08/11/2016 - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

08/11/2016

Camilo finalmente cobra o Governo Federal por transposição: antes tarde do que nunca!

Por Wanfil em Ceará

08 de novembro de 2016

Dilma vistoria transposição atrasada no Ceará

Dilma vistoria transposição no Ceará, em 2014. Na ocasião, a conclusão da obra, prevista para 2010 e depois para 2012, foi adiada para 2015. Seus aliados nunca reclamaram.

O governador Camilo Santana, ainda no PT, responsabilizou publicamente, em entrevista coletiva, o governo Michel Temer (PMDB) pelo atraso das obras de transposição do Rio São Francisco. A cobrança é válida e pertinente, uma vez que a conclusão do projeto foi mais uma vez adiada, agora para o ano que vem, embora os efeitos da seca prolongada se agravem a cada dia.

Está, portanto, certíssimo o governador em expor a situação na sua realidade. Quem tem que resolver o problema é o governo Temer e pronto.

Pena que Camilo, e antes dele Cid Gomes, e a bancada federal cearense, com pouquíssimas exceções, não fizeram essas cobranças públicas quando a transposição atolava no mar de incompetência e suspeitas de corrupção que engolia a obra, sem o peso da crise econômica, das gestões dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

Foi preciso esperar o impeachment para que os então governistas do Ceará acordassem para a urgência que o caso pede, denunciando a situação para a população. Em 2014, ano eleitoral, uma exposição dessas poderia ter acelerado o cronograma. Agora a cobrança ficou tão atrasada quanto a obra. Porém, nos dois casos, antes tarde do que nunca.

Publicidade

Camilo finalmente cobra o Governo Federal por transposição: antes tarde do que nunca!

Por Wanfil em Ceará

08 de novembro de 2016

Dilma vistoria transposição atrasada no Ceará

Dilma vistoria transposição no Ceará, em 2014. Na ocasião, a conclusão da obra, prevista para 2010 e depois para 2012, foi adiada para 2015. Seus aliados nunca reclamaram.

O governador Camilo Santana, ainda no PT, responsabilizou publicamente, em entrevista coletiva, o governo Michel Temer (PMDB) pelo atraso das obras de transposição do Rio São Francisco. A cobrança é válida e pertinente, uma vez que a conclusão do projeto foi mais uma vez adiada, agora para o ano que vem, embora os efeitos da seca prolongada se agravem a cada dia.

Está, portanto, certíssimo o governador em expor a situação na sua realidade. Quem tem que resolver o problema é o governo Temer e pronto.

Pena que Camilo, e antes dele Cid Gomes, e a bancada federal cearense, com pouquíssimas exceções, não fizeram essas cobranças públicas quando a transposição atolava no mar de incompetência e suspeitas de corrupção que engolia a obra, sem o peso da crise econômica, das gestões dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

Foi preciso esperar o impeachment para que os então governistas do Ceará acordassem para a urgência que o caso pede, denunciando a situação para a população. Em 2014, ano eleitoral, uma exposição dessas poderia ter acelerado o cronograma. Agora a cobrança ficou tão atrasada quanto a obra. Porém, nos dois casos, antes tarde do que nunca.