Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

C&A lança Fashion Futures para debater o futuro da moda 

Por raquelsouza em Sustentabilidade

21 de agosto de 2018

O projeto faz parte das ações da campanha #VistaAMudança e mostra compromissos da C&A para uma moda com impacto positivo

A C&A, marca global que busca oferecer produtos e experiências para conectar pessoas por meio da moda, lança sua mais nova ação em prol da sustentabilidade: o C&A Fashion Futures. Com a produção de documentários, a realização de encontros e debates, a C&A convida o público – sobretudo o jovem, cada vez mais engajado e consciente sobre os impactos de suas ações no mundo – a refletir sobre o futuro da moda, e de que forma ela pode ser mais sustentável e consciente.

Como parte desse compromisso para uma moda mais sustentável, a C&A lançou, em 2018, a campanha global #VistaAMudança (#WearTheChange), que convida os clientes a participarem dessa jornada de construção de uma moda com impacto positivo. E, para reforçar os compromissos da marca e abrir o debate ao público jovem, a C&A Brasil faz agora o lançamento do projeto Fashion Futures: um novo momento para repensar, debater e enxergar a moda de forma mais consciente. Olhar para dentro, para os lados e para frente. Esta é a intenção dos quatro ciclos que compõem o projeto C&A Fashion Futures.

O primeiro deles aconteceu no sábado, 18.08, na Praça das Artes (SP) – com o tema “Como ser mais transparente?” e questionou como a transparência influencia na relação entre as pessoas, a sociedade, e o planeta. Os convidados desta edição foram Paulo Correa, CEO da C&A Brasil; Ronaldo Lemos, advogado, professor e um dos criadores do Marco Civil da Internet; Marina Colerato, criadora da Modefica, primeira plataforma de moda e comportamento transdisciplinar com foco em sustentabilidade; Luiza Brasil, jornalista de moda e criadora da plataforma Mequetrefismos. Além deles, um time de jovens criativos formado por Lidia ZuinPaola Penna e Larissa Odrië (Ulevus) e Jaci Araújoembarcaram na conversa, que foi mediada por Giovanna Nader. Para fechar o dia, as gêmeas Tasha e Tracie cuidaram do som e Xenia França fez pocket show especial para os convidados.

A cada ciclo, será lançado um episódio da série documental C&A Fashion Futures. Seus capítulos dialogam com os temas abordados pelos convidados e traz personagens com diferentes perspectivas, que ajudam a ampliar a discussão. Dirigida pelo jovem cineasta carioca Breno Moreira, a série narra a realidade de jovens que estão provocando mudanças, com transformações na indústria da moda.

A sustentabilidade faz parte do DNA da C&A

Desde 2009, a empresa vem empreendendo ações neste sentido e, em 2015, essas iniciativas foram estruturadas em três pilares de atuação: Produtos Sustentáveis, Rede de Fornecimento Sustentável e Vidas Sustentáveis, que dão forma à sua Plataforma Global de Sustentabilidade, com metas alinhadas ao negócio que vão até 2020. As iniciativas da marca estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, e, nos últimos cinco anos, o tema ganhou ainda mais relevância na companhia, e teve um aumento de 70% de investimento.

 

Publicidade aqui

C&A lança Fashion Futures para debater o futuro da moda 

Por raquelsouza em Sustentabilidade

21 de agosto de 2018

O projeto faz parte das ações da campanha #VistaAMudança e mostra compromissos da C&A para uma moda com impacto positivo

A C&A, marca global que busca oferecer produtos e experiências para conectar pessoas por meio da moda, lança sua mais nova ação em prol da sustentabilidade: o C&A Fashion Futures. Com a produção de documentários, a realização de encontros e debates, a C&A convida o público – sobretudo o jovem, cada vez mais engajado e consciente sobre os impactos de suas ações no mundo – a refletir sobre o futuro da moda, e de que forma ela pode ser mais sustentável e consciente.

Como parte desse compromisso para uma moda mais sustentável, a C&A lançou, em 2018, a campanha global #VistaAMudança (#WearTheChange), que convida os clientes a participarem dessa jornada de construção de uma moda com impacto positivo. E, para reforçar os compromissos da marca e abrir o debate ao público jovem, a C&A Brasil faz agora o lançamento do projeto Fashion Futures: um novo momento para repensar, debater e enxergar a moda de forma mais consciente. Olhar para dentro, para os lados e para frente. Esta é a intenção dos quatro ciclos que compõem o projeto C&A Fashion Futures.

O primeiro deles aconteceu no sábado, 18.08, na Praça das Artes (SP) – com o tema “Como ser mais transparente?” e questionou como a transparência influencia na relação entre as pessoas, a sociedade, e o planeta. Os convidados desta edição foram Paulo Correa, CEO da C&A Brasil; Ronaldo Lemos, advogado, professor e um dos criadores do Marco Civil da Internet; Marina Colerato, criadora da Modefica, primeira plataforma de moda e comportamento transdisciplinar com foco em sustentabilidade; Luiza Brasil, jornalista de moda e criadora da plataforma Mequetrefismos. Além deles, um time de jovens criativos formado por Lidia ZuinPaola Penna e Larissa Odrië (Ulevus) e Jaci Araújoembarcaram na conversa, que foi mediada por Giovanna Nader. Para fechar o dia, as gêmeas Tasha e Tracie cuidaram do som e Xenia França fez pocket show especial para os convidados.

A cada ciclo, será lançado um episódio da série documental C&A Fashion Futures. Seus capítulos dialogam com os temas abordados pelos convidados e traz personagens com diferentes perspectivas, que ajudam a ampliar a discussão. Dirigida pelo jovem cineasta carioca Breno Moreira, a série narra a realidade de jovens que estão provocando mudanças, com transformações na indústria da moda.

A sustentabilidade faz parte do DNA da C&A

Desde 2009, a empresa vem empreendendo ações neste sentido e, em 2015, essas iniciativas foram estruturadas em três pilares de atuação: Produtos Sustentáveis, Rede de Fornecimento Sustentável e Vidas Sustentáveis, que dão forma à sua Plataforma Global de Sustentabilidade, com metas alinhadas ao negócio que vão até 2020. As iniciativas da marca estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, e, nos últimos cinco anos, o tema ganhou ainda mais relevância na companhia, e teve um aumento de 70% de investimento.