Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

edisca

Natal do Bem, do LIDE Ceará, realiza leilão de obras de artistas brasileiros e internacionais em prol da solidariedade

Por raquelsouza em Sem categoria

19 de novembro de 2018

O Natal do Bem do LIDE Ceará acontece no próximo dia 22 de novembro, a partir das 10 horas. O evento pretende sensibizar a iniciativa privada para programas comunitários. Na ocasião, haverá um leilão de 18 obras de arte, doadas por colecionadores para promover a solidariedade. O leilão terá pinturas, gravuras e esculturas. Todo o valor arrecadado será repassado a quatro instittuições: Edisca, Instituto Beatriz e Lauro Fiúza (IBLF), Casa Ronaldo Pereira e Creche São Judas Tadeu. O evento tem o patrocínio do Grupo Servtec e apoio da C Rolim Engenharia e Galeria Multiarte.

“Esse evento é realizado há 15 anos pelo LIDE Global e já beneficious inúmeras instituições. Resolvemos realizá-lo pela primeira vez em nosso Estado e temos certeza da adesão de nossos filiados e convidados a causa”, explica Emília Buarque.

Max Perlingeiro, diretor do Lide Cultura e empresário do setor com 3 galerias de arte no país, foi o responsável por conseguir as obras leiloadas. “Como colecionador, posso garantir que gostaria de ter todas em minha casa”, explica. Haverá obras dos artistas nacionais e internacionais: Antônio Bandeira, Bruno Giorgi, Carlos Araújo, Cláudio Tozzi, Cláudio Valério Teixeira, Efrain Almeida, Gonçalo Ivo, Jaildo Marinho, Jack Brusca (EUA), John Nicholson (EUA), Luiz Ernesto, Milton Eulálio, Raimundo Cela, Sérvulo Esmeraldo, Sônia Gomes, Vicente Leite.

EDISCA

Fundada em 1991 pela bailarina e coreógrafa Dora Andrade, Edisca promove o desenvolvimento humano e cidadão de crianças e adolescentes, através de uma pedagogia transformadora com centralidade na arte. Atualmente atende 400 crianças e jovens.

www.edisca.org.br

IBLF

Fundado em 2012, o Instituto Beatriz e Lauro Fiúza – IBFL promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes em zonas de alta vulnerabilidade, através da música e karatê, como ferramentas de transformação social. Ao todo, já foram atendidos 600 alunos com idades entre 4 e 20 anos.

www.iblf.org.br

CASA RONALDO PEREIRA

A Casa Ronaldo Pereira faz parte projeto de promoção humana do Shalom, com o objetivo de levar o evangelho Jesus às crianças e seus familiares, além de oferecer reforço escolar, aulas de arte, culminaria e idiomas.

@casaronaldopereira

CRECHE SÃO JUDAS TADEU

A União dos Moradores do Conjunto João Paulo II, constituída desde 1996, é  resultado da mobilização de 3.000 famílias de baixa renda, residentes no bairro Jangurussu, antigo aterro sanitário da cidade de Fortaleza. Para atender as necessidades das mães trabalhadoras que não tinham com quem deixar seus filhos para realizarem qualquer atividade produtiva, foi criada a Creche São Judas Tadeu, que acolhe 86 crianças de 0 a 5 anos em período integral, com orientação pedagógica, atividades de recreação, estímulo ao desenvolvimento psicomotor e fornecimento de 4 refeições diárias. Além das crianças atendidas no período integral, outras 300 crianças, na faixa de 6 a 12, são beneficiadas com fornecimento de sopa, que para a maioria delas é a única refeição do dia.

Sobre o LIDE Ceará

O LIDE CEARÁ é um grupo de líderes empresariais multisetorial, independente, apartidário, com alta conectividade e com foco no desenvolvimento socioeconômico. O objetivo do grupo é ampliar o ambiente de negócios e as oportunidades, conectando e dando projeção para as empresas, debatendo temas diversos, influenciando e defendendo posicionamentos. O LIDE CEARÁ tem agenda mensal, de fevereiro a novembro, com conteúdo de altíssimo nível e acesso aos principais expoentes do país no campo empresarial e no poder público.

O LIDE nas unidades internacionais (China, Itália, Alemanha, Portugal, EUA, Argentina, Paraguai, dentre outras), representa um ambiente seguro para negócios e desenvolvimento, especialmente entre o mundo e a forte presença do grupo na América Latina, com destaque para o Brasil. A organização está presente nos cinco continentes.

leia tudo sobre

Publicidade

Edisca leva o espetáculo Religare para a Caixa Cultural Fortaleza

Por raquelsouza em Eventos

06 de setembro de 2017

O público terá a chance de refletir sobre temas como espiritualidade, (re)conexões e transformações pessoais e sociais

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 14 a 17 e 20 a 24 de setembro de 2017, o espetáculo Religare, do grupo Edisca. No palco, 39 bailarinos e bailarinas abordam temas sociais, que transitam entre espiritualidade e transitoriedade, além da capacidade que cada um carrega em si para se reinventar. Tudo isso por meio da dança, entre imagens icônicas de peso e leveza, ora na pele de anjos humanizados e divindades estilizadas, ora na condição-limite de inferioridade e apagamento de presidiários aniquilados em rebeliões ou índios massacrados pelas leis do capital.

 

A palavra religare nos remete a uma reconexão com o divino, à reativação dos estados de elevação e purificação do espírito, à recomposição de uma unidade perdida entre matéria e símbolo, razão e sensibilidade, superfície e essência. A partir dessa essência, os coreógrafos Dora e Gilano Andrade reativam a memória ancestral para pensar sob holofotes a depreciação da vida no presente.

 

Lado a lado, criam-se coreografias entrelaçadas e complementares: se vem dele a dança cáustica e crítica frente ao esgotamento dos modelos civilizatórios que, em escala planetária, dão a ver paisagens de abandono, desolação, miséria e sofrimento, vem dela o sentido de redenção e o acento de esperança colados a cada giro, cada gesto, cada salto que se anunciam como promessas para a conquista individual e coletiva de planos existenciais mais intuitivos, fluidos, porosos, translúcidos, iluminados.

 

A Edisca foi buscar ainda no sujeito ancestral e primitivo a retomada desses valores e de uma lógica inteiramente distinta daquela que a subjetividade moderna nos propõe. Daí o foco nas matrizes e culturas étnicas, em suas simbologias, em seus códigos ritualísticos, nos fazeres e saberes que perpassam gerações e se propagam ao longo dos tempos. Índia, África, Oriente Médio. Anjos, santos, alegorias. A etnicidade e a diversidade cultural abrindo passagem para a percepção sensível do mundo, para o universo paralelo da imaginação. Imaginação que é política quando capaz de instituir novos sentidos para a vida à revelia do visível, da ordem estabelecida, do que parece imutável, natural, impossível de mudar.  também está

 

Com 45 minutos de duração, Religare concentra na musicalidade sua potência de revisão e reconexão com os estados de alma fundamentais. Coube a Manassés de Sousa o trecho autoral que casa o erudito à música oriental e enseja toda a montagem combinatória de timbres étnicos responsáveis pela atmosfera imemorial e o sabor arcaico do balé. Para a afinadora do espetáculo, Claudia Andrade, tempo, movimento, música, figurino, cenário, corpos, tudo isso junto e harmonizado, diz sobre a capacidade e a necessidade que cada um tem de eleger e reativar o seu ‘religare’, aquele dispositivo pessoal e intransferível de superação e aperfeiçoamento de si, que tanto pode estar na religião ou na filosofia, assim como no livre pensar e na invenção cotidiana e sem cálculo do porvir.

 

Oficina

 

No dia 16 de setembro, das 14h30 às 15h30, os bailarinos Paulo Wesley e Eliovaldo Ananias ministrarão uma oficina sobre Dança Contemporânea. O objetivo é abordar sistemas e métodos desenvolvidos a partir da dança moderna e pós-moderna, mostrando que é possível desenvolver a autonomia para construir experimentos coreográficos de forma mais livre e inovadora. Destinada para bailarinos com idade a partir de 14 anos, a oficina recebe as inscrições de 05 a 14 de setembro, pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br. Número de vagas: 20.

 

 

Serviço:

 

Dança: Religare – Edisca

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: 14 a 17 e 20 a 24 de setembro de 2017

Horários: Quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h

Duração: 45 minutos

Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Classificação indicativa: Livre

Vendas a partir do dia 13/09, para sessões de 14 a 17/09, e a partir do dia 19/09, para sessões de 20 a 24/09, das 10h às 20h, na bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local

Paraciclo disponível no pátio interno

 

Oficina: Dança Contemporânea

Local: Sala de Ensaio da CAIXA Cultural Fortaleza

Data: 16 de setembro de 2017
Horário: 14h30 às 15h30

Inscrições gratuitas: gentearteira.ce@caixa.gov.br de 05 a 14 de setembro

Número de vagas: 20

Destinada para bailarinos a partir de 14 anos

 

 

Informações gerais | CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770

 

Publicidade

Edisca leva o espetáculo Religare para a Caixa Cultural Fortaleza

Por raquelsouza em Eventos

06 de setembro de 2017

O público terá a chance de refletir sobre temas como espiritualidade, (re)conexões e transformações pessoais e sociais

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 14 a 17 e 20 a 24 de setembro de 2017, o espetáculo Religare, do grupo Edisca. No palco, 39 bailarinos e bailarinas abordam temas sociais, que transitam entre espiritualidade e transitoriedade, além da capacidade que cada um carrega em si para se reinventar. Tudo isso por meio da dança, entre imagens icônicas de peso e leveza, ora na pele de anjos humanizados e divindades estilizadas, ora na condição-limite de inferioridade e apagamento de presidiários aniquilados em rebeliões ou índios massacrados pelas leis do capital.

 

A palavra religare nos remete a uma reconexão com o divino, à reativação dos estados de elevação e purificação do espírito, à recomposição de uma unidade perdida entre matéria e símbolo, razão e sensibilidade, superfície e essência. A partir dessa essência, os coreógrafos Dora e Gilano Andrade reativam a memória ancestral para pensar sob holofotes a depreciação da vida no presente.

 

Lado a lado, criam-se coreografias entrelaçadas e complementares: se vem dele a dança cáustica e crítica frente ao esgotamento dos modelos civilizatórios que, em escala planetária, dão a ver paisagens de abandono, desolação, miséria e sofrimento, vem dela o sentido de redenção e o acento de esperança colados a cada giro, cada gesto, cada salto que se anunciam como promessas para a conquista individual e coletiva de planos existenciais mais intuitivos, fluidos, porosos, translúcidos, iluminados.

 

A Edisca foi buscar ainda no sujeito ancestral e primitivo a retomada desses valores e de uma lógica inteiramente distinta daquela que a subjetividade moderna nos propõe. Daí o foco nas matrizes e culturas étnicas, em suas simbologias, em seus códigos ritualísticos, nos fazeres e saberes que perpassam gerações e se propagam ao longo dos tempos. Índia, África, Oriente Médio. Anjos, santos, alegorias. A etnicidade e a diversidade cultural abrindo passagem para a percepção sensível do mundo, para o universo paralelo da imaginação. Imaginação que é política quando capaz de instituir novos sentidos para a vida à revelia do visível, da ordem estabelecida, do que parece imutável, natural, impossível de mudar.  também está

 

Com 45 minutos de duração, Religare concentra na musicalidade sua potência de revisão e reconexão com os estados de alma fundamentais. Coube a Manassés de Sousa o trecho autoral que casa o erudito à música oriental e enseja toda a montagem combinatória de timbres étnicos responsáveis pela atmosfera imemorial e o sabor arcaico do balé. Para a afinadora do espetáculo, Claudia Andrade, tempo, movimento, música, figurino, cenário, corpos, tudo isso junto e harmonizado, diz sobre a capacidade e a necessidade que cada um tem de eleger e reativar o seu ‘religare’, aquele dispositivo pessoal e intransferível de superação e aperfeiçoamento de si, que tanto pode estar na religião ou na filosofia, assim como no livre pensar e na invenção cotidiana e sem cálculo do porvir.

 

Oficina

 

No dia 16 de setembro, das 14h30 às 15h30, os bailarinos Paulo Wesley e Eliovaldo Ananias ministrarão uma oficina sobre Dança Contemporânea. O objetivo é abordar sistemas e métodos desenvolvidos a partir da dança moderna e pós-moderna, mostrando que é possível desenvolver a autonomia para construir experimentos coreográficos de forma mais livre e inovadora. Destinada para bailarinos com idade a partir de 14 anos, a oficina recebe as inscrições de 05 a 14 de setembro, pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br. Número de vagas: 20.

 

 

Serviço:

 

Dança: Religare – Edisca

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: 14 a 17 e 20 a 24 de setembro de 2017

Horários: Quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h

Duração: 45 minutos

Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Classificação indicativa: Livre

Vendas a partir do dia 13/09, para sessões de 14 a 17/09, e a partir do dia 19/09, para sessões de 20 a 24/09, das 10h às 20h, na bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local

Paraciclo disponível no pátio interno

 

Oficina: Dança Contemporânea

Local: Sala de Ensaio da CAIXA Cultural Fortaleza

Data: 16 de setembro de 2017
Horário: 14h30 às 15h30

Inscrições gratuitas: gentearteira.ce@caixa.gov.br de 05 a 14 de setembro

Número de vagas: 20

Destinada para bailarinos a partir de 14 anos

 

 

Informações gerais | CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770