Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

cultura

Núcleo de Fortaleza do Grupo Mulheres do Brasil participa da primeira edição da Feira Nacional de Artesanato e Cultura do Ceará

Por raquelsouza em Cultura

29 de Março de 2019

Sempre em busca de promover e fomentar o comercio local e o artesanato, o Núcleo Fortaleza, do Grupo Mulheres do Brasil, participa da primeira edição da FENACCE – Feira Nacional de Artesanato e Cultura do Ceará. O evento ocorre de 29 de março a 07 de abril com o tema Inovação & Sustentabilidade, tendo o objetivo de atender a demanda de valorização do artesanato e das diversas culturas.

Parte ativa no evento, o Grupo Mulheres do Brasil participa com um espaço no stand da Secretaria de Turismo de Aquiraz, com peças de Renda de Bilro produzidas pelas rendeiras do Iguape e Prainha integrantes dos projetos sociais desenvolvidos pelo Núcleo. Dentro da programação também haverá, no domingo, 31 de março, um desfile das peças às 20h. Já quarta-feira, 03 de abril, Ethel Whitehurst, integrante do Núcleo Fortaleza do Grupo Mulheres do Brasil, participará de uma palestra sobre o “Preço justo na comercialização do artesanato”. Em Fortaleza, o Grupo Mulheres do Brasil já atua fortemente no fortalecimento do artesanato local apoiando diretamente o trabalho das rendeiras do Iguape e Prainha.

A FENACCE reune em um mesmo ambiente compradores, empreendedores, artistas e visitantes. A 1º Edição da Feira de Artesanato Nacional do Ceará será uma vitrine que apresenta o artesanato cearense, um dos mais ricos do Brasil, com a diversidade de materiais e tipologias. Além do artesanato nacional, trazendo arte, cultura de todos os estados brasileiros.

Grupo Mulheres do Brasil

Composto por mulheres voluntárias de todo o País, atuantes em diversos segmentos da sociedade, o Grupo Mulheres do Brasil surgiu há 5 anos com o objetivo de promover ações e discutir temas relacionados à educação, igualdade social, empreendedorismo, combate à violência contra as mulheres, cotas e projetos sociais, a partir da experiência, expertise e networking de suas participantes. Suas trajetórias são utilizadas como exemplos e modelos para a constante melhoria da vida das mulheres brasileiras e como combustível para as transformações sociais do País.

Em mais de 20 núcleos, espalhados por todo País e 9 núcleos no exterior, elas somam mais de 20 mil participantes engajadas em projetos distintos e promovem reuniões mensais para o acompanhamento e execução de uma agenda propositiva, que causem impacto social, em âmbito local e nacional, e na realidade do País.

leia tudo sobre

Publicidade

Confira a programação cultural de 12 a 17 de fevereiro do Centro Dragão do Mar

Por raquelsouza em Cultura

10 de Fevereiro de 2019

FUNCIONAMENTO DO CENTRO DRAGÃO DO MAR

Geral: de segunda a quinta, das 8h às 22h; e de sexta a domingo e feriados, das 8h às 23h. Bilheteria: de terça a domingo, a partir das 14h.

Cinema do Dragão: de terça a domingo, das 14h às 22h. Ingressos: R$ 14 e R$ 7 (meia). Às terças-feiras, o ingresso tem valor promocional: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Museus: de terça a sexta, das 9h às 19h (acesso até as 18h30); e aos sábados e domingos, das 14h às 21h (acesso até as 20h30). Acesso gratuito.

Multigaleria: de terça a domingo, das 14h às 21h (acesso até as 20h30). Acesso gratuito.
Planetário: de quinta a sexta, sessões às 18h e às 19h; e aos sábados e domingos, às 17h, 18h, 19h e 20h. Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

OBS.: Às segundas-feiras, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura não abre cinema, cafés, museus, Multigaleria e bilheterias.

► [TEMPORADA DE ARTE CEARENSE] [TEATRO DA TERÇA]

Marlene – Dissecação do corpo do espetáculo

No Barraco da Constância Tem!
Esse trabalho surge como o desenvolvimento de um reprocesso das peças Pra ser Marlene (2010) e Marlene (2011) e do Projeto Adriana (2013), dirigidos por Honório Félix e com Robson Levy como intérprete, além das proposições Marlene ensaio (2015), Marlene sobre ruínas ou Uma elegia para Odete (2015) e Marleen class – Workshop com Sandra Müller (2016). Tendo o termo Espetáculo como um conceito a ser discutido através de uma dissecação, essa montagem surge como um lançar de questões acerca da construção do teatro no ocidente, de modo a produzir estratégias de fazer perceber as dominações imbricadas no nosso fazer artístico.

Contemplado no Edital Incentivo às Artes 2015, a peça Marlene – dissecação do corpo do Espetáculo (2016), conta com 20 apresentações em seu currículo em espaços como a Casa da Esquina (sede dos grupos Teatro Máquina e Grupo Bagaceira de Teatro), o Teatro Dragão do Mar, o Teatro Sesc Emiliano Queiroz, o Theatro José de Alencar e o Teatro Marcus Miranda do Centro Cultural Grande Bom Jardim.

Sinopse

Histórias de dominação sobre a nossa subjetividade. Questões em torno da figura do artista. Teatros hegemonicamente constituídos como convenções. Cidades fora do mapa. Memória dos palcos e inúmeros fantasmas. Um universo de invocação dos mitos transmutado a uma profanação que aciona e narra as crises do fazer teatral no ocidente, produzindo na cena o termo Espetáculo como um corpo a ser dissecado.

Fotos: https://drive.google.com/open?id=1BY5SZpwUfOzShJiYHRqsi_7pGTM7L4TO

Dias 12, 19 e 26 de fevereiro de 2019, às 19h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Classificação etária: 16 anos.

Contato: Honório Félix 85 99707.1818 | honorio.felix@hotmail.com

► [ASTRONOMIA] Noite das Estrelas

Todos os meses, sempre nas noites de Quarto Crescente Lunar, o planetário disponibiliza telescópios ao público em geral para observação astronômica de crateras da lua, planetas, nebulosas etc. Em caso de céu nublado, a sessão poderá ser interrompida ou cancelada.

Dias 12 e 13 de fevereiro de 2019, às 19h, em frente ao Planetário. Acesso gratuito. Classificação etária: Livre.

► [CULTURA POPULAR] Debate com Ginga
Tema: “Capoeiras e pesquisadores: gingando na academia”

Realização: Associação Sociocultural Viva Capoeira Viva e Instituto de Educação Física e Esportes – UFC.

O Debate com Ginga é um programa mensal realizado pela Associação Sociocultural Viva Capoeira Viva – ASVCV e o Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará (IEFES – UFC) em parceria com o Centro Dragão do Mar. O objetivo é promover, por meio de um ciclo de debates e palestras, diferentes reflexões acerca da Capoeira e os múltiplos aspectos que a compõem. A cada edição, diferentes convidados, entre professores, estudantes, mestres de Capoeira, alunos graduados e pesquisadores conversam sobre o tema. Nesta edição, confira a palestra “Capoeiras e pesquisadores: gingando na academia”, com os palestrantes Cinézio Peçanha (Mestre Cobra Mansa) e Ricardo Nascimento (Mestre Cangaceiro).

Debater, pensar e refletir acerca da Capoeira e as múltiplas temáticas que a envolvem significa compartilhar a identidade cultural de nosso povo e ter a oportunidade de criar um espírito crítico-reflexivo da sociedade em que se está inserido, uma vez ser esta uma expressão da cultura corporal brasileira, nascida entre os negros escravos como instrumento de libertação de uma classe marginalizada. Além disso, é também conhecer, de forma apropriada e científica, os fundamentos teóricos, práticos, sua trajetória histórica, suas vertentes, sua aplicação pedagógica, os conceitos e significados que envolvem a Capoeira.

Dia 13 de fevereiro de 2019, às 19h, no Auditório. Acesso gratuito. Classificação etária: Livre.

Contato: 85 98845.0743 hebert – hebert.capoeira@gmail.com

► [ARTES VISUAIS] Abertura da exposição “Blow Up”, de Eduardo Odécio

Eduardo Odécio Camelo de Almeida é um artista nascido em Fortaleza, Ceará, em 1954. Enquanto tocava uma bem-sucedida carreira como diretor de arte e criação no mundo da publicidade, produzia seus trabalhos de pintura e desenho, premiados em exposições coletivas como a Unifor Plástica e o Salão de Abril em Fortaleza, e mostras como o Salão de Arte Contemporânea de Pernambuco.

Retratista de talento, Dudu vem produzindo portraits a óleo e tinta acrílica com regularidade, enquanto desenvolve em paralelo trabalhos expressionistas e abstratos com tinta acrílica e intervenções a pastel e carvão. A partir da troca de ideias com o artista americano Russ Potak, de Massachussetts, e seu estilo neo-expressionista, desenvolveu um estilo próprio que agora mostra sua técnica na exposição individual Blow Up, no Centro Dragão do Mar. Patrocinada pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, na mostra, telas de grande tamanho dividem o espaço da galeria com telas de pequenas dimensões, caracterizando sua técnica autorreferencial do blow up, explorando detalhes das próprias obras, descobrindo possibilidades pictóricas em novas telas, até seus limites.

Blow Up vai nos fazer entender em uma estética que não sabíamos que existia

“Eu tinha 15 anos. Estudava no Colégio Equipe na Caio Prado, em Sampa, de onde saí da aula um dia flanando e fui ao cinema. Assisti ao filme mais importante da minha vida, num velho cinema de arte que logo depois fechou. O filme era “Blow Up”, uma produção de Carlo Ponti, rodado na Inglaterra, com a fotografia de Carlo Di Palma e dirigido por Michelangelo Antonioni. Talvez este seja o mais importante filme da sua carreira.

No filme, o fotógrafo Thomas (David Hemming) é um dândi irresponsável e caprichoso que um dia fotografa um casal num parque e depois ao ampliar a foto, descobre ao fundo que talvez tenha registrado um assassinato. A técnica lembra um estilo de pintura pós-impressionista, caracterizado por cores lisas, delimitadas por fortes contornos escuros.

Quando conversava com Dudu sobre sua exposição, vimos a semelhança de Blow Up com o cloisonnisme de Paul Gauguin. A exposição tinha que se chamar Blow Up. Ele concordou imediatamente.

“Olhe para os excelentes artistas japoneses e verá a vida retratada ao ar livre e ao sol sem sombras, a cor a ser usada apenas com a combinação de tons, diversas harmonias, dando a impressão de calor”, dizia Gauguin.

A pintura de Eduardo Odécio é isso: uma explosão de cores delimitadas por contornos que remetem à técnica do cloisonné, onde arames (cloisons ou compartimentos) eram soldados no corpo de peças e depois aplicado pó de vidro nos intervalos, para a confecção de vitrais.

Gauguin era um bem-sucedido profissional do mercado financeiro que um belo dia largou tudo para pintar. Depois de viver numa colônia de artistas em Arles, no Sul da França, com Van Gogh, ele passa uma curta temporada na Bretanha e parte para o Tahiti, onde viveria uma experiência seminal. Dudu ainda não fugiu para o Tahiti, mas quem sabe, acabe em Jeri. Bem-sucedido publicitário e excelente Diretor de Arte, com quem criei campanhas premiadas, ele apresenta aqui um conjunto de telas abstratas impressionantemente belas, onde a técnica de concentração e explosão atingem um clímax belíssimo.

Esta exposição lembra uma champanhe gelada na beira de uma praia da Polinésia. Ah, Thomas, o fotógrafo, tinha um vizinho que pintava telas que os ninguém entendia. Depois de revelar e ampliar essas fotos do crime, ele começa a entender os quadros.

Nós todos somos um pouco como Thomas. E Blow Up vai nos fazer entender em uma estética que não sabíamos que existia. Tim tim!”

Paulo Linhares

Antropólogo, ex-publicitário e Presidente do Instituto Dragão do Mar

Fotos: https://drive.google.com/open?id=1va26OiV4W7BBISsB5wq7ZhlMJz7uL2W8

Abertura no dia 13 de fevereiro de 2019, às 19h30, na Multigaleria. Em cartaz até o dia 7 de março de 2019. Visitação de terça a domingo, das 14h às 21h (acesso até as 20h30). Acesso gratuito.

Contato: Dudu Odécio 85 99603.4461 | E-mail: dudu@sintese.com.br

► [TEMPORADA DE ARTE CEARENSE] [DANÇA EXPERIMENTAL]

O programa Dança Experimental, da Temporada de Arte Cearense, caracteriza-se por ser uma pequena mostra de trabalhos inéditos de caráter experimental ou em construção, com foco no apoio a novos artistas, grupos e companhias e na formação continuada de plateia adulta para as artes cênicas. Em fevereiro, participam da mostra “Até onde as pessoas podem entrar”, de William Ângelo; “Quantas danças dura um café?”, de Thiago Torres; “This is an Emergency”, de Wellington Gadelha; e “Lar”, do Grupo Laboral Crew.

“Até onde as pessoas podem entrar”, de William Ângelo

O projeto se originou de uma experimentação coletiva em tempo real, através de jogos corporais que ajudaram construir cena, dentro de um ateliê de dança Contemporânea, ocorrido no ano de 2017 no Centro Cultural Bom Jardim. O ateliê tinha como um dos objetivos despertar nos alunos, a intérprete-criação em dança.

A composição propõe refletir o tempo “O tempo não para, mas o corpo pede tempo”. As maneiras que ele pode ser destacado, gerar plasticidade, como pode nos sufocar, outrora parar, não passar, acelerar enchendo de coisas ao ponto de se perder o controle, e como também pode se dilatar quando nos faz passar por experiências estéticas que nos desafiam, fazem o corpo tremer, gerando afetos.

Sinopse

Trabalho traz através de composições de movimentos em Dança Urbana, a máxima de como o tempo pode afetar o corpo, pessoas, espaço. De que existe um tempo para tudo, que por hoje podemos chegar até certo ponto, ou seguir fluindo por pessoas, lugares, situações, espaço. “O tempo não para, mas o corpo pede tempo”.

Contato: William Ângelo 996671404 | terapiando19@gmail.com

“Quantas danças dura um café?”, de Thiago Torres

Quantas danças dura um Café? é um trabalho que parte da vontade de reencenação na obra Café Muller (Pina Bausch,1978). Entre dança e pensamento, gestos e discursos, entrelaçam-se o plágio, a citação, a inspiração e a referência no desejo de querer dançar aquilo que nunca foi; de uma vontade que nunca será.

Contato: Thiago Torres (85) 3257-4415 | (85) 3227-5743 | (85) 98672-0715 | thiago_mtorres@hotmail.com | thiagotorres021@gmail.com

“This is an Emergency”, de Wellington Gadelha

This is an emergency consiste numa experimentação em dança em diálogo com elementos da arte sonora, sons experimentais e das materialidades como construtora de texturas corporais e camada afetiva.

This is an emergency é um disparo narrativa que propõe, a partir das corporeidades e visualidades do corpo em experiência com outras linguagens, trazer em sua poética, urgências e discursos políticos que ampliam nossa potencialidade expressiva frente à conjuntura atual.

Sinopse

This is an emergency é um disparo experimental que, a partir do corpo na dança em diálogo com elementos da arte sonora, experimental e algumas materialidades, investiga modos de construir corporeidades, narrativas e visualidades frente às urgências e discursos políticos atuais.

Ficha técnica

Concepção e dança: Wellington Gadelha

Imagem e projeção: Priscilla Sousa

Desenho e texturas sonoras: Eric Barbosa

leia tudo sobre

Publicidade

Exposição “Locus – Pinturas de Adriana Maciel”, chega em fevereiro ao Centro Dragão do Mar

Por raquelsouza em Eventos

31 de Janeiro de 2019

O Museu da Cultura Cearense apresenta, a partir do dia 14 de fevereiro, a Exposição “Locus – Pinturas de Adriana Maciel”, contemplada pelo Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais – Galerias Funarte de Artes Visuais São Paulo / Ceará – Museu da Cultura Cearense, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. A mostra é uma síntese do trabalho de Adriana nos últimos anos de sua carreira e conta com cerca de 25 obras – entre telas, objetos pictóricos e instalações. Dividida em 13 telas da série Com-partimentos, 10 objetos pictóricos das séries Núcleos e Rotor, e mais duas instalações: Trajetória e Órbitas, a exposição propõe um jogo lúdico com a percepção do espectador.

PARA CONHECER A EXPOSIÇÃO

YOUTUBE: https://www.youtube.com/watch?v=I8BjNWooGSU&t=27s

CATÁLAGO: https://issuu.com/adrianamaciel/docs/locus_adriana_maciel

SERVIÇO:

Exposição: LOCUS – pinturas de Adriana Maciel

Local: Galeria 1 e 2 Museu Da Cultura Cearense, Centro Dragão do Mar- Fortaleza

Endereço Rua Dragão do Mar, 81- Praia de Iracema- Fortaleza

Informações:(85) 3488-8621 – (85) 3488.8611 | mcc@dragaodomar.org.br

Abertura da exposição: 14 de fevereiro às 19h com visita guiada com a artista e interprete de Libras e lançamento do catálogo.

Período De 15 de fevereiro a 07 de abril de 2019

Horário: aberto das terças às sextas, das 9h às 19h (acesso até 18h30), e aos sábados e domingos, das 14h às 21h, (acesso até 20h30).

Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita

Acesso para pessoas com deficiência

Informações gerais Oficina de pintura dia 15, 16 e 17 de fevereiro das 14h às 17h30.

Agendamento educativo: visitas mediadas com acesso para grupos com necessidade de atendimento especial e oficina com agendamento prévio gratuito

Contato: (85)3488-8621- de segunda a sexta, das 9h às 17h.

E-mail: educamcc@gmail.com – agendamentomuseus@gmail.com

Publicidade

Bloco Camaleões do Vila realiza ensaio aberto um fim de semana antes do pré-carnaval

Por raquelsouza em Eventos

25 de Janeiro de 2019

O pré-carnaval de Fortaleza ainda não começou oficialmente, mas os ensaios já estão a todo vapor. Para os foliões que não aguentam mais esperar, o bloco Camaleões do Vila realiza ensaio aberto no próximo sábado (26), no Reggae Clube, às 17h.

O ensaio é gratuito e o Camaleões do Vila traz um repertório que promete animar o público, misturando estilos musicais que dão o ritmo do carnaval, como samba, axé, pop e até MPB. A Onda verde, como é conhecido o bloco, está se preparando para o pré-carnaval da Praia de Iracema, que acontece nos dias 2, 9, 16 e 26 de fevereiro, na avenida Raimundo Girão.

Segundo o presidente do Camaleões do Vila, Tiago Nóbrega, a bateria se prepara o ano inteiro para dar o melhor ao público cearense. “Ensaiamos durante meses para manter a qualidade e apresentar essa animação que é tão característica do Camaleões do Vila. O ensaio aberto é uma prévia do que os foliões vão encontrar na Praia de Iracema”, diz Tiago.

Serviço: Ensaio aberto do Camaleões do Vila

Data: 26 de janeiro de 2019

Horário: 17h

Local: Reggae Clube (R. José Avelino, 508 – Praia de Iracema)

Entrada gratuita

Publicidade

Natal do Bem, do LIDE Ceará, realiza leilão de obras de artistas brasileiros e internacionais em prol da solidariedade

Por raquelsouza em Sem categoria

19 de novembro de 2018

O Natal do Bem do LIDE Ceará acontece no próximo dia 22 de novembro, a partir das 10 horas. O evento pretende sensibizar a iniciativa privada para programas comunitários. Na ocasião, haverá um leilão de 18 obras de arte, doadas por colecionadores para promover a solidariedade. O leilão terá pinturas, gravuras e esculturas. Todo o valor arrecadado será repassado a quatro instittuições: Edisca, Instituto Beatriz e Lauro Fiúza (IBLF), Casa Ronaldo Pereira e Creche São Judas Tadeu. O evento tem o patrocínio do Grupo Servtec e apoio da C Rolim Engenharia e Galeria Multiarte.

“Esse evento é realizado há 15 anos pelo LIDE Global e já beneficious inúmeras instituições. Resolvemos realizá-lo pela primeira vez em nosso Estado e temos certeza da adesão de nossos filiados e convidados a causa”, explica Emília Buarque.

Max Perlingeiro, diretor do Lide Cultura e empresário do setor com 3 galerias de arte no país, foi o responsável por conseguir as obras leiloadas. “Como colecionador, posso garantir que gostaria de ter todas em minha casa”, explica. Haverá obras dos artistas nacionais e internacionais: Antônio Bandeira, Bruno Giorgi, Carlos Araújo, Cláudio Tozzi, Cláudio Valério Teixeira, Efrain Almeida, Gonçalo Ivo, Jaildo Marinho, Jack Brusca (EUA), John Nicholson (EUA), Luiz Ernesto, Milton Eulálio, Raimundo Cela, Sérvulo Esmeraldo, Sônia Gomes, Vicente Leite.

EDISCA

Fundada em 1991 pela bailarina e coreógrafa Dora Andrade, Edisca promove o desenvolvimento humano e cidadão de crianças e adolescentes, através de uma pedagogia transformadora com centralidade na arte. Atualmente atende 400 crianças e jovens.

www.edisca.org.br

IBLF

Fundado em 2012, o Instituto Beatriz e Lauro Fiúza – IBFL promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes em zonas de alta vulnerabilidade, através da música e karatê, como ferramentas de transformação social. Ao todo, já foram atendidos 600 alunos com idades entre 4 e 20 anos.

www.iblf.org.br

CASA RONALDO PEREIRA

A Casa Ronaldo Pereira faz parte projeto de promoção humana do Shalom, com o objetivo de levar o evangelho Jesus às crianças e seus familiares, além de oferecer reforço escolar, aulas de arte, culminaria e idiomas.

@casaronaldopereira

CRECHE SÃO JUDAS TADEU

A União dos Moradores do Conjunto João Paulo II, constituída desde 1996, é  resultado da mobilização de 3.000 famílias de baixa renda, residentes no bairro Jangurussu, antigo aterro sanitário da cidade de Fortaleza. Para atender as necessidades das mães trabalhadoras que não tinham com quem deixar seus filhos para realizarem qualquer atividade produtiva, foi criada a Creche São Judas Tadeu, que acolhe 86 crianças de 0 a 5 anos em período integral, com orientação pedagógica, atividades de recreação, estímulo ao desenvolvimento psicomotor e fornecimento de 4 refeições diárias. Além das crianças atendidas no período integral, outras 300 crianças, na faixa de 6 a 12, são beneficiadas com fornecimento de sopa, que para a maioria delas é a única refeição do dia.

Sobre o LIDE Ceará

O LIDE CEARÁ é um grupo de líderes empresariais multisetorial, independente, apartidário, com alta conectividade e com foco no desenvolvimento socioeconômico. O objetivo do grupo é ampliar o ambiente de negócios e as oportunidades, conectando e dando projeção para as empresas, debatendo temas diversos, influenciando e defendendo posicionamentos. O LIDE CEARÁ tem agenda mensal, de fevereiro a novembro, com conteúdo de altíssimo nível e acesso aos principais expoentes do país no campo empresarial e no poder público.

O LIDE nas unidades internacionais (China, Itália, Alemanha, Portugal, EUA, Argentina, Paraguai, dentre outras), representa um ambiente seguro para negócios e desenvolvimento, especialmente entre o mundo e a forte presença do grupo na América Latina, com destaque para o Brasil. A organização está presente nos cinco continentes.

leia tudo sobre

Publicidade

Inec lança Campanha Natal sem Fome 2018

Por raquelsouza em Lançamento

17 de outubro de 2018

Quase 15 milhões de brasileiros estão abaixo da linha da pobreza mas poderão ter um Natal diferente, com comida. Para arrecadar alimentos não perecíveis para a população que tanto necessita será lançada, neste domingo (21), a partir das 8 horas, no Parque do Cocó, a Campanha Natal sem Fome 2018. A iniciativa terá lançamentos em vários estados do país entre os dias 14 e 21 de outubro. No Ceará, o evento contará com apresentações culturais, sensibilização do público para a problemática da fome e incentivo a doações.

A meta de arrecadação nacional será de duas mil toneladas de alimentos não perecíveis, sendo 25 toneladas apenas no estado do Ceará. A população poderá doar alimentos no dia 21 de outubro, domingo, no Parque do Cocó, e também  por meio de hotsite e nos postos de arrecadação até o dia 17 de dezembro. Confira os locais de arrecadação em www.inec.org.br.

Promovida nacionalmente pela ONG Ação da Cidadania e desenvolvida no Ceará pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec), Comitê Estadual desde 2003, a Campanha Natal Sem Fome envolve parceiros e todos os mais de sete mil empregados do Inec – distribuídos por toda a região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo – em uma grande rede de solidariedade.

Em âmbito nacional a ação conta com a parceria de duas agências da ONU, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA). Organizações e empresas como Banco do Nordeste do Brasil S.A., Oxfam, Mastercard, B2W, Lojas Americanas, iFood e Ancar Shoppings também participarão nacionalmente de toda a Campanha. No Ceará a iniciativa conta, ainda, com parceria da Defesa Civil do Ceará, Sodexo, Camed, Sesc, C.Rolim Engenharia, Rede ODS Ceará, Rede de Mulheres Empreendedoras Sustentável (Remes) e Governo do Estado do Ceará.

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec, que completa 25 anos em 2018, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver projetos socioambientais nos eixos Educação e Cultura e Desenvolvimento Comunitário.

 

Sobre a fome no Brasil

Pelo terceiro ano consecutivo, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) anunciou um aumento no número de pessoas que sofrem de fome. No caso da América Latina e do Caribe, 39,3 milhões de pessoas vivem subalimentadas na região, um aumento de 400 mil pessoas desde 2016.

Segundo O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo 2018 (SOFI), em nível mundial quase 821 milhões de pessoas – cerca de uma em cada nove – foram vítimas da fome em 2017, um aumento de 17 milhões em relação ao ano anterior.

De acordo com José Graciano da Silva, diretor-geral da FAO, dados recentes divulgados pela Pnad Contínua, do IBGE, entretanto, sinalizam um aumento da extrema pobreza no país em cerca de 11% de 2016 para 2017 (de 13,3 para 14,8 milhões de pessoas). Tal incremento da pobreza extrema poderá, sim, refletir no aumento do número de pessoas que passam fome no país.

Como  e onde doar?

 

  • Sede do Inec (Av. Dr. Silas Munguba, 3500 – Itaperi. Fone: 85 3209.9200)

  • Unidades do Banco do Nordeste e todos os pontos de atendimento dos Programas Agroamigo e Crediamigo

  • North Shopping Fortaleza – Fortaleza

  • North Shopping Jóquei – Fortaleza

  • Via Sul Shopping – Fortaleza

  • North Shopping Maracanaú

 

Doações também podem ser realizadas pelo site www.natalsemfome.org.br (via cartão de crédito ou boleto), de 21 de outubro a 17 de dezembro.

 

A entrega dos alimentos será feita nos dias 21, 22 e 23 de dezembro em todos os estados participantes através da rede de comitês da Ação da Cidadania em todo o país, fazendo o alimento chegar a centenas de milhares de famílias em situação de insegurança alimentar.

Sobre a Ação da Cidadania

 

Nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias. Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

 

Serviço:

Lançamento da Campanha Natal sem Fome 2018

Data: 21 de outubro de 2018

Local: Tenda Natal sem Fome no Parque do Cocó (Av. Padre Antônio Tomás, s/n – Cocó)

Horário: a partir de 8 horas

Mais informações: www.inec.org.br / (85) 3209.9237 (Gerência Socioambiental e de Comunicação do Inec)

Publicidade

IV Encontro de Corais da Unimed Fortaleza reúne mais de 20 grupos vocais da cidade

Por raquelsouza em Cultura

18 de setembro de 2018

Durante três noites os fortalezenses poderão ouvir boa música assistindo às apresentações gratuitas de mais de 20 corais da cidade no IV Encontro de Corais da Unimed Fortaleza. O evento começa nesta terça-feira (18) e segue até quinta-feira (20), no auditório da sede da cooperativa (Avenida Santos Dumont, 949), de 19h30 às 21h30.

Com o objetivo de promover o intercâmbio cultural e a integração entre os grupos, a Unimed Fortaleza recebe na primeira noite de evento o Coral Harmonia Coral Vozes da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Coral da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT), Coral da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (ADUFC) e o Coral Vozes da Unimed Fortaleza.

Na quarta-feira (19), será a vez dos corais: Eu Tu Nós Vozes, Coral da Santa Casa de Misericórdia, Coral MiX, Verdes Vozes, Coral da SEFAZ, Coral do BNB Club e Coral da Unifor se apresentarem no palco do encontro. Na última noite (20), o público apreciará os grupos Coral Infantil do Colégio Santa Cecília, Coral Cativar, Coral do HEMOCE, Coral Universidade Sem Fronteiras, Coral da APÁ, Moenda de Canto e Coral da AFABEC.

O IV Encontro de Corais celebra os 25 anos do Coral da Unimed Fortaleza, o primeiro coral do Sistema Unimed no Brasil. O grupo surgiu com a finalidade de proporcionar ações culturais e integrá-las com as atividades de saúde, tendo a participação de médicos cooperados e colaboradores da instituição.

 

Serviço

IV Encontro de Corais Unimed Fortaleza

Datas: 18, 19 e 20 de setembro

Horário: 19h30 às 21h30

Local: Auditório da Sede da Unimed Fortaleza (Av. Santos Dumont, 949 – Aldeota)

Gratuito

Publicidade

Encenna apresenta o espetáculo musical O Concunda de Notre Dame

Por raquelsouza em Teatro

12 de setembro de 2018

A escola de Teatro Encenna apresenta  “O Corcunda de Notre Dame – O Musical”,  dia  15 de setembro no Teatro Via Sul com adaptação e direção geral de Aurélio Barros. O Espetáculo é inspirado em uma das obras mais famosas de Victor Hugo, seu romance, Notre Dame de Paris, lançado em 1831, considerado o maior romance histórico do autor.

Narra a história do amor altruísta de Quasimodo, deficiente sineiro da catedral de Notre Dame, pela cigana Esmeralda. Quasímodo sonha em sair da Catedral para participar do “Festival dos Tolos”, e finalmente é instigado pelos amigos a fugir, aproveitando-se da ausência do poderoso Claude Frollo, homem que o criou desde a infância.

A trama se fortalece com os planos cruéis do arquidiácono Frollo e de seus subordinados para deter os ciganos que vivem no pátio dos milagres. Uma reviravolta faz brotar o amor entre o Capitão Phoebus, militar convocado da guerra para perseguir e prender os ciganos e a jovem Esmeralda.

Uma história arrebatadora, em que, medo e coragem, fé e justiça se misturam, levando o expectador a perceber a superação sobre as limitações acerca das deficiências múltiplas, a repensar sua compreensão estética entre o feio e o belo, bem como enaltecer o amor como meio de superação das deficiências humanas.

O Musical conta ainda com a participação especial do Coral “Soul Cantor” do Conservatório de Música Alberto Nepomuceno sob a direção musical de Domízia Almeida e arranjos de Alvany Silva.

 

Serviço: O Corcunda de Notre Dame – O Musical

Data:  15 de setembro

Local: Teatro Via Sul

 

Publicidade

CowParade já arrecadou mais de R$ 6 milhões para ações de responsabilidade social

Por raquelsouza em Cultura

10 de setembro de 2018

Sucesso e referência de arte urbana em todo o mundo, CowParade Brasil chega a Fortaleza e segue com inscrições abertas até 13 de setembro

 

Considerado um dos maiores eventos contemporâneos de exposição de arte a céu aberto do mundo, a CowParade Brasil chega a Fortaleza a partir do dia 9 de novembro. Toda a beleza das vaquinhas coloridas que, ao longo dos últimos anos, percorreram o mundo, vão invadir as ruas da capital cearense, despertando ainda mais o fascínio pela arte urbana e levantando recursos para projetos sociais. O evento é uma iniciativa da Toptrends, que detém os direitos de licenciamento da CowParade no Brasil.

Além de embelezar a cidade e promover a valorização da cultura, a CowParade tem um caráter social. Ao final de cada edição, as peças são leiloadas e o valor arrecadado é destinado para instituições beneficentes. No Brasil, o projeto já arrecadou e doou mais de R$ 6 milhões para ações de responsabilidade social. Ao redor do mundo, mais de 10.000 artistas já participaram da CowParade e estima-se que mais de 500 milhões de pessoas tenham visto uma das esculturas. No total, mais de US$ 35 milhões foram levantados para entidades beneficentes através do leilão das peças.

As inscrições seguem até o dia 13 de setembro. Pintores, escultores, grafiteiros, artesãos, arquitetos, designers e pessoas criativas podem enviar seus projetos para a seleção da edição da CowParade em Fortaleza. O evento irá selecionar projetos e espera atrair artistas que poderão expressar todo seu talento e criatividade numa escultura de vaca feita em fibra de vidro e em tamanho natural. Os interessados em participar podem realizar inscrições gratuitamente no site www.cowparade.com.br

Publicidade

Com mais de 10.000 artistas participantes, a CowParade é o maior evento de arte a céu do mundo e está com inscrições abertas em Fortaleza

Por raquelsouza em Internacional

26 de agosto de 2018

Com seletiva aberta até 13 de setembro, a CowParade é incentivadora da arte em todo mundo

A expectativa pela chegada das famosas vaquinhas da CowParade em Fortaleza é cada dia maior. Em sua 12ª edição no Brasil, a CowParade promete embelezar a capital cearense. A partir do dia 9 de novembro, as vaquinhas coloridas que, ao longo dos últimos anos, percorreram o mundo, vão invadir as ruas da capital cearense, despertando ainda mais o fascínio pela arte urbana e levantando recursos para projetos sociais. As inscrições para participar da seletiva já estão abertas e seguem até o dia 13 de setembro

Considerado um dos maiores eventos de arte a céu aberto do mundo, a CowParade surgiu em 1998, quando o artista suíço Pascal Knapp criou diversas esculturas em formato de vaca com a intenção de provocar o riso. De lá para cá, foram criadas mais de 5 mil esculturas de vacas em todos os continentes. No Brasil, o evento é idealizado pela Toptrends, empresa brasileira criada, em 2004, com a missão de democratizar a arte e a cultura através de projetos especiais.

Ao todo, serão expostas em Fortaleza 55 vaquinhas nos mais diversos pontos da cidade. O evento convoca pintores, escultores, grafiteiros, artesãos, arquitetos, designers e pessoas criativas para enviar seus projetos para a seleção. Os interessados em participar podem realizar inscrições gratuitamente no site www.cowparade.com.br

Publicidade

Com mais de 10.000 artistas participantes, a CowParade é o maior evento de arte a céu do mundo e está com inscrições abertas em Fortaleza

Por raquelsouza em Internacional

26 de agosto de 2018

Com seletiva aberta até 13 de setembro, a CowParade é incentivadora da arte em todo mundo

A expectativa pela chegada das famosas vaquinhas da CowParade em Fortaleza é cada dia maior. Em sua 12ª edição no Brasil, a CowParade promete embelezar a capital cearense. A partir do dia 9 de novembro, as vaquinhas coloridas que, ao longo dos últimos anos, percorreram o mundo, vão invadir as ruas da capital cearense, despertando ainda mais o fascínio pela arte urbana e levantando recursos para projetos sociais. As inscrições para participar da seletiva já estão abertas e seguem até o dia 13 de setembro

Considerado um dos maiores eventos de arte a céu aberto do mundo, a CowParade surgiu em 1998, quando o artista suíço Pascal Knapp criou diversas esculturas em formato de vaca com a intenção de provocar o riso. De lá para cá, foram criadas mais de 5 mil esculturas de vacas em todos os continentes. No Brasil, o evento é idealizado pela Toptrends, empresa brasileira criada, em 2004, com a missão de democratizar a arte e a cultura através de projetos especiais.

Ao todo, serão expostas em Fortaleza 55 vaquinhas nos mais diversos pontos da cidade. O evento convoca pintores, escultores, grafiteiros, artesãos, arquitetos, designers e pessoas criativas para enviar seus projetos para a seleção. Os interessados em participar podem realizar inscrições gratuitamente no site www.cowparade.com.br