michael bay Archives - Cena Cultural 
Publicidade

Cena Cultural

por Thiago Sampaio

michael bay

Crítica: “Um Lugar Silencioso” mostra que o medo não precisa ter voz específica

Por Thiago Sampaio em Crítica

10 de Abril de 2018

Foto: Divulgação

Já virou clichê filme de suspense/terror utilizar dos recursos sonoros para dar sustos, se tornando uma estratégia para maquiar a (falta de) qualidade da produção em si. Em “Um Lugar Silencioso” (A Quiet Place, 2018), o ator John Krasinski se mostra uma excelente revelação na cadeira de diretor, utilizando exatamente da falta de áudio durante a maior parte do tempo para criar uma atmosfera de tensão real, ao passo em que os efeitos de som são utilizados de maneira cirúrgica, quase como um personagem à parte. Não à toa, tamanha precisão tem feito este um dos melhores longas do gênero dos últimos anos.

A trama se passa em uma fazenda nos Estados Unidos, num futuro quase pós-apocalíptico. Uma família do Meio-Oeste se vê rodeada por entidades monstruosas. Para se protegerem, eles devem permanecer em silêncio absoluto, a qualquer custo, pois o perigo é ativado pela percepção do som.

Um dos méritos da produção é ser um longa direto e enxuto. Nos 90 minutos de projeção, o roteiro de Bryan Woods e Scott Beck (que escreveram e dirigiram o independente “Nightlight”, 2015), finalizado pelo próprio Krasinski, não perde tempo com explicações em demasia. Os monstros apenas estão lá, provavelmente em mais uma invasão alienígena com intuito destrutivo como já apresentada em diversas produções. Não há muitos detalhes sobre o passado de cada personagem, mas o papel de cada um está muito bem definido com o que é visto em cena.

Leia mais

Publicidade

Crítica: Novo ‘As Tartarugas Ninja’ não honra o carisma das personagens

Por Thiago Sampaio em Crítica

21 de agosto de 2014

"As Tartarugas Ninja 3D"

“As Tartarugas Ninja 3D” – Foto: Divulgação

Criados por Kevin Eastman e Peter Laird, as Tartarugas Ninja têm um longo percurso no universo pop, incluindo três gerações de desenhos animados para TV, três longas metragens em live-action (1990, 1991 e 1993) e um quarto mais recente em animação 3D (2007), além de diversas histórias em quadrinhos e games que marcaram gerações a partir dos anos 80. Agora, os personagens ganham uma nova releitura, misturando atores reais e computação gráfica, sob a produção do megalomaníaco Michael Bay e direção de Jonathan Liebesman. “As Tartarugas Ninja 3D” (Teenage Mutant Ninja Turtle, 2014) até tem seus bons momentos, mas não honra a tradição que os comedores de pizza bons de briga mereciam.

Sinopse

Na trama, a cidade de Nova York está tomada por uma organização mafiosa demoninada Clã do Pé. A esperança surge em Leonardo, Raphael, Michelagelo e Donatello, quatro irmãos tartarugas que sofreram experiências quando filhotes e, após crescerem no esgoto sob a tutela do rato Splinter, se tornaram especialistas em artes marciais. Eles precisam trabalhar com a repórter April O’ Neil (Megan Fox) e seu operador de câmera Vern Fenwick (Will Arnettt) para salvar a cidade e desvendar o plano diabólico do Destruidor (Tohoru Masamune) e do empresário corrupto Eric Sacks (William Fichtner).

Leia mais

Publicidade

Crítica: ‘Transformers: A Era da Extinção’ é uma terrível enxaqueca disfarçada de cinema

Por Thiago Sampaio em Crítica

23 de julho de 2014

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O diretor Michael Bay visivelmente tem problemas. Na verdade, ele se assemelha a uma criança mimada, cujos superiores não conseguem impor limites e, por isso, todos ao redor sentem-se constrangidos com o estrago que ela faz ao se divertir em seu universo particular. Isso porque quando se trata da expansão da franquia “Transformers”, o que se vê é a megalomania de um ser brincando de direção e causando enxaqueca no espectador. Nesse “Transformers: A Era da Extinção” (Transformers: Age of Extinction, 2014), ele recomeça a saga com novos atores (os personagens de Shia LaBeouf e companhia não são nem citados), mas os problemas continuam os mesmos, em escala ampliada.

Na “trama”, alguns anos após o grande confronto do terceiro filme entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark Wahlberg), um fazendeiro entendido de engenharia, encontra um caminhão abandonado, descobre que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, ele e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entram na mira das autoridades americanas e em uma guerra que pode culminar no fim da humanidade.

Leia mais

Publicidade

Confira o primeiro trailer do novo filme das Tartarugas Ninja

Por Thiago Sampaio em Trailer

27 de Março de 2014

Visual de Leonardo

Visual de Leonardo – Foto: Divulgação

Depois de três longas-metragens com atores “de carne e osso” e um longa animado para o cinema, além de inúmeras séries em desenho para a TV, as Tartarugas Ninja vão voltar às telonas em 2014, mais um vez em uma trama de origem. O filme, que tem previsão de estreia para 14 de agosto, teve o primeiro trailer divulgado.

Na prévia, é possível perceber que o tom adotado será bem mais sombrio, seguindo a tendência dos filmes de super-heróis atuais (e que as próprias Tartarugas Ninja vinham utilizando no último longa animado, de 2007, e na animação para TV mais recente). Mas, claro, sem perder a piadinha no final com Michelangelo.

Leia mais

Publicidade

Novidades sobre filme de MacGyver, novo Star Wars e Transformers 4

Por Thiago Sampaio em Cinema

13 de novembro de 2012

MacGyver finalmente vai ganhar adaptação para o cinema

MacGyver finalmente vai ganhar adaptação para o cinema

Quem cresceu durante os anos 90 certamente passou muitas tardes assistindo ao seriado MacGyver, sobre um agente que com um clipe de papel e um chiclete era capaz de salvar o mundo. Depois de anos de especulação e projetos engavetados, parece que o longa-metragem para o cinema finalmente vai sair do papel.

Um diretor está prestes a ser anunciado: James Wan, responsável pelo primeiro filme da série de terror “Jogos Mortais”, negocia com a New Line Cinema. Jason Richman (“A Hora do Rush 3”) escreveu o roteiro há anos, que depois Brian e Mark Gunn revisaram. Porém, não se sabe se a mesma história será utilizada.

O ator original, Richard Dean Anderson, deve ter participação no longa-metragem, mas não repetindo o papel principal. A ideia do estúdio é manter o espírito fantasioso e divertido, mas com uma trama “pé no chão”.

É esperar para ver…

Leia mais

Publicidade

Novidades sobre filme de MacGyver, novo Star Wars e Transformers 4

Por Thiago Sampaio em Cinema

13 de novembro de 2012

MacGyver finalmente vai ganhar adaptação para o cinema

MacGyver finalmente vai ganhar adaptação para o cinema

Quem cresceu durante os anos 90 certamente passou muitas tardes assistindo ao seriado MacGyver, sobre um agente que com um clipe de papel e um chiclete era capaz de salvar o mundo. Depois de anos de especulação e projetos engavetados, parece que o longa-metragem para o cinema finalmente vai sair do papel.

Um diretor está prestes a ser anunciado: James Wan, responsável pelo primeiro filme da série de terror “Jogos Mortais”, negocia com a New Line Cinema. Jason Richman (“A Hora do Rush 3”) escreveu o roteiro há anos, que depois Brian e Mark Gunn revisaram. Porém, não se sabe se a mesma história será utilizada.

O ator original, Richard Dean Anderson, deve ter participação no longa-metragem, mas não repetindo o papel principal. A ideia do estúdio é manter o espírito fantasioso e divertido, mas com uma trama “pé no chão”.

É esperar para ver…

(mais…)