Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

Pesquisa

Mais de 45% das donas de negócios no Brasil se tornaram “chefes de domicílio”

Por raquelsouza em Empreendedorismo

07 de Março de 2019

Relatório do Sebrae mostra que, apesar do seu empoderamento, a mulher empreendedora ainda enfrenta desigualdades, como a restrição ao crédito

Nos últimos dois anos, a proporção de mulheres empreendedoras que são “chefes de domicílio” passou de 38% para 45%. Com o avanço, a atividade empreendedora passou a conferir às donas de negócio a principal posição em casa, superando o percentual de mulheres na condição de cônjuje (situação verificada quando a principal renda familiar provém do marido). Esta posição caiu de 49% para 41% nos últimos anos, conforme constatou o relatório especial produzido pelo Sebrae. O estudo constatou ainda que as representantes do sexo feminino empreendem movidas principalmente pela necessidade de ter uma outra fonte de renda ou para adquirir a independência financeira. Hoje, as 9,3 milhões de mulheres que estão à frente de um negócio representam 34% de todos os donos de negócios formais ou informais no Brasil.

As análises feitas pelo Sebrae mostram que as mulheres empreendedoras são mais jovens e têm um nível de escolaridade 16% superior ao dos homens. Entretanto, elas continuam ganhando 22% menos que os empresários, uma situação que vem se repetindo desde 2015, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2018, os donos de negócio do sexo masculino tiveram um rendimento mensal médio de R$ 2.344, enquanto que o rendimento das mulheres ficou em R$ 1.831.

A desvantagem para as empresárias também é significativa quando se trata de acesso a crédito e linhas de financiamento. As mulheres empresárias acessam um valor médio de empréstimos de aproximadamente R$ 13 mil a menos que a média liberada aos homens. Apesar disso, elas pagam taxas de juros 3,5 pontos percentuais acima do sexo masculino. Nesse aspecto, nem os índices de inadimplência mais baixos, verificados entre as pagadoras do sexo feminino, foram suficientes para gerar uma redução dos juros. Enquanto 3,7% das mulheres são inadimplentes, os homens apresentam um indicador de 4,2%.

“O empreendedorismo representa uma importante alavanca para o empoderamento feminino, abrindo oportunidade para mulheres que viviam em situação de vulnerabilidade ou até de violência doméstica. Nosso trabalho agora é fortalecer ainda mais as habilidades comportamentais das empreendedoras para garantir confiança e reduzir as desigualdades”, analisa o presidente do Sebrae, João Henrique de Almeida Sousa.

O relatório elaborado pelo Sebrae aponta que as mulheres empreendedoras representam hoje 48% dos Microempreendedores Individuais (MEI), atuando principalmente em atividades de beleza, moda e alimentação. Quanto ao local de funcionamento do negócio, 55,4% das MEI estão sediadas em casa.

Acesse o DataSebrae e veja o Painel “Empreendedorismo Feminino” e o “Relatório Especial – Empreendedorismo Feminino no Brasil”

Principais dados das mulheres empreendedoras:

Entre 49 países do mundo, o Brasil tem a 7ª maior proporção de mulheres entre os “Empreendedores Iniciais”
As mulheres Donas de Negócio (formais e informais) são mais jovens, do que os homens. São 43,8 anos contra 45,3 anos no caso do sexo masculino
As Donas de Negócio têm maior escolaridade (16% maior), mas ganham – em média – 22% a menos que os homens na mesma posição
Parcela expressiva das mulheres Donas de Negócio trabalha em casa – 25%. No caso específico das mulheres que são Microempreendedoras Individuais (MEI) esta proporção sobe para 55%.
As mulheres empresárias tomam menos empréstimo e com valor médio igualmente menor. O valor médio do empréstimo para mulheres é – em média – R$ 13.071 menor que o dos homens.
As empresárias pagam taxas de juros maiores. A taxa anual para empresárias é 3,5 pontos percentuais acima dos donos de pequenos negócios
A taxa de inadimplência das mulheres é inferior à registrada por homens. 3,7% para mulheres contra 4,2% para os empresários
Quase metade dos MEI existentes no país são mulheres (48%).
As mulheres MEI se destacam em atividade de beleza, moda e alimentação
As mulheres MEI trabalham mais em casa (55%)

Publicidade

Pequenas empresas se consolidam no mercado utilizando o marketing digital

Por raquelsouza em Marketing Digital

09 de Janeiro de 2019

Pesquisa mostra que 48% dos brasileiros passam a admirar ainda mais a marca depois de segui-la na rede social. Ceará também segue avançando.
Dados divulgados pelo SEBRAE mostram que o marketing digital gera o aumento de 54% de novos interessados pelos produtos ou serviços de uma empresa.  A revista exame divulgou que o Brasil é o terceiro país com o maior número de usuários no Facebook, sendo que 93% destes usuários curtem páginas de empresas, produtos e serviços e 48% passam a admirar ainda mais as marcas depois de segui-las na redes sociais. No Ceará, isso não é diferente, pequenas empresas estão investindo no marketing digital e já alcançaram clientes até de outros países.
De acordo com Rodrigo Coifman, especialista em Marketing Digital, o marketing de conteúdo de qualidade segue à frente juntamente com o SEO, sendo uma das formas mais eficientes e duradouras para se conseguir angariar no mundo digital. “O que os profissionais que trabalham com marketing digital precisam fazer agora é direcionar seus conteúdos, de forma reconheça as particularidades de cada consumidor e ofereça uma experiência completa, multicanal e personalizada para a empresa e para os clientes que desejam contratá-la”, disse.
Ainda sobre a era digital, o site é praticamente uma forma de se comprovar existente no mundo. “Temos que imaginar que uma pessoa que vai procurar por sua empresa no google, precisa encontrar seu site com todas as informações. Se não tiver um ambiente digital bem estruturado, moderno e com todas as ferramentas necessárias, facilmente ela desiste do seu produto e contrata o outro concorrente. O mesmo vale para as redes sociais, que devem ser atualizadas diariamente com conteúdos que dizem respeito à empresa”, disse Rodrigo.
Resultados no Ceará
Uma presença digital bem realizada é capaz de gerar resultados satisfatórios para a maioria dos negócios. Exemplo disso é um escritório cearense de advocacia especializado em direito do trânsito, que têm em sua lista até clientes de Portugal advindos do investimento em Marketing Digital. “Cerca de 70% dos nossos clientes nos encontraram na internet, seja por meio de pesquisas no google ou nas redes sociais. A empresa cresceu muito nos últimos anos, esse é sem dúvidas um investimento que precisa estar nos planos de qualquer empreendedor que deseja transformar sua micro empresa em grande ou média”, ressaltou o fundador do escritório, Rodrigo Nóbrega.

Publicidade

Brasil ganha mais de 10 milhões de internautas, aponta pesquisa do IBGE

Por raquelsouza em Tecnologia

23 de dezembro de 2018

Em apenas 1 ano, o número de internautas no Brasil cresceu cerca de 10 milhões de pessoas, sendo que os idosos representam a faixa etária com maior crescimento de novos usuários da rede.
É o que aponta um levantamento divulgado nesta quinta-feira (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) feito no quarto trimestre de 2017. Ele faz parte das coletas da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD).

 

Veja outros destaques do estudo:
.
1- O número de domicílios com acesso à web subiu para 75% contra 69% em 2016;
.
2- A principal finalidade de acesso é enviar mensagens por aplicativos diferentes de e-mail, ou seja, redes sociais;
.
3- A área rural do país foi a que mais registrou expansão no número de domicílios conectados, que chegaram a 41%; nas áreas urbanas subiu para 80%;
.
4- O celular continua sendo o principal dispositivo para usar a internet, responsável por 98% dos acessos;
.
5- O número de domicílios que acessam a internet pela TV subiu de 11%, em 2016, para 16%; e o número de casas com computador e tablets continua caindo.

A imagem pode conter: texto
Publicidade

Dica de Beleza : Nivea Soft A eficácia no cuidado da pele sem gastar muito

Por raquelsouza em Lançamento

29 de Janeiro de 2018

Creme disponível no Brasil é considerado, segundo pesquisa realizada no Reino Unido, como a melhor opção para quem deseja uma pele bonita e hidratada

  A série “The Truth About …”, da emissora britânica BBC, dedicou uma de suas últimas transmissões a um teste com cremes hidratantes. Intitulado “The Truth About Looking Good”  (“A verdade sobre a boa aparência”), o episódio comprovou a eficácia do creme NIVEA Soft, destacando sua alta capacidade de hidratação, mesmo quando comparado com concorrentes vendidos no mercado do Reino Unido a preços até 10 vezes maiores. Baseado na série, o tabloide britânico, Daily Mail, repercutiu o assunto por meio de uma matéria, na qual aponta NIVEA Soft como a melhor opção, dentre os produtos testados, para quem deseja ter uma pele saudável e hidratada, e sem gastar muito.

A transmissão da BBC, que foi ao ar no último dia 10 de janeiro, mostrou os resultados do teste realizado com os três hidratantes mais vendidos no maior varejista de saúde e beleza do Reino Unido. O resultado apontou que os ingredientes umectantes – que protegem a pele da perda de umidade – encontrados na fórmula são essenciais para um efeito satisfatório.

Para saber mais, clique no link abaixo:

http://www.dailymail.co.uk/femail/article-5247915/The-best-moisturisers-high-street-cheapest.html

Sobre o creme NIVEA Soft

O NIVEA Soft possui fórmula exclusiva que permite a rápida absorção proporcionando, em segundos, a sensação de maciez e suavidade ideal para a pele. Além de sua fórmula leve e refrescante, o NIVEA Soft possui pH neutro e é dermatologicamente testado. O produto também conta com um nível altamente efetivo de Glicerina e outros ingredientes para o benefício da pele, como Eucerit® (álcool de lanolina).

A glicerina é um hidratante eficaz bem conhecido devido à sua capacidade de absorver água e reduzir a perda de umidade, mantendo a pele hidratada. Já o Eucerit® é um ótimo emoliente e ajuda a manter a água na pele. No Brasil, o produto pode ser encontrado nas principais redes de farmácia e supermercados. O preço sugerido: 49g R$ 18,50 / 98g R$ 26,00.

Sobre a NIVEA Brasil

Marca global e especialista em cuidados com a pele, a NIVEA começou sua história de sucesso em 1911, quando lançou no mercado a primeira emulsão hidratante do mundo, desenvolvida com base em um agente emoliente que permitiu a mistura homogênea entre água e óleo, o Eucerit. Esta mistura deu origem ao NIVEA Creme, que ficou conhecido como o icônico creme da latinha azul. Hoje presente em cerca de 150 países, no Brasil a marca tem uma trajetória que remonta a 1914, quando ocorreu a primeira importação de produtos NIVEA no País, processo que ganhou força na década de 30. Porém, foi em 1975 que a empresa se instalou efetivamente por aqui, com a abertura de seu escritório em São Paulo.

Em 2003, inaugurou sua fábrica no município de Itatiba (SP), decisão motivada pela expressiva expansão do segmento de cosméticos, produzindo localmente loções hidratantes para o corpo, protetores solares, sabonetes líquidos e desodorantes em formato roll-on. No Brasil, a marca oferece produtos em sete categorias – protetores solares e labiais, hidratantes corporais e faciais, itens para cuidados masculinos, para banho e desodorantes.

A NIVEA pertence ao grupo alemão Beiersdorf, com sede em Hamburgo, que detém várias marcas, entre elas Eucerin, La Prairie e Labello.

 

 

Publicidade

Performance Index 2017: Facebook e Google ainda são as principais redes de publicidade mobile do mundo

Por raquelsouza em Aplicativos

13 de novembro de 2017

AppsFlyer avaliou 6 bilhões de instalações de apps para concluir o estudo sobre as melhores fontes de publicidade para aplicativos

A AppsFlyer, empresa global de métricas e análise de aplicativos e publicidade mobile em tempo real, divulgou os resultados de mais um “Performance Index”. O esperado estudo já se tornou uma das principais ferramentas para tomada de decisões de profissionais de marketing de aplicativos.

A AppsFlyer monitorou ao longo do primeiro semestre, 250 redes de publicidade móvel (cada uma com pelo menos 20 mil instalações atribuídas), 6 bilhões de instalações de apps; 5,5 mil apps (cada um com pelo menos menos 20 mil instalações atribuídas); e 80 bilhões de sessões. Como a AppsFlyer possui ferramentas de filtragem de atribuições fraudulentas, não entraram no estudo fontes de mídia com sinais de fraude em resultados. Ou seja, são validadas somente instalações qualitativas, por meio de avaliação de retenção e média de sessões.

Facebook e Google

Facebook e Google continuam liderando o ranking como as principais redes de publicidade móvel do mundo. Os dois gigantes de tecnologia dominam a publicidade móvel como nunca antes. Uma comparação regional mostrou que a maior fatia do Facebook e Google foram na América Latina, seguido pela Ásia, Europa Ocidental e, por  ́último, América do Norte.

Com uma escala sem rivais e a mais alta qualidade, o Facebook permanece a fonte de mídia número 1 para profissionais de marketing de aplicativos ao redor do mundo, liderando a classificação universal de poder em ambas as categorias de jogos e não jogos. O Google continua a proporcionar escalas massivas e ótima qualidade, retendo seu 2o lugar na classificação universal de poder, também em ambas as categorias.

No que diz respeito a proporcionar ROI, Facebook e Google mostraram que quantidade e qualidade também se traduzem em sucesso nos lucros. Graças a mais do que o dobro de receitas e aproximadamente o custo médio (comparado a outras redes no índice), o Facebook e o Google atingiram os 1o e 2o lugares no Índice de ROI Android, respectivamente. Com 50% a mais de receitas geradas e 20% de custo médio mais baixo, o Facebook atingiu o 2o lugar no Índice de ROI do iOS, enquanto o Google atingiu o 3o.

A superioridade das potências de rede social e busca foi muito mais evidenciada na categoria de não-jogos do que de jogos. De fato, sua fatia de instalações em não-jogos foi 70% mais alta do que em jogos. Analisando sistemas operacionais, a fatia das duas no Android foi quase 50% superior do que no iOS.

Formato de anúncio mobile em vídeo ainda é o melhor para jogos

Anúncios de vídeo continuam a oferecer um meio poderoso a profissionais de marketing de aplicativos, particularmente na categoria de jogos, em que redes de vídeo atingem sua posição dentre o top 10 de classificação de poder: Anúncios Unity atingindo um impressionante 3º lugar atrás do Facebook e Google, Vungle em 7o e AdColony em 8o. O fato de os anúncios de vídeo poderem oferecer aos usuários uma visão real do aplicativo através de um anúncio deixa muito menos espaço para surpresas – uma ótima maneira de filtrar usuários com potencial baixa qualidade. Como resultado, profissionais de marketing, especialmente na área de jogos, investem neste formato (Unity, Vungle e AdColony ficaram em 3o, 5o e 10o na classificação universal de volume).

Link para o Performance Index na íntegra: http://hub.appsflyer.com/2017-performance-index-po

Sobre a AppsFlyer

A tecnologia da AppsFlyer é encontrada em 98% dos smartphones do mundo todo, tornando-a a líder global e principal plataforma de atribuição de publicidade móvel e analíticos de marketing. A plataforma da AppsFlyer processa bilhões de ações no móbile todos os dias, dando aos profissionais do marketing de aplicativos e desenvolvedores o poder de maximizar o retorno de seus investimentos. Com as ferramentas NativeTrackTM Attribution, Marketing Analytics Data, OneLink’s Deep linking e a  Active Fraud Suite com DeviceRank, a AppsFlyer é o melhor recurso para os aplicativos de maior sucesso do mundo. Parceira do Facebook, Google, Twitter, Pinterest, Tencent, HBO, Playtika, Waze, Alibaba, Kayak, Activision e mais 10 mil arcas líderes, a AppsFlyer tem 12 escritórios globais para apoiar todos os apps ao redor do mundo. www.appsflyer.com

Publicidade

Performance Index 2017: Facebook e Google ainda são as principais redes de publicidade mobile do mundo

Por raquelsouza em Aplicativos

13 de novembro de 2017

AppsFlyer avaliou 6 bilhões de instalações de apps para concluir o estudo sobre as melhores fontes de publicidade para aplicativos

A AppsFlyer, empresa global de métricas e análise de aplicativos e publicidade mobile em tempo real, divulgou os resultados de mais um “Performance Index”. O esperado estudo já se tornou uma das principais ferramentas para tomada de decisões de profissionais de marketing de aplicativos.

A AppsFlyer monitorou ao longo do primeiro semestre, 250 redes de publicidade móvel (cada uma com pelo menos 20 mil instalações atribuídas), 6 bilhões de instalações de apps; 5,5 mil apps (cada um com pelo menos menos 20 mil instalações atribuídas); e 80 bilhões de sessões. Como a AppsFlyer possui ferramentas de filtragem de atribuições fraudulentas, não entraram no estudo fontes de mídia com sinais de fraude em resultados. Ou seja, são validadas somente instalações qualitativas, por meio de avaliação de retenção e média de sessões.

Facebook e Google

Facebook e Google continuam liderando o ranking como as principais redes de publicidade móvel do mundo. Os dois gigantes de tecnologia dominam a publicidade móvel como nunca antes. Uma comparação regional mostrou que a maior fatia do Facebook e Google foram na América Latina, seguido pela Ásia, Europa Ocidental e, por  ́último, América do Norte.

Com uma escala sem rivais e a mais alta qualidade, o Facebook permanece a fonte de mídia número 1 para profissionais de marketing de aplicativos ao redor do mundo, liderando a classificação universal de poder em ambas as categorias de jogos e não jogos. O Google continua a proporcionar escalas massivas e ótima qualidade, retendo seu 2o lugar na classificação universal de poder, também em ambas as categorias.

No que diz respeito a proporcionar ROI, Facebook e Google mostraram que quantidade e qualidade também se traduzem em sucesso nos lucros. Graças a mais do que o dobro de receitas e aproximadamente o custo médio (comparado a outras redes no índice), o Facebook e o Google atingiram os 1o e 2o lugares no Índice de ROI Android, respectivamente. Com 50% a mais de receitas geradas e 20% de custo médio mais baixo, o Facebook atingiu o 2o lugar no Índice de ROI do iOS, enquanto o Google atingiu o 3o.

A superioridade das potências de rede social e busca foi muito mais evidenciada na categoria de não-jogos do que de jogos. De fato, sua fatia de instalações em não-jogos foi 70% mais alta do que em jogos. Analisando sistemas operacionais, a fatia das duas no Android foi quase 50% superior do que no iOS.

Formato de anúncio mobile em vídeo ainda é o melhor para jogos

Anúncios de vídeo continuam a oferecer um meio poderoso a profissionais de marketing de aplicativos, particularmente na categoria de jogos, em que redes de vídeo atingem sua posição dentre o top 10 de classificação de poder: Anúncios Unity atingindo um impressionante 3º lugar atrás do Facebook e Google, Vungle em 7o e AdColony em 8o. O fato de os anúncios de vídeo poderem oferecer aos usuários uma visão real do aplicativo através de um anúncio deixa muito menos espaço para surpresas – uma ótima maneira de filtrar usuários com potencial baixa qualidade. Como resultado, profissionais de marketing, especialmente na área de jogos, investem neste formato (Unity, Vungle e AdColony ficaram em 3o, 5o e 10o na classificação universal de volume).

Link para o Performance Index na íntegra: http://hub.appsflyer.com/2017-performance-index-po

Sobre a AppsFlyer

A tecnologia da AppsFlyer é encontrada em 98% dos smartphones do mundo todo, tornando-a a líder global e principal plataforma de atribuição de publicidade móvel e analíticos de marketing. A plataforma da AppsFlyer processa bilhões de ações no móbile todos os dias, dando aos profissionais do marketing de aplicativos e desenvolvedores o poder de maximizar o retorno de seus investimentos. Com as ferramentas NativeTrackTM Attribution, Marketing Analytics Data, OneLink’s Deep linking e a  Active Fraud Suite com DeviceRank, a AppsFlyer é o melhor recurso para os aplicativos de maior sucesso do mundo. Parceira do Facebook, Google, Twitter, Pinterest, Tencent, HBO, Playtika, Waze, Alibaba, Kayak, Activision e mais 10 mil arcas líderes, a AppsFlyer tem 12 escritórios globais para apoiar todos os apps ao redor do mundo. www.appsflyer.com