Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

Mulheres

Grupo Mulheres do Brasil recebe Márcia Sarubbi com a palestra “Voluntariado: ações e posturas sistêmicas que constroem e transformam vidas” 

Por raquelsouza em Palestras

23 de Abril de 2019

 

O núcleo Fortaleza, do Grupo Mulheres do Brasil, por meio do GT de Cultura de Paz, promove no próximo dia 29 de abril às 17h um encontro gratuito com doutora e professora Márcia Sarubbi. Conhecida nacionalmente por seus trabalhos em direito internacional, Márcia é doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade do Minho (UMINHO), mestre em Ciência Jurídica pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) e presidente do NDS – Núcleo de Aplicação Sistêmica do Direito, tendo recentemente lançado o livro “Direito Sistêmico a serviço da Cultura de paz”.

O GT Cultura de Paz do Grupo Mulheres Brasil é responsável por desenvolver projetos que promovem círculos de paz, constelações familiares e comunicação não violenta, voltado a inclusão social.

Grupo Mulheres do Brasil

Composto por mulheres voluntárias de todo o País, atuantes em diversos segmentos da sociedade, o Grupo Mulheres do Brasil surgiu há 5 anos com o objetivo de promover ações e discutir temas relacionados à educação, igualdade social, empreendedorismo, combate à violência contra as mulheres, cotas e projetos sociais, a partir da experiência, expertise e networking de suas participantes. Suas trajetórias são utilizadas como exemplos e modelos para a constante melhoria da vida das mulheres brasileiras e como combustível para as transformações sociais do País.

Em mais de 20 núcleos, espalhados por todo País e 9 núcleos no exterior, elas somam mais de 20 mil participantes engajadas em projetos distintos e promovem reuniões mensais para o acompanhamento e execução de uma agenda propositiva, que causem impacto social, em âmbito local e nacional, e na realidade do País.

 

Serviço:

Ações e posturas sistêmicas que constroem e transformam vidas

Data: 29.04.2019

Horário: a partir das 17h

Inscrições: www.sympla.com.br/mulheresdobrasilfor

Local:  Centro Universitário 7 de Setembro – Av. Almirante Maximiniano da Fonseca, 1395 – Eng. Luciano Cavalcante

Publicidade

Núcleo de Fortaleza do Grupo Mulheres do Brasil participa da primeira edição da Feira Nacional de Artesanato e Cultura do Ceará

Por raquelsouza em Cultura

29 de Março de 2019

Sempre em busca de promover e fomentar o comercio local e o artesanato, o Núcleo Fortaleza, do Grupo Mulheres do Brasil, participa da primeira edição da FENACCE – Feira Nacional de Artesanato e Cultura do Ceará. O evento ocorre de 29 de março a 07 de abril com o tema Inovação & Sustentabilidade, tendo o objetivo de atender a demanda de valorização do artesanato e das diversas culturas.

Parte ativa no evento, o Grupo Mulheres do Brasil participa com um espaço no stand da Secretaria de Turismo de Aquiraz, com peças de Renda de Bilro produzidas pelas rendeiras do Iguape e Prainha integrantes dos projetos sociais desenvolvidos pelo Núcleo. Dentro da programação também haverá, no domingo, 31 de março, um desfile das peças às 20h. Já quarta-feira, 03 de abril, Ethel Whitehurst, integrante do Núcleo Fortaleza do Grupo Mulheres do Brasil, participará de uma palestra sobre o “Preço justo na comercialização do artesanato”. Em Fortaleza, o Grupo Mulheres do Brasil já atua fortemente no fortalecimento do artesanato local apoiando diretamente o trabalho das rendeiras do Iguape e Prainha.

A FENACCE reune em um mesmo ambiente compradores, empreendedores, artistas e visitantes. A 1º Edição da Feira de Artesanato Nacional do Ceará será uma vitrine que apresenta o artesanato cearense, um dos mais ricos do Brasil, com a diversidade de materiais e tipologias. Além do artesanato nacional, trazendo arte, cultura de todos os estados brasileiros.

Grupo Mulheres do Brasil

Composto por mulheres voluntárias de todo o País, atuantes em diversos segmentos da sociedade, o Grupo Mulheres do Brasil surgiu há 5 anos com o objetivo de promover ações e discutir temas relacionados à educação, igualdade social, empreendedorismo, combate à violência contra as mulheres, cotas e projetos sociais, a partir da experiência, expertise e networking de suas participantes. Suas trajetórias são utilizadas como exemplos e modelos para a constante melhoria da vida das mulheres brasileiras e como combustível para as transformações sociais do País.

Em mais de 20 núcleos, espalhados por todo País e 9 núcleos no exterior, elas somam mais de 20 mil participantes engajadas em projetos distintos e promovem reuniões mensais para o acompanhamento e execução de uma agenda propositiva, que causem impacto social, em âmbito local e nacional, e na realidade do País.

leia tudo sobre

Publicidade

Empreendedorismo Digital é tema do Workshop em São Gonçalo do Amarante

Por raquelsouza em Empreendedorismo, Marketing Digital

18 de Março de 2019

Como parte da Programação ao mês dedicado a mulher, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante através da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social  vai realizar diversas atividades voltada a mulher empreendedora, como parte dessa programação acontecerá o I Workshop de Empreendedorismo Digital ministrado por Raquel Souza – Jornalista e Assessora de Comunicação do Governo Municipal e Especialista em Marketing Digital.

A ideia surgiu após uma reunião com o comitê integrado para mulheres no município, eleger assuntos pertinentes e de grande importância para o desenvolvimento e crescimento de um negócio digital. ” Hoje existe inúmeras possibilidades de criar um negócio on line e lucrar com isso, para tanto o curso que se direcionado para mulheres, vai apresentar todas essas possibilidades” Afirma Raquel Souza .

O evento acontece no Auditório da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social a partir das 16h e será voltado somente para mulheres empreendedoras cadastradas no “Projeto Mulher” da Secretaria.

Hoje o Empreendedorismo Digital tem um grande  crescimento  devido a qualquer indivíduo de lugares diferentes que pode começar o seu negócio digital de baixo custo e com resultados a curto, médio ou a longo prazo.

O conceito de empreendedorismo digital refere-se, ao profissional criar um negócio de forma digital através da internet num ambiente virtual.

 

Evento: Workshop de Empreendedorismo Digital

Local: Rua Eretides Martins nº 112

Bairro : Centro – São Gonçalo do Amarante – Ceará

 

Publicidade

Mais de 45% das donas de negócios no Brasil se tornaram “chefes de domicílio”

Por raquelsouza em Empreendedorismo

07 de Março de 2019

Relatório do Sebrae mostra que, apesar do seu empoderamento, a mulher empreendedora ainda enfrenta desigualdades, como a restrição ao crédito

Nos últimos dois anos, a proporção de mulheres empreendedoras que são “chefes de domicílio” passou de 38% para 45%. Com o avanço, a atividade empreendedora passou a conferir às donas de negócio a principal posição em casa, superando o percentual de mulheres na condição de cônjuje (situação verificada quando a principal renda familiar provém do marido). Esta posição caiu de 49% para 41% nos últimos anos, conforme constatou o relatório especial produzido pelo Sebrae. O estudo constatou ainda que as representantes do sexo feminino empreendem movidas principalmente pela necessidade de ter uma outra fonte de renda ou para adquirir a independência financeira. Hoje, as 9,3 milhões de mulheres que estão à frente de um negócio representam 34% de todos os donos de negócios formais ou informais no Brasil.

As análises feitas pelo Sebrae mostram que as mulheres empreendedoras são mais jovens e têm um nível de escolaridade 16% superior ao dos homens. Entretanto, elas continuam ganhando 22% menos que os empresários, uma situação que vem se repetindo desde 2015, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2018, os donos de negócio do sexo masculino tiveram um rendimento mensal médio de R$ 2.344, enquanto que o rendimento das mulheres ficou em R$ 1.831.

A desvantagem para as empresárias também é significativa quando se trata de acesso a crédito e linhas de financiamento. As mulheres empresárias acessam um valor médio de empréstimos de aproximadamente R$ 13 mil a menos que a média liberada aos homens. Apesar disso, elas pagam taxas de juros 3,5 pontos percentuais acima do sexo masculino. Nesse aspecto, nem os índices de inadimplência mais baixos, verificados entre as pagadoras do sexo feminino, foram suficientes para gerar uma redução dos juros. Enquanto 3,7% das mulheres são inadimplentes, os homens apresentam um indicador de 4,2%.

“O empreendedorismo representa uma importante alavanca para o empoderamento feminino, abrindo oportunidade para mulheres que viviam em situação de vulnerabilidade ou até de violência doméstica. Nosso trabalho agora é fortalecer ainda mais as habilidades comportamentais das empreendedoras para garantir confiança e reduzir as desigualdades”, analisa o presidente do Sebrae, João Henrique de Almeida Sousa.

O relatório elaborado pelo Sebrae aponta que as mulheres empreendedoras representam hoje 48% dos Microempreendedores Individuais (MEI), atuando principalmente em atividades de beleza, moda e alimentação. Quanto ao local de funcionamento do negócio, 55,4% das MEI estão sediadas em casa.

Acesse o DataSebrae e veja o Painel “Empreendedorismo Feminino” e o “Relatório Especial – Empreendedorismo Feminino no Brasil”

Principais dados das mulheres empreendedoras:

Entre 49 países do mundo, o Brasil tem a 7ª maior proporção de mulheres entre os “Empreendedores Iniciais”
As mulheres Donas de Negócio (formais e informais) são mais jovens, do que os homens. São 43,8 anos contra 45,3 anos no caso do sexo masculino
As Donas de Negócio têm maior escolaridade (16% maior), mas ganham – em média – 22% a menos que os homens na mesma posição
Parcela expressiva das mulheres Donas de Negócio trabalha em casa – 25%. No caso específico das mulheres que são Microempreendedoras Individuais (MEI) esta proporção sobe para 55%.
As mulheres empresárias tomam menos empréstimo e com valor médio igualmente menor. O valor médio do empréstimo para mulheres é – em média – R$ 13.071 menor que o dos homens.
As empresárias pagam taxas de juros maiores. A taxa anual para empresárias é 3,5 pontos percentuais acima dos donos de pequenos negócios
A taxa de inadimplência das mulheres é inferior à registrada por homens. 3,7% para mulheres contra 4,2% para os empresários
Quase metade dos MEI existentes no país são mulheres (48%).
As mulheres MEI se destacam em atividade de beleza, moda e alimentação
As mulheres MEI trabalham mais em casa (55%)

Publicidade

Método Entre Mulheres especializado para o mundo feminino

Por raquelsouza em Eventos

11 de julho de 2018

 

O Método para o público feminino acontecerá em agosto com turmas reduzidas e com inscrições abertas.

O Método Entre Mulheres foi idealizado exclusivamente para mulheres que buscam fortalecer sua autoestima, promover o autoconhecimento, desenvolver uma autoimagem positiva, aprimorar suas relações interpessoais e desenvolver seu estilo próprio. O Método EM se destaca como uma metodologia fantástica de apoio ao seu desenvolvimento e crescimento em todos os sentidos.

Através de relatos de mulheres, a Coach e Mentora, Cheila Parente, pôde perceber alguns entraves que elas encontravam no dia a dia, destacando-se a baixa autoestima, pouco autoconfiança e consequentemente dificuldades nos relacionamentos. “Foi constatado que o nível de inteligência emocional está diretamente ligado a uma série de impedimentos que afetavam além dessas, outras áreas de suas vidas”, completa Cheila Parente.

No Método EM as participantes encontram e produzem respostas para o aperfeiçoamento de sua vida pessoal e profissional baseada em estudos, pesquisas, trocas de experiências e ferramentas internacionalmente conhecidas, sendo apresentado de um modo didático e descontraído.

A metodologia atingiu centenas de mulheres nos últimos anos apresentando tanto no Brasil como em Portugal um histórico de cases de sucesso gigantesco, tais como: resgate de relacionamentos conjugais, realizações de sonhos, equilíbrio financeiro, direcionamento de carreira, otimização do tempo, autoconhecimento da sensualidade e sexualidade, harmonização do estilo de acordo com a essência, entre outros.

O método tem o intuito de ajudar mulheres a atingirem sua plenitude nos vários pilares de sua vida. “Buscar um equilíbrio entre a emoção e a razão, o ser e o ter, o aprender e o ensinar, essência e a imagem, fundamentados na tolerância, na gratidão, no perdão e no amor próprio”, finaliza a mentora Cheila Parente.

Serviços

Método Entre Mulheres

Inscrições Abertas

Turmas Reduzidas

Mais informações: 85 9 8959.9456

www.facebook.com/entremulherescp

Publicidade

Método Entre Mulheres especializado para o mundo feminino

Por raquelsouza em Eventos

11 de julho de 2018

 

O Método para o público feminino acontecerá em agosto com turmas reduzidas e com inscrições abertas.

O Método Entre Mulheres foi idealizado exclusivamente para mulheres que buscam fortalecer sua autoestima, promover o autoconhecimento, desenvolver uma autoimagem positiva, aprimorar suas relações interpessoais e desenvolver seu estilo próprio. O Método EM se destaca como uma metodologia fantástica de apoio ao seu desenvolvimento e crescimento em todos os sentidos.

Através de relatos de mulheres, a Coach e Mentora, Cheila Parente, pôde perceber alguns entraves que elas encontravam no dia a dia, destacando-se a baixa autoestima, pouco autoconfiança e consequentemente dificuldades nos relacionamentos. “Foi constatado que o nível de inteligência emocional está diretamente ligado a uma série de impedimentos que afetavam além dessas, outras áreas de suas vidas”, completa Cheila Parente.

No Método EM as participantes encontram e produzem respostas para o aperfeiçoamento de sua vida pessoal e profissional baseada em estudos, pesquisas, trocas de experiências e ferramentas internacionalmente conhecidas, sendo apresentado de um modo didático e descontraído.

A metodologia atingiu centenas de mulheres nos últimos anos apresentando tanto no Brasil como em Portugal um histórico de cases de sucesso gigantesco, tais como: resgate de relacionamentos conjugais, realizações de sonhos, equilíbrio financeiro, direcionamento de carreira, otimização do tempo, autoconhecimento da sensualidade e sexualidade, harmonização do estilo de acordo com a essência, entre outros.

O método tem o intuito de ajudar mulheres a atingirem sua plenitude nos vários pilares de sua vida. “Buscar um equilíbrio entre a emoção e a razão, o ser e o ter, o aprender e o ensinar, essência e a imagem, fundamentados na tolerância, na gratidão, no perdão e no amor próprio”, finaliza a mentora Cheila Parente.

Serviços

Método Entre Mulheres

Inscrições Abertas

Turmas Reduzidas

Mais informações: 85 9 8959.9456

www.facebook.com/entremulherescp