Abril 2013 - MOUSE OU MENOS 
Publicidade

MOUSE OU MENOS

por Nonato Albuquerque

Abril 2013

A CAIXA QUE CALCULA POR UM TOQUE

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

30 de Abril de 2013

http://vimeo.com/60773296

Uma calculadora para crianças, sem números nem tela,  desenhada por  por Khalil Klouche, e que eu compilei do Microsiervos para mostrar como é fascinante e genial o muno da mente humana. A invenção, intitulada ‘Knock, Knock’ (Toc Toc) impressiona pela singularidade do objeto.

 

 

leia tudo sobre

Publicidade

A ORIGEM DA LETRA MAIÚSCULA NOS NOMES

Por Nonato Albuquerque em curiosidade

28 de Abril de 2013

letras maiusculas-minusculas-portugues-comNem sempre a humanidade foi obrigada a escrever nomes próprios com a inicial em letra maiúscula. Na época clássica, escrevia-se tudo em maiúscula. E isso aconteceu até a invenção da minúscula, aos tempos de Carlos Magno. Nesse momento se buscou um alfabeto mais fácil de se ler e escrever. A forma minúscula foi  solução.

A partir daquele instante, quando se utilizava a minúcula, a maíscula se mantinha nos distintos idiomas em diferentes situações. Por exemplo: em alemão se manteve a maiúscula para começar todos os substantivos e em português e em outras línguas romanas , só os nomes próprios são obrigatórios.

No século XII a maiúscula marcava o início de um capítulo ou parágrafo e facilitava a identificação das pessoas citadas em transações e documentos.

Mas só com a chegada do humanismo no século XV, o uso da maiú scula se impô para distinguir os nomes próprios dos comuns.

letras maiusculas-minusculas-portugues-com_Ijpg(2)letras maiusculas-minusculas-portugues-com_IIjpg

 

(Fonte: EH)

leia tudo sobre

Publicidade

PASTOR DIZ QUE SECA É CULPA DOS GAYS

Por Nonato Albuquerque em BIZARRICE

26 de Abril de 2013

PASTORHOMO

Pronto, Feliciano não está só. E pode perder o ‘top trending’ de mais citado nas redes sociais para outro colega dele. O pastor Sargento Isidório (PSB), deputado estadual na Bahia, polemizou ao afirmar que a seca no Nordeste, considerada a pior dos últimos anos, é consequência do avanço do pecado.

Isidório é responsável pela Fundação Doutor Jesus, um centro de reabilitação voltado para dependentes químicos e localizado em Candeias, região metropolitana de Salvador.

Identificando-se como “ex-homossexual, ex-drogado e ex-bandido”, o pastor concedeu entrevista ao Bahia Notícias e afirmou que ficou insatisfeito com a nota de repúdio que seu partido emitiu contra o pastor Marco Feliciano (PSC-SP), por conta das declarações polêmicas feitas a respeito da África e dos homossexuais.

A nota, segundo o pastor, seria de responsabilidade dos “viados e viadas lá dentro [da direção do partido]“, e que a presidente estadual do PSB, senadora Lídice da Mata, seria uma das incentivadoras dessa postura: “Ela é de Oxum e eu sou de Jesus. Eu também já fui de Oxum quando era homossexual”, revelou, antes de ressaltar não temer represálias dos colegas de partido: “Se essas desgraças [partidos] prestassem, eram inteiros”.

O pastor afirma que a homossexualidade é uma “afronta” a Deus, e isso o estaria irritado, a ponto de Ele impor castigos à humanidade, como a seca no Nordeste do Brasil, as enchentes no Sudeste, os atentados terroristas em Boston e a ameaça de guerra da Coreia do Norte.

Para ele, líderes mundiais deveriam medir suas declarações a fim de evitar mais catástrofes: “A Bíblia fala que, se nos últimos tempos se multiplicasse a iniquidade, aconteceria esses fenômenos. Foi só Barack Obama começar a falar em casamento gay que o bicho começou a pegar, atentado em Boston, ameaça de Coreia do Norte”, enumerou, segundo o jornal A Tarde.

No entanto, o pastor Sargento Isidório afirma que apesar de seu abandono à homossexualidade, ainda precisa se policiar para evitar a tentação: “O pastor é humano. Claro que eu tenho medo de recaída. Eu não posso ficar junto de um homem muito tempo porque a carne é fraca”, avisou.

Informação compilada Gospel/Mais

leia tudo sobre

Publicidade

SEGURANÇA NÃO APENAS PARA TURISTAS

Por Nonato Albuquerque em ATUALIDADE

24 de Abril de 2013

Está dificil o trabalho de motoristas e trocadores de ônibus em Fortaleza. Quase diarimente há ocorrências de asssltos nos coletivos, com os bandidos – quase sempre, adolescentes – impondo o medo e o terror aos profisionais e passageiros. Há pontos onde os assaltos se repetem, mesmo com a presença de câmeras de segurança.

O Barra Pesada, por exemplo, já mostrou diversos vídeos de assaltantes agindo desafiadoramente; em um deles, o bandido adentra ao veículo e retira da bermuda uma enorme garrucha, colocando sob ameaça o trocador que, nervoso, lhe entrega a renda.

Ontem, mais um motorista foi vítima dessa violência. Ocorreu na Praia do Futuro. A ação criminosa foi cometida por dois adolescentes, irmõs, um de 17 e outro de apenas 15 anos de idde. Eles renderam passageiros e o mais novo acabou atirando no rosto do motorista, por considerar ‘pequena’ a quantia repassada pelo guiador.

As empress têm discutido a questão dessa onda de assaltos. Muito se tem solicitado providências policiais. As autoridades buscam divulgar os vídeos das ações, mostrando a ousadia dos jovens que, de cara limpa, não temem ser identificados.

Estamos às portas de um evento internacional, a Copa das Confederações e teme-se o agravamento dessa situação. Ali´s, não será apenas por esse motivo que se deve cobrar das autoridades o empenho nesse sentido. É preociso oferecer segurança ao cidadão que vive qui, que aqui trabalha, paga impostos e que, para cumprir sua rotina diária de trabalho, precisa enfrentar diariamente uma via crúcis de medo e de terror.

 

leia tudo sobre

Publicidade

70 anos da propaganda da Disney contra o império nazista

Por Nonato Albuquerque em CINEMA

18 de Abril de 2013

A Segunda  Guerra teve muita produção cinematográfica visando conquistar as pessoas do mercado norte-americano. A maioria, evidentemente, contra o regime  de Adolf Hitler.

O site Alt1040, por exemplo, lista uma série de filmes onde a propaganda do governo ianque é visível para ganhar a simpatia do povo em relação ao esforço de guerra.

Os estúdios Walt Disney, por exemplo, produziram uma série de curtas de animação, entre os quais ‘Educação para a Morte‘ , que completa 70 anos agora em 2013. Ele retrata o regime nazista e como ele se desenvolve e molda os jovens para torná-los fanáticos (um curta-metragem que é difícil acreditar que se trata da mesma fábrica onde foi criado Mickey mouse):

http://www.youtube.com/watch?v=D8bCuNiJ-NI&feature=player_embedded#!

leia tudo sobre

Publicidade

O ímpeto ruligã dos torcedores equivocados

Por Nonato Albuquerque em COMPORTAMENTO

14 de Abril de 2013

A Arena Castelão viveu um domingo de teste. Técnicos da FIFA aproveitaram o clássico-rei, entre Fortaleza e Ceará para averiguar até que ponto o estádio está se adequando para suportar uma Copa do Mundo.  Vieram jornalistas de fora acompanhar a guaribada. Expectativa de que se pudesse repercutir. E não demorou.  O portal UOL foi o primeiro a destacar; não o teste, mas a briga entre torcedores que resultou na morte de dois deles.

briga

Evidente que o secretário da Copa, Ferrúcio Feitosa, preocupou-se com tudo, inclusive o ítem segurança. Mas, pelo visto, para controlar o ímpeto ruligã dos torcedores equivocados, vai ser dificil. A imprensa, principalmente o rádio, deve funcionar em favor disso e evitar o politicamente incorreto de certos narradores, que estimulam ainda mais a violência em campo. Necessário é que se lance campanha de orientação e de educação para que os fanáticos mudem a sua postura em dias de jogos ou se afastem por conta de medidas austeras que devem  ser tomadas.

ruligansSim, foram presas 184 pessoas acusadas de todo tipo de atitudes inconsequentes. Mas, a gente sabe que logo cedo (se não foi hoje) essa gente vai ser solta; volta pra casa e no próximo jogo volta a perturbar a vida de quem é cidadão.

É preciso fichar os vândalos que forçam o futebol cearense ser presença mais na edit oria policial da imprensa do que nos cadernos a ele destinado. Evidente que, também, se devia cobrar mais qualidade dos nossos jogadores – principalmente do meu time que está ficando mal acostumado de levar pisa do seu oponente maior. Mas aí é outra estória e, nem por isso, eu vou sair do meu eu e começar a quebrar tudo.

Eu, graças a Deus, já avancei esse capítulo da natureza animalesca. Quem faz o contrário é doente e precisa não de ir ao estádio, mas ao hospital.

leia tudo sobre

Publicidade

JOVEM GUARDA AINDA FAZ BARULHO E SEMAN INTERFERE

Por Nonato Albuquerque em ATUALIDADE

13 de Abril de 2013

A Jovem Guarda, quem diria, ainda faz barulho. Pelo menos foi o que se viu na noite de ontem durante festa da Jovem Guarda realizada no Náutico. Fiscais da Seman notificaram o clube a respeitar a lei do silêncio. 
 
A fiscalização chegou por volta das 23h30min, acompanhada de reforço policial, exigiu a obediência à lei que regulamenta, nesse caso, som abaixo de 70 decibéis. 
Segundo o empresário de eventos Célio Guimarães, houve excessos. “Eles queriam prender os realizadores do show (Zé Carlos e Elenilton) e apreender o equipamento de som”. Houve interferência do presidente do Náutico, tentando uma negociação e, por fim, o clube ficou obrigado a realizar o evento com um som a altura que, segundo testemunhas, desagradou aos artistas. 
O cantor Almir Bezerra, integrante dos Fevers, teria criticado e saiu reclamando da intervenção do pessoal da Seman. O show seguinte, da banda Renato e seus Blues Caps, teve que ser realizado com o “som de restaurante”. 
 
Na verdade, a Secretaria do Meio Ambiente atendia, nada mais nada menos, do que a uma solicitação dos moradores incomodados com o barulho.

leia tudo sobre

Publicidade

Gatos e ratos: as desvantagens dos primeiros

Por Nonato Albuquerque em SEGURANÇA

08 de Abril de 2013

Em tempos de insegurança, onde a criminalidade chega a níveis assustadores, se der bobeira, rapidinho te levam a casa. Isso parece se aplicar muito bem ao sistema de segurança pública que nos rodeia. Que o diga o sucateamento em que se encontram as unidades do Corpo de Bombeiros de estados como Piauí e Maranhão. No Ceará, embora diferente, registram-se problemas de funcionamento da estrutura policial.

O exemplo de um assalto a um supermercado no bairro de Antonio Bezerra, no último sábado, é sintomático. Uma câmera traduziu o que se poderia chamar de despreparo do aparato policial para o enfrentamento da criminalidade.

Só para se ter uma ideia, a história é a seguinte: bandidos chegaram ao local, anunciaram o assalto, tomaram reféns e a partir daí houve a interferência de policiais de uma viatura do Ronda que estavam passando por acaso pelo local.

Um policial militar, que presta segurança particular ao supermercado, foi levado como escudo pelos bandidos que fugiram ante tiroteio. Todos fugiram a pé.

Correram para o rádio e descobriram que o aparelho estava em pane. Não funcionava. Ligaram por celular para o CIOPS pedindo socorro, mas ouviram de lá que não era possível porque estavam  ocupado com uma ocorrência ligada a um caminhão de frutas na Ceasa. Entraram na viatura para perseguir os bandidos – que estavam a pé – e não andaram nem 10 metros, descobriram que a troca de tiros acabou furando um dos pneus. Não precisa nem dizer que os bandidos fugiram, são e salvos.

Evidentemente, que é preciso dar um desconto em tudo isso; mas depois que se viu reportagem mostrando a falta de condições que enfrentam hoje muitos policiais ligados aos Corpos de Bombeiros deste País, a gente lamenta que nesse jogo de gato e rato, infelizmente, os ratos – no caso, os marginais – parecem levar mais vantagem do que o lado que nos protege.

leia tudo sobre

Publicidade

MICROFONE LIGADO: Efeito Ricúpero no ar

Por Nonato Albuquerque em COMPORTAMENTO

06 de Abril de 2013

Aproveitando o caso do pesidente uruguaio, o MOUSE OU MENOS lista algumas ‘saias justas’ de autoridades que falaram algo indevido sem saber que tinha microfone aberto.

O então ministro da Agricultura, Reinold Stephanes, deixou escapar o que pensava do governador Requião: “é um idiota“.

Em dezembro passado, o premiê russo esqueceu o microfone aberto e chamou as forças de segurança de imbecís.

Mas a famosa, sem dúvida, foi a do ex-ministro Rubens Ricúpero. Ele estava conversando informalmente com o jornalista Carlos Monforte, da TV Globo, e não imaginavam que a antena parabólica, sintonizada no canal no dia 1º de setembro de 1994, transmitia a conversa. “Eu não tenho escrúpulos. O que é bom a gente fatura; o que é ruim, a gente esconde”.

E A FRASE VIROU

SUCESSO NA REDE

A citação do presidente Mujica caiu na rede, virou polêmica, criou tensão entre os dois países até que o compositor argentino Mauro Sebastián Lecornel, aproveitou o bordão e fez uma música. Ela virou um dos principais temas nas redes sociais nesta sexta-feira. Um d os seus versos diz: “É pior do que o caolho, disse Mujica e todo mundo escutou. Essas coisas as vezes acontecem por um falastrão”.


leia tudo sobre

Publicidade

Marcas do tempo gravadas com arte

Por Nonato Albuquerque em FOTOGRAFIA

04 de Abril de 2013

O grande poeta Cazuza já dizia que o tempo não pára. E quando ele passa vai acrescentando marcas no rosto de todos nós. Na tentativa de mostrar como o  tempo, às vezes, é cruel a fotógrafa Ana Oliveira andou clicando fotos antigas e solicitando às pessoas fotografadas para que posassem, hoje em dia, a fim de mostrar as consequências do tempo. Eu achei a ideia fantástica e resolvi citá-la aqui com dica para que visitem a galeria da Ana.

b1dcd7e9167d2a569d84b394b0022505

leia tudo sobre

Publicidade

Marcas do tempo gravadas com arte

Por Nonato Albuquerque em FOTOGRAFIA

04 de Abril de 2013

O grande poeta Cazuza já dizia que o tempo não pára. E quando ele passa vai acrescentando marcas no rosto de todos nós. Na tentativa de mostrar como o  tempo, às vezes, é cruel a fotógrafa Ana Oliveira andou clicando fotos antigas e solicitando às pessoas fotografadas para que posassem, hoje em dia, a fim de mostrar as consequências do tempo. Eu achei a ideia fantástica e resolvi citá-la aqui com dica para que visitem a galeria da Ana.

b1dcd7e9167d2a569d84b394b0022505