Publicidade

SerifaCast

por Andreh Jonathas

mãe

SerifaCast #34 – Uma encomenda muito especial – Dia das Mães

Por serifacast em Podcast

11 de Maio de 2018

A história de Geórgia Santiago é uma genuína homenagem às mães. Cearense, publicitária, fotógrafa e, agora, cozinheira em Paris (França), ela foi entregue, com um dia de vida, a uma mulher que decidiu adotá-la. A própria Geórgia quem nos conta essa e outras histórias da sua vida. Prepare os lencinhos e o coração, porque você vai chorar, sorrir e ter outras emoções neste episódio do SerifaCast Especial Dia das Mães.

Ouça!

5 Insights
– A criação em uma família e escola católica
– A própria história como história de ninar
– A descoberta da fotografia
– A dura vida de cozinheira na França
– A descoberta da paixão por meninas

Fotografia foi uma das paixões da Geórgia. A imagem das motocicletas foi premiada quando atuou como fotojornalista

Ouça o SerifaCast no seu smatphone e indique pra mais 3 pessoas. É GRÁTIS!
– No iPhone (iOS): Abra o aplicativo que já vem instalado “Podcasts”, procure por SerifaCast e assine.
– Em smartphone Android: Baixe grátis o “Player FM” ou o “Podcast Addict”, pesquise por SerifaCast e assine.

Estamos também no:
– iTunes: itunes.apple.com/uy/podcast/serif…d1075700365?mt=2
– Podflix: podflix.com.br/serifacast
– Youtuner: youtuner.co/channel/soundcloud.com_andrehjc
– Teiacast: mundopodcast.com.br/teiacast/educacao/serifacast/
– Stitcher: www.stitcher.com/podcast/serifacast?refid=stpr

Publicidade

SerifaCast #Extra – Bienal Internacional do Livro do Ceará: Meteoro Valter Humo Mãe

Por serifacast em Podcast

20 de Abril de 2017

Com exclusividade e na íntegra, o SerifaCast publica o memorável painel da Bienal Internacional do Livro do Ceará com o escritor “brasileiro que vive em Portugal”, Valter Hugo Mãe, o escritor pernambucano Marcelino Freire, sob a mediação da escritora cearense Socorro Acioli.

Fizeram rir e chorar, surpreenderam e instigaram as cerca de 500 pessoas no auditório do Centro de Eventos do Ceará. O nosso encontro com a bienal foi inesperado, improvisado e inesquecível.
Ouça!

5 Insights

– Valter Hugo Mãe, o ICQ e a presilha musical
– “Para cada show de Luan Santana, 10 festas literárias”
– Quem faz a primeira leitura de uma nova obra
– VHM e Marcelino Freire, juntos, no 7o Festival de Literário da Madeira: bit.ly/2pVgRpc
Choro de VHM: bit.ly/2opIXs3

Valter Hugo Mãe, Marcelino Freire e Socorro Acioli em painel memorável na Bienal Internacional do Livro do Ceará

Quem são eles e ela:
Valter Hugo Mãe: Escritor português nascido numa cidade angolana antes chamada Henrique de Carvalho, atual Saurimo. Mas foi radicado em Portugal. É licenciado em Direito e pós-graduação em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Co-fundador da Quasi edições na qual publicou obras de Mário Soares, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto, Manoel de Barros, António Ramos Rosa, Artur do Cruzeiro Seixas e Ferreira Gullar, por exemplo. Em 2007, recebeu o Prêmio Literário José Saramago e foi classificado por ele de “tsunami literário”.

Marcelino Freire: Escritor nascido em 1967, em Sertânia, Pernambuco. Viveu no Recife e, desde 1991, reside em São Paulo. Criou a Balada Literária, evento que, desde 2006, reúne escritores, nacionais e internacionais, pelo bairro paulistano da Vila Madalena. No final de 2013, publicou seu primeiro romance, intitulado “Nossos Ossos” (Record), publicado também na Argentina, pela editora Adriana Hidalgo, e na França, pela editora Anacaona, e com o qual ganhou o prêmio Machado de Assis 2014 de Melhor Romance pela Biblioteca Nacional;

Socorro Acioli: Escritora nascida em Fortaleza, Ceará, em 1975. É Doutora em Estudos de Literatura pela Universidade Federal Fluminense (2010), Mestre em Literatura pela Universidade Federal do Ceará (2004) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (2002). Em 2006, foi a única brasileira selecionada para a oficina de roteiros “Como contar um conto”, ministrada pelo escritor colombiano Gabriel García Márquez (Prêmio Nobel de Literatura de 1982), na Escuela de Cine y TV de San Antonio de Los Baños, em Cuba. Em 2013, recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Literatura Infantil.

Publicidade

SerifaCast #Extra – Bienal Internacional do Livro do Ceará: Meteoro Valter Humo Mãe

Por serifacast em Podcast

20 de Abril de 2017

Com exclusividade e na íntegra, o SerifaCast publica o memorável painel da Bienal Internacional do Livro do Ceará com o escritor “brasileiro que vive em Portugal”, Valter Hugo Mãe, o escritor pernambucano Marcelino Freire, sob a mediação da escritora cearense Socorro Acioli.

Fizeram rir e chorar, surpreenderam e instigaram as cerca de 500 pessoas no auditório do Centro de Eventos do Ceará. O nosso encontro com a bienal foi inesperado, improvisado e inesquecível.
Ouça!

5 Insights

– Valter Hugo Mãe, o ICQ e a presilha musical
– “Para cada show de Luan Santana, 10 festas literárias”
– Quem faz a primeira leitura de uma nova obra
– VHM e Marcelino Freire, juntos, no 7o Festival de Literário da Madeira: bit.ly/2pVgRpc
Choro de VHM: bit.ly/2opIXs3

Valter Hugo Mãe, Marcelino Freire e Socorro Acioli em painel memorável na Bienal Internacional do Livro do Ceará

Quem são eles e ela:
Valter Hugo Mãe: Escritor português nascido numa cidade angolana antes chamada Henrique de Carvalho, atual Saurimo. Mas foi radicado em Portugal. É licenciado em Direito e pós-graduação em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Co-fundador da Quasi edições na qual publicou obras de Mário Soares, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto, Manoel de Barros, António Ramos Rosa, Artur do Cruzeiro Seixas e Ferreira Gullar, por exemplo. Em 2007, recebeu o Prêmio Literário José Saramago e foi classificado por ele de “tsunami literário”.

Marcelino Freire: Escritor nascido em 1967, em Sertânia, Pernambuco. Viveu no Recife e, desde 1991, reside em São Paulo. Criou a Balada Literária, evento que, desde 2006, reúne escritores, nacionais e internacionais, pelo bairro paulistano da Vila Madalena. No final de 2013, publicou seu primeiro romance, intitulado “Nossos Ossos” (Record), publicado também na Argentina, pela editora Adriana Hidalgo, e na França, pela editora Anacaona, e com o qual ganhou o prêmio Machado de Assis 2014 de Melhor Romance pela Biblioteca Nacional;

Socorro Acioli: Escritora nascida em Fortaleza, Ceará, em 1975. É Doutora em Estudos de Literatura pela Universidade Federal Fluminense (2010), Mestre em Literatura pela Universidade Federal do Ceará (2004) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (2002). Em 2006, foi a única brasileira selecionada para a oficina de roteiros “Como contar um conto”, ministrada pelo escritor colombiano Gabriel García Márquez (Prêmio Nobel de Literatura de 1982), na Escuela de Cine y TV de San Antonio de Los Baños, em Cuba. Em 2013, recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Literatura Infantil.