DEPUTADOS FALAM MUITO (ao telefone) E O BRASILEIRO PAGA A CONTA - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

DEPUTADOS FALAM MUITO (ao telefone) E O BRASILEIRO PAGA A CONTA

Por Nonato Albuquerque em POLÍTICA

10 de novembro de 2012

A revista Época que circula esta semana lista gastos dos deputados federais com ligações telefônicas. A conta soma exatos R$ 13.902.425,16, pagos pela Câmara aos 513 deputados, mais os 68 anos que passaram por lá e pediram licença.  Na verdade, é o dinheiro que sai do nosso bolso para isso.

A revista faz uma avaliação interessante: se todas essas ligações fossem feitas de um único aparelho à tarifa de R$ 0,09 o minuto (preço estimado para ligação local de fixo para fixo), daria para falar por 298 anos ininterruptamente.

Além do telefone, deputados podem pedir reembolsos para despesas com combustível, passagem, locação de carro, publicidade, correio e hospedagem. O limite varia conforme o Estado (quanto mais longe do Distrito Federal, maior). Vai de R$ 23.033 a R$ 32.711 por mês.

O campeão do blá-blá-blá é o petista Odair Cunha, de Minas Gerais. Ele já pediu reembolsos que, somados, beiram os R$ 100 mil. Sua conta mensal média é de R$ 12 mil. Fui pesquisar e descobri que, entre os cearenses, Mauro Benevides foi quem mais falou em um só mês, maio. Foram R$ 10.421.

Publicidade aqui

leia tudo sobre

DEPUTADOS FALAM MUITO (ao telefone) E O BRASILEIRO PAGA A CONTA

Por Nonato Albuquerque em POLÍTICA

10 de novembro de 2012

A revista Época que circula esta semana lista gastos dos deputados federais com ligações telefônicas. A conta soma exatos R$ 13.902.425,16, pagos pela Câmara aos 513 deputados, mais os 68 anos que passaram por lá e pediram licença.  Na verdade, é o dinheiro que sai do nosso bolso para isso.

A revista faz uma avaliação interessante: se todas essas ligações fossem feitas de um único aparelho à tarifa de R$ 0,09 o minuto (preço estimado para ligação local de fixo para fixo), daria para falar por 298 anos ininterruptamente.

Além do telefone, deputados podem pedir reembolsos para despesas com combustível, passagem, locação de carro, publicidade, correio e hospedagem. O limite varia conforme o Estado (quanto mais longe do Distrito Federal, maior). Vai de R$ 23.033 a R$ 32.711 por mês.

O campeão do blá-blá-blá é o petista Odair Cunha, de Minas Gerais. Ele já pediu reembolsos que, somados, beiram os R$ 100 mil. Sua conta mensal média é de R$ 12 mil. Fui pesquisar e descobri que, entre os cearenses, Mauro Benevides foi quem mais falou em um só mês, maio. Foram R$ 10.421.