Fevereiro 2017 - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Fevereiro 2017

Câncer não espera Carnaval

Por Wanfil em Fortaleza

24 de Fevereiro de 2017

Para quem tem câncer, não ser atendido no ICC significa perder a última esperança, enquanto burocratas brigam

O Instituto do Câncer do Ceará suspendeu os atendimentos pelo SUS desde a última quarta-feira (22). O hospital responsabiliza a Prefeitura de Fortaleza, a quem de atrasar repasses. A Secretaria Municipal de Saúde afirma que estaria impedida de fazer as transferências, uma vez que os contratos com a instituição ainda não foram renovados.

O Ministério Público do Ceará instaurou Inquérito Civil Público sobre o caso e agendou audiência para a próxima quinta-feira, que deverá contar com a presença de representantes do ICC e da SMS.

Parece complicado, mas não. Se os contratos estão em vigência, não há como justificar, legalmente, a suspensão dos repasses. Se venceram, houve falha em revalidá-los em tempo hábil. E se todos sabiam que os contratos estavam próximo ao vencimento, ninguém foi capaz de se antecipar para manter os serviços. É impressionante. Se na Educação a Prefeitura de Fortaleza comemora, com razão, a melhoria de suas escolas no Espaece, na Saúde a história é outra.

De todo modo, tudo pode ser esclarecido depois do Carnaval. O problema é que o câncer, que avança ininterruptamente caso não haja tratamento, não espera por festa, burocracia ou incompetência de seu ninguém. Uma semana pode ser a diferença entre a cura e a condenação. Centenas de pessoas podem estar sendo condenadas à morte, enquanto esperam o feriadão acabar.

Publicidade

Por que Lula lidera? Por que Bolsonaro cresce? Por que o populismo não saiu de moda, ora!

Por Wanfil em Política

21 de Fevereiro de 2017

O jornal O Povo ouviu especialistas sobre as razões para Lula, apesar de tudo, liderar a pesquisa CNT/MDA divulgada na semana passada. Todos apresentaram argumentos interessantes e tal, mas a verdade mesmo, a chave que sintetiza todas as análises, é que Lula é um populista que governou durante um período de relativo crescimento (países vizinhos e demais  emergentes cresciam muito mais).

Populismo é a arte de captar demandas e falar para o público o que ele deseja ouvir, ainda que isso afronte a lógica, os números e própria realidade.

O populismo é poderoso no Brasil. Por isso Lula tem 30% e o populista de direita Jair Bolsonaro, que fala para setores da classe média, tem 11%, dobrando o índice da pesquisa anterior. O populismo é especialmente poderoso entre os mais pobres. Por isso Lula tem 58,2% no Nordeste.

A grande questão, portanto, é saber porque o populismo ainda é a ilusão para que candidatos de qualquer sinal ideológico encantem tanta gente, de diferentes estratos sociais. No Brasil, o populismo é eterno.

leia tudo sobre

Publicidade

Sonhar não é pecado

Por Wanfil em Política

21 de Fevereiro de 2017

PT como vice na chapa de Ciro? Só se Lula desistir ou se a Lava Jato o impedir

O jornal O Estado ouviu parlamentares da base aliada no Ceará sobre as recentes declarações do governador Camilo Santana, que mesmo sendo do PT, defende que o partido abra mão de uma candidatura própria à Presidência da República, para apoiar Ciro Gomes, do PDT.

Resumindo, por aqui os petistas desconversaram e os pedetistas acharam a ideia genial. Delira quem imagina o PT cedendo a cabeça de chapa ao PDT, especialmente quando ainda se cogita uma possível nova candidatura de Lula.

Delírio que só deixa de ser delírio no momento em que o PDT como um todo e o cirismo em particular torcem para uma eventual desistência ou impedimento (leia-se prisão) de Lula. Aí passa a ser sonho.

Publicidade

Transposição de água não acompanha transposição de votos e verbas

Por Wanfil em Corrupção

20 de Fevereiro de 2017

No sexto ano de seca, todo político no Ceará aproveita qualquer entrevista para mostrar sua solidariedade na torcida para que o volume de chuvas garanta o abastecimento. A maioria prefere fingir não saber que a Transposição do São Francisco está cinco anos atrasada e com o orçamento inicial de 4 bilhões e meio de reais atualizado para… atenção… R$ 9,6 bilhões! Talvez a obra fique pronta no segundo semestre deste ano.

Para que ninguém esqueça, a imprensa é que de vez em quando aborda o assunto. O jornal O Globo desta segunda (20) publicou matéria sobre oito grandes obras investigadas pela Lava-Jato, atrasadas e cujos valores iniciais explodiram de modo obsceno. Entres essas, a Transposição, é claro.

Como a obra não aumentou de tamanho, como os canais continuam a ser feitos de cimento e não de pedras preciosas, fica evidente que as únicas transposições constatadas foram de dinheiro público e de votos. Como todos sabem, a Transposição foi um dos trunfos das propagandas eleitorais desses mesmos políticos (especialmente os do PT, PDT e PMDB) que agora posam rezando por chuva nos jornais.

Publicidade

STF decide que presos em cadeias lotadas merecem indenização: se essa moda pega…

Por Wanfil em Judiciário

17 de Fevereiro de 2017

Cadeia superlotada – Foto: EBC

No rastro da crise no sistema carcerário brasileiro, o Supremo Tribunal Federal decidiu dar um empurrãozinho para que o Executivo faça o que tem que fazer: organizar as penitenciárias. E assim, ficou decidido que presos terão direito a indenização de até R$ 2 mil, paga pelo Estado, por danos morais em caso de situação degradante, como, por exemplo, cadeias superlotadas.

Muita gente não gostou pelo fato de o criminoso ganhar com o que deveria ser uma punição e tal. É óbvio que as prisões precisam ter como parâmetro o conceito de civilidade e não o de selvageria. Se o desrespeito à lei valer para o tratamento a criminosos, estes terão vencido do ponto de vista moral.

Particularmente, acho que a decisão do STF deveria ser ampliada. Pacientes em situação degradante? Indenização. Alunos em escolas precárias? Indenização! O cidadão paga IPVA e as estradas são esburacadas? Indenização! E mais: cidadãos humilhados com os atrasos na Justiça deveriam também ser indenizados. Vítimas de criminosos que deveriam estar presos, mas que estão nas ruas por decisões judiciais merecem indenização, claro!

Se a moda pegasse, aí sim faltaria dinheiro para tanta reparação.

Publicidade

Pesquisa mostra Lula na liderança e Ciro valendo meio Bolsonaro

Por Wanfil em Pesquisa

16 de Fevereiro de 2017

Ciro tem 5%, menos da metade de Marina e Bolsonaro, que anotaram 11%. Tá difícil

Pesquisa CNT/MDA divulgada na quarta-feira (15) mostra que se as eleições para a Presidência da República fosse hoje, de cada 100 entrevistados, 30 votariam em Lula (PT), 11 em Marina Silva (REDE), 11 em Jair Bolsonaro (PSC), 10 em Aécio Neves (PSDB), cinco em Ciro Gomes (PDT) e três em Michel Temer (PMDB).

No que interessa ao Ceará, Ciro Gomes tem apenas metade das intenções de voto declaradas a Jair Bolsonaro, que dispensa apresentações. Na verdade, Ciro ganha apenas – e por pouco! – do impopular Michel Temer.

A candidatura do ex-governador cearense é a última esperança de seu grupo político no Estado para ter novamente acesso aos favores do Governo Federal. As perspectivas não parecem boas, mas existe um trunfo: a possível prisão de Lula (réu em cinco processo por corrupção). Nesse caso, quem herdar a maior parte dos votos do petista (Marina também disputa esse quinhão) pode ter chance. Quem sabe, né?

Agora, se essa é a expectativa de poder que o hoje pedetista tem a oferecer aos seus aliados no Ceará, complica. É claro que outras variáveis podem mudar o cenário. Ainda falta um ano e oito meses para as eleições. O que fica evidente é que a caminhada de Ciro ao Planalto é bem mais longa que a dos seus adversários. E isso obriga muitos dos seus parceiros a considerar eventuais alternativas. É do jogo.

Publicidade

‘Babado’ na churrascaria

Por Wanfil em Ceará

15 de Fevereiro de 2017

E a conta?

A Assembleia Legislativa do Ceará divulgou ontem, terça-feira (14), ter recebido confirmação do Banco do Nordeste sobre um financiamento de R$ 90 milhões para a perfuração de seis mil poços no interior do Estado.

É uma iniciativa de enorme importância, sem dúvida. Por isso mesmo chama a atenção sua pouca divulgação. Até a tarde desta quarta-feira, nem mesmo no site do BNB havia menção a esse financiamento de poços. As notícias mais recentes falam sobre projetos esportivos (futsal e atletismo), a exposição cultural “Babado Solidário” e o lançamento de um livro sobre a Lei Rouanet.

Por falar nisso, também na página de notícias do banco não há nada sobre outro babado do momento,  a palestra que o gerente de Recuperação de Crédito da instituição, Alan Coelho Silva, irá proferir durante o encontro que o PMDB do Ceará promove na churrascaria Sal e Brasa para prefeitos e lideranças políticas do Estado, marcado para a próxima sexta-feira (17). Também está prevista a participação do Diretor Geral do Dnocs, Ângelo José de Negreiros Guerra. No cardápio, crise hídrica e dívidas de agricultores.

É muito assunto para dar conta.

Publicidade

Todos os partidos, preferências à parte

Por Wanfil em Política

14 de Fevereiro de 2017

O ex-reitor da Universidade Federal do Ceará, Jesualdo Farias, assumiu nesta semana a Secretaria das Cidades do Ceará. No discurso de posse, disse o seguinte:

“Eu sei que as secretarias são, na maioria das vezes, ocupadas por partidos políticos, e eu não tenho nenhum partido. Tenho as minhas simpatias, minhas aproximações, mas acho que na condição de secretário quero assumir o compromisso de trabalhar para todos os partidos, todos os prefeitos e todas as pessoas que desejam do Governo do Estado do Ceará alguma solução para melhorar a qualidade de vida nas nossas cidades.”

Palavras irretocáveis. De fato, Jesualdo tem suas preferências políticas, como qualquer outra pessoa. Por isso, em 2015, deixou a UFC para assumir a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação, na gestão do petista sem partido Renato Janine Ribeiro. Por isso, em artigo para o jornal O Povo publicado em setembro de 2016, chamou o impeachment de “hipocrisia”, lamentando ainda a chegada ao poder, “sem nenhum voto popular, a Agremiação do Cunha”.

Bom saber que, preferências à parte, existe a disposição para trabalhar com todos os partidos, até mesmo com a “agremiação do Cunha” e também, não custa lembrar, sócios antigos e atuais dela, além de partidos outros cujos tesoureiros estão presos.

Publicidade

Confira os deputados cearenses que pediram urgência (e quem se omitiu) para o projeto que impede o TSE de punir partidos

Por Wanfil em Política

09 de Fevereiro de 2017

A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira passada, por 314 votos a favor e 17 contra, o pedido de urgência para o Projeto de Lei que proíbe o Tribunal Superior Eleitoral de punir partidos políticos que não apresentem prestação de contas ou que tenham as contas desaprovadas. Contas abastecidas também com dinheiro público, via fundo partidário, nunca é demais lembrar.

Diante da repercussão negativa, a votação do projeto foi adiada e, de um dia para o outro, o que era urgente agora está indefinido. Da bancada federal cearense, composta de 22 deputados, NENHUM votou contra o pedido. Desse total, 12 votaram pela urgência pela urgência na apreciação da matéria:

André Figueiredo – PDT
Aníbal Gomes – PMDB
Ariosto Holanda – PDT
Chico Lopes – PCdoB
Danilo Forte – PSB
José Guimarães – PT
Leônidas Cristino – PDT
Macedo – PP
Odorico Monteiro – PROS
Raimundo Gomes de Matos – PSDB
Ronaldo Martins – PRB
Vaidon Oliveira – DEM
Vitor Valim – PMDB

O restante da bancada não votou, o que, eventualmente, pode ser conveniente por evitar desgastes. Porém, como quem cala consente, não podem ser eximidos de responsabilidade. A omissão, seja pelo motivo que for, exerce efeito no resultado. São eles:

Adail Carneiro – PP
Cabo Sabino – PR
Domingos Neto – PSD
Genecias Noronha – SD
Gorete Pereira – PR
José Airton Cirilo – PT
Luizianne Lins – PT
Moses Rodrigues – PMDB
Vicente – Arruda – PDT
Vitor Valim – PMDB

Muitos já dizem agora que o mérito da proposta não foi apreciado, somente a urgência. Ora, todos sabem que a pressa revela a importância que a matéria tem para os deputados. Além do mais, se dela discordassem, não haveria razão de apressar o seu trâmite.

Repetindo: NINGUÉM da bancada federal do Ceará, seja de situação ou de oposição, de esquerda ou de direita, votou contra o pedido de urgência do projeto de lei que impede o TSE de punir partidos políticos em caso de irregularidade na prestação de contas.

Publicidade

Cartão de visitas do crime

Por Wanfil em Segurança

08 de Fevereiro de 2017

Os homicídios voltaram a crescer no Ceará. No mês passado o novo secretário de Segurança, André Costa, ganhou notoriedade ao participar de ações policiais de “Operação Cartão de Visitas’. Em seguida, causou alguma polêmica ao afirmar, em entrevista coletiva, que criminosos poderiam decidir entre a rendição ou o enfrentamento com a polícia, situações colocadas na ocasião como escolha entre Justiça ou cemitério.

Ao comentar aqui no blog sobre as declarações do secretário, que considero até mesmo um tanto tautológica, pois é mais do que justo que policiais reajam a ataques de criminosos, adverti para a “grande distância entre falar o que a maioria quer ouvir e efetivamente resolver o problema”.

Pois bem, o Governo do Ceará, como tem feito mensalmente, sempre com a presença do governador Camilo Santana, divulgou nesta segunda o número de homicídios no Estado. Em janeiro de 2017 o aumento foi de 46,5%, em relação com dezembro de 2016, quebrando a sequência de reduções do ano passado. Em Fortaleza, o aumento foi de 26,8%, em comparação com janeiro de 2016.

O estrago na última década foi grande demais para ser resolvido de uma hora para outra.

Publicidade

Cartão de visitas do crime

Por Wanfil em Segurança

08 de Fevereiro de 2017

Os homicídios voltaram a crescer no Ceará. No mês passado o novo secretário de Segurança, André Costa, ganhou notoriedade ao participar de ações policiais de “Operação Cartão de Visitas’. Em seguida, causou alguma polêmica ao afirmar, em entrevista coletiva, que criminosos poderiam decidir entre a rendição ou o enfrentamento com a polícia, situações colocadas na ocasião como escolha entre Justiça ou cemitério.

Ao comentar aqui no blog sobre as declarações do secretário, que considero até mesmo um tanto tautológica, pois é mais do que justo que policiais reajam a ataques de criminosos, adverti para a “grande distância entre falar o que a maioria quer ouvir e efetivamente resolver o problema”.

Pois bem, o Governo do Ceará, como tem feito mensalmente, sempre com a presença do governador Camilo Santana, divulgou nesta segunda o número de homicídios no Estado. Em janeiro de 2017 o aumento foi de 46,5%, em relação com dezembro de 2016, quebrando a sequência de reduções do ano passado. Em Fortaleza, o aumento foi de 26,8%, em comparação com janeiro de 2016.

O estrago na última década foi grande demais para ser resolvido de uma hora para outra.