diretor Archives - Cinema Sinergia 
Publicidade

Cinema Sinergia

por Thiago Sampaio

diretor

Crítica: “Até o Último Homem” é o melhor Mel Gibson desde “Coração Valente”

Por Thiago Sampaio em Crítica

14 de Fevereiro de 2017

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Mel Gibson é aquele cara cujo potencial tem sido confundido ao longo dos anos com a sua vida pessoal, de modo que nem ele próprio parecia saber ao certo o que queria para a carreira. Consagrado pelas franquias de ação “Mad Max” (1979, 1981, 1985) e “Máquina Mortífera” (1987, 1989, 1992, 1998), vencedor do Oscar de melhor Filme e Diretor por “Coração Valente” (Braveheart, 1995), se viu em meio a polêmicas envolvendo fanatismo religioso, alcoolismo e agressão à ex-esposa, Oksana Grigorieva.

Ele até voltou a atuar em algumas produções como “Os Mercenários 3” (The Expendables 3, 2014) e “Herança de Sangue” (Blood Father, 2016), mas bem longe do destaque de outrora. Em “Até o Último Homem” (Hacksaw Ridge, 2016), indicado a seis Oscars (Filme, Diretor, Ator, Montagem, Mixagem de Som e Edição de Som), Gibson volta a direção 10 anos depois do polêmico “Apocalypto” (idem, 2006), no que parece ser o seu renascimento como artista, unindo talento por trás das câmeras, religião e a característica dose de loucura.

Leia mais

Publicidade

Crítica: Tarantino ainda convence ao brincar de ele mesmo em “Os Oito Odiados”

Por Thiago Sampaio em Crítica

14 de Janeiro de 2016

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Já é do conhecimento geral que os filmes dirigidos por Quentin Tarantino se tornaram um subgênero do cinema. Suas loucuras criativas, impulsionadas pelas suas influências cinematográficas, se tornaram tão rotineiras de modo que o espectador já sabe o que esperar. Ainda assim, há muita expectativa pela chegada de um novo projeto. E não é à toa. Em “Os Oito Odiados” (The Hateful Eight, 2015), ao mesmo tempo em que o cineasta segue elevando a própria grandiloquência colocando “O 8º filme de Quentin Tarantino” nos créditos iniciais, figurando junto ao da lenda Ennio Morricone como trilha-sonora original, ele prova que, mesmo brincando com os próprios vícios, consegue prender a atenção e garantir um sanguinário entretenimento como poucos.

Sinopse

Na trama, durante uma nevasca, John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), que está de olho em outro tesouro, e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros.

Leia mais

Publicidade

Crítica: Ben Affleck apresenta em ‘Argo’ o seu trabalho mais maduro no cinema

Por Thiago Sampaio em Crítica

16 de novembro de 2012

Pôster de Argo

Pôster de Argo – Foto: Divulgação

Se Ben Affleck tem o seu potencial como ator constantemente questionado por muitos críticos, atrás das câmeras ele tem mostrado um talento impressionante. Após a estreia no bom “Medo da Verdade” e a consolidação no excelente policial “Atração Perigosa”, ele mostra em “Argo” o seu trabalho mais maduro, onde trabalha com liberdade com os detalhes estíliscos que permeiam a indústria cinematográfica ao longo das últimas décadas. Com a premissa de narrar uma história real que ficou em sigilo por muitos anos, ele entrega um dos melhores filmes do ano.

A trama se passa em 4 de novembro de 1979, quando a revolução iraniana atinge seu ápice, militantes atacam a embaixada dos EUA e tomam 52 americanos como reféns. Em meio ao caos, seis pessoas conseguem escapar e se refugiam na casa do embaixador canadense. Sabendo que é apenas questão de tempo até serem encontrados e mortos, o especialista da CIA em “exfiltração”, Tony Mendez (o próprio Affleck), arquiteta um arriscado plano em que finge a realização de um filme de ficção científica para tirá-los do país. Para isso, ele conta com a ajuda do produtor Lester Siegel (Alan Arkin) e do premiado maquiador John Chambers (John Goodman), que conhecem bem como funciona Hollywood.

É fato que o longa-metragem é beneficiado pela história verídica, que por si só, já é um roteiro de cinema. Mas o texto do pouco experiente Chris Terrio, em cima do artigo de Joshuah Bearman, por mais previsível que seja, abre espaço para críticas governamentistas e referências à cultura pop. Por trás de tudo, há a exclamação pelo fato de os Estados Unidos oferecerem inúmeros bloqueios a um plano (e mesmo depois de concluído ser mantido em segredo) que, por causa da dimensão da sua bizarrice e da grande possibilidade de fracasso, pode transformar a imagem de um país em vergonha nacional.

Leia mais

Publicidade

Novidades sobre filme de MacGyver, novo Star Wars e Transformers 4

Por Thiago Sampaio em Cinema

13 de novembro de 2012

MacGyver finalmente vai ganhar adaptação para o cinema

MacGyver finalmente vai ganhar adaptação para o cinema

Quem cresceu durante os anos 90 certamente passou muitas tardes assistindo ao seriado MacGyver, sobre um agente que com um clipe de papel e um chiclete era capaz de salvar o mundo. Depois de anos de especulação e projetos engavetados, parece que o longa-metragem para o cinema finalmente vai sair do papel.

Um diretor está prestes a ser anunciado: James Wan, responsável pelo primeiro filme da série de terror “Jogos Mortais”, negocia com a New Line Cinema. Jason Richman (“A Hora do Rush 3”) escreveu o roteiro há anos, que depois Brian e Mark Gunn revisaram. Porém, não se sabe se a mesma história será utilizada.

O ator original, Richard Dean Anderson, deve ter participação no longa-metragem, mas não repetindo o papel principal. A ideia do estúdio é manter o espírito fantasioso e divertido, mas com uma trama “pé no chão”.

É esperar para ver…

Leia mais

Publicidade

Filme da ‘Liga da Justiça’ e continuação de ‘Os Vingadores’ têm novidades

Por Thiago Sampaio em Cinema

09 de agosto de 2012

Filme da Liga da Justiça pode chegar aos cinemas em 2015

Filme da Liga da Justiça pode chegar aos cinemas em 2015

Depois do enorme – e esperado – sucesso de “Os Vingadores” (confira a crítica) nos cinemas, a DC Comics resolver apressar um projeto antigo: a adaptações para as telonas do seu próprio supergrupo, “A Liga da Justiça“. Durante a semana surgiram informações sobre possíveis diretores e um nome inusitado ganhou força: o ator Ben Affleck.

De acordo com a revista Variety, o astro é o favorito da Warner Bros Studios para comandar a superprodução estrelada por Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Aquaman, entre outros. Inclusive, ele seria o único potencial diretor para quem o estúdio teria enviado a versão mais recente do roteiro, escrita por Will Beall (“Caça aos Gângsters”).

Leia mais

Publicidade

Filme da ‘Liga da Justiça’ e continuação de ‘Os Vingadores’ têm novidades

Por Thiago Sampaio em Cinema

09 de agosto de 2012

Filme da Liga da Justiça pode chegar aos cinemas em 2015

Filme da Liga da Justiça pode chegar aos cinemas em 2015

Depois do enorme – e esperado – sucesso de “Os Vingadores” (confira a crítica) nos cinemas, a DC Comics resolver apressar um projeto antigo: a adaptações para as telonas do seu próprio supergrupo, “A Liga da Justiça“. Durante a semana surgiram informações sobre possíveis diretores e um nome inusitado ganhou força: o ator Ben Affleck.

De acordo com a revista Variety, o astro é o favorito da Warner Bros Studios para comandar a superprodução estrelada por Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Aquaman, entre outros. Inclusive, ele seria o único potencial diretor para quem o estúdio teria enviado a versão mais recente do roteiro, escrita por Will Beall (“Caça aos Gângsters”).

(mais…)