Publicidade

Psicologia em Pauta

por Pâmela Souza Lima

animais

Você sabia que a proximidade com animais de estimação gera benefícios para as crianças?

Por Pâmela Lima em Família

16 de outubro de 2017

Todos já sabemos que os bichinhos de estimação trazem muitas vantagens terapêuticas para quem os tem! Eles ajudam a aliviar a solidão, o estresse, a ansiedade, e promovem a interação social. Quando falamos da relação deles com as crianças, os benefícios também são inúmeros, e vão além daqueles já ressaltados em pesquisas cientificas e que tanto motivam o uso de animais no tratamento de algumas doenças, tanto físicas quanto emocionais. Nos pequeninos de idades menores, esse convívio estimula tanto os aspectos da motricidade fina, quando precisam regular sua força e intensidade para lidar com os bichinhos, quanto podem provocar ainda mais os sentidos da visão, audição e olfato pela presença e movimentos do animal ao seu redor.

Ter um bichinho de estimação, quer seja um cachorro, gato, peixe, pássaro, coelho, ou qualquer outro, é sinônimo de RESPONSABILIDADE, e essa é uma experiência incrível para gerar esse senso de cuidado e comprometimento com as crianças, que devem participar da rotina do bichinho, ajudando nos processos de limpeza, alimentação e saúde. Além disso, se responsabilizar pelo cuidado de outro ser vivo, não apenas ajuda a desenvolver o vínculo afetivo em si, mas permite que a criança experimente uma série de sentimentos, desde o amor e a compaixão, até a frustração e a perda.

Então, para os papais e mamães que pensam em criar um animalzinho de estimação, saibam que os benefícios são muitos, mas as responsabilidades também, o que requer uma boa avaliação das possibilidades da família em abraçar mais esse membro, e de ver qual bichinho seria mais adequado para a sua rotina.

Pâmela Lima Psicóloga – CRP 11/04056.
Contato: (85) 9.8784 8736
Insta: https://www.instagram.com/pamelalimapsicologa/
Facebookhttp://www.facebook.com/pamelalimapsicologa
Avenida Dom Luís, 500, Aldeota.

 

Publicidade

Você sabia que a proximidade com animais de estimação gera benefícios para as crianças?

Por Pâmela Lima em Família

16 de outubro de 2017

Todos já sabemos que os bichinhos de estimação trazem muitas vantagens terapêuticas para quem os tem! Eles ajudam a aliviar a solidão, o estresse, a ansiedade, e promovem a interação social. Quando falamos da relação deles com as crianças, os benefícios também são inúmeros, e vão além daqueles já ressaltados em pesquisas cientificas e que tanto motivam o uso de animais no tratamento de algumas doenças, tanto físicas quanto emocionais. Nos pequeninos de idades menores, esse convívio estimula tanto os aspectos da motricidade fina, quando precisam regular sua força e intensidade para lidar com os bichinhos, quanto podem provocar ainda mais os sentidos da visão, audição e olfato pela presença e movimentos do animal ao seu redor.

Ter um bichinho de estimação, quer seja um cachorro, gato, peixe, pássaro, coelho, ou qualquer outro, é sinônimo de RESPONSABILIDADE, e essa é uma experiência incrível para gerar esse senso de cuidado e comprometimento com as crianças, que devem participar da rotina do bichinho, ajudando nos processos de limpeza, alimentação e saúde. Além disso, se responsabilizar pelo cuidado de outro ser vivo, não apenas ajuda a desenvolver o vínculo afetivo em si, mas permite que a criança experimente uma série de sentimentos, desde o amor e a compaixão, até a frustração e a perda.

Então, para os papais e mamães que pensam em criar um animalzinho de estimação, saibam que os benefícios são muitos, mas as responsabilidades também, o que requer uma boa avaliação das possibilidades da família em abraçar mais esse membro, e de ver qual bichinho seria mais adequado para a sua rotina.

Pâmela Lima Psicóloga – CRP 11/04056.
Contato: (85) 9.8784 8736
Insta: https://www.instagram.com/pamelalimapsicologa/
Facebookhttp://www.facebook.com/pamelalimapsicologa
Avenida Dom Luís, 500, Aldeota.