Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

mercado

Mercado Transversal tem edição especial de Dia das Mães com presentes acessíveis e variados

Por raquelsouza em Negócios

07 de Maio de 2019

Com o Dia das Mães se aproximando, o consumidor já começa a pensar em opções de presentes. Depois do Natal, o Dia das Mães é a data mais significativa para o comércio de produtos e serviços no mercado brasileiro.

Com a crise econômica, o consumidor vai pesquisar muito antes de decidir o que comprar. Uma boa opção para quem não pode gastar muito e nem tem disponibilidade para frequentar locais super lotados é conferir os produtos oferecidos no Mercado Transversal, uma das maiores e melhores feiras de economia criativa da cidade.

As próximas edições do Mercado serão realizadas nos dias 09, 10 e 11 de maio de 17h às 23 horas, no Imprensa Food Square e é aberto ao público. Atualmente a feira conta com a participação de 40 marcas e expectativa de pelo menos 2 mil frequentadores por final de semana.

Os segmentos ofertados são  moda, acessórios e decoração, como bijuterias, roupas de banho, mimos, perfumaria artesanal, artigos de papelaria, bolsas, entre outros. “A cada edição, o Mercado supera as expectativas em termos de variedade e qualidade dos produtos.”, afirma a idealizadora do projeto, Lola Sciwinzki.

Em março deste ano, o Brasil contava com 8,1 milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs) – que trabalham por conta ou com um funcionário, no máximo. A título de comparação, em março do ano passado, o país tinha 6,7 milhões de pessoas nessa modalidade, o que representa um aumento de 21% em um ano.

“Valorizamos o trabalho de microempreendedores, tem muita gente talentosa em nossa cidade e são esses talentos que mostramos no evento”, acrescenta Lola. O Mercado Transversal abriga em um mesmo espaço, designers, artistas, artesãos, criadores e produtores que buscam levar seu trabalho ao público e assim estimular a cultura e a economia criativa local.

Além das marcas e produtos exclusivos, o evento é realizado em um local que possui uma estrutura que oferece conforto e comodidade aos clientes, com amplo estacionamento, grande variedade gastronômica, música ao vivo, atrações infantis e ainda permite a entrada de animais.

Serviço

Mercado Transversal – Edição de Maio

Dias: 09, 10 e 11 de maio

Horário: 17 às 23 horas

Local: Imprensa Food Square

Gratuito

Mais informações:

 Email : mercadotransversal@gmail.com

Instagram: @mercadotransversal

Publicidade

Evento gratuito de economia criativa é realizado em Fortaleza com ampla variedade de produtos e serviços

Por raquelsouza em Negócios

05 de Abril de 2019

Com a crise econômica que atinge o País, os brasileiros têm pensado em alternativas para ganhar ou economizar dinheiro. A economia criativa é uma boa opção para aqueles que desejam empreender ou economizar no momento de comprar um presente para alguém especial.

Essa é a proposta do Mercado Universal. O evento é uma das maiores feiras de economia criativa de Fortaleza que trabalha na divulgação de marcas locais e comercialização dos produtos. As próximas edições do Mercado serão realizadas nos dias 5, 6, 7, 12, 13 e 14 de Abril de 17h às 23 horas, no Imprensa Food Square e é aberto ao público.

A feira conta com a participação de 20 marcas e expectativa de pelo menos 2 mil frequentadores por final de semana. Entre os segmentos ofertados estão moda, acessórios e decoração. “ O Mercado Transversal esse ano completa 5 anos e em três desses anos realizamos a feira no Imprensa Food Square, que nos abrigou e fornece todo o apoio para fomentar a economia criativa local”, explica a idealizadora do projeto, Lola Sciwinzki.

O Mercado Transversal abriga em um mesmo espaço, designers, artistas, artesãos, criadores e produtores que buscam levar seu trabalho ao público e assim estimular a cultura e a economia criativa local.

Além das marcas e produtos exclusivos, o evento é realizado em um local que possui uma estrutura que oferece conforto e comodidade aos clientes, com amplo estacionamento, grande variedade gastronômica, música ao vivo, atrações infantis e ainda permite a entrada de animais.

O Brasil é considerado um dos maiores mercados para a economia criativa entre os países emergentes. Os dados mais recentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apontam que, em 2015, o setor cultural movimentou R$ 155 bilhões no País, ou 2,64% do Produto Interno Bruto (PIB). Cerca de 850 mil profissionais trabalham na área, de acordo com o banco.

De acordo com uma pesquisa da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) de 2014, o avanço da economia criativa chegou a 69,8% entre 2003 e 2013, acima dos 36,4% de crescimento do PIB nacional no mesmo período. Isso mostra que a economia criativa é um mercado promissor e uma boa alternativa para driblar a crise e promover o desenvolvimento econômico e social.

Serviço

Mercado Transversal – Edição de Abril

Dias: 5, 6, 7, 12, 13 e 14 de Abril

Horário: 17 às 23 horas

Local: Imprensa Food Square

Gratuito

Mais informações:

Email : mercadotransversal@gmail.com

Instagram: @mercadotransversal

Publicidade

Números Especiais: Constance Riomar oferece calçados femininos do 33 ao 40

Por raquelsouza em Empreendedorismo

18 de Janeiro de 2019


A marca aposta em numeração especial para conquistar o público que tem dificuldades em encontrar a numeração

A Constance Riomar já inicia o ano com novidades para os clientes! Agora, a loja oferece calçados desde o número 33 até o 40. A busca pelos tamanhos diferenciados é constante, mas muitas vezes as clientes acabam não encontrado o número desejado. “As consumidoras chegam nas lojas de sapato sempre buscando as novidades, as tendências da estação, mas quando elas têm um pé menor ou maior acaba que só vem um par daquele calçado ou são modelos muito antigos. Buscamos oferecer esse tamanhos para reverter essa realidade”, relata a cap da loja, Liz Arcoverde.

Ao chegar na Constance, a cliente se depara com um closet exclusivo da numeração dela, com mais de 300 modelos expostos com o conceito Self Shoes, tradicional da marca, onde é possível pegar e experimentar qualquer calçado disponível. “Nós queremos que essas pessoas que usam tamanhos especiais se sintam acolhidas aqui na loja, tendo o maior número de opções à disposição”, complementa Liz.

Serviços Constance

Endereço: Shopping RioMar Fortaleza – R. Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu
Instagram Constance Fortaleza: instagram.com/constancefortaleza

Publicidade

Mercado de celulares segue em queda no terceiro trimestre de 2018, segundo a IDC Brasil

Por raquelsouza em Tecnologia

15 de Janeiro de 2019

Foram 11,49 milhões de aparelhos vendidos, 7% a menos do que o mesmo período de 2017; Smartphones intermediários premium são os preferidos do consumidor

O mercado de celulares no Brasil caiu 7% no terceiro trimestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017. É o que mostra o estudo IDC Brazil Mobile Phone Tracker Q3,realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações. De julho a setembro, foram vendidos 11,49 milhões de aparelhos, sendo 10,8 milhões de smartphones e 617 mil feature phones. Foi o menor volume de vendas registrado em 2018: no primeiro trimestre foram vendidos 12,07 milhões de aparelhos e, no segundo trimestre, 12,05 milhões, quedas de 1,8% e 5,5%, respectivamente, em relação aos mesmos períodos de 2017.

Renato Murari de Meireles, analista de mercado em Mobile Phones & Devices da IDC Brasil, explica que, tradicionalmente, há uma desaceleração no terceiro trimestre. Segundo ele, o consumidor tende a comprar menos nesse período do que no início do ano, quando aproveita as promoções e liquidações de verão, ou no segundo trimestre, quando há uma data comemorativa de grande apelo comercial como o dia das mães. “Em 2018, além dessa questão histórica, as vendas do terceiro trimestre foram impactadas pela instabilidade de dólar, proximidade das eleições e incertezas políticas”, explica o analista da IDC.

Apesar do consumo travado, quem fez compras preferiu smartphones intermediários premium, que custam entre R$ 1.100 e R$ 1.999. Essa categoria cresceu 56% no terceiro trimestre de 2018. O ticket médio dos smartphones também aumentou e foi para R$ 1.340, 19,9% a mais que o terceiro trimestre de 2017. “O consumidor está investindo em aparelhos de tela com borda infinita, mais memória e câmera mais potente, modelos que também têm sido impulsionados pela indústria, com vários lançamentos”, revela Meireles.

No caso dos feature phones, o ticket médio aumentou 29,5% e eles passaram a custar, em média, R$ 145. “As fabricantes, principalmente as brasileiras, continuam lançando celulares básicos e ganhando o mercado, enquanto menos “aventureiros” estão entrando para o segmento”, diz o analista da IDC.

No terceiro trimestre de 2018, a receita total do mercado de celulares foi de R$ 14,672 bilhões, sendo R$ 14,583 bilhões gerados pelas vendas de smartphones e R$ 89,2 milhões de feature phones.

 

Expectativas

 

Para o quarto e último trimestre de 2018, a IDC Brasil prevê baixa de 10,5% nas vendas de smartphones, com 11,26 milhões de aparelhos, e 6,9% a menos nas vendas de feature phones, com 731,7 mil unidades. “Apesar da queda na comparação com o mesmo período de 2017, esperamos crescimento em relação ao terceiro trimestre de 2018, com alta de 3,6% para smartphones e 18,6% para feature phones, como consequência da Black Friday e do Natal”, finaliza o analista.

 

Acompanhe a IDC no LinkedIn – https://www.linkedin.com/company/8184347

 

Sobre a IDC

A International Data Corporation (IDC) é líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e eventos para os mercados de tecnologia da informação, telecomunicações e tecnologia de consumo.

Com mais de 1.100 analistas em todo o mundo, a IDC fornece conhecimentos globais, regionais e locais sobre tendências e oportunidades em tecnologia e indústria em 110 países.

A análise e o conhecimento da IDC ajudam os profissionais de TI, executivos e a comunidade de investimentos a tomar decisões fundamentadas sobre a tecnologia e atingir os principais objetivos comerciais.

Fundada em 1964, a IDC é uma subsidiária da IDG, a principal empresa de tecnologia, pesquisa e mídia de eventos do mundo.

Para saber mais sobre IDC, visite www.idc.com e www.idclatin.com.

Publicidade

Volume de ligações cai e uso de dados já representa 92% dos planos, aponta Veek  

Por raquelsouza em Aplicativos

09 de Janeiro de 2019

Operadora de telefonia digital faz levantamento para mostrar o hábito de consumo de dados e ligações dos brasileiros

 

A Veek, startup de telefonia digital, mostra através de estudos de comportamento o que já previam as tendências: o consumo de dados móveis vem aumentando muito em relação ao uso de ligações por voz. De acordo com esse levantamento, a média de consumo dos clientes da operadora, em 2018, é de 1,6GB enquanto a de ligações é de 24 minutos. Ou seja, 92,3% das recargas são usados em dados móveis, enquanto 7,5% são usados para ligações.

 

“Esse  é o reflexo do comportamento da geração hiperconectada, que usa o celular pra tudo: pedir comida, táxi, itens de farmácia ou do mercado. É por isso, inclusive, que essas pessoas optam por fazer ligação, quando realmente precisam, pelo próprio WhatsApp. É preciso admitir que não faz mais sentido operadoras investirem em pacotes de minutagem”, afirma Alberto Blanco, CEO da Veek.

 

“Para se ter uma base, hoje, aproximadamente 50% da população que usa telefonia está no plano errado. Por desconhecerem as novas propostas do mercado, essas pessoas continuam contratando planos com serviços que se perdem ou que não são suficientes para seu uso real – nesse caso, acabam recebendo aquele SMS dizendo que a franquia acabou muito antes do esperado. Não faz sentido a contratação de um plano de 500 minutos para quem fala menos de 30”, finaliza Blanco.

Publicidade

Empreender: Trocar o certo pelo duvidoso: será que vale a pena?

Por raquelsouza em Empreendedorismo

29 de outubro de 2018

Os riscos de jogar tudo para o alto e empreender tem feito muitos brasileiros se ‘virarem nos 30’ na hora de abrir um negócio no Brasil e a solução encontrada tem sido empreender e continuar com a posição de empregado, aponta pesquisa.

 

Tendência para 2019, a onda do empreendedorismo paralelo ganhou força no mercado brasileiro nos últimos meses. Com a promessa de associar qualidade de vida e satisfação profissional, a prática de abrir um negócio e continuar empregado é um dos principais destaques apontados pelo Caderno de Tendências 2018/2019, divulgado pelo SEBRAE.

O consultor em negócios e CEO da Contabilivre, Mauro Fontes, explica que essa crescente deve-se, principalmente, à atual instabilidade econômica do país. “É uma atitude cautelosa, que pode ser explicada também pelo atual cenário econômico do Brasil, afinal há medo de se trocar o certo pelo duvidoso e quando analisamos os números de desemprego, os índices econômicos e a recessão, chegamos à conclusão que faz sentido esse receio”, explica.

Então, como fazer para realizar o sonho de ser o dono do próprio nariz e, ainda, manter o emprego formal de carteira assinada? Mauro explica que é fundamental fazer um planejamento prévio, garantindo a sustentabilidade da operação, sobretudo no início, quando o futuro é incerto em relação à aceitação de produtos e serviços do novo empreendimento e acrescenta que basta observar os dados recentes divulgados pelo Sebrae que mostram que de cada 100 empresas abertas no País, mais de 30% fecham após 2 anos. Das que resistem aos dois anos iniciais, apenas 40% conseguem se manter no mercado, após os primeiros cinco anos. “Sem dúvida, trocar o certo pelo duvidoso, para quem já está no mercado de trabalho, é uma aposta de alto risco, mas pode valer muito a pena, se a lição de casa for bem feita, antes de abrir as portas. Além do planejamento financeiro, é preciso ver como fazer essa gestão a distância, quando não se está no local, por exemplo. Atuar em duas frentes distintas, pensando que o horário comercial é um só, requer uma certa habilidade”, explica.

O especialista pondera que há muita coisa a ser levada em conta antes de empreender, principalmente na fase do planejamento, quando é necessário avaliar a viabilidade do investimento e do período inicial, e ir se preparando para o pior cenário. “Assim, o empreendedor fica mais resguardado”, explica. Questionado sobre assumir o compromisso de começar um negócio, sem comprometer a renda, Fontes é categórico. “É muito importante definir os custos da operação, sem esquecer de nada, tendo em vista porcentagens referentes a esse plano de viabilidade. E tudo tem de ser colocado no papel: aluguel do ponto, contratação de pessoal, compra de equipamentos, estoque etc.  Deve ter tudo na ponta do lápis, antes de assumir o compromisso da dupla jornada”, completa.

Outra dica importante, na visão dele, é saber o passo que se vai dar pelo tamanho das próprias pernas. Atualmente há um leque de opções para empreender, de uma operação bem pequena até uma empresa mais robusta, de maior custo. “Pode-se optar, por exemplo, por um negócio online, que exige investimento de valor mais baixo, com horários mais flexíveis”, indica. A grande lição para o empreendedor e a mais importante nesse momento, destaca o especialista, é a etapa pré-abertura. “Pode não parecer, mas é a fase primordial de qualquer projeto de empreendedorismo. Toda a análise que acompanha essa etapa vai servir como bússola para desenvolver e expandir o negócio”, afirma.

 

 

Publicidade

Senac promove evento sobre Mercado Confeiteiro

Por raquelsouza em Gastronomia

13 de setembro de 2018

Com vagas limitadas, as inscrições para o evento são gratuitas

Planejar e fabricar bolos, tortas, sobremesas, recheios e coberturas envolve técnicas e conhecimentos específicos que vão muito além de acompanhar receitas. Seguindo as demandas e tendências do mercado, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE) vai realizar o evento “Mercado Confeiteiro – As Delícias de ser Confeiteiro”, no dia 14/09, voltado para pessoas interessadas no setor e profissionais da área, no Senac Aldeota.

Na ocasião, o instrutor Matheus Vieira apresentará a estrutura das aulas e os diferenciais oferecidos pelo curso de Confeiteiro do Senac. Os participantes também contarão com a apresentação de cases de sucesso, menu degustação e 10% de desconto para quem se matricular no curso no dia do evento.

Com vagas limitadas, as inscrições para o evento são gratuitas e estão abertas no site do Senac/CE. “Com mais de 70 anos de tradição, o Senac é referência em educação profissional e conta com cursos em diversas áreas, incluindo gastronomia, que é um mercado cada vez mais em expansão”, explica Raquel Cajé, gerente Senac Aldeota.

Curso de Confeiteiro

Com início das aulas no dia 17 de setembro, o curso de Confeiteiro qualifica o aluno para ser um profissional completo, podendo empreender ou atuar em panificadoras, restaurantes, hotéis e buffets, sendo responsável pela elaboração, preparação, montagem e apresentação dos produtos da confeitaria. Para participar do curso, é necessário ter Ensino Fundamental completo e, no mínimo, 18 anos. As turmas acontecerão de segunda à sexta-feira, em dois horários: 08h às 12h, e de 18h às 22h; no Senac Aldeota. Para se inscrever, os interessados devem acessar o site cursos.ce.senac.br.

SERVIÇO:
As Delícias de ser Confeiteiro

Data: 14/09

Horário: 19h

Local: Senac Aldeota (Rua Tibúrcio Cavalcante, 1750)

Vagas: 70

Mais Informações:

http://cursos.ce.senac.br

3433.3884 / 99646.9673

Publicidade

ABRASEL NO CEARÁ ANUNCIA OS VENCEDORES DO FESTIVAL BRASIL SABOR 2018

Por raquelsouza em Gastronomia

10 de junho de 2018

O resultado foi revelado em evento no Mercado dos Pinhões

O Órbita Blue foi o grande vencedor do Festival Brasil Sabor 2018, em Fortaleza, com o prato Dragão do Mar, preparado com atum marinado e selado com manteiga da terra e acompanhamento de vinagrete de feijão verde com cebola roxa, pimenta dedo de moça, vinho branco, azeite, limão, cheiro verde e sal; além de cuscuz cearense no vapor de ervas, com pimentões, cebola roxa, alho e cenoura. A receita foi um dos destaques do festival, promovido pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel-CE) em 22 restaurantes da capital, no período de 17 de maio a 03 de junho.

O anúncio foi feito na última quarta-feira (06), no Mercado dos Pinhões, durante evento de encerramento do festival, que é realizado simultaneamente em todo o país. Na ocasião, os participantes puderam degustar pratos produzidos pelos chefes de cozinha da Associação dos Chefes de Cozinha do Ceará (ACC), com um valor promocional de R$ 10,00.

O restaurante Tutto Mercato conquistou a segunda posição, com o seu Tutto Tuna, produzido com pastas de atum dourados e risoto de quinoa, cama de shimeji, confit de tomate cereja, redução de aceto balsâmico e broto de alfafa. O terceiro prato mais votado foi a Carne de sol de carneiro sertaneja, do restaurante Casa do Carneiro O Diniz. A Etho’s Pastelaria e Pizzaria conquistou o Troféu “Voto da Galera”, eleita por meio do voto popular no APP Guia Abrasel.

O júri, composto por associados inscritos no festival, membros da diretoria da Abrasel, jornalistas e profissionais que atuam no setor de alimentação fora do lar, levou em conta os seguintes critérios: criatividade, apresentação do prato, sabor, textura, uso de ingredientes regionais e envolvimento no festival. Ao todo, foram mais de R$ 4 mil reais em prêmios divididos para os três primeiros colocados.

Além dos três vencedores, também receberam troféu os chefs da ACC eleitos por uma comissão julgadora. O primeiro lugar ficou com o Chef Carlos Henrique e seu Gnocchi de mandioca com atum a contandina; já o Chef Dedé Sushi conquistou a 2ª colocação com o Tataki de atum crocante. A Trouxinha de atum com chutney de tomate, do Chef Charton Nogueira, ficou em 3º lugar.

SOBRE O BRASIL SABOR

Há 13 anos, o Brasil Sabor vem fortalecendo e promovendo a gastronomia brasileira junto a milhares de consumidores e, em 2018, trouxe o tema “Original do Brasil”. Considerado o maior festival gastronômico do planeta, de acordo com o Guiness Book, o evento é uma realização da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Além de Fortaleza, os municípios de Aquiraz, Aracati, Trairi e região do Cariri também receberam o festival. Nestas cidades, os clientes puderam degustar pratos em 47 restaurantes com valores entre R$ 10 e R$ 59.

Na capital, os ingredientes escolhidos foram a carne de sol e o atum. O Festival Brasil Sabor contou com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo e Secretaria Municipal da Cultura; Secretaria de Pesca, Agricultura e Aquicultura do Ceará, Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec); Associação dos Chefes de Cozinha do Ceará (ACC); e com patrocínio da Brahma Extra, Nuths Consultoria, Café Santa Clara, Esmaltec, Casa Magalhães e Fortali Food Service.

Publicidade

Mercado de Luxo e Gestão é tema de palestra em Fortaleza

Por raquelsouza em Palestras

10 de junho de 2018

O Mercado de Luxo, reconhecido como um setor da economia, vem apresentando comportamentos e resultados significativos em diversos países, inclusive nos países emergentes, como é o caso do Brasil. Possuir um bem de luxo representa um destaque social, privilégio de uma classe seleta. As empresas de luxo definem sua marca no mercado apresentando produtos realmente diferenciados e de alta qualidade. E é essa boa qualidade, aliada aos preços altos e distribuição exclusiva, o que caracteriza os produtos desse mercado. Os consumidores de artigos de luxo são guiados ou por uma motivação emocional (que se relaciona ao prazer que o objeto de luxo oferece) ou por uma motivação ligada ao status, à distinção social (seja para se identificar com um grupo social, seja para se diferenciar das outras pessoas por possuir um objeto luxuoso). E é dessas motivações que nasce o desejo do consumo. O luxo ensina lições importantes sobre a criação do desejo – motor da nossa sociedade.

Curso Mercado de Luxo – Fortaleza

Todo esse conteúdo formatado em um curso exclusivo realizado em Fortaleza no último dia 16 de maio no Hotel Seara pôde apresentar para mais de 30 empresários,  os padrões e estrategias, além de conhecer as novas tendências oferecidas por esse mercado tão promissor.

Mallu Albertotti – Instituto de Luxo

Por trás desse projeto grandioso existe o Instituto de Luxo, que tem como fundadora Mallu Albertotti e com ela, vamos ter um bate papo bem promissor, sobre sua experiência e seu engajamento no atendimento ao mercado de luxo.  Confira a entrevista :

 

1) Rede Social Ceará : Como surgiu o Instituto do Luxo? Como foi idealizado?

Mallu Albertotti: Eu e a Luciana, minha sócia, nos conhecemos durante o MBA e compartilhávamos de uma paixão em comum pelo mercado de luxo e pela estratégia de diferenciação desse mercado, tanto em se tratando de performance operacional quanto de qualificação das pessoas.
Havíamos acumulado mais de 15 anos de experiencia profissional, a Luciana fortemente na operacionalização de hotelaria de Luxo e eu no relacionamento com clientes premium e luxo e na capacitação diferenciada de profissionais para atender a um público tão exigente.
Assim, depois de muito planejamento, estudos e pesquisa surgiu o Instituto do Luxo com um propósito muito claro: ajudar a desenvolver negócios e pessoas para se destacarem em fornecer uma operação e serviço de alta perfomance, criando uma experiência única e memorável aos seus clientes.

2)RS Ceará : Nos dias atuais, excelência no atendimento faz toda a diferença no mercado, qual o segredo para se destacar nesse mercado?

M. A : Sim, a excelência em serviço é o grande diferencial das empresas hoje. A estratégia por trás do serviço prestado deve ser pensada e planejada da mesma forma que o produto. A experiência do cliente começa na comunicação e posicionamento da marca, isso gera o desejo do cliente de consumir aquele produto ou serviço específico. No momento em que o cliente entra em contato com aquela marca, as pessoas da linha de frente devem estar preparadas para materializar esse desejo. Quando isso não acontece, toda a expectativa do cliente é frustrada e todo o esforço despendido na estratégia de diferenciação de marca é perdido.
Desde a saudação inicial ao cliente, técnicas para estabelecer relacionamento, palavras e gestos utilizados para demonstrar o produto e até o pós venda, toda a jornada do cliente no estabelecimento deve ser pensada e planejada estrategicamente.

3) RS Ceará : Estamos diante de um meio digital muito forte, onde as pessoas se escondem atrás de um celular e o contato direto, deixou de ser tão importante, porém facilitou muito a vida das pessoas. Como você analisa essa mudança diante, que precisamos atender uma demanda de pessoas exigentes? Que precisam de respostas rápidas?

M.A: Os consumidores hoje são digitais, isso é fato, principalmente em se tratando dos millennias e geração Z, que, em 2015, representarão 45% do total de consumidores de Luxo.
A tecnologia é um grande aliado, tanto para a otimização de processos quanto para o envolvimento do cliente em experiências com a marca.
Por outro lado, vemos uma grande diferenciação para o segmento de Luxo pautada no desenvolvimento do capital humano. A marcas devem buscar interações e estabelecer relacionamento pessoa a pessoa, entendendo o lifestyle dos clientes, e atuando como um grande provedor de experiencias. Esse será o papel das pessoas diante de um mundo tecnológico. Quanto mais interações, mais diferenciado será o seu nível de serviço.

4) RS Ceará : Quais empresas no Brasil já foram capacitadas para realizar esse atendimento de luxo?

M.A: Hoje nós temos muitas empresas que buscam os nossos treinamentos e cursos para se estruturaram para um diferenciação em serviço. Atendemos diversos setores como bancos, varejo, hotelaria de Luxo e, inclusive, profissionais liberais como médicos e arquitetos. O serviço é um fator de comparação intra setores, o consumidor pode comparar o serviço de um restaurante com o serviço de uma clínica médica, e isso aumenta a régua de exigência deles.

5) RS Ceará: O que é luxo, na sua visão de mercado?

M.A: O comportamento do consumidor tem mudado e exigido um luxo mais contemporâneo, mais engajado com causas e propósitos. O Luxo, ainda assim, pode ser entendido com algo que traz exclusividade, diferenciação e pertencimento, mas dentro de um novo mindset. Surgem novos modelos de vendas no mercado de luxo adaptados aos novos comportamentos dos consumidores, como o compartilhamento, por exemplo.

Malu Albertotti

Malu Albertotti sempre nutriu uma grande paixão pelo mercado de luxo e pela dinâmica de excelência e qualidade desse segmento. Após consideráveis anos de experiência em grandes corporações, um grande acúmulo de conhecimento, estudos nas melhores escolas de referência sobre o Mercado de Luxo na Europa e muita pesquisa, decidiu empreender esse grande sonho, o Instituto do Luxo

 

 

Publicidade

Simone e Simaria são os novos rostos da marca Vanish

Por raquelsouza em Lançamento

12 de Março de 2018

Vanish, que é sinônimo de tira manchas no Brasil, apresenta uma fórmula ainda melhor que, a partir de abril, sua versão em pó passa a ser Vanish Gold. Nessa nova fase, a marca se une à dupla do momento em uma divertida campanha que promete mostrar ao consumidor como usar Vanish Gold para remover na primeira lavagem as manchas mais difíceis, incluindo as de suor e desodorante. No filme, caracterizadas como Pink Ladies – as experts de Vanish – Simone e Simaria ensinam o público a remover essas manchas tidas como impossíveis. “A gente sempre cuidou das nossas roupas com todo o carinho, pois gostamos de andar com tudo em dia. Não dá pra sair por aí toda cheia de manchas, mas também não dá pra gastar muito tempo com isso. Vanish Gold é o produto ideal para quem tem a rotina corrida como nós”, afirma a dupla. A campanha será veiculada nos canais sociais da marca e na TV a partir de abril.

Sobre Vanish

Vanish é líder no mercado de tira manchas no Brasil, onde chegou no ano 2000. Marca global da RB (Reckitt Benckiser), está em mais de 70 países e é eficiente na remoção de manchas em roupas brancas e coloridas, além de carpetes e tecidos em geral.

Sobre a RB

A RB (Reckitt Benckiser) é a empresa global líder em bens de consumo para saúde e higiene.  No Brasil, é responsável por marcas como Veja, Vanish, SBP, Naldecon e Luftal, dentre outras. Com sede em Londres, a Companhia conta com operações em mais de 60 países e vendas em cerca de 200 nações. Além disso, está entre as 20 maiores empresas listadas na Bolsa de Valores de Londres. A RB tem como missão oferecer soluções inovadoras para vidas mais saudáveis e lares mais felizes e, assim, colaborar para melhorar os hábitos ligados à saúde e higiene de 200 milhões de pessoas em todo o mundo. Globalmente a empresa emprega mais de 37 mil pessoas.

Mais informações: www.rb.com/br

 

Publicidade

Simone e Simaria são os novos rostos da marca Vanish

Por raquelsouza em Lançamento

12 de Março de 2018

Vanish, que é sinônimo de tira manchas no Brasil, apresenta uma fórmula ainda melhor que, a partir de abril, sua versão em pó passa a ser Vanish Gold. Nessa nova fase, a marca se une à dupla do momento em uma divertida campanha que promete mostrar ao consumidor como usar Vanish Gold para remover na primeira lavagem as manchas mais difíceis, incluindo as de suor e desodorante. No filme, caracterizadas como Pink Ladies – as experts de Vanish – Simone e Simaria ensinam o público a remover essas manchas tidas como impossíveis. “A gente sempre cuidou das nossas roupas com todo o carinho, pois gostamos de andar com tudo em dia. Não dá pra sair por aí toda cheia de manchas, mas também não dá pra gastar muito tempo com isso. Vanish Gold é o produto ideal para quem tem a rotina corrida como nós”, afirma a dupla. A campanha será veiculada nos canais sociais da marca e na TV a partir de abril.

Sobre Vanish

Vanish é líder no mercado de tira manchas no Brasil, onde chegou no ano 2000. Marca global da RB (Reckitt Benckiser), está em mais de 70 países e é eficiente na remoção de manchas em roupas brancas e coloridas, além de carpetes e tecidos em geral.

Sobre a RB

A RB (Reckitt Benckiser) é a empresa global líder em bens de consumo para saúde e higiene.  No Brasil, é responsável por marcas como Veja, Vanish, SBP, Naldecon e Luftal, dentre outras. Com sede em Londres, a Companhia conta com operações em mais de 60 países e vendas em cerca de 200 nações. Além disso, está entre as 20 maiores empresas listadas na Bolsa de Valores de Londres. A RB tem como missão oferecer soluções inovadoras para vidas mais saudáveis e lares mais felizes e, assim, colaborar para melhorar os hábitos ligados à saúde e higiene de 200 milhões de pessoas em todo o mundo. Globalmente a empresa emprega mais de 37 mil pessoas.

Mais informações: www.rb.com/br