Versão polêmica de "Parara Tibum" entra nos repertórios forrozeiros - Top Music 
Publicidade

Top Music

por Greyce Matias e Miller Sousa

Versão polêmica de “Parara Tibum” entra nos repertórios forrozeiros

Por Greyce Matias em Sem categoria

06 de Janeiro de 2015

O hit “Parara Tibum” já está sendo tocado em forró.

A música original é trilha sonora da animação “Branca de Neve e os sete anões”, a versão que pertence ao funk está causando polêmica pelo duplo sentido apelativo podendo ser cantada inocentemente por crianças, aguçando o subconsciente.

Algumas banda forrozeiras já incluíram “Parara Tibum” nos repertórios “o povo gosta e pede, então temos que cantar” disse o produtor de uma banda grande forrozeira, o mesmo pediu para não ser citado.

Já algumas bandas românticas e tradicionais no meio preferem não aderir à moda “eu respeito os repertórios de todas as bandas, mas acho que o artista deve cantar o bem, o amor e o que é bom de se ouvir, de duplo sentido o mundo já está cheio” falou o produtor musical de uma banda romântica nova.

A cantora Walkyria Santos do Solteirões postou um vídeo em sua fan page no facebook interpretando o hit, a publicação rendeu muitos comentário e até troca de “farpas” entre os seguidores da vocalista.

Sem dúvida a voz de Walkyria é muito bonita, mas será que preferimos ouvir “Eu vou, eu vou sentar agora eu vou eu vou, eu vou, eu vou, sentar agora, eu vou parara tibum, parara tibum eu vou, eu vou..” ao invés de “Amo essa ternura que há em teu olhar, tua alegria é que me faz cantar, eu quero ser escrava desse teu amor, faço tudo por você, porque eu estou, apaixonada, sofro calada, tudo fica mais dificil sem voce…” é uma boa reflexão, afinal, os produtores dizem que “o povo pede” sendo assim, a voz do povo é a voz de Deus, será?

 

Publicidade aqui

leia tudo sobre

Versão polêmica de “Parara Tibum” entra nos repertórios forrozeiros

Por Greyce Matias em Sem categoria

06 de Janeiro de 2015

O hit “Parara Tibum” já está sendo tocado em forró.

A música original é trilha sonora da animação “Branca de Neve e os sete anões”, a versão que pertence ao funk está causando polêmica pelo duplo sentido apelativo podendo ser cantada inocentemente por crianças, aguçando o subconsciente.

Algumas banda forrozeiras já incluíram “Parara Tibum” nos repertórios “o povo gosta e pede, então temos que cantar” disse o produtor de uma banda grande forrozeira, o mesmo pediu para não ser citado.

Já algumas bandas românticas e tradicionais no meio preferem não aderir à moda “eu respeito os repertórios de todas as bandas, mas acho que o artista deve cantar o bem, o amor e o que é bom de se ouvir, de duplo sentido o mundo já está cheio” falou o produtor musical de uma banda romântica nova.

A cantora Walkyria Santos do Solteirões postou um vídeo em sua fan page no facebook interpretando o hit, a publicação rendeu muitos comentário e até troca de “farpas” entre os seguidores da vocalista.

Sem dúvida a voz de Walkyria é muito bonita, mas será que preferimos ouvir “Eu vou, eu vou sentar agora eu vou eu vou, eu vou, eu vou, sentar agora, eu vou parara tibum, parara tibum eu vou, eu vou..” ao invés de “Amo essa ternura que há em teu olhar, tua alegria é que me faz cantar, eu quero ser escrava desse teu amor, faço tudo por você, porque eu estou, apaixonada, sofro calada, tudo fica mais dificil sem voce…” é uma boa reflexão, afinal, os produtores dizem que “o povo pede” sendo assim, a voz do povo é a voz de Deus, será?