido. Estamos na torcida.

Banco Itaú
Agência: 3827
Conta: 38922-6
Nome: Maria das Vitórias Torquato

Banco Santander
Agência: 4458
Conta: 01013680-0
Nome: Francisco Fábio de Oliveira Sousa

Banco do Brasil
Agência: 4376-1
Conta: 12044-8
Nome: Antônia C Torquato