Publicidade

Rede Social CE

por Raquel Souza

Sustentabilidade

UNINASSAU realiza ação tropical de limpeza das praias

Por raquelsouza em Sustentabilidade

12 de setembro de 2018

Atividade acontece no dia 15 de setembro, na Avenida Beira-Mar, na capital cearense.

A UNINASSAU Fortaleza, em parceria com o Instituto Limpa Brasil, promove no próximo sábado (15), o projeto Ação Tropical. A iniciativa tem o intuito de conscientizar as pessoas sobre os cuidados com o meio ambiente e promover a reflexão sobre ações de cidadania e coletividade. A ação será realizada no Dia Mundial da Limpeza, a partir das 8h, na Avenida Beira-Mar, na capital cearense.

A atividade vai reunir estudantes de diversos cursos da Instituição e colaboradores, que juntos percorrerão 1,9 km da orla, com objetivo de realizar um grande mutirão de limpeza. A programação tem apoio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza (Seuma).

O Instituto Limpa Brasil é o representante nacional do Let’s do it!, uma iniciativa que mobiliza centenas de países em defesa do descarte adequado do lixo e que promove anualmente World Cleanup Day com o objetivo de promover uma grande ação cívica para a limpeza de cidades em todo o mundo.

De acordo com o coordenador de responsabilidade social da UNINASSAU, Sergio Murilo, é importante envolver os estudantes neste tipo de ação. “A parceria com o Instituto Limpa Brasil é uma oportunidade de unir esforços, aliando o que as Unidades já fazem com o maior movimento mundial de cidadania e cuidado com o meio ambiente” disse.

Para quem deseja colaborar, em Fortaleza, o ponto de partida da ação será no calçadão em frente ao clube do Náutico, na Beira-Mar, e o percurso será até o Mercado dos Peixes. No local, a Instituição terá uma infraestrutura de apoio, auxiliando com todo o material de limpeza.

Publicidade

C&A lança Fashion Futures para debater o futuro da moda 

Por raquelsouza em Sustentabilidade

21 de agosto de 2018

O projeto faz parte das ações da campanha #VistaAMudança e mostra compromissos da C&A para uma moda com impacto positivo

A C&A, marca global que busca oferecer produtos e experiências para conectar pessoas por meio da moda, lança sua mais nova ação em prol da sustentabilidade: o C&A Fashion Futures. Com a produção de documentários, a realização de encontros e debates, a C&A convida o público – sobretudo o jovem, cada vez mais engajado e consciente sobre os impactos de suas ações no mundo – a refletir sobre o futuro da moda, e de que forma ela pode ser mais sustentável e consciente.

Como parte desse compromisso para uma moda mais sustentável, a C&A lançou, em 2018, a campanha global #VistaAMudança (#WearTheChange), que convida os clientes a participarem dessa jornada de construção de uma moda com impacto positivo. E, para reforçar os compromissos da marca e abrir o debate ao público jovem, a C&A Brasil faz agora o lançamento do projeto Fashion Futures: um novo momento para repensar, debater e enxergar a moda de forma mais consciente. Olhar para dentro, para os lados e para frente. Esta é a intenção dos quatro ciclos que compõem o projeto C&A Fashion Futures.

O primeiro deles aconteceu no sábado, 18.08, na Praça das Artes (SP) – com o tema “Como ser mais transparente?” e questionou como a transparência influencia na relação entre as pessoas, a sociedade, e o planeta. Os convidados desta edição foram Paulo Correa, CEO da C&A Brasil; Ronaldo Lemos, advogado, professor e um dos criadores do Marco Civil da Internet; Marina Colerato, criadora da Modefica, primeira plataforma de moda e comportamento transdisciplinar com foco em sustentabilidade; Luiza Brasil, jornalista de moda e criadora da plataforma Mequetrefismos. Além deles, um time de jovens criativos formado por Lidia ZuinPaola Penna e Larissa Odrië (Ulevus) e Jaci Araújoembarcaram na conversa, que foi mediada por Giovanna Nader. Para fechar o dia, as gêmeas Tasha e Tracie cuidaram do som e Xenia França fez pocket show especial para os convidados.

A cada ciclo, será lançado um episódio da série documental C&A Fashion Futures. Seus capítulos dialogam com os temas abordados pelos convidados e traz personagens com diferentes perspectivas, que ajudam a ampliar a discussão. Dirigida pelo jovem cineasta carioca Breno Moreira, a série narra a realidade de jovens que estão provocando mudanças, com transformações na indústria da moda.

A sustentabilidade faz parte do DNA da C&A

Desde 2009, a empresa vem empreendendo ações neste sentido e, em 2015, essas iniciativas foram estruturadas em três pilares de atuação: Produtos Sustentáveis, Rede de Fornecimento Sustentável e Vidas Sustentáveis, que dão forma à sua Plataforma Global de Sustentabilidade, com metas alinhadas ao negócio que vão até 2020. As iniciativas da marca estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, e, nos últimos cinco anos, o tema ganhou ainda mais relevância na companhia, e teve um aumento de 70% de investimento.

 

Publicidade

VAMO promove ação de cadastro na Unifor

Por raquelsouza em Sustentabilidade

18 de agosto de 2018

Ao fazer o cadastro, o usuário ganhará passe gratuito de 1 hora e poderá fazer test drive no Campus da Universidade

De 20 a 31 de agosto, o sistema de Veículos Alternativos para Mobilidade (VAMO), carros elétricos compartilhados de Fortaleza patrocinados pelo Hapvida Saúde, vai realizar ação de cadastramento de novos usuários no sistema na Universidade de Fortaleza (Unifor). Na ocasião, os interessados poderão fazer o cadastro no sistema, bem como test drive nos carros. Quem se cadastrar nesse período, receberá um passe de até 1 hora grátis.

Os interessados em fazer o cadastro e o test drive na Unifor devem procurar o stand que está localizado em frente à Biblioteca Central do campus. O passe gratuito de 1 hora será concedido também para aqueles que fizerem o cadastro no website do sistema: www.vamofortaleza.com.br.

A ação promovida pelo Hapvida e pela Unifor, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza e a Serttel, responsável pela operação do VAMO, tem o objetivo de promover o cadastro e fazer com que a população conheça melhor essa opção de modalidade urbana.  Atualmente o sistema possui 20 carros, disponíveis em 12 estações, além de seis “vagas VAMO”, locais em que o usuário pode fazer a devolução do veículo sem, contudo, conectar o carro em uma estação de carregamento.

Mobilidade elétrica na Unifor

O diretor de Pesquisa e Inovação da Unifor, professor Vasco Furtado, destaca a importância da mobilidade elétrica dentro do ambiente acadêmico e para a cidade de Fortaleza. “A temática de veículos alternativos para a mobilidade é uma prioridade para Unifor e tem sido estudada por professores de diversas áreas, em especial pelo Laboratório de Pesquisa e Inovação em Cidades, o Lapin. Ao colocar à disposição dos alunos uma infraestrutura para desenvolvimento de pesquisa e carros elétricos no campus para facilitar o acesso a essa modalidade de transporte urbano, a Unifor está não só fomentando essas pesquisas, como também incentivando o desenvolvimento da mobilidade elétrica em Fortaleza”, pontua.

Além do Lapin, a DPDI administra, com apoio da Enel, Prefeitura de Fortaleza e Fundação Bloomberg, o Centro de Pesquisa e Mobilidade Elétrica (CPqMEL), laboratório responsável pela análise de dados referentes à mobilidade elétrica em cidades, assim como seu impacto na vida das pessoas. O CPqMEL também realiza pesquisas voltadas para a infraestrutura de recarga que deve ser implantada em Fortaleza para a utilização de veículos elétricos, no intuito de manter a cidade preparada para a popularização do serviço.

Vantagens do VAMO

Primeiro sistema de carros compartilhados 100% elétricos da América Latina, o VAMO oferece várias vantagens para os usuários. Além de não emitir gases de efeito estufa e não produzirem poluição sonora, benefícios importantes para o meio ambiente, o sistema é hoje uma opção financeiramente vantajosa para os fortalezenses.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT), em parceria com o Hapvida e a Serttel, o VAMO reduziu a tarifa em 68% em 2017, ficando ainda mais competitivo com relação a outros modais, inclusive do transporte individual de passageiros por meio de aplicativos.

A redução da tarifação do sistema foi pensada levando em conta o tempo de uso dos veículos. Com isso, o valor a ser cobrado dos usuários que tiverem Bilhete Único diminuiu de R$ 20,00 para R$ 15,00, nos primeiros 30 minutos de utilização. Esse novo valor é indivisível, ou seja, do primeiro minuto ao trigésimo minuto, o valor cobrado é fixo e totaliza R$ 15,00. O mesmo acontece para quem utilizar o sistema por até 3 horas de utilização. Cada faixa de tempo tem sua respectiva taxa de valor indivisível. Somente a partir de 3 horas de uso, é que será cobrado R$ 0,30 por minuto adicional; e a partir de 5 horas, será cobrado R$ 0,50 por minuto adicional. Resumindo, a cobrança se dará da seguinte forma:

– Para até 30 minutos de uso: a tarifa será reduzida de R$ 20,00 para R$ 15,00 (redução de 25%);

– Para até 1 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 44,00 para R$ 20,00 (redução de 54%);

– Para até 2 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 80,00 para R$ 30,00 (redução de 62%);

– Para até 3 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 110,00 para R$ 35,00 (redução de 68%);

– Entre 3 h e 5 h de uso: a tarifa de R$ 35,00, com acréscimo de R$ 0,30 por minuto adicional;

– A partir de 5 h de uso: R$ 71,00, com acréscimo de R$ 0,50 por minuto adicional.

Já o passe mensal agora custa R$ 15,00 para os cadastrados com Bilhete Único e R$ 20,00 para os demais. O valor da taxa mensal é revertido, integralmente, em crédito (de R$ 20 ou R$15) para os usuários, sendo ou não cadastrado com o Bilhete Único.

Além do benefício financeiro para os usuários que possuam Bilhete Único, os carros elétricos compartilhados podem estacionar nas vagas de Zona Azul gratuitamente, assim como no shopping RioMar Fortaleza. E para incentivar o compartilhamento e reduzir ainda mais os custos, o aplicativo do VAMO disponibiliza a função “carona” que permite ao usuário dividir os custos com um colega de trabalho ou amigo, por exemplo.

Publicidade

C&A reforça seu compromisso com a sustentabilidade e lança a campanha global #VistaAMudança

Por raquelsouza em Sustentabilidade

09 de julho de 2018

Bruno Guedes
Caio Braz
Fernanda Paes Leme
Giovanna Nader
Jade Seba
monica_benini

Nova campanha reúne todas as iniciativas de sustentabilidade sob o mesmo guarda-chuva e convida os clientes a participarem ativamente do processo

A C&A, uma das maiores redes varejistas de moda do mundo, lançou em abril deste ano a sua campanha global de sustentabilidade: #VistaAMudança. A campanha faz um convite aos clientes para que participem dessa jornada de construção de uma moda com impacto positivo. A companhia vem empreendendo ações de sustentabilidade desde 2009, e desde 2015 essas iniciativas estão estruturadas em três pilares de atuação (Produtos Sustentáveis, Rede de Fornecimento Sustentável e Vidas Sustentáveis), que dão forma à sua Plataforma Global de Sustentabilidade, com metas alinhadas ao negócio que vão até 2020.

As iniciativas da marca estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, e, nos últimos cinco anos, o tema ganhou ainda mais relevância na companhia, e teve um aumento de 70% de investimento.

“A C&A é mais que uma loja de roupas e acessórios, é uma plataforma de expressão e experimentação das pessoas com o mundo. Nós acreditamos que colaboração e transparência são indispensáveis quando falamos em ser a empresa de varejo de moda mais sustentável”, afirma Rozália Del Gaudio, Gerente Sênior de Comunicação e Sustentabilidade da C&A no Brasil. “É por isso que preferimos peças que façam os clientes se sentirem bem sem comprometer a qualidade de vida de quem fabrica as nossas roupas ou o planeta do qual retiramos as nossas matérias-primas”, completa a executiva.

Para celebrar o lançamento da campanha, a C&A apresenta um modelo de t-shirt de algodão mais sustentável, nos modelos feminino e masculino. As peças estarão disponíveis em lojas selecionadas e no e-commerce da marca a partir da data de lançamento da campanha.

Sustentabilidade no DNA

A C&A tem mostrado real preocupação com o impacto que a moda causa na vida das pessoas e no planeta. A discussão é recente no mundo do varejo têxtil, mas a marca se mostrou pioneira em diversas iniciativas. A empresa busca aplicar o conceito de sustentabilidade em toda a cadeia de produção, desde o algodão usado nos produtos até a melhor forma de descartar as roupas que não servem mais para uso. Algumas ações de destaque da marca, dentro de seus pilares de atuação, são:

Produtos Sustentáveis:

  • Matérias-primas sustentáveis: a empresa articula e atua ao lado de sua rede de fornecimento para que abordem as questões de sustentabilidade em seus processos. Um desses exemplos é o trabalho com parceiros de negócio para alcançar o objetivo global de 100% de uso de algodão mais sustentável até 2020. Hoje, mais de 40% dos produtos de algodão da C&A Brasil já são feitos de algodão mais sustentável. A C&A é também a maior compradora de algodão orgânico no mundo. Além disso, até 2020, a marca tem o compromisso de oferecer produtos com outras matérias-primas mais sustentáveis, além do algodão: até lá, 67% dos produtos serão feitos com matérias-primas de origem mais sustentável.
  • Movimento ReCiclo: a C&A pensou também no que fazer com as peças de roupas que as pessoas não usam mais e resolveu assumir mais essa responsabilidade. Essa ação já ocorre em 31 lojas e será ampliada em 2018 para mais lojas da rede. Os clientes levam as peças de roupas usadas, em bom estado ou não, e depositam em uma urna que fica nas lojas. De lá, as roupas passam por uma triagem: as que podem ser usadas são doadas para gerarem renda para o Centro Social Carisma. As peças que não podem ser reaproveitadas são enviadas para a Retalhar, que faz um processo de manufatura reversa, que envolve o desfibramento e reinserção no setor industrial para diversas finalidades, tais como construção civil, mantas acústicas e indústria automobilística.
  • Camisetas com a certificação Cradle to Cradle (C2C)™: o créme de la créme da C&A. A marca é a primeira varejista do mundo a lançar camisetas com a Certificação Cradle to Cradle (C2C)™ nível Gold. O Programa de Certificação Cradle to Cradle™ é uma forma de avaliar se produtos e materiais são seguros para a saúde humana e para o meio ambiente e para um processo de fabricação sustentável, incluindo o uso de energia renovável e gestão de carbono, gestão da água e justiça social. As camisetas, que são produzidas com algodão mais sustentável, foram desenhadas para serem recicladas, e podem ser compostadas ao final de sua vida útil, se tornando adubo após 12 semanas, de acordo com testes de laboratório.

Rede de Fornecimento Sustentável:

  • Monitoramento dos fornecedores: todos os parceiros de negócio da C&A (fornecedores e seus respectivos subcontratados) são monitoradas e recebem notas que vão de A a E, de acordo com um protocolo global de auditoria que olha para questões de saúde, segurança, condições de trabalho e meio ambiente. Se há alguma não conformidade com esses critérios, a C&A desenvolve planos de ação e atua junto a seus parceiros para que estejam alinhados às melhores práticas de trabalho e gestão.
  • Transparência: foi a primeira empresa do varejo de moda no Brasil a tornar pública sua lista de fornecedores.
  • Meio ambiente limpo: temos o compromisso de eliminar substâncias químicas que causam danos ao meio ambiente dos nossos produtos. Além disso, cuidamos para que nossas operações causem menos impacto ambiental no que diz respeito a consumo de água, emissões de carbono e geração de resíduos.

Vidas Sustentáveis:

  • Somos signatários dos Princípios de Empoderamento Feminino da ONU, e estamos comprometidos em promover a igualdade de gênero.
  • Desde de 2009 divulgamos nossas ações por meio de Relatórios de Sustentabilidade, com o objetivo de contar nossos compromissos e resultados alcançados nessa trajetória. Os Relatórios podem ser encontrados em nosso novo site de Sustentabilidade, que foi recentemente atualizado e contempla diversas informações sobre nossos projetos. Para saber mais, acesse: sustentantabilidade.cea.com.br.

 

Sobre a C&A

A C&A, uma empresa de moda focada em propor experiências que vão além do vestir, entende e defende a moda como um dos mais fundamentais canais de conexão das pessoas com si mesmas e com o mundo à sua volta. Acredita em uma moda democrática, moderna e contagiante. Uma expressão única de cada um. Uma moda, sobretudo ética e sustentável, onde cada elo da cadeia é parte essencial na produção desta expressão de nossos consumidores. Movidos por essa crença, pensamos lojas, redes sociais e e-commerce em uma dinâmica construída para facilitar o diálogo das pessoas com a marca e seu acesso aos nossos produtos. Fundada em 1841, pelos irmãos Clemens e August, na Holanda, a C&A chegou ao Brasil em 1976 quando inaugurou a primeira das atuais 276 lojas. #C&A #moderna #jovem #colorida #dinâmica. Te convidamos a conhecer mais sobre a C&A em saladeimprensa.cea.com.br.

 

Acompanhe a C&A:
Sala de Imprensa: https://saladeimprensa.cea.com.br/

Site: http://www.cea.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/ceaBrasil/

Twitter: @cea_brasil

Instagram: cea_brasil
YouTube: www.youtube.com/cea

 

Publicidade

Unimed Fortaleza distribui 600 mudas para ciclistas do Bicicletar neste domingo

Por raquelsouza em Sustentabilidade

10 de junho de 2018

Quem chegou a uma das estações do Bicicletar em Fortaleza, na manhã deste domingo (10), se deparou com mudas de plantas, ornamentais ou frutíferas, nas cestinhas das bicicletas compartilhadas. As mudas são um presente da Unimed Fortaleza para os usuários do sistema, em alusão ao Dia do Meio Ambiente, celebrado no último dia 5, e em comemoração as 2 milhões de viagens, que evitaram o despejo de 724.19 toneladas de CO2 no ar.

A Unimed Fortaleza, além de cuidar da saúde das pessoas, também busca cuidar da saúde da cidade e do mundo. Exemplo disso é o apoio dado ao Bicicletar, sistema de bicicletas compartilhadas que oferece uma alternativa de transporte sustentável e não poluente. O projeto é da Prefeitura Municipal, operado pela empresa Serttel e apoiado pela Unimed Fortaleza.

  O casal Roberta Morato e Eduardo Bruno Sousa encontraram as mudas nas bicicletas e adoraram a ação da Unimed Fortaleza. Os dois são de Manaus e estão em Fortaleza há pouco tempo. Eduardo já utiliza o Bicicletar como meio de transporte diário e achou super válida a iniciativa de conscientização. “É muito importante essa ação de promover uma consciência ambiental nas pessoas, não só de usar um meio de transporte alternativo, como a bicicleta, mas também de cuidar do meio ambiente e do nosso planeta”, afirma Eduardo.

A advogada Tatiana Pinheiro utiliza as bicicletas compartilhadas como lazer nos finais de semana e ficou super feliz em poder levar a plantinha pra casa. “Adorei a iniciativa da Unimed Fortaleza, vou levar a muda para replantar. Já utilizo as bicicletas compartilhadas há muito tempo e achei maravilhosa a ideia de presentear os usuários dessa forma”.

A entrega das mudas celebra os avanços alcançados pelo Bicicletar, além de encerrar a Semana do Meio Ambiente na cooperativa, que teve diversas ações de educação ambiental durante os últimos dias.  Teatro de bonecos para as crianças do Centro Pediátrico do Hospital Regional Unimed (HRU) e uma trilha no Parque do Cocó foram algumas ações realizadas pela Unimed Fortaleza para celebrar o Dia do Meio Ambiente.

Em toda a cidade existem 800 bicicletas compartilhadas, distribuídas pelas 80 estações. O projeto tem como objetivo introduzir o modelo de transporte saudável e não poluente, reduzindo os engarrafamentos e a poluição das áreas centrais da cidade, promovendo a humanização do ambiente urbano e a responsabilidade social das pessoas, além combater o sedentarismo da população, incentivando a prática de hábitos saudáveis.

 

Publicidade

Cervejaria Ambev retira mais de 12.4 milhões de toneladas de vidro de circulação em 4 anos

Por raquelsouza em Sustentabilidade

18 de Maio de 2018

O montante é resultado do aumento da representatividade de embalagens retornáveis no portfólio da cervejaria

 Desde 2014, mais de 12.425.000 toneladas de vidro deixaram de circular no mercado brasileiro. O volume corresponde a quase 32 estádios do Morumbi, localizado em São Paulo, cheios do material. O número é resultado do comprometimento da Cervejaria Ambev, dona de marcas como Skol, Brahma, Antarctica e Guaraná, com o aumento da representatividade das embalagens retornáveis em seu portfólio e no setor.

As garrafas retornáveis podem ser reutilizadas cerca de 20 vezes. Atualmente, uma em cada quatro garrafas vendidas nos mercados já segue esse padrão e o número deve aumentar nos próximos anos. Para facilitar a troca dessas embalagens, a Cervejaria Ambev investiu na instalação de mais de 1000 máquinas de coleta por todo o país, que, em 2017, coletaram mais de 115 milhões de vasilhames. “Nós buscamos sempre ser parte da solução. A redução do impacto de nossas operações no meio ambiente é uma preocupação muito grande para nós, e o aumento expressivo da presença de garrafas retornáveis no mercado brasileiro é reflexo disso. Os resultados até aqui são positivos e vamos buscar melhorar sempre”, afirma Filipe Barolo, gerente de Sustentabilidade da Cervejaria Ambev.

Além disso, a companhia mantém a Ambev Vidros no Rio de Janeiro, uma fábrica que produz garrafas de vidro a partir da reciclagem de cacos. A unidade é uma das maiores recicladoras de cacos de vidro na América Latina. Aproximadamente 50% da matéria-prima utilizada ali são cacos de vidro, ou seja, de cada dez garrafas produzidas pela Cervejaria Ambev, cinco são fabricadas totalmente com material reciclado.

A sustentabilidade empresarial é um pilar central do negócio da companhia. Nos últimos cinco anos, a cervejaria destinou mais de R$ 1 bilhão para projetos voltados a esse fim em sua operação. O montante contribuiu para a superação de seis das sete metas anunciadas em 2013 para serem atingidas em 2017. Agora, a cervejaria anunciou mais um passo importantenesse trabalho, com novos compromissos, que tem previsão de atingimento até 2025. As metas, definidas pela AB InBev globalmente, são divididas em quatro pilares, sendo que um deles se refere especificamente às embalagens retornáveis:

 

  • Embalagem Circular: 100% dos produtos da Cervejaria Ambev devem estar em embalagens retornáveis ou que sejam majoritariamente feitas de conteúdo reciclado.
  • Ações Climáticas: 100% da eletricidade comprada pela Cervejaria Ambev deve ser advinda de fontes renováveis. Além disso, a cervejaria vai reduzir em 25% as emissões de carbono ao longo da nossa cadeia de valor.
  • Gestão de Água: melhorar de forma mensurável a disponibilidade e a qualidade da água para 100% das comunidades em áreas de alto estresse hídrico com as quais a cervejaria se relaciona.
  • Agricultura Inteligente: 100% dos agricultores parceiros da cervejaria devem estar treinados, conectados e com estrutura financeira para desenvolver um plantio cada vez mais sustentável.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão.

A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro.

Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

Aprendendo a lidar com dinheiro e sonhos – escola de Fortaleza realiza Semana de Educação Financeira

Por raquelsouza em Social, Sustentabilidade

22 de outubro de 2017

A educação financeira já é realidade em diversas escolas brasileiras. Em 2017, cinco instituições de ensino particulares de Fortaleza implantaram o Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas e utilizaram seus materiais didáticos.

São elas:

– Colégio Castro

– CEEAM (Centro Educacional Evandro Aires de Moura)

– Colégio Queiroz Belém

– Colégio Uma Janela para o Mundo

– Centro Educacional Brasileirinho

 

Entre os dias 23 e 28 de outubro, o Colégio Queiroz Belém fará a 2ª Semana de Educação Financeira e projeto para o futuro. Os alunos, desde a educação infantil até o ensino médio, apresentarão suas iniciativas nas linhas de educação financeira, empreendedorismo, consumo sustentável, cooperativismo, impostos e tributos, mercado imobiliário, mercado financeiro e até mesmo comércio internacional.

Os alunos do ensino médio, por exemplo, desenvolveram ações de empreendedorismo social, com a arrecadação de itens de higiene para moradores de rua e de material escolar para estudantes que precisam deste reforço. Tais iniciativas foram filmadas e serão apresentadas no evento. 

“Frente a resultados como esses, temos certeza que o ambiente escolar é o mais propício para o ensino da educação financeira”, diz o presidente da DSOP Educação Financeira, Reinaldo Domingos. “Muitos comportamentos desenvolvidos na infância são levados por toda a vida, bem como o empreendedorismo social, portanto esse é o momento ideal para adquirir hábitos sustentáveis”.

Para dar sustentabilidade aos conteúdos trabalhados em sala, a DSOP desenvolveu materiais próprios para todos os ciclos do ensino. Além de sua abordagem inovadora, o Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas contempla cursos de capacitação para professores, palestras e outras atividades para alunos, pais e comunidade.

“O enfoque é comportamental, vai além da matemática. Com educação financeira, crianças e jovens aprendem a importância de ter sonhos e poupar para conquistar cada um deles ao longo do tempo. São respeitadas as potencialidades e expectativas de aprendizagem de cada faixa etária”, conta Domingos.

 

Veja alguns fatores que motivam a inserção da educação financeira nas escolas

1- Um dos grandes desafios globais do século é fazer a sociedade atual repensar hábitos de consumo, substituindo-os por outros mais sustentáveis;

2- As profundas mudanças nas economias mundiais têm exigido um reaprendizado de como lidar com as finanças, fenômeno que movimenta governos e instituições a adotarem medidas para habilitar as pessoas a fazerem escolhas conscientes de gastos e investimentos;

3- Há forte evidência de que lares com baixa educação financeira não planejam a aposentaria, pagam juros mais altos e têm menos bens. E já ficou demonstrado que o nível mais baixo de educação financeira levou as pessoas a ficarem mais inadimplentes;

4- Crianças são muito observadoras e, desde cedo, começam a perceber que o dinheiro tem força. Ao mesmo tempo, crianças e jovens estão expostos às mensagens publicitárias, que estimulam o desejo de ter. Portanto, importante ensiná-las, o mais cedo possível, de forma lúdica e prazerosa, o quanto é importante ter objetivos, fazer escolhas e que nada é mágico, porém, tudo é possível, desde que o dinheiro seja usado com foco e sabedoria. Isso é papel que pode ser compartilhado entre pais e escolas;

5- A educação financeira dialoga diretamente com os conteúdos das disciplinas formais ensinadas nas escolas;

6- Escolas são cada vez mais exigidas a oferecer ensino diferenciado e serviços que beneficiem também os pais.

 

Publicidade

Cidade Colorir: North Shopping Sobral leva experiência criativa para crianças

Por raquelsouza em Sustentabilidade

16 de agosto de 2017

Projeto Cidade Colorir

 

Misturar tintas, pincéis e crianças é, sem dúvida, sinônimo de muita diversão. E é exatamente essa a proposta do projeto “Cidade Colorir”, promovido pelo North Shopping Sobral e Baladeira Inovações, com o patrocínio do Colégio Luciano Feijão.

A atmosfera de recreação e lazer, que chega ao Shopping no dia 24 de agosto, conta com uma cidade cenográfica, com cerca de 256m² e módulos de 1,5m de altura, onde os pequenos – com até 12 anos – poderão se divertir, colorir o cenário e expandir a criatividade.

A atração que já passou por Recife, Belém, Fortaleza, chega à Sobral e ainda deve seguir para outras cidades, onde parte da estrutura contará com uma reprodução de um lugar familiar ou histórico de cada cidade, como forma de homenagear os valores culturais e arquitetônicos da região.

BRINCADEIRA SEGURA E SUSTENTÁVEL

Com foco no impacto ambiental, a organização da Cidade Colorir assumiu o compromisso de usar o mínimo de água possível e a higienização é realizada com álcool-gel e papel-toalhas.

A Cidade Colorir conta com um time de arte-educadores e instrutores que guiam as crianças pela estrutura. Após a permissão de acesso, o participante receberá o kit que inclui um avental e seis copinhos que serão carregados com seis cores bases de tinta guache atóxicas. Na ocasião, a garotada também tem a oportunidade de aprender sobre os resultados da mistura de cores, uso das esponjas e rolinhos espalhados pela cidade.

Outro destaque é a loja oficial da “Cidade Colorir” que oferecerá produtos e marcas envolvidos nesta ação como camisa de colorir, livretos, canecas, quadros, porta canetas, aventais e conjuntos de copinhos.

SERVIÇO

Cidade Colorir – North Shopping Sobral
Período: de 24 de agosto a 30 de setembro de 2017
Horário: 12h às 22h.
Acesso:
R$30 (30 min de permanência, apenas para uma criança até 12 anos + 1 adulto).
R$50 (30 min de permanência, apenas para duas crianças até 12 anos + 1 adulto).
R$10 (recarga do kit de pintura)

Publicidade

Cidade Colorir: North Shopping Sobral leva experiência criativa para crianças

Por raquelsouza em Sustentabilidade

16 de agosto de 2017

Projeto Cidade Colorir

 

Misturar tintas, pincéis e crianças é, sem dúvida, sinônimo de muita diversão. E é exatamente essa a proposta do projeto “Cidade Colorir”, promovido pelo North Shopping Sobral e Baladeira Inovações, com o patrocínio do Colégio Luciano Feijão.

A atmosfera de recreação e lazer, que chega ao Shopping no dia 24 de agosto, conta com uma cidade cenográfica, com cerca de 256m² e módulos de 1,5m de altura, onde os pequenos – com até 12 anos – poderão se divertir, colorir o cenário e expandir a criatividade.

A atração que já passou por Recife, Belém, Fortaleza, chega à Sobral e ainda deve seguir para outras cidades, onde parte da estrutura contará com uma reprodução de um lugar familiar ou histórico de cada cidade, como forma de homenagear os valores culturais e arquitetônicos da região.

BRINCADEIRA SEGURA E SUSTENTÁVEL

Com foco no impacto ambiental, a organização da Cidade Colorir assumiu o compromisso de usar o mínimo de água possível e a higienização é realizada com álcool-gel e papel-toalhas.

A Cidade Colorir conta com um time de arte-educadores e instrutores que guiam as crianças pela estrutura. Após a permissão de acesso, o participante receberá o kit que inclui um avental e seis copinhos que serão carregados com seis cores bases de tinta guache atóxicas. Na ocasião, a garotada também tem a oportunidade de aprender sobre os resultados da mistura de cores, uso das esponjas e rolinhos espalhados pela cidade.

Outro destaque é a loja oficial da “Cidade Colorir” que oferecerá produtos e marcas envolvidos nesta ação como camisa de colorir, livretos, canecas, quadros, porta canetas, aventais e conjuntos de copinhos.

SERVIÇO

Cidade Colorir – North Shopping Sobral
Período: de 24 de agosto a 30 de setembro de 2017
Horário: 12h às 22h.
Acesso:
R$30 (30 min de permanência, apenas para uma criança até 12 anos + 1 adulto).
R$50 (30 min de permanência, apenas para duas crianças até 12 anos + 1 adulto).
R$10 (recarga do kit de pintura)