Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

curiosidade

P DE PENSAMENTO

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

17 de Janeiro de 2018

leia tudo sobre

Publicidade

Na festa do Oscar, Hollywood expõe estatueta cheirando cocaína

Por Nonato Albuquerque em CINEMA, curiosidade

20 de Fevereiro de 2015


polemicaoscar
O assunto Cinema e Oscar 2015, aqui no portal Tribuna do Ceará, é de responsabilidade do colunista Daniel Herculano. Mas não resisto a oportunidade de comentar a polêmica escultura, exposta em frente ao prédio onde acontecerá a cerimônia domingo que vem.

Gente, uma cópia gigantesca da estatueta representativa da premiação foi esculpida pelos artistas Plastic Jesus e Nick Stern, mostrando o Oscar, debruçado sobre o ‘red carpet’, cheirando cocaína. Os autores já integraram a Academia de Artes e Ciências. Então, devem saber do que estão falando.

Alguém pode até achar ser mais uma dessas formas bizarras de Hollywood atrair a atenção do público para a festa que, nos últimos anos, tem se tornado repetitiva. Eu diria mais: chata. Mas não, não se trata disso. É uma maneira que os escultores acharam de discutir o problema do uso de drogas no meio artístico. A meca do cinema, pelo visto, convive com o drama.

Quando a população do globo começa a tomar consciência dos danos causados pelo uso de entorpecentes, os vendedores de ilusão ainda não despertaram para consequências desastrosas que as drogas causam, principalmente entre jovens. A polêmica escultura do prêmio da Academia parece cortar na própria carne, o drama vivido ‘às ocultas’ por vários integrantes da sétima arte.

Não é do desconhecimento de ninguém que, nessa área, existem muita gente famosa que é viciada, seja em álcool ou drogas ilícitas e, evidentemente essa denúncia dos escultores, quer alertar que, se os fãs costumam copiar estilos de vida de seus astros, esse mau exemplo pode acabar multiplicando ao redor do mundo e gerando mais tragédias.

leia tudo sobre

Publicidade

Novidade: um celular com dispositivo apenas para se falar e ouvir

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

09 de setembro de 2014

Está cansado de celular com várias utilidades? Gostaria de um telefone que apenas atendesse ao seu verdadeiro objetivo, telefonar? Pois está chegando o nophone, um telefone desprovido de toda parafernália tecnológica. Não tem câmera, não tem conexão com a Internet, não tem Instagram, tampouco Facebook. 
 
Entre outras vantagens, o aparelho não tem necessidade de bateria pois a sua duração é infinita. É sem fios, é resistente a água e – acreditem! – a qualquer tipo de choque.
 
Será que, depois de tantos aplicativos inseridos em smartphones e celulares, alguém vai voltar a um telefone que só tem a função de falar e ouvir?

leia tudo sobre

Publicidade

Já somos metade-humana, metade máquina

Por Nonato Albuquerque em CIBERNÉTICA, COMPORTAMENTO, curiosidade

23 de Fevereiro de 2014

jason

Um artigo assinado por Gabriela Gonzales, no blog ALT 1040, revela como num tempo relativamente curto nos tornamos a geração mais dependente das máquinas e muito menos de nossos  próprios sentidos e instintos. Na avaliação geral de nossa dependência tecnológica, podemos afirmar que somos uma sociedade metade-humana, metade máquina.

Há pouco tempo era possível se guardar de memória os números dos telefones dos nossos amigos e familiares; hoje, deletamos toda essa memória, porque transferimos para os celulares essa função.

Quando uma pessoa se mudava para uma nova cidade, rapidamente sabia trafegar por ela porque induzíamos a nossa memória a esse aprendizado. Hoje, o Google Maps nos facilita e, pouco a pouco, vamos estreitando os espaços de nossa memorização.

“Nós nos adaptamos tanto as comodidades e serviços que nos fornecem a tecnologia que, basicamente, aprendemos apenas a nos defender”, narra Gabriela em seu artigo “Mitad humano, mitad máquina: ¿qué tan inútiles somos sin nuestros gadgets?”.

E ela relaciona alguns sinais claros do quanto dependemos da tecnologia.

Pessoas estão sendo jogadas no mar com seu veículo, pois o GPS disse-lhe para continuar por 500 metros.

Ninguém se lembra de um número de telefone.

Se você esquecer seu smartphone dá-lhe um ataque de ansiedade que pode levar ao pânico.

Se o sinal de Internet cai, o trabalho está acabado.

Quando você se move ppor uma nova cidade, leva seis meses de  moradia mas não se lembra da direção, porque só utiliza o Google Maps.

“Os computadores se tornaram uma espécie de expansão da memória de nosso cérebro […]; mente alternativa, que só não estará disponível se não houver uma tomada e uma conexão WiFi”.

leia tudo sobre

Publicidade

Papai Noel, quem diria, é uma mulher!

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

07 de dezembro de 2013

noelian

Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel… Peraí, aqui o assunto é outro. Eu pensei que todo Noel fosse Noel; mas descobri hoje cedo que tem mamãe nesse negócio. A repórter Ian Gomes (Por Aí – FM 101,7) como diz o título de sua coluna Tribuna Band News, saiu “Por Aí” travestida de bom velhinho. Fez sucesso, pois ninguém a reconheceu como a travessa jornalista que vive sob sol – debaixo de uma das 50 sombrinhas que ela tem. A caracterização foi para atender a um quadro do seu programa de TV que, este ano, cai exatamente no dia 25 de dezembro. Feliz Natal com… Mamãe Noel Gomes.
Essa família Gomes é poderosa!!!

leia tudo sobre

Publicidade

O aniversário de um rato

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

18 de novembro de 2013

18. Mickey MouseHoje foi o aniversário do Mickey Mouse, o ratinho que dá o maior lucro para a Disney.  Ele surgiu pela primeira vez no filme “Steamboat Willie”, no dia 18 de novembro de 1928.

Walt Disney dublou o personagem de 1929 a 1946, quando foi substituído pelo técnico de som Jimmy MacDonald. Desde 1983, a voz era de Wayne Allwine. Ao longo dos anos, Mickey apareceu em desenhos animados, quadrinhos, jogos de vídeo e tornou-se o ícone da Walt Disney Company.

Para comemorar os 83 anos, alguns fatos interessantes sobre o rato mais popular da história dos quadrinhos:
• O nascimento de Mickey está oculto sob uma lenda, mito criado pelo próprio Walt Disney. Gostava de dizer que o personagem surgira em um sonho que ele teve num trem. O nome original era Mortimer.
• Mickey Mouse nasceu da necessidade em 1927: a Disney perdeu os direitos sobre seu personagem anterior.
• Mickey Mouse foi o primeiro desenho animado sonoro totalmente sincronizado.
• Mickey Mouse já atuou em mais de 100 filmes.
• Mickey começou sua carreira como “Mortimer”, mas foi rebatizado logo depois. De acordo com Bob Thomas este fato é falso, mas se houvesse um rato chamado Mortimer, seria um rival de Mickey nos filmes.
• Mickey é conhecido na Itália como “Topolino”.
• Mickey é conhecido na Suécia como “Musse Pigg”.
• Mickey é conhecido na China como “Mi Lao Shu”.
• O primeiro clube do Mickey Mouse foi organizado através de histórias em quadrinhos a partir de 1929.
• Os quadrinhos Mickey Mouse começaram a aparecer nos jornais em 13 de janeiro de 1930.
• O primeiro livro sobre Mickey Mouse foi publicada em 1930.
• O primeiro objeto que foi comercializado com a imagem de Mickey era um relógio. • O primeiro desenho animado colorido do Mickey Mouse foi “Concert Band ‘.
• Mais da metade dos desenhos de Mickey foram feitos em preto e branco.
• Durante a Segunda Guerra Mundial, a palavra-chave usada nos desembarques do Dia D na Normandia foi “Mickey Mouse”.
• A noite de ano novo de 1999 Mickey Mouse era o mascote oficial de Nova York.

(Texto Culturizando)

leia tudo sobre

Publicidade

As frases mais infelizes do mundo

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

22 de setembro de 2013

O hotsite da Honda relaciona as frases infelizes ditas por pessoas de renome acerca de inventos que foram considerados impossíveis de acontecer.

 

É um sonho imaginar que caminhões e automóveis roubarão o lugar das ferrovias no transporte de passageiros e mercadorias por longas distâncias.

O filme sonoro é uma invenção muito interessante, mas eu não acredito que vá durar. Primeiro porque uma sincronia perfeita entre imagem e som é absolutamente impossível. Segundo, o cinema não pode e não deve se tornar teatro.

No futuro, não existirá nenhum carro nas ruas da cidade. Todo o trânsito estará no ar ou no subsolo. As cidades serão livres de qualquer tipo de ruído sonoro.

O meu invento pode ser explorado como uma curiosidade científica por algum tempo, mas não tem valor comercial.

Este tolo quer inverter toda a ciência da astronomia, mas a Sagrada Escritura nos diz que Josué ordenou que o Sol fique parado, não a Terra.

A energia atômica pode ser tão boa quanto nossos explosivos atuais, mas é improvável que produza algo muito mais perigoso.

Não há mais nada a ser descoberto pela Física. Tudo o que nos resta são medições cada vez mais precisas.

Só um brinquedo.

O quê, senhor? Você faria um barco navegar contra vento e correntes acendendo uma fogueira em seu deck? Desculpe-me, não tenho tempo para ouvir tal absurdo!

A metralhadora não vai trazer uma revolução na tática. Ela não vai realizar nenhuma mudança real na arte da guerra. Ele não é, no sentido mais amplo da palavra, um novo braço ou um novo poder.

A televisão não vai durar porque as pessoas logo se cansarão de ficar olhando para uma caixa de madeira todas as noites.

É uma grande invenção, mas quem usaria?

Daqui a 15 anos, venderemos mais energia para veículos elétricos do que para lâmpadas.

Há um jovem louco propondo iluminar as ruas de Londres com… o que você acha? Com fumaça!

No futuro, poucos medicamentos precisarão ser engolidos, exceto em caso de tratar o próprio estômago. Remédios para os pulmões, por exemplo, serão diretamente aplicados ao órgão através da pele e da carne.

A abolição da dor na cirurgia é uma ilusão. Faca e dor são duas palavras que sempre estarão associadas na consciência do paciente.

O conceito é interessante e bem estruturado, mas, para merecer uma nota melhor do que um ‘C’, a ideia deveria ser viável.

Nada indica que a energia nuclear será obtida. Isso significa que o átomo teria de ser rompido.

A moda passa em junho.

Não há praticamente nenhuma chance dos satélites espaciais de comunicação serem usados para prover melhorias nos serviços de telefone, telégrafo, televisão ou rádio dentro dos Estados Unidos.

Um foguete jamais será capaz de deixar a atmosfera da Terra.

Um homem foi preso em Nova York por tentar extorquir fundos de pessoas ignorantes, exibindo um dispositivo que ele diz que vai transmitir a voz humana a qualquer distância através de fios metálicos. Ele chama esse instrumento de telefone. Pessoas bem informadas sabem que é impossível transmitir a voz humana através de fios.

Eu viajei por todos os cantos deste país, conversei com as melhores pessoas e posso assegurar a você que o processamento de dados é uma moda e não vai durar até o fim do ano.

Se o movimento da Terra fosse circular seria violento e contrário à natureza. Não poderia ser eterno já que nada violento é eterno. Portanto, a Terra não se move com um movimento circular.

Barriga, tórax e cérebro nunca serão tocados pelos cirurgiões.

É quase impossível que os nobres órgãos da fala humana possam ser substituídos por um metal ignóbil, sem sentido.

Se a 7ª Sinfonia de Beethoven não for abreviada, logo cairá em desuso.

As chamadas teorias de Einstein são meros delírios de uma mente poluída com bobagens liberais e democráticas, algo totalmente inaceitável para cientistas alemães.

Acredito que no mundo exista mercado para uns 5 computadores.

Broca para petróleo? Você quer dizer furar o chão para tirar petróleo? Você é louco.

Os americanos precisam de telefones, nós não. Temos muitos meninos mensageiros.

Esta ideia [aviões como arma de guerra] é tão estupidamente sem sentido e impossível que eu estou disposto a ficar num navio de guerra enquanto um imbecil tenta atingi-lo do ar.

Em 1940, a teoria da relatividade será considerada uma piada.

Você não vai chegar a lugar nenhum, meu filho. Deveria voltar e virar motorista de caminhão.

Com mais de 50 tipos de carros estrangeiros já à venda por aqui, a indústria automobilística japonesa não tem chances de conquistar uma grande fatia do mercado norte-americano.

Sputnik é um pedaço de ferro que quase ninguém pode lançar.

Não existe razão para que alguém queira ter um computador em casa.

Vou ignorar todas as ideias de novas máquinas de guerra, visto que esse tipo de invenção já atingiu seu limite e não vejo nenhuma esperança de melhorias.

Muito interessante “Whittle” mas, meu garoto, ele nunca vai funcionar.

Independentemente de qualquer coisa, ele nunca vai aprender nada.

Lee DeForest disse, em muitos jornais, que será possível transmitir a voz humana através do Atlântico em poucos anos. Com base nessas declarações absurdas e deliberadamente enganosas, o público iludido foi persuadido a comprar ações da companhia dele.

A metralhadora é uma arma muito superestimada.

Minha dinamite em breve levará a paz a um milhão de convenções mundiais. Assim que os homens perceberem que exércitos inteiros podem ser dizimados em segundos, eles certamente irão respeitar a paz do outro.

A invenção da aeronave tornará a guerra impossível no futuro.

leia tudo sobre

Publicidade

O ‘SUDÁRIO’ DA TERRA

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO, curiosidade

09 de Maio de 2013

Um programador norte-americano mapeou imagens captadas pelos astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional nos últimos 12 anos. O resultado é incrível.

Com as coordenadas de cada uma das 1.129.177 fotos da Terra, Nathan Bergey, de 28 anos, compôs um esboço do mapa-múndi, como um “sudário” da Terra. Veja o mapa final, os de cada expedição à ISS e alguns exemplos de fotos.

SUDÁRIODATERRA

Compilado do Público.pt

leia tudo sobre

Publicidade

A CAIXA QUE CALCULA POR UM TOQUE

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

30 de Abril de 2013

http://vimeo.com/60773296

Uma calculadora para crianças, sem números nem tela,  desenhada por  por Khalil Klouche, e que eu compilei do Microsiervos para mostrar como é fascinante e genial o muno da mente humana. A invenção, intitulada ‘Knock, Knock’ (Toc Toc) impressiona pela singularidade do objeto.

 

 

leia tudo sobre

Publicidade

A ORIGEM DA LETRA MAIÚSCULA NOS NOMES

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

28 de Abril de 2013

letras maiusculas-minusculas-portugues-comNem sempre a humanidade foi obrigada a escrever nomes próprios com a inicial em letra maiúscula. Na época clássica, escrevia-se tudo em maiúscula. E isso aconteceu até a invenção da minúscula, aos tempos de Carlos Magno. Nesse momento se buscou um alfabeto mais fácil de se ler e escrever. A forma minúscula foi  solução.

A partir daquele instante, quando se utilizava a minúcula, a maíscula se mantinha nos distintos idiomas em diferentes situações. Por exemplo: em alemão se manteve a maiúscula para começar todos os substantivos e em português e em outras línguas romanas , só os nomes próprios são obrigatórios.

No século XII a maiúscula marcava o início de um capítulo ou parágrafo e facilitava a identificação das pessoas citadas em transações e documentos.

Mas só com a chegada do humanismo no século XV, o uso da maiú scula se impô para distinguir os nomes próprios dos comuns.

letras maiusculas-minusculas-portugues-com_Ijpg(2)letras maiusculas-minusculas-portugues-com_IIjpg

 

(Fonte: EH)

leia tudo sobre

Publicidade

A ORIGEM DA LETRA MAIÚSCULA NOS NOMES

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

28 de Abril de 2013

letras maiusculas-minusculas-portugues-comNem sempre a humanidade foi obrigada a escrever nomes próprios com a inicial em letra maiúscula. Na época clássica, escrevia-se tudo em maiúscula. E isso aconteceu até a invenção da minúscula, aos tempos de Carlos Magno. Nesse momento se buscou um alfabeto mais fácil de se ler e escrever. A forma minúscula foi  solução.

A partir daquele instante, quando se utilizava a minúcula, a maíscula se mantinha nos distintos idiomas em diferentes situações. Por exemplo: em alemão se manteve a maiúscula para começar todos os substantivos e em português e em outras línguas romanas , só os nomes próprios são obrigatórios.

No século XII a maiúscula marcava o início de um capítulo ou parágrafo e facilitava a identificação das pessoas citadas em transações e documentos.

Mas só com a chegada do humanismo no século XV, o uso da maiú scula se impô para distinguir os nomes próprios dos comuns.

letras maiusculas-minusculas-portugues-com_Ijpg(2)letras maiusculas-minusculas-portugues-com_IIjpg

 

(Fonte: EH)