Publicidade

Psicologia em Pauta

por Pâmela Souza Lima

cuidado

Como anda o seu amor próprio?

Por Pâmela Lima em Comportamento

03 de julho de 2017

Como anda o seu amor próprio? Depois de um mês que tanto se falou de amor…de relacionamentos…de afetos…eu te proponho uma reflexão: como anda o seu amor próprio?

Quando amamos alguém normalmente cuidamos, admiramos, nos preocupamos, protegemos, agradamos, dentre tantos outros movimentos. Quando falamos de amor próprio nos referimos a ter esses mesmos cuidados conosco. Buscar viver de modo a se nutrir de satisfação e felicidade. Você tem conseguido trazer isso para a sua vida?

Por vezes, ter esse autocuidado não é tão simples quanto parece, pois tendemos a nos olhar de forma crítica e sentimos com peso o olhar do outro sobre nós. E então, muitas vezes levados por um sentimento de menor valia, temos dificuldades em nos tratar de forma amorosa, com a segurança de que somos merecedores desse cuidado. E isso não diz respeito a ir ao salão de beleza ou comprar uma roupa nova, por exemplo, vai muito além. Diz da forma como nos relacionamos com quem somos, como nos aceitamos, reconhecemos nossas habilidades e nossos limites, nos protegemos de dores e nos priorizamos em busca de bem estar.

E é nesse olhar de amor, aceitação e respeito por nós mesmos que nos fortalecemos enquanto sujeitos, e nos empoderamos no enfrentamento das dificuldades, pois estamos inclinados a cuidar, resolver ou mesmo afastar de nós as circunstâncias que possam nos causar sofrimento.
Sendo assim, vamos usar o mês de junho não apenas para refletir sobre o nosso amor ao outro, mas especialmente nosso amor próprio!

 

 

 


Pâmela Lima Psicóloga – CRP 11/04056.
Contato: (85) 9.8784 8736
Insta: https://www.instagram.com/pamelalimapsicologa/
Facebookhttp://www.facebook.com/pamelalimapsicologa
Avenida Dom Luís, 500, Aldeota.

Publicidade

Como anda o seu amor próprio?

Por Pâmela Lima em Comportamento

03 de julho de 2017

Como anda o seu amor próprio? Depois de um mês que tanto se falou de amor…de relacionamentos…de afetos…eu te proponho uma reflexão: como anda o seu amor próprio?

Quando amamos alguém normalmente cuidamos, admiramos, nos preocupamos, protegemos, agradamos, dentre tantos outros movimentos. Quando falamos de amor próprio nos referimos a ter esses mesmos cuidados conosco. Buscar viver de modo a se nutrir de satisfação e felicidade. Você tem conseguido trazer isso para a sua vida?

Por vezes, ter esse autocuidado não é tão simples quanto parece, pois tendemos a nos olhar de forma crítica e sentimos com peso o olhar do outro sobre nós. E então, muitas vezes levados por um sentimento de menor valia, temos dificuldades em nos tratar de forma amorosa, com a segurança de que somos merecedores desse cuidado. E isso não diz respeito a ir ao salão de beleza ou comprar uma roupa nova, por exemplo, vai muito além. Diz da forma como nos relacionamos com quem somos, como nos aceitamos, reconhecemos nossas habilidades e nossos limites, nos protegemos de dores e nos priorizamos em busca de bem estar.

E é nesse olhar de amor, aceitação e respeito por nós mesmos que nos fortalecemos enquanto sujeitos, e nos empoderamos no enfrentamento das dificuldades, pois estamos inclinados a cuidar, resolver ou mesmo afastar de nós as circunstâncias que possam nos causar sofrimento.
Sendo assim, vamos usar o mês de junho não apenas para refletir sobre o nosso amor ao outro, mas especialmente nosso amor próprio!

 

 

 


Pâmela Lima Psicóloga – CRP 11/04056.
Contato: (85) 9.8784 8736
Insta: https://www.instagram.com/pamelalimapsicologa/
Facebookhttp://www.facebook.com/pamelalimapsicologa
Avenida Dom Luís, 500, Aldeota.