Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

Tendências para 2019: O uso de assistentes de voz no Brasil

Por raquelsouza em Tecnologia

05 de Abril de 2019

Pesquisa realizada nos Estados Unidos aponta que os aparelhos com comandos de voz são usados por mais de 60% das pessoas para os mais variados usos

Os assistentes de voz estão entre as tendências 2019 em tecnologia que mais vem crescendo ultimamente. É cada vez mais comum você ver alguém falar com o aplicativo que vem integrado nos celulares smartphones. Ao invés de digitar a sua própria pesquisa, as pessoas realizam a busca desejada por voz, o que proporciona mais praticidade e comodidade.

Lembretes de agenda, busca por contatos telefônicos, endereços de lugares ou informações sobre algo, todos esses comandos já são possíveis de serem realizados apenas com o uso da sua voz. “Isso vem se tornando algo tão natural no nosso dia a dia, está tudo ligado com a internet das coisas onde se utiliza uma rede de objetos conectados que se comunicam e interagem com outros objetos e pessoas”, afirma Rodrigo Coifman, agente do Google no Ceará.

Aplicativos disponíveis tanto no android quanto no IOS são capazes de reconhecer a voz do dono do aparelho. Em sua grande maioria funcionam analisando as perguntas feitas pelo comando da voz e convertendo em respostas, podendo até usar a sua localização por meio do GPS para indicar um restaurante ou lanchonete nas suas imediações.

Nos Estados Unidos um dispositivo que faz muito sucesso no país e utiliza comando de voz é o “smart speack”. O pequeno aparelhinho é uma espécie de agenda que utiliza um sistema de voz integrado com alto falantes sem fio e alerta o seu usuário de compromissos pré-agendados. Aqui no Brasil as suas funções ainda são limitadas, pois alguns comandos precisam ser feitos em inglês e nem todos os serviços funcionam ainda, como a localização e discagem para fazer chamadas, porém a tendência é que essa tecnologia chegue o quanto antes à casa dos brasileiros.

Em pesquisa realizada pela National Public Media, grande parte dos americanos que possuem o alto falante, utilizam para ouvir música (60%), para responder uma pergunta (30%) ou falam sobre o clima (28%). O levantamento foi realizado no último trimestre do ano anterior.

Publicidade aqui

Tendências para 2019: O uso de assistentes de voz no Brasil

Por raquelsouza em Tecnologia

05 de Abril de 2019

Pesquisa realizada nos Estados Unidos aponta que os aparelhos com comandos de voz são usados por mais de 60% das pessoas para os mais variados usos

Os assistentes de voz estão entre as tendências 2019 em tecnologia que mais vem crescendo ultimamente. É cada vez mais comum você ver alguém falar com o aplicativo que vem integrado nos celulares smartphones. Ao invés de digitar a sua própria pesquisa, as pessoas realizam a busca desejada por voz, o que proporciona mais praticidade e comodidade.

Lembretes de agenda, busca por contatos telefônicos, endereços de lugares ou informações sobre algo, todos esses comandos já são possíveis de serem realizados apenas com o uso da sua voz. “Isso vem se tornando algo tão natural no nosso dia a dia, está tudo ligado com a internet das coisas onde se utiliza uma rede de objetos conectados que se comunicam e interagem com outros objetos e pessoas”, afirma Rodrigo Coifman, agente do Google no Ceará.

Aplicativos disponíveis tanto no android quanto no IOS são capazes de reconhecer a voz do dono do aparelho. Em sua grande maioria funcionam analisando as perguntas feitas pelo comando da voz e convertendo em respostas, podendo até usar a sua localização por meio do GPS para indicar um restaurante ou lanchonete nas suas imediações.

Nos Estados Unidos um dispositivo que faz muito sucesso no país e utiliza comando de voz é o “smart speack”. O pequeno aparelhinho é uma espécie de agenda que utiliza um sistema de voz integrado com alto falantes sem fio e alerta o seu usuário de compromissos pré-agendados. Aqui no Brasil as suas funções ainda são limitadas, pois alguns comandos precisam ser feitos em inglês e nem todos os serviços funcionam ainda, como a localização e discagem para fazer chamadas, porém a tendência é que essa tecnologia chegue o quanto antes à casa dos brasileiros.

Em pesquisa realizada pela National Public Media, grande parte dos americanos que possuem o alto falante, utilizam para ouvir música (60%), para responder uma pergunta (30%) ou falam sobre o clima (28%). O levantamento foi realizado no último trimestre do ano anterior.