26/08/2017 - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

26/08/2017

A patética cena política cearense

Por Wanfil em Política

26 de agosto de 2017

A política do tempo parado: dez anos esperando o novo amanhã redentor, prometido pelos mesmos de sempre

Fernando Gabeira disse outro dia que por questões profissionais tem dificuldade para acompanhar “ a patética cena política brasileira”, mas que de vez em quando, ao recuperar o noticiário, fica com a sensação de ter perdido pouca coisa.

É compreensível. Crises e escândalos podem dar a impressão de que mudanças estão em curso, mas se observarmos bem as coisas, percebemos que são meros arranhões na superfície, enquanto as camadas mais profundas do poder permanecem conduzidas pelos mesmo personagens de sempre.

É igualzinho à patética cena política cearense, onde tudo tem cheiro de mofo.

Depois de anos prometendo uma nova era com a refinaria prometida por Lula, o mesmo grupo político que endossou a presepada agora acena com outro anúncio redentor. Dessa vez o Ceará será que o centro de conexão do mundo! O amanhã redentor nunca chega, mas seus profetas posam de grandes inovadores.

Em outro caso, o Ministério Público acusa o ex-governador Cid Gomes de usar a Guarda Municipal de Sobral como segurança particular. Surpresa nenhuma: é a reprodução do mesmíssimo comportamento da viagem com a sogra para a Europa em jatinho fretado pelo governo estadual.

José Guimarães acha que Michel Temer tem que ser investigado por causa de um assessor flagrado com uma mala de dinheiro. O mesmo Guimarães que ficou nacionalmente conhecido por causa de um assessor flagrado com dólares na cueca.

Diante da insegurança, Executivo e Assembleia Legislativa alardearam que a solução seria colocar bloqueadores de celular nos presídios. Não colocaram e as facções agradecem. Pra compensar, o governador Camilo promete pelo Facebook “botar os bandidos pra correr do Ceará”, enquanto os índices de homicídios explodem (31,9% no primeiro semestre deste ano). Aliás, como sempre, ou mais do que nunca, o Legislativo rasteja submisso a vontades externas.

Delatores da JBS afirmam que doaram 20 milhões de reais em 2014 para arrecadadores de campanha supostamente enviados por Cid Gomes em troca de benefícios fiscais e tudo fica por isso mesmo. Ninguém cobra ao menos uma investigação.

O PDT segue como maior partido do Ceará, posto que já foi do PSDB, PPS, PSB e PROS, mais ou menos com as mesmas figuras de sempre, deputados, prefeitos e vereadores, tangidas de um lado para o outro como gado.

É isso. Quem deixa de acompanhar a política no Ceará por alguns dias ou meses, assim como Gabeira, só pode se surpreender com a pasmaceira e o continuísmo.

leia tudo sobre

Publicidade

A patética cena política cearense

Por Wanfil em Política

26 de agosto de 2017

A política do tempo parado: dez anos esperando o novo amanhã redentor, prometido pelos mesmos de sempre

Fernando Gabeira disse outro dia que por questões profissionais tem dificuldade para acompanhar “ a patética cena política brasileira”, mas que de vez em quando, ao recuperar o noticiário, fica com a sensação de ter perdido pouca coisa.

É compreensível. Crises e escândalos podem dar a impressão de que mudanças estão em curso, mas se observarmos bem as coisas, percebemos que são meros arranhões na superfície, enquanto as camadas mais profundas do poder permanecem conduzidas pelos mesmo personagens de sempre.

É igualzinho à patética cena política cearense, onde tudo tem cheiro de mofo.

Depois de anos prometendo uma nova era com a refinaria prometida por Lula, o mesmo grupo político que endossou a presepada agora acena com outro anúncio redentor. Dessa vez o Ceará será que o centro de conexão do mundo! O amanhã redentor nunca chega, mas seus profetas posam de grandes inovadores.

Em outro caso, o Ministério Público acusa o ex-governador Cid Gomes de usar a Guarda Municipal de Sobral como segurança particular. Surpresa nenhuma: é a reprodução do mesmíssimo comportamento da viagem com a sogra para a Europa em jatinho fretado pelo governo estadual.

José Guimarães acha que Michel Temer tem que ser investigado por causa de um assessor flagrado com uma mala de dinheiro. O mesmo Guimarães que ficou nacionalmente conhecido por causa de um assessor flagrado com dólares na cueca.

Diante da insegurança, Executivo e Assembleia Legislativa alardearam que a solução seria colocar bloqueadores de celular nos presídios. Não colocaram e as facções agradecem. Pra compensar, o governador Camilo promete pelo Facebook “botar os bandidos pra correr do Ceará”, enquanto os índices de homicídios explodem (31,9% no primeiro semestre deste ano). Aliás, como sempre, ou mais do que nunca, o Legislativo rasteja submisso a vontades externas.

Delatores da JBS afirmam que doaram 20 milhões de reais em 2014 para arrecadadores de campanha supostamente enviados por Cid Gomes em troca de benefícios fiscais e tudo fica por isso mesmo. Ninguém cobra ao menos uma investigação.

O PDT segue como maior partido do Ceará, posto que já foi do PSDB, PPS, PSB e PROS, mais ou menos com as mesmas figuras de sempre, deputados, prefeitos e vereadores, tangidas de um lado para o outro como gado.

É isso. Quem deixa de acompanhar a política no Ceará por alguns dias ou meses, assim como Gabeira, só pode se surpreender com a pasmaceira e o continuísmo.