Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

Apps

22% dos usuários da nova rede social brasileira Status estão na região Nordeste

Por raquelsouza em Aplicativos, Marketing Digital

17 de outubro de 2018

 

as cidades que mais baixaram o aplicativo que pretende desbancar o Instagram estão: São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia e Ceará.

O aplicativo Status vem como alternativa ao Instagram e permite a escolha da cor do feed, a visualização de conteúdos por interesse e localização, além de ligações entre os usuários. Em menos de três meses disponível em uma versão Beta para Android, iOS e web, o Status soma mais de 40 mil usuários.

Na região Sudeste está o maior número de usuários 32,50%, a região Sul (28,50%), Nordeste (22%), Centro-Oeste (11%) e Norte (6%). Entre as quatro cidades que mais baixaram o aplicativo estão: Paraná (14,5%), São Paulo (13,2%), Rio de Janeiro (11,6%), Santa Catarina (8,9%), Bahia (7,0%) e Ceará  (4,1%).

“Com base em estudos mundiais de crescimento de usuários na internet, principalmente em redes sociais, o Status foi criado para atender a necessidade dos usuários em se conectar com pessoas e comunidades de diversos locais (cidades, estados e países) que possuam os mesmos interesses”, conta Oziel Figueiredo, CEO da Plug Apps, empresa idealizadora e desenvolvedora do aplicativo.

Os diferenciais do aplicativo

O Status é uma rede social que se adapta aos interesses e à localização de cada um, ou seja, o usuário tem a liberdade de ver no seu feed apenas o que quiser e de onde quiser, sem ser bombardeado por informações que não são relevantes para ele. Mas a customização do app vai além disso:

Cor do feed – o processo já começa na hora que o usuário se cadastra na rede e pode escolher entre 15 cores a que mais lhe agrada para o feed.

Interesses – sem dúvida, é um dos principais diferenciais do app. O usuário pode selecionar os preferidos entre mais de 30 temas disponíveis, que vão desde Fé até Política. O formato da ferramenta é inteligente e entrega sugestões de perfis a serem seguidos de acordo com o interesse cadastrado pela

“Mesmo que o usuário siga um perfil, ele só visualizará o post se tiver registrado dentro de sua área de interesse”, explica Oziel, que acrescenta: “O formato ajuda a valorizar os produtores de conteúdo, geram identificação e engajamento de seus seguidores porque são direcionadas para seu público-alvo”.

Localização – a rede permite que seja criada conexão em determinado bairro, cidade, estado ou país. Para isso, basta que o usuário altere a localização para a área.

Uma opção para as Prefeituras

O CEO da Plug Apps afirma que esse formato irá promover turismo, aproximar culturas e entregar ao usuário opções de pessoas e eventos com os mesmos interesses na região em que ela estiver. Por exemplo: uma pessoa que sai de São Paulo e vai para Belém do Pará pode fazer sua programação de passeios pelo próprio aplicativo. E o melhor: não é necessário que esteja no local para visualizar os conteúdos da área

“A ferramenta tem uma proposta incrível para as prefeituras”, conta Oziel. “O governante pode expor ações de seu mandato, informações sobre feiras culturais, entre outros temas e o usuário irá receber de acordo com seu interesse”, finaliza.

Sobre a idealizadora e desenvolvedora de Status

Com sede em Curitiba (PR) e Miami (FL), a Plug Apps é uma startup, que desde 2013 elabora aplicativos com sistemas modernos, design intuitivo e ferramentas que podem ser aproveitadas nas mais diversas atividades do cotidiano. Por meio da tecnologia, a empresa oferece soluções para otimizar o dia a dia das pessoas e está sempre em busca de novos desafios para poder desenvolver projetos que possam agregar boas experiências a cada usuário.

Publicidade

22% dos usuários da nova rede social brasileira Status estão na região Nordeste

Por raquelsouza em Aplicativos, Marketing Digital

17 de outubro de 2018

 

as cidades que mais baixaram o aplicativo que pretende desbancar o Instagram estão: São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia e Ceará.

O aplicativo Status vem como alternativa ao Instagram e permite a escolha da cor do feed, a visualização de conteúdos por interesse e localização, além de ligações entre os usuários. Em menos de três meses disponível em uma versão Beta para Android, iOS e web, o Status soma mais de 40 mil usuários.

Na região Sudeste está o maior número de usuários 32,50%, a região Sul (28,50%), Nordeste (22%), Centro-Oeste (11%) e Norte (6%). Entre as quatro cidades que mais baixaram o aplicativo estão: Paraná (14,5%), São Paulo (13,2%), Rio de Janeiro (11,6%), Santa Catarina (8,9%), Bahia (7,0%) e Ceará  (4,1%).

“Com base em estudos mundiais de crescimento de usuários na internet, principalmente em redes sociais, o Status foi criado para atender a necessidade dos usuários em se conectar com pessoas e comunidades de diversos locais (cidades, estados e países) que possuam os mesmos interesses”, conta Oziel Figueiredo, CEO da Plug Apps, empresa idealizadora e desenvolvedora do aplicativo.

Os diferenciais do aplicativo

O Status é uma rede social que se adapta aos interesses e à localização de cada um, ou seja, o usuário tem a liberdade de ver no seu feed apenas o que quiser e de onde quiser, sem ser bombardeado por informações que não são relevantes para ele. Mas a customização do app vai além disso:

Cor do feed – o processo já começa na hora que o usuário se cadastra na rede e pode escolher entre 15 cores a que mais lhe agrada para o feed.

Interesses – sem dúvida, é um dos principais diferenciais do app. O usuário pode selecionar os preferidos entre mais de 30 temas disponíveis, que vão desde Fé até Política. O formato da ferramenta é inteligente e entrega sugestões de perfis a serem seguidos de acordo com o interesse cadastrado pela

“Mesmo que o usuário siga um perfil, ele só visualizará o post se tiver registrado dentro de sua área de interesse”, explica Oziel, que acrescenta: “O formato ajuda a valorizar os produtores de conteúdo, geram identificação e engajamento de seus seguidores porque são direcionadas para seu público-alvo”.

Localização – a rede permite que seja criada conexão em determinado bairro, cidade, estado ou país. Para isso, basta que o usuário altere a localização para a área.

Uma opção para as Prefeituras

O CEO da Plug Apps afirma que esse formato irá promover turismo, aproximar culturas e entregar ao usuário opções de pessoas e eventos com os mesmos interesses na região em que ela estiver. Por exemplo: uma pessoa que sai de São Paulo e vai para Belém do Pará pode fazer sua programação de passeios pelo próprio aplicativo. E o melhor: não é necessário que esteja no local para visualizar os conteúdos da área

“A ferramenta tem uma proposta incrível para as prefeituras”, conta Oziel. “O governante pode expor ações de seu mandato, informações sobre feiras culturais, entre outros temas e o usuário irá receber de acordo com seu interesse”, finaliza.

Sobre a idealizadora e desenvolvedora de Status

Com sede em Curitiba (PR) e Miami (FL), a Plug Apps é uma startup, que desde 2013 elabora aplicativos com sistemas modernos, design intuitivo e ferramentas que podem ser aproveitadas nas mais diversas atividades do cotidiano. Por meio da tecnologia, a empresa oferece soluções para otimizar o dia a dia das pessoas e está sempre em busca de novos desafios para poder desenvolver projetos que possam agregar boas experiências a cada usuário.