UMA PRECE AOS PAIS DO MENINO MORTO - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

UMA PRECE AOS PAIS DO MENINO MORTO

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

26 de Março de 2019

Está todo mundo falando da morte dessa criança de 2 anos, que despencou do 11° andar do prédio onde morava. E nos comentários da maioria, a desculpa de que bastaria uma tela protetora para evitar a tragédia. Talvez sim, talvez não. Há certas ocorrências na vida que estamos longe de compreender.
Quem para entender o mistério que esconde esses dramas vivenciados por famílias, que num segundo detém a beleza de uma criança iluminando o lar, e num outro momento acaba perdendo-a de maneira tão trágica.

Eu costumo dizer por aqui em nossos comentários, que as tragédias acontecem como alerta para certos descasos que, involuntariamente ou não, deixamos acontecer.

Que outros pais tomem cuidado, quanto a isso; mas, em verdade, o que podemos fazer por essa família atormentada por esse sofrimento, é abraçá-la com as nossas preces; pedindo ao Deus misericordioso de todos, forças para que ela consiga suportar essa dor. Sabemos que o tempo cura feridas, mas ele sempre deixa marcas que jamais serão apagadas.

Publicidade aqui

leia tudo sobre

UMA PRECE AOS PAIS DO MENINO MORTO

Por Nonato Albuquerque em ARTIGO

26 de Março de 2019

Está todo mundo falando da morte dessa criança de 2 anos, que despencou do 11° andar do prédio onde morava. E nos comentários da maioria, a desculpa de que bastaria uma tela protetora para evitar a tragédia. Talvez sim, talvez não. Há certas ocorrências na vida que estamos longe de compreender.
Quem para entender o mistério que esconde esses dramas vivenciados por famílias, que num segundo detém a beleza de uma criança iluminando o lar, e num outro momento acaba perdendo-a de maneira tão trágica.

Eu costumo dizer por aqui em nossos comentários, que as tragédias acontecem como alerta para certos descasos que, involuntariamente ou não, deixamos acontecer.

Que outros pais tomem cuidado, quanto a isso; mas, em verdade, o que podemos fazer por essa família atormentada por esse sofrimento, é abraçá-la com as nossas preces; pedindo ao Deus misericordioso de todos, forças para que ela consiga suportar essa dor. Sabemos que o tempo cura feridas, mas ele sempre deixa marcas que jamais serão apagadas.