25 de Março de 2019 - Vagas Online 
Publicidade

Vagas Online

por Márcia Catunda

25 de Março de 2019

Como Obter Sucesso Profissional

Por Márcia Catunda em Artigo

25 de Março de 2019

Professor Dr. José Bezerra da Silva Filho
Diretor-Acadêmico do Instituto de Capacitação Business School Brasil -BSBr

O primeiro ingrediente para você ser ter sucesso em sua carreira profissional é acreditar que isso é possível.

Deixe eu contar um pouco da minha história. Eu sou alagoano, nascido na Cidade Palmeira dos Índios – AL, dista 139,8 km da Capital Maceió. Meu pai era caminhoneiro e muito otimista. Ele falava para mim que tudo que eu quisesse conseguiria pelos estudos.

Eu tinha 17 anos e, em um dia de sábado, me acordei e fui para a Rua Graciliano Ramos, em Palmeira dos Índios-AL, para brincar com os meus amigos!

Quando cheguei na rua observei que o irmão do meu amigo estava lavando um carro – Um Chevette Azul, perguntei de quem era aquele carro? Ele respondeu: -É meu!

Confesso que fiquei surpreso, e perguntei como ele conseguiu comprar aquele carro. Ele falou: -Sou funcionário do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Eu indaguei o que era um banco e ele me explicou.

Imediatamente, eu falei que queria trabalhar no BNB e ele me falou que era muito difícil passar no concurso do Banco.

Perguntei para ele como era o concurso e o que eu deveria fazer para passar? Ele respondeu: O concurso tem quatro provas: datilografia, matemática, português e contabilidade, e você deve ser muito bom nessas disciplinas.

Eu Tomei uma Decisão

Quando meu pai chegou de viagem fui correndo falar para ele e disse que precisava fazer um curso de datilografia porque eu queria trabalhar no BNB. Imediatamente, meu pai me matriculou em curso de datilografia.

Eu Mudei de Atitude

Depois que decidi que iria fazer o concurso do BNB mudei de atitude. Na época, eu gostava muito de brincar e os meus estudos ficavam em segundo plano, para você ter uma ideia eu sentava no fundão da sala de aula e as minhas notas não eram muito boas, em média, 5, 6.

Na ocasião, eu estudava no Colégio Estadual Humberto Mendes, cheguei na sala de aula e falei: -Bem, agora irei estudar para ser o primeiro aluno da sala porque eu quero passar no concurso do BNB. E perguntei: -Quem se candidata a ser o primeiro lugar da classe? E, por sorte minha, se levantou o meu amigo Carlos Gomes, que já era um dos melhores alunos da sala de aula, e topou o desafio.

Eu Busquei uma Motivação

A partir daquela data passei a querer tirar notas melhores do que o Carlos Gomes.

Com a nova meta mudei de atitude. Primeiro, passei a sentar na primeira fileira da sala de aula. Essa decisão de sentar na frente me perseguiu em toda a minha vida acadêmica. Inclusive ainda hoje quando vou para um evento ou para a missa eu procuro sentar na primeira fila, quando é possível.

Também, mudei os meus hábitos, eu estudava pela manhã, quando chegava em casa ia almoçar depois costumava ir jogar sinuca ou bola com os amigos. A primeira decisão foi só vou brincar nos finais de semana. E passava a maior parte do tempo disponível estudando. Consequentemente, passei a tirar boas notas. Por conta disso, passei a ser convidado para dar aulas particulares aos meus colegas. Foi a partir daí que descobri a minha vocação para ser professor!

Sucesso é Preparação mais Oportunidade

Bem, eu já estava trabalhando na Rádio Educadora Sampaio, em Palmeira dos Índios, quando saiu o Edital do Concurso do BNB. A primeira prova foi de datilografia, e mais de 50% dos candidatos foram reprovados. As demais provas tinham algumas características: matemática, você era obrigado a deixar os cálculos das questões, na prova de português também tinha uma redação com no mínimo 50 linhas. A prova de contabilidade não era eliminatória, e sim classificatória.

Fui Aprovado no Concurso do BNB na Primeira Tentativa

Saiu o resultado do concurso do BNB e eu fui aprovado. Vale assinalar que infelizmente poucas pessoas da minha cidade passaram no concurso.

Lições Aprendidas

Um Chevette Azul fez com que eu acreditasse que era possível realizar um sonho de ter o meu próprio carro. Apenas ter um sonho não foi o suficiente para eu conseguir ser aprovado no concurso do BNB.

O verdadeiro responsável pelo meu sucesso foi a mudança de comportamento que foi alimentado pelo meu sonho. Portanto, sorte é quando a oportunidade aparece e você está preparado.

Pela minha experiência tenho observado que a melhor formar de você transformar um sonho em realidade é encará-lo como um projeto. Exatamente por isso, sugiro a você fazer um MBA de Gerenciamento de Projetos. A propósito, quero te apresentar o nosso MBA em Gerenciamento de Projetos da Business School Brasil – BSBr.

Este é o único MBA de Gerenciamento de Projetos com uma metodologia única de uma empresa consolidada com seis anos de experiência no mercado.

Autor

Prof. Dr. José Bezerra da Silva Filho. Entusiasta em Gerenciamento de Projetos. Doutor em Engenharia pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG e Universiy of Maryland at College Park (EUA) e Mestre em Ciência da Computação pela UFCG. Elaborou, implantou e coordenou um curso de Mestrado em Informática Aplicada. Já coordenou dezenas de turmas de cursos de MBA/Especialização. Trabalhou no Banco do Nordeste do Brasil por mais de três décadas. É autor de seis livros, sendo os últimos dois: Tecnologia da Informação e Comunicação para Gestores; e Na Trilha dos Lucros: Prática de Gestão para Tornar sua Empresa mais lucrativa. Coordena a 17ª Turma do MBA em Gerenciamento de Projetos do Instituto de Capacitação Business School Brasil – BSBr e o Treinamento de Preparação para as Certificações PMP e CAPM, que já está na sua 41ª Turma.

Contatos do autor

(85) 9.9921-1675

E-mail: Professor.Dr.Bezerra@BSBr.com.br

leia tudo sobre

Publicidade

Como Obter Sucesso Profissional

Por Márcia Catunda em Artigo

25 de Março de 2019

Professor Dr. José Bezerra da Silva Filho
Diretor-Acadêmico do Instituto de Capacitação Business School Brasil -BSBr

O primeiro ingrediente para você ser ter sucesso em sua carreira profissional é acreditar que isso é possível.

Deixe eu contar um pouco da minha história. Eu sou alagoano, nascido na Cidade Palmeira dos Índios – AL, dista 139,8 km da Capital Maceió. Meu pai era caminhoneiro e muito otimista. Ele falava para mim que tudo que eu quisesse conseguiria pelos estudos.

Eu tinha 17 anos e, em um dia de sábado, me acordei e fui para a Rua Graciliano Ramos, em Palmeira dos Índios-AL, para brincar com os meus amigos!

Quando cheguei na rua observei que o irmão do meu amigo estava lavando um carro – Um Chevette Azul, perguntei de quem era aquele carro? Ele respondeu: -É meu!

Confesso que fiquei surpreso, e perguntei como ele conseguiu comprar aquele carro. Ele falou: -Sou funcionário do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Eu indaguei o que era um banco e ele me explicou.

Imediatamente, eu falei que queria trabalhar no BNB e ele me falou que era muito difícil passar no concurso do Banco.

Perguntei para ele como era o concurso e o que eu deveria fazer para passar? Ele respondeu: O concurso tem quatro provas: datilografia, matemática, português e contabilidade, e você deve ser muito bom nessas disciplinas.

Eu Tomei uma Decisão

Quando meu pai chegou de viagem fui correndo falar para ele e disse que precisava fazer um curso de datilografia porque eu queria trabalhar no BNB. Imediatamente, meu pai me matriculou em curso de datilografia.

Eu Mudei de Atitude

Depois que decidi que iria fazer o concurso do BNB mudei de atitude. Na época, eu gostava muito de brincar e os meus estudos ficavam em segundo plano, para você ter uma ideia eu sentava no fundão da sala de aula e as minhas notas não eram muito boas, em média, 5, 6.

Na ocasião, eu estudava no Colégio Estadual Humberto Mendes, cheguei na sala de aula e falei: -Bem, agora irei estudar para ser o primeiro aluno da sala porque eu quero passar no concurso do BNB. E perguntei: -Quem se candidata a ser o primeiro lugar da classe? E, por sorte minha, se levantou o meu amigo Carlos Gomes, que já era um dos melhores alunos da sala de aula, e topou o desafio.

Eu Busquei uma Motivação

A partir daquela data passei a querer tirar notas melhores do que o Carlos Gomes.

Com a nova meta mudei de atitude. Primeiro, passei a sentar na primeira fileira da sala de aula. Essa decisão de sentar na frente me perseguiu em toda a minha vida acadêmica. Inclusive ainda hoje quando vou para um evento ou para a missa eu procuro sentar na primeira fila, quando é possível.

Também, mudei os meus hábitos, eu estudava pela manhã, quando chegava em casa ia almoçar depois costumava ir jogar sinuca ou bola com os amigos. A primeira decisão foi só vou brincar nos finais de semana. E passava a maior parte do tempo disponível estudando. Consequentemente, passei a tirar boas notas. Por conta disso, passei a ser convidado para dar aulas particulares aos meus colegas. Foi a partir daí que descobri a minha vocação para ser professor!

Sucesso é Preparação mais Oportunidade

Bem, eu já estava trabalhando na Rádio Educadora Sampaio, em Palmeira dos Índios, quando saiu o Edital do Concurso do BNB. A primeira prova foi de datilografia, e mais de 50% dos candidatos foram reprovados. As demais provas tinham algumas características: matemática, você era obrigado a deixar os cálculos das questões, na prova de português também tinha uma redação com no mínimo 50 linhas. A prova de contabilidade não era eliminatória, e sim classificatória.

Fui Aprovado no Concurso do BNB na Primeira Tentativa

Saiu o resultado do concurso do BNB e eu fui aprovado. Vale assinalar que infelizmente poucas pessoas da minha cidade passaram no concurso.

Lições Aprendidas

Um Chevette Azul fez com que eu acreditasse que era possível realizar um sonho de ter o meu próprio carro. Apenas ter um sonho não foi o suficiente para eu conseguir ser aprovado no concurso do BNB.

O verdadeiro responsável pelo meu sucesso foi a mudança de comportamento que foi alimentado pelo meu sonho. Portanto, sorte é quando a oportunidade aparece e você está preparado.

Pela minha experiência tenho observado que a melhor formar de você transformar um sonho em realidade é encará-lo como um projeto. Exatamente por isso, sugiro a você fazer um MBA de Gerenciamento de Projetos. A propósito, quero te apresentar o nosso MBA em Gerenciamento de Projetos da Business School Brasil – BSBr.

Este é o único MBA de Gerenciamento de Projetos com uma metodologia única de uma empresa consolidada com seis anos de experiência no mercado.

Autor

Prof. Dr. José Bezerra da Silva Filho. Entusiasta em Gerenciamento de Projetos. Doutor em Engenharia pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG e Universiy of Maryland at College Park (EUA) e Mestre em Ciência da Computação pela UFCG. Elaborou, implantou e coordenou um curso de Mestrado em Informática Aplicada. Já coordenou dezenas de turmas de cursos de MBA/Especialização. Trabalhou no Banco do Nordeste do Brasil por mais de três décadas. É autor de seis livros, sendo os últimos dois: Tecnologia da Informação e Comunicação para Gestores; e Na Trilha dos Lucros: Prática de Gestão para Tornar sua Empresa mais lucrativa. Coordena a 17ª Turma do MBA em Gerenciamento de Projetos do Instituto de Capacitação Business School Brasil – BSBr e o Treinamento de Preparação para as Certificações PMP e CAPM, que já está na sua 41ª Turma.

Contatos do autor

(85) 9.9921-1675

E-mail: Professor.Dr.Bezerra@BSBr.com.br