Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

celular

Dica Digital: Celular é o adereço mais usado no carnaval, veja dicas de cuidados;

Por raquelsouza em Produtos

18 de Fevereiro de 2019

O carnaval é uma das datas mais esperada pelos brasileiros. São dias de muita folia, diversão e, claro, que o celular é indispensável para registrar cada momento e compartilhar nas redes sociais, o que o torna o adereço principal para a folia. Com isso, exige uma atenção redobrada com o aparelho para mantê-lo em dia e seguro de furtos e roubos.

“Durante o carnaval é muito comum recebermos aparelhos com a tela quebrada causada por queda após uma tentativa de selfie ou até mesmo por falta de atenção às aglomerações”, diz Rodrigo Bonacorso, gerente de laboratório da Hashtec, rede de microfranquias especializada em reparos rápidos de celulares. Além de telas trincadas, o gerente comenta que muitos celulares chegam danificados por água e areia.

Confira abaixo as dicas do especialista da Hashtec para cuidar bem do seu smartphone durante o carnaval, seja em meio à multidão na folia dos bloquinhos ou nas praias, clubes e piscinas.

Cada folia é um flash e uma selfie
Cuidado ao tirar selfie com os amigos para não derrubar o aparelho no chão e trincar a tela, as capas protetoras são essenciais em caso de quedas. Evite também deixar o aparelho na mesa próximo a líquidos, sempre tem o amigo distraído que esbarra no copo e derrama toda bebida. Caso isso aconteça, seque o excesso do líquido com um pano limpo imediatamente e o mantenha desligado por algumas horas até que seque totalmente. É verdade que o arroz absorve o líquido, mas cuidado! Já recebemos aparelhos com arroz dentro do conector de carga. Se for secar o aparelho com o secador, não utilize o ar quente para não superaquecer a bateria. Se continuar danificado, leve a uma assistência técnica de confiança para realizar o reparo.

Segurança
Essa época do ano aumenta o volume de perdas, furtos e roubos. Para não terminar o carnaval no prejuízo, fique atento às aglomerações, evite andar nas ruas com o celular no bolso de trás da roupa e deixar em cima da mesa durante uma festa que há pessoas que você não conheça bem.

Sol e carro fechado
Deixar o celular exposto ao sol pode esquentá-lo e danificar a bateria. Guardá-lo no carro fechado durante o calor do dia também não é a melhor opção, pois cria-se o efeito estufa. Carregue o aparelho sempre com você dentro de uma bolsa ou capa protetora e que fique de preferência na sombra. Se esquecer ao sol ou dentro do carro, feche todos os aplicativos, desligue o celular de imediato e tire a bateria se possível.

Praia, maresia e areia
A praia possui muitos fatores que podem prejudicar um celular. Lembre-se novamente de não deixá-lo exposto às altas temperaturas e opte por uma capa protetora impermeável ou própria para mergulho para tirar fotos à vontade próximo ao mar. Jamais deixe o aparelho em cima da canga ou fora de uma bolsa se não estiver utilizando, a areia arranha a tela do celular e danifica o touchscreen que é sensível, além de danificar o conector de carga e fone de ouvido.

Publicidade

Aplicativo vai agilizar acesso dos pequenos negócios às compras públicas

Por raquelsouza em Empreendedorismo

26 de Janeiro de 2019

A nova ferramenta, que é resultado de acordo de cooperação do Sebrae com o governo federal, estará disponível nesta sexta-feira (25) para as micro e pequenas empresas

Os pequenos negócios terão acesso mais rápido às oportunidades de participar de aquisições públicas, realizadas no Comprasnet, com o lançamento, nesta sexta-feira (25), do aplicativo Comprasnet Mobile. A nova ferramenta faz parte do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Sebrae e o Ministério da Economia com o objetivo de modernizar os sistemas de compras do governo federal. Com o App, que é gratuito, as micro e pequenas empresas podem conhecer mais rapidamente as oportunidades de negócio com o poder público.

Desenvolvido pelo Serpro, o aplicativo estará disponível para pregões, inicialmente. “O APP vai levar a compra pública para um maior número de fornecedores que já estão no Comprasnet e desejam fazer pesquisas rápidas, e também para os que ainda não conhecem esse mercado”, explica a analista de políticas públicas do Sebrae, Denise Donati. De acordo com ela, em breve a ferramenta também será utilizada para cotações eletrônicas. Caso o usuário queira enviar a proposta, ele terá que fazê-lo por meio de computador.

Hoje, apenas 300 mil empresas estão cadastradas no Comprasnet. “Esperamos que, com o aplicativo, esse número aumente”, afirma a analista do Sebrae. “Queremos ampliar o número de fornecedores do governo e permitir que os pequenos negócios passem a contar com novas oportunidades para o seu negócio”, acrescenta Denise, ressaltando que o aplicativo é uma forma de popularizar e simplificar o processo de compras governamentais.

Segundo o coordenador-geral dos sistemas de compras governamentais do Ministério da Economia, Daniel Rogério, o aplicativo dará às micro e pequenas empresas acesso mais rápido aos processos licitatórios. “O aplicativo vai facilitar o trabalho dos pequenos negócios, que agora poderão acompanhar as compras publicadas por meio de celular”, observa Daniel. “Além disso, os empreendedores podem contar com informações exclusivas sobre as compras que mais interessam ao perfil da sua empresa, por meio de um filtro”, explica o coordenador. Caso o negócio não se encaixe no edital disponível, ou a compra não seja de seu ramo, o usuário poderá encaminhar para outros fornecedores.

O fornecedor poderá instalar o aplicativo disponível nas versões de sistema operacional Android 4.1 ou superior e iOS9 ou superior, por meio das lojas Google Play e Apple Store, pesquisando por Comprasnet.

As funcionalidades disponíveis no aplicativo:

Central de Mensagens – Envia informações sobre o Comprasnet, novidades, avisos de manutenções programadas, lançamentos e orientações;

Filtros – Permite a configuração de filtros e o recebimento de avisos sobre as licitações publicadas no dia.

Licitações – Possibilita a visualização de detalhes das licitações, como objeto, órgão licitante, data limite para entrega da proposta, item (ns) licitado (s), entre outros.

Download do Edital – Permite realizar o download do edital.

Compartilhar Licitações – Possibilita o envio das informações da licitação, contendo o link para visualizar os itens e realizar o download do edital, por e-mail e redes sociais.

Publicidade

Mercado de celulares segue em queda no terceiro trimestre de 2018, segundo a IDC Brasil

Por raquelsouza em Tecnologia

15 de Janeiro de 2019

Foram 11,49 milhões de aparelhos vendidos, 7% a menos do que o mesmo período de 2017; Smartphones intermediários premium são os preferidos do consumidor

O mercado de celulares no Brasil caiu 7% no terceiro trimestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017. É o que mostra o estudo IDC Brazil Mobile Phone Tracker Q3,realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações. De julho a setembro, foram vendidos 11,49 milhões de aparelhos, sendo 10,8 milhões de smartphones e 617 mil feature phones. Foi o menor volume de vendas registrado em 2018: no primeiro trimestre foram vendidos 12,07 milhões de aparelhos e, no segundo trimestre, 12,05 milhões, quedas de 1,8% e 5,5%, respectivamente, em relação aos mesmos períodos de 2017.

Renato Murari de Meireles, analista de mercado em Mobile Phones & Devices da IDC Brasil, explica que, tradicionalmente, há uma desaceleração no terceiro trimestre. Segundo ele, o consumidor tende a comprar menos nesse período do que no início do ano, quando aproveita as promoções e liquidações de verão, ou no segundo trimestre, quando há uma data comemorativa de grande apelo comercial como o dia das mães. “Em 2018, além dessa questão histórica, as vendas do terceiro trimestre foram impactadas pela instabilidade de dólar, proximidade das eleições e incertezas políticas”, explica o analista da IDC.

Apesar do consumo travado, quem fez compras preferiu smartphones intermediários premium, que custam entre R$ 1.100 e R$ 1.999. Essa categoria cresceu 56% no terceiro trimestre de 2018. O ticket médio dos smartphones também aumentou e foi para R$ 1.340, 19,9% a mais que o terceiro trimestre de 2017. “O consumidor está investindo em aparelhos de tela com borda infinita, mais memória e câmera mais potente, modelos que também têm sido impulsionados pela indústria, com vários lançamentos”, revela Meireles.

No caso dos feature phones, o ticket médio aumentou 29,5% e eles passaram a custar, em média, R$ 145. “As fabricantes, principalmente as brasileiras, continuam lançando celulares básicos e ganhando o mercado, enquanto menos “aventureiros” estão entrando para o segmento”, diz o analista da IDC.

No terceiro trimestre de 2018, a receita total do mercado de celulares foi de R$ 14,672 bilhões, sendo R$ 14,583 bilhões gerados pelas vendas de smartphones e R$ 89,2 milhões de feature phones.

 

Expectativas

 

Para o quarto e último trimestre de 2018, a IDC Brasil prevê baixa de 10,5% nas vendas de smartphones, com 11,26 milhões de aparelhos, e 6,9% a menos nas vendas de feature phones, com 731,7 mil unidades. “Apesar da queda na comparação com o mesmo período de 2017, esperamos crescimento em relação ao terceiro trimestre de 2018, com alta de 3,6% para smartphones e 18,6% para feature phones, como consequência da Black Friday e do Natal”, finaliza o analista.

 

Acompanhe a IDC no LinkedIn – https://www.linkedin.com/company/8184347

 

Sobre a IDC

A International Data Corporation (IDC) é líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e eventos para os mercados de tecnologia da informação, telecomunicações e tecnologia de consumo.

Com mais de 1.100 analistas em todo o mundo, a IDC fornece conhecimentos globais, regionais e locais sobre tendências e oportunidades em tecnologia e indústria em 110 países.

A análise e o conhecimento da IDC ajudam os profissionais de TI, executivos e a comunidade de investimentos a tomar decisões fundamentadas sobre a tecnologia e atingir os principais objetivos comerciais.

Fundada em 1964, a IDC é uma subsidiária da IDG, a principal empresa de tecnologia, pesquisa e mídia de eventos do mundo.

Para saber mais sobre IDC, visite www.idc.com e www.idclatin.com.

Publicidade

Vivo anuncia parceria com a Bodytech e lança aplicativo de treino que transforma o celular em uma academia de bolso

Por raquelsouza em Fitness

07 de dezembro de 2017

 

Vivo BTFIT, app da Bodytech Company, monta treinos com exercícios de acordo com o local, objetivo e tempo disponível do usuário

São Paulo, 07 de dezembro de 2017 – A Vivo anuncia hoje o lançamento do Vivo BTFIT, aplicativo da rede de academias Bodytech para treinar a qualquer hora, em qualquer lugar. O app oferece um personal trainer online, que cria treinos com exercícios de acordo com o local onde o usuário está (em casa, na academia ou ao ar livre), com ou sem equipamentos. O algoritmo do serviço gera treinos individualizados, com base em objetivos, histórico de atividades e tempo disponível do usuário.

Ao baixar o app, o cliente tem acesso grátis a aulas coletivas de quatro modalidades (Abdominal, Mat Pilates, Cardio Dance e 20 Min Workout), que são atualizadas diariamente. Além disso, quem assinar o app tem acesso ao Personal Trainner Online e a mais duas modalidades de aulas coletivas (Ballet Fitness e Yoga).

Clientes móveis da Vivo que contratarem o serviço têm ainda um benefício exclusivo: isenção da taxa de matrícula em qualquer uma das mais de 50 academias da rede Bodytech em todo o país. O app, cujo embaixador é o Bernardinho, já tem mais de 4.200 vídeos e mais de 1,5 milhão downloads.

Para assinar o Vivo BTFIT, os clientes móveis da Vivo devem enviar um SMS com a palavra BTFIT para 244 e fazer a assinatura mensal por R$ 11,99. Já a assinatura semanal custa R$ 3,99 e para contratar basta enviar a palavra BT para 244.

Com o lançamento do Vivo BTFIT, a Vivo contribui para transformar o celular em uma ferramenta para a democratização do acesso à informação sobre saúde, qualidade de vida e bem-estar.

Publicidade

Uber é o aplicativo de transporte de passageiro mais usado no Brasil

Por raquelsouza em Aplicativos

06 de agosto de 2017

Dentre apps de mapas, Google Maps lidera

 “Vou de Uber!”. Essa frase já se tornou comum em algumas cidades brasileiras, e isso tem um motivo. Pesquisa do CONECTA revela que o Uber é usado por 54% dos internautas brasileiros, o que o torna o app mais utilizado no país. Esse é o resultado do CONECTAí Express, pesquisa online nacional, multiclientes.

Confira quais são os apps mais utilizados

O Uber é usado sobretudo por homens, jovens entre 25 e 34 anos, moradores do Nordeste e internautas das classes A e B. Por sua vez, os internautas que mais usam o 99Taxis estão no Sudeste e pertencem a classe A. O estudo mostra também que 43% dos usuários de internet não têm app de transporte de passageiro.

Mapas
O CONECTA também perguntou aos internautas qual aplicativo de mapas/GPS usam. O Google Maps é o mais citado, com 85% das menções.

A pesquisa aponta que o Waze é usado, principalmente, por internautas com mais de 55 anos, da classe A e moradores do Sudeste.

Transporte público
Já em relação ao transporte público há ainda muito espaço para crescimento dos aplicativos, já que 76% dos internautas dizem que não têm um app desse serviço. O mais citado é o Moovit, mas apenas por 9% dos entrevistados.

Sobre a pesquisa
A pesquisa foi realizada com 2.000 internautas em junho de 2017 por meio do CONECTAí Express, pesquisa trimestral, online, multiclientes, com cobertura nacional, que permite responder a qualquer tipo de pergunta de forma exclusiva, rápida e econômica.

Sobre o CONECTA
CONECTA é a plataforma web do IBOPE Inteligência. Seu foco está na fusão do melhor da pesquisa online tradicional, tecnologia para gestão de painéis online – CONECTAí – e soluções interativas e inovadoras de marketing digital. Acesse nosso site e cadastre-se! Acumule pontos, troque por prêmios e concorra a sorteios. Transforme o mundo com a sua opinião e com as suas ideias! www.conectaibrasil.com.br

Fortaleza 

Em Fortaleza, o serviço começou a ser oferecido em abril de 2016. Apesar de não ter regulamentação na capital cearense, alguns motoristas conseguiram autorização da Justiça para realizar o transporte de passageiros sem a interferência da fiscalização exercida pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e Autarquia Municipal de Trânsito (AMC).

Os motoristas podem dirigir seus próprios carros, um carro de outra pessoa ou mesmo um veículo alugado. Segundo a empresa de transporte, são mais de 50 mil motoristas cadastrados. Além de Fortaleza, o serviço está presente em outras 60 cidades do país.

 

 

Publicidade

Uber é o aplicativo de transporte de passageiro mais usado no Brasil

Por raquelsouza em Aplicativos

06 de agosto de 2017

Dentre apps de mapas, Google Maps lidera

 “Vou de Uber!”. Essa frase já se tornou comum em algumas cidades brasileiras, e isso tem um motivo. Pesquisa do CONECTA revela que o Uber é usado por 54% dos internautas brasileiros, o que o torna o app mais utilizado no país. Esse é o resultado do CONECTAí Express, pesquisa online nacional, multiclientes.

Confira quais são os apps mais utilizados

O Uber é usado sobretudo por homens, jovens entre 25 e 34 anos, moradores do Nordeste e internautas das classes A e B. Por sua vez, os internautas que mais usam o 99Taxis estão no Sudeste e pertencem a classe A. O estudo mostra também que 43% dos usuários de internet não têm app de transporte de passageiro.

Mapas
O CONECTA também perguntou aos internautas qual aplicativo de mapas/GPS usam. O Google Maps é o mais citado, com 85% das menções.

A pesquisa aponta que o Waze é usado, principalmente, por internautas com mais de 55 anos, da classe A e moradores do Sudeste.

Transporte público
Já em relação ao transporte público há ainda muito espaço para crescimento dos aplicativos, já que 76% dos internautas dizem que não têm um app desse serviço. O mais citado é o Moovit, mas apenas por 9% dos entrevistados.

Sobre a pesquisa
A pesquisa foi realizada com 2.000 internautas em junho de 2017 por meio do CONECTAí Express, pesquisa trimestral, online, multiclientes, com cobertura nacional, que permite responder a qualquer tipo de pergunta de forma exclusiva, rápida e econômica.

Sobre o CONECTA
CONECTA é a plataforma web do IBOPE Inteligência. Seu foco está na fusão do melhor da pesquisa online tradicional, tecnologia para gestão de painéis online – CONECTAí – e soluções interativas e inovadoras de marketing digital. Acesse nosso site e cadastre-se! Acumule pontos, troque por prêmios e concorra a sorteios. Transforme o mundo com a sua opinião e com as suas ideias! www.conectaibrasil.com.br

Fortaleza 

Em Fortaleza, o serviço começou a ser oferecido em abril de 2016. Apesar de não ter regulamentação na capital cearense, alguns motoristas conseguiram autorização da Justiça para realizar o transporte de passageiros sem a interferência da fiscalização exercida pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e Autarquia Municipal de Trânsito (AMC).

Os motoristas podem dirigir seus próprios carros, um carro de outra pessoa ou mesmo um veículo alugado. Segundo a empresa de transporte, são mais de 50 mil motoristas cadastrados. Além de Fortaleza, o serviço está presente em outras 60 cidades do país.