FOTOGRAFIA Archives - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

FOTOGRAFIA

Projeto quer preservar a arte das ruas

Por Nonato Albuquerque em artes, FOTOGRAFIA

30 de junho de 2014

O Google resolveu preservar para as futuras gerações a arte das ruas. Criou o ‘Street Art Project‘, um excelente portal onde estão clicados os locais onde esse tipo de arte vigora e que, evidentemente, sofrrem a ameaça de serem removidos. Visite e magnifique-se com essa beleza de projeto. 

leia tudo sobre

Publicidade

Marcas do tempo gravadas com arte

Por Nonato Albuquerque em FOTOGRAFIA

04 de Abril de 2013

O grande poeta Cazuza já dizia que o tempo não pára. E quando ele passa vai acrescentando marcas no rosto de todos nós. Na tentativa de mostrar como o  tempo, às vezes, é cruel a fotógrafa Ana Oliveira andou clicando fotos antigas e solicitando às pessoas fotografadas para que posassem, hoje em dia, a fim de mostrar as consequências do tempo. Eu achei a ideia fantástica e resolvi citá-la aqui com dica para que visitem a galeria da Ana.

b1dcd7e9167d2a569d84b394b0022505

leia tudo sobre

Publicidade

Visite Marte sem sair da Terra

Por Nonato Albuquerque em FOTOGRAFIA

30 de Março de 2013

Olha só que dica maravilhosa para você encarar. Uma visita a um mosaico de 90000×45000 píxels, composto por 295 imagens do Planeta Marte.

O trabalho é do fotógrafo Andrew Bodrov que pode ser desfrutado no site www.360cities.net, um projeto que permite a usuários criar uma versão fotográfica do mundo à base de panorâmicas.

Mars Gigapixel Panorama – Curiosity rover: Martian solar days 136-149 in Out of this World

leia tudo sobre

Publicidade

A PRIMEIRA FOTO PANORÂMICA TIRADA DO MAIOR EDIFÍCIO DO MUNDO

Por Nonato Albuquerque em FOTOGRAFIA

29 de Janeiro de 2013

A maior fotografia panoramica e alta resolução tirada do alto do maior edifício da Terra está na rede. Não se contente apenas em vê-la aqui. Vá ao site que a publica e viaje através dela descobrindo o que tem a novíssima capital da opulência árabe contemporanea, que é Dubai.

O edifício mais alto do mundo – até agora – é o Burj Khalifa. A construção tem 829.8 metros de altura, distância suficiente para se ver dois  entardeceres no mesmo dia.

Situada na base do edifício, uma pessoa pode seguir o ocaso e ver como o sol desaparece no horizonte, mas se tomar o elevador do prédio e chegar até ao último andar, avistará novamente o espetáculo crepuscular.

A foto foi divulgada ontem e ela é, também, a primeira panorâmica obtida em alta resolução do alto do prédio. Foi feita por  Gerald Donovan, que reside em Dubai e na reallidade está composta de 48 imágenes de 80 megapixeles cada uma que, no total, formam essa paisagem de 2.6 gigabytes.

fotopanramica

leia tudo sobre

Publicidade

A ARTE DAS FOTOGRAFIAS RETOCADAS

Por Nonato Albuquerque em FOTOGRAFIA

29 de julho de 2012

Nesses tempos de máquinas fotográficas embutidas em tudo que é celular, ninguém nem se lembra da popular arte da pintura em fotografias. Ela prevaleceu durante todo o século passado até o início dos anos 80. Era muito comum aqui no Nordeste.

As famílias mandavam colorizar retratos em branco e preto, cujo resultado era possível de se ver depois expostos nas salas de visita das residências nordestinas. Até o cineasta cearense Joe Pimentel fez um documentário – belíssimo – sobre o tema.  

Tinha uma pessoa que passava pelas aldeias remotas, pegava fotos – às vezes, 3×4 – e as conduzia para retocá-las na capital. Geralmente, uma mão pesada dava um retoque nas imagens que chegavam a transformar  as pessoas da família com aparência de ricas, saudáveis e bonitas … até os mortos.

Tem um livro do historiador Titus Riedl que coleciona uma porção delas e conta a história curiosa desses Retratos Pintados

Será que ainda existe alguém que faça esse tipo de arte?

leia tudo sobre

Publicidade

A ARTE DAS FOTOGRAFIAS RETOCADAS

Por Nonato Albuquerque em FOTOGRAFIA

29 de julho de 2012

Nesses tempos de máquinas fotográficas embutidas em tudo que é celular, ninguém nem se lembra da popular arte da pintura em fotografias. Ela prevaleceu durante todo o século passado até o início dos anos 80. Era muito comum aqui no Nordeste.

As famílias mandavam colorizar retratos em branco e preto, cujo resultado era possível de se ver depois expostos nas salas de visita das residências nordestinas. Até o cineasta cearense Joe Pimentel fez um documentário – belíssimo – sobre o tema.  

Tinha uma pessoa que passava pelas aldeias remotas, pegava fotos – às vezes, 3×4 – e as conduzia para retocá-las na capital. Geralmente, uma mão pesada dava um retoque nas imagens que chegavam a transformar  as pessoas da família com aparência de ricas, saudáveis e bonitas … até os mortos.

Tem um livro do historiador Titus Riedl que coleciona uma porção delas e conta a história curiosa desses Retratos Pintados

Será que ainda existe alguém que faça esse tipo de arte?