NA VIRADA DO ANO, ASPARGOS PARA EVITAR RESSACA - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

NA VIRADA DO ANO, ASPARGOS PARA EVITAR RESSACA

Por Nonato Albuquerque em CIÊNCIA

29 de dezembro de 2012

Fim-de-ano, celebrações, champagne, bebidas… Ninguém pensa no dia seguinte. Pois tem uma novidade para quem aguardar 2013 e quer amanhecer o dia 1º sem nenhum sinal de ressaca.

Pesquisadores coreanos analisaram componentes de aspargos e seus efeitos bioquímicos no fígado de ratos e humanos. E chegaram à conclusão de que os aminoácidos e minerais contendo o extrato de espargos ( Asparagus officinalis ), especialmente feito de suas folhas alivia ressacas e protege o fígado de toxinas geradas pelo consumo de álcool.

Segundo B. Y.  Kim, pesquisador da Universidade Nacional de Jeju na Coréia e co-autor dos estudos, os aspargos reduzem a toxicidade celular de etanol em bebidas alcoólicas, pois acelera o metabolismo, minimiza o estresse oxidativo, quando o corpo sofre depois de uma bebedeira.

Seus resultados foram publicados no   Journal of Food Science.

Publicidade aqui

leia tudo sobre

NA VIRADA DO ANO, ASPARGOS PARA EVITAR RESSACA

Por Nonato Albuquerque em CIÊNCIA

29 de dezembro de 2012

Fim-de-ano, celebrações, champagne, bebidas… Ninguém pensa no dia seguinte. Pois tem uma novidade para quem aguardar 2013 e quer amanhecer o dia 1º sem nenhum sinal de ressaca.

Pesquisadores coreanos analisaram componentes de aspargos e seus efeitos bioquímicos no fígado de ratos e humanos. E chegaram à conclusão de que os aminoácidos e minerais contendo o extrato de espargos ( Asparagus officinalis ), especialmente feito de suas folhas alivia ressacas e protege o fígado de toxinas geradas pelo consumo de álcool.

Segundo B. Y.  Kim, pesquisador da Universidade Nacional de Jeju na Coréia e co-autor dos estudos, os aspargos reduzem a toxicidade celular de etanol em bebidas alcoólicas, pois acelera o metabolismo, minimiza o estresse oxidativo, quando o corpo sofre depois de uma bebedeira.

Seus resultados foram publicados no   Journal of Food Science.