Publicidade

No Centro do Cage

por Christiano Milfont

Luta Livre na Central do Corpo Dunas

Por cmilfont em Catch Wrestling, grappling, luta livre, NOGI

10 de novembro de 2016

A Central do Corpo – sede Dunas, inaugura uma turma de Luta Livre aberta ao público no horário de meio-dia, equipe RGT com supervisão do faixa-preta Orlando Fernandes e instrutores faixa-marrom Eduardo Maia (líder da equipe RGT-Caio Terra Fortaleza e também faixa-preta de Jiu-jitsu) e Christiano Milfont (faixa-marrom em Luta Livre e Jiu-jitsu).

Captura de Tela 2016-11-10 às 06.49.47

Única academia em Fortaleza com tradição Brunocilla e herança do grão-mestre Euclydes Hatem, criador da modalidade e campeão nacional do antigo Catch Wrestling, além de um dos maiores lutadores de vale-tudo que existiram no país, vencedor de George Gracie (criador do Gracie Jiu-jitsu) e nunca desafiado pelos demais membros da família por ser considerado imbatível em sua época.

A Luta Livre Esportiva é uma modalidade semelhante ao Jiu-jitsu, mas sem kimono, apesar de não ter pancadas como socos e chutes é considerada mais agressiva por possuir uma quantidade maior de golpes que são proibidos na modalidade de kimono, além de uma estrutura de faixas mais completa e mais abrangente que permite uma melhor avaliação do nível técnico dos alunos.

A Luta Livre é herdeira do Catch Wrestling que deu origem ao Wrestling olimpico, modalidade que permite apenas quedas e proíbe as finalizações. Mas na Luta Livre são permitidas todos os tipos de quedas e finalizações, então por consequência é uma modalidade com suporte maior a quedas do que o Jiu-jitsu já que engloba todo o Wrestling olímpico sem limitar as suas regras.

Se você, praticante de Jiu-jitsu, quer melhorar para as competições NOGI, essa é uma oportunidade de treinar todos os dias sem o kimono.

Mais informações nos telefones(85) 2181-1715 e (85) 9 9173-6004 ou no site http://centraldocorpo.com.br/. O endereço da academia é Av. Luís Viêira, 920 – Vicente Pinzon, Fortaleza – CE, 60177-250.

lutalivre

leia tudo sobre

Publicidade

Seminário Gessy Barbosa

Por cmilfont em jiujitsu, seminario

18 de outubro de 2016

O faixa-preta Gessy Barbosa realizará um seminário na Academia Central do Corpo – (sede Dunas, click no link para ver onde fica), no dia 12 de Novembro, confira abaixo do poster duas posições que serão ensinadas das inúmeras que o lutador ensinará seus detalhes:

gessybarbosa

leia tudo sobre

Publicidade

Jiujitsu no Paraíso

Por cmilfont em campeonatos, jiujitsu

28 de setembro de 2016

Nos dias 22 e 23 de outubro, acontecerá na paradisíaca Praia de Jericoacoara, litoral norte do Ceará o 1° Open Jeri de Jiu-Jitsu, Evento terá a chancela da CBJJE– Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo e contará pontos para o Ranking Meia Guarda.

A competição terá atletas da faixa branca à preta nas categorias juvenil, adulto, master e senior no masculino e feminino.

Presença confirmada de atletas do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, João pessoa e Recife que serão premiados com medalhas de 1°, 2° e 3° colocados, nas suas respectivas categorias e premiações em dinheiro, kits e Quimonos para os campeões das categorias de absoluto que não tem limite de peso.

O evento acontecerá em 2 dias, sábado e domingo à partir das 9:00 horas da manhã na quadra coberta de esportes e as finais na praia próximo à Duna do por-do-sol.

As inscrições tem o valor de R$ 60,00 para categoria e R$ 30,00 para absoluto, com vagas limitadas. O evento conta com o PATROCINIO: Jeri trilha maluca passeios, Agua azul, kart cross club, You curso de ingles, Jeri ferias transfer e Gnet grafica e design.  APOIO: Farmacia nova vida, Collor churros, Pousada do véio, Restaurante Senzala, Açai do tom, Kite is cool, Sun real , Natura hostel, Partido do esporte e Prefeitura de jijoca de jericoacoara.

Maiores informações no site: www.meiaguarda.com.br ou pelos telefones: (85) 99804 9720 Oniel e (88) 99862 7719 Jean carlos.

A organização fica por conta do renomado faixa preta Oniel Ferraz, Bi Campeão mundial que organiza eventos desde 1997, e atualmente é arbítro internacional da CBJJE.

CARTAZ OPEN JERI JIU-JITSU

leia tudo sobre

Publicidade

Cearense Victor Hugo, Campeão Mundial de Jiujitsu

Por cmilfont em jiujitsu

18 de junho de 2016

O cearense Victor Hugo Costa Marques se sagrou campeão mundial de Jiu-jitsu na faixa-roxa categoria adulto super-pesado (link para os resultados) no mundial de 2016 que ocorreu em Long Beach, Califórnia – USA, pela federação internacional da modalidade, a IBJJF.

IMG-20160612-WA0019

O No Centro do Cage quis saber como tudo começou:

“Minha história no Jiu-Jitsu começa aos 14 anos quando meu pai passa em frente a uma academia de jiu jitsu, acha interessante e resolve me matricular” diz o campeão, ao citar seu pai Marcos Roberio que também pratica a modalidade e complementa:

“Eu que já me dediquei a vários esportes e nunca me dei bem, no começo não tinha jeito nenhum para a luta, mas aos poucos fui vendo minha evolução de tempo em tempo com muita paciencia do grande professor Ricardo que me ensinou cada detalhe”. Victor Hugo agradece aos ensinamentos de seu professor Ricardo Costa da DBK.

“Além dele (se referindo ao seu professor) sempre tive ajuda de todos meus companheiros de treino mais graduados, sendo assim, aos poucos fui pegando o jeito e aquele esforço foi gerando frutos.”

IMG-20160610-WA0041

Mas e as competições, como surgiram na sua vida?

“Quando começei a competir não foi nada fácil, perdi 7 campeonatos até chegar ao ouro, mas eu não desistia, voltava e treinava mais forte ainda. Eu quero, eu posso, eu consigo, com essa filosofia que sigo até hoje são 4 anos de competidor estando invicto na minha categoria de peso em todos que disputei desde que ganhei o primeiro.

IMG-20160611-WA0100

Aguarde uma entrevista completa com o campeão e detalhes do jogo que o tornaram campeão mundial.

leia tudo sobre

Publicidade

Caio Terra Association Fortaleza

Por cmilfont em grappling, jiujitsu, NOGI

18 de Maio de 2016

A Caio Terra Association desembarcou recentemente em Fortaleza por meio de sua nova filiada, a equipe local RGT (Renovação Grappling team). Entrevistamos o líder da equipe, o faixa-preta Eduardo Maia, sobre essa empreitada, acompanhe:

Tribuna: Eduardo, conte para os leitores do No Centro do Cage sua trajetória no jiu-jitsu.

Eduardo MaiaIniciei no Jiu Jitsu em Junho/92 com o Mestre Luís Filho, em uma academia que ele  possuía na sua casa na Rua Osvaldo Cruz. Quando ele se mudou para os Estados Unidos comecei a treinar com o Marcus Aurélio, na época Carlson Gracie Team e posteriormente MG, onde permaneci treinando com o Gigueto da faixa azul até a faixa Preta  (agora em Julho completo 08 anos de faixa preta). Logo que fui graduado faixa preta surgiu uma demanda para ensinar jiu jitsu para um grupo de amigos, o que seria o embrião da Renovação Grappling Team. Atualmente nosso time consta com 05 Faixas Preta (Francisco Silveira, Rogério Cruz, Nei Barbosa, Armando Cavalcante e Eu), com filiais na Varjota, Papicu, Dunas e Messejana.

Tribuna:Porque representar a Caio Terra já que sua equipe, apesar de nova, já vinha se estabelecendo nos campeonatos?

Eduardo Maia: A idéia de representar a CTA surgiu da necessidade de termos um suporte relacionado ao Jiu Jitsu ( já tínhamos um suporte com relação a luta livre quando trouxemos o Mestre Alexandre Pequeno para cá ano passado, para validar nossas faixas e treinos, e ficamos sendo acompanhados pelo professor Orlando Fernandes (Faixa preta 3ºGrau)), entretanto no Jiu Jitsu eu sentia falta desse apoio, onde pudéssemos trocar experiências, fazer camps, intercâmbio, etc.

A partir dessa idéia comecei a fazer contato com o professor Caio Terra (10 x Campeão Mundial) e com o seu representante aqui no Brasil, o professor Alessandro Nunes, vimos que tínhamos pensamentos alinhados com relação a postura, condução da equipe, forma de ver o jiu jitsu e fomos amadurecendo a idéia de formarmos essa parceria.

Em Abril trouxemos o professor Alessandro para conhecer a equipe e realizar um seminário e a partir daí formalizamos essa parceria entre a RGT e a CTA Brasil, onde hoje Representamos a Caio Terra Association em Fortaleza.

Tribuna: Quais as perspectivas nessa nova fase?

Eduardo Maia: A perspectiva é que consigamos evoluir mais ainda com relação ao jiu jitsu competitivo, pois a base do nosso time é a Old School, todos os faixas preta já são seniores, e está vindo uma segunda geração da equipe, uma rapaziada aí que está mais focada em competição, acredito que com isso poderemos atender os dois públicos e ficarmos cada vez mais versátil incluindo tanto o jiu jitsu old quanto o new school, afinal isso é o bom do jiu jitsu, o aprendizado e a evolução constante.

Além desse fator teremos o apoio quando formos nas outras filiais do time CTA seja nos EUA, ou em Juiz de Fora/MG, Niteroi/RJ, Palmas/TO ou João Pessoa/PB. Nossa estreia com a nova bandeira será no dia 21/05 no campeonato Brasileiro da CBLP.

*************

Mais informações podem ser solicitadas na página oficial da equipe de Fortaleza no Facebook.

caioterrafortal

leia tudo sobre

Publicidade

Gigueto, Campeão Brasileiro 2016

Por cmilfont em jiujitsu

03 de Maio de 2016

O faixa-preta Andre Luiz Soares, o Gigueto, fatura pela terceira vez o título de campeão brasileiro de Jiujitsu pela CBJJ, o órgão oficial da modalidade, no último final de semana em Barueri-SP.

gigueto1

O campeão na categoria Master 3 Pluma enfrentou duríssimos adversários e com a técnica que formou uma geração inteira de campeões tanto no pano quanto no MMA, saiu de São Paulo com a medalhas mais desejada e a trouxe para nosso estado.

Parabéns Gigueto, você é o campeão que nos representa e nos inspira.

Lutas do Gigueto

leia tudo sobre

Publicidade

Última chamada para lutar no Open R3

Por cmilfont em campeonatos, grappling, jiujitsu, NOGI

16 de Março de 2016

1916269_925143247582821_441396727335686605_n

Quer fazer parte do seleto time de feras que disputam os duelos no R3 Fight?

Dispute sua vaga no Open R3 que ocorrerá no próximo dia 03 de abril de 2016 no ginásio da Parangaba e ainda tenha a oportunidade de ganhar dinheiro e aumentar seus pontos no Ranking Meia Guarda.

Lembrando que só valerá como seletiva, portanto conquistar  a vaga para o Lutas Casadas, quem se inscrever na categoria e absoluto que custam 40 reais cada uma até o dia 20 de março próximo. As regras seguirão as tradicionais do Brazilian Jiu-jitsu compatíveis com as principais federações como CBJJ ou CBJJE.

Observe a seguir a premiação:

12832413_924997234264089_910036428370924689_n

Você pode se inscrever diretamente com a R3 no WhatsApp (85) 99758.3550, na Loja Sankaku na Avenida Barão de Studart ou com os seguintes atletas e líderes de equipe:

Gessy Barbosa – Gracie Barra

Yan Lucas Pica-pau – Gracie Barra

Aloisio Junior – BTT

Almir Junior Bjj – DGT

Rafael Teófilo – Nova União

Christiano Martins Milfont – RGT

Rafael Bezerra – DGT

Talison Soares – CHECK-MAT

Amanda Carvalho – DGT

Junior Samurai – Meia Guarda

medalha

leia tudo sobre

Publicidade

Multi Atleta Rafael Bezerra encara mais um esporte de frente

Por cmilfont em jiujitsu

03 de Janeiro de 2016

Ex-jogador de futebol, destaque por sete anos seguidos no futsal como melhor jogador cearense, seis vezes artilheiro do campeonato cearense e cogitado como a estrela do esporte, se tornou profissional e passou pelo Ceará, Esporte Recife, Flamengo e aos 20 anos foi chamado para jogar no União de Leiria – na época 1a divisão do futebol Português.

ciclista

No Judô, o atleta conquistou a faixa-preta por mérito e segue aperfeiçoando a arte marcial japonesa ancestral do Jiujitsu brasileiro.

bodybuilder

Também Bodyboarder profissional, desistiu do futebol para voltar a sua terra Natal em Fortaleza, no seu currículo ainda consta impressionantes feitos como: uma Ultra-Maratona em Vila Velha-ES; quatro maratonas; três meia maratonas; dois Ironman 70.3 e um Ironman completados.

Agora encara de frente o Jiu Jitsu

bjj

O empresário que promove o melhor desafio de lutas casadas no país, o R3 Fights, fala para esse veículo que está fechando patrocínios com grandes empresas no cenário nacional para tornar o evento ainda maior e mais empolgante dando visibilidade a todos os atletas cearenses que desejam fazer uma carreira de sucesso.

empresraio

Acompanhamos o evento desde a primeira edição e somos testemunhas da evolução e aprimoramento mesmo em um ano em crise e sem tradição de grandes patrocínios. Rafael comenta: “Lutamos contra as adversidades, críticas, desconfianças e superamos as expectativas, vamos melhorar ainda mais e dar uma premiação digna aos lutadores”.

comfilho
“Estou levando meu filho para conhecer a vida que levei sendo Multi Atleta e dando exemplos.” disse o atleta sobre levar seu filho para treinar desde cedo e promover a saúde em família.

Integrante da recém oficializada equipe Delta Gold Team no CE liderada em terras alencarinas pelo faixa-preta Almir Junior, Rafael pretende disputar o certame de 2016 para aperfeiçoar o entendimento por dentro dos tatames do cenário local e melhorar ainda mais o R3 Fights.

Vamos acompanhar de perto essa trajetória.

leia tudo sobre

Publicidade

Golpe Preferido do Jovem Hélio Gracie

Por cmilfont em Gracie, jiujitsu

31 de dezembro de 2015

helioNoPe

Quem disse ser o estrangulamento, errou. Talvez o Hélio já maduro e aposentado dos ringues tivesse preferência pelo estrangulamento que lhe deu várias vitórias importantes em sua carreira.

Mas segundo um jornalista dos anos 50 que fez um levantamento dos golpes preferidos dos principais professores de Jiujitsu da então capital do país, o Hélio tinha preferência mesmo pela chave de pé, como pode ser vista na imagem ao lado retirado do jornal O Globo de novembro de 1932 quando ele treina com o irmão George Gracie no início da carreira.

Os irmãos Gracie eram versáteis em vários estilos, treinavam com e sem kimono tanto Jiujitsu Japonês [na época o Judo Kodokan pré-guerra, antes de se tornar olímpico e restringir luta de solo] quanto Luta Livre e Catch Wrestling.

triangulo-04-07-1955

leia tudo sobre

Publicidade

Defesa Pessoal no Jiujitsu

Por cmilfont em Defesa Pessoal, jiujitsu

21 de dezembro de 2015

Uma prática que anda esquecida pelos praticantes de Brazilian Jiu Jitsu são as técnicas aplicadas na defesa pessoal em um confronto de rua.

O Sargento Marcel Marcus Manholi em seminário recente demonstrou as técnicas do estilo aplicadas nesse contexto que o ajudaram em dezenas de ocorrências como militar do corpo de bombeiros, desde conter bêbados arruaceiros a evitar suicídios.

Autor de um livro recente dessa abordagem, o faixa-preta de Jiujitsu recomenda: “Se você já pratica BJJ, já tem o arsenal, já sabe fazer uma montada, um armlock, uma kimura, as técnicas são as mesmas do esportivo, o que muda é o foco e como voce vai usar, basta aplicar ao contexto específico”.

Captura de Tela 2015-12-21 às 19.08.19

leia tudo sobre

Publicidade

Defesa Pessoal no Jiujitsu

Por cmilfont em Defesa Pessoal, jiujitsu

21 de dezembro de 2015

Uma prática que anda esquecida pelos praticantes de Brazilian Jiu Jitsu são as técnicas aplicadas na defesa pessoal em um confronto de rua.

O Sargento Marcel Marcus Manholi em seminário recente demonstrou as técnicas do estilo aplicadas nesse contexto que o ajudaram em dezenas de ocorrências como militar do corpo de bombeiros, desde conter bêbados arruaceiros a evitar suicídios.

Autor de um livro recente dessa abordagem, o faixa-preta de Jiujitsu recomenda: “Se você já pratica BJJ, já tem o arsenal, já sabe fazer uma montada, um armlock, uma kimura, as técnicas são as mesmas do esportivo, o que muda é o foco e como voce vai usar, basta aplicar ao contexto específico”.

Captura de Tela 2015-12-21 às 19.08.19