12/04/2013 - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

12/04/2013

Mais uma secretaria de estado = mais verbas, mais licitações, mais…

Por Wanfil em Tribuna Band News FM

12 de Abril de 2013

Meu comentário na rádio Tribuna BandNews FM – 101.7, sobre a possibilidade de criação de mais uma secretaria do governo estadual.

Segue a transcrição:

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou projeto de indicação que autoriza a criação da Secretaria das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, de autoria do deputado Daniel Oliveira, do PMDB.

Não será estranho se o Executivo estadual, que tem absoluto controle sobre o que é aprovado ou rejeitado no Legislativo, topar essa iniciativa. Aliás, não seria novidade alguma. Esse modelo administrativo que aumenta a máquina para saciar o apetite de aliados é largamente utilizado pelo governo federal e serviu de inspiração, aqui no estado, para a criação recente, por exemplo, das secretarias da Pesca, das Cidades e da Copa.

É bom deixar claro que cada nova pasta corresponde a novos gastos com infraestrutura, manutenção, equipamentos, carros, servidores de carreira e terceirizados, viagens, projetos e um infinidade de contas que, no final, são pagas pelo contribuinte.

Além disso, existe ainda o cipoal de cargos de confiança que serão preenchidos por indicação política, com todos de olho nas verbas e nas licitações desse novo órgão administrativo. Leia mais

Publicidade

Mais uma secretaria de estado = mais verbas, mais licitações, mais…

Por Wanfil em Tribuna Band News FM

12 de Abril de 2013

Meu comentário na rádio Tribuna BandNews FM – 101.7, sobre a possibilidade de criação de mais uma secretaria do governo estadual.

Segue a transcrição:

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou projeto de indicação que autoriza a criação da Secretaria das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, de autoria do deputado Daniel Oliveira, do PMDB.

Não será estranho se o Executivo estadual, que tem absoluto controle sobre o que é aprovado ou rejeitado no Legislativo, topar essa iniciativa. Aliás, não seria novidade alguma. Esse modelo administrativo que aumenta a máquina para saciar o apetite de aliados é largamente utilizado pelo governo federal e serviu de inspiração, aqui no estado, para a criação recente, por exemplo, das secretarias da Pesca, das Cidades e da Copa.

É bom deixar claro que cada nova pasta corresponde a novos gastos com infraestrutura, manutenção, equipamentos, carros, servidores de carreira e terceirizados, viagens, projetos e um infinidade de contas que, no final, são pagas pelo contribuinte.

Além disso, existe ainda o cipoal de cargos de confiança que serão preenchidos por indicação política, com todos de olho nas verbas e nas licitações desse novo órgão administrativo. (mais…)