Publicidade

Le Chef Coxinha

por Ariane Cajazeiras

le chef coxinha

Restaurante Madero chega a Fortaleza

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas, Hamburguer

13 de setembro de 2018

O restaurante paranaense é famoso pelo cheeseburger, que pode chegar a 59 reais! Será que vale a pena? 

Começa a funcionar nesta quinta-feira um restaurante aguardadíssimo por muitos cearenses. Até porque nós AMAMOS novidade, né? Quando abre qualquer coisa nova, haja fila e disposição porque todo mundo quer conhecer, é o nosso jeitinho hahaha! Para você que nunca ouviu falar do Madero, o restaurante foi fundado em 2005, pelo chef Junior Durski. O primeiro Madero Prime Steak House funciona ainda no centro histórico de Curitiba. Mas hoje, o restaurante já está presente em 15 estados, incluindo o Ceará, cuja loja abre as portas a partir das 18h deste dia 13 de setembro.

No Nordeste são duas unidades em Salvador, duas em Recife, essa de Fortaleza e em breve em Aracaju, Sergipe. O Madero trabalha com dois modelos de negócio: steak house (como no Riomar Fortaleza) e container, que tem um cardápio mais reduzido. Aqui teremos o cardápio completo que é oferecido em todo o Brasil. A nova loja tem 549 metros e capacidade para comportar até 166 clientes.

E qual é, afinal, o diferencial do produto do Madero?

Algumas pessoas já me disseram ter sido o melhor hambúrguer que já provaram. Os cheeseburgers da casa, que tem um cardápio de saladas, sanduíches fit, entradas, carta de vinhos, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, são realmente o carro-chefe, aqueles que dão nome ao restaurante.

Segundo o restaurante, o diferencial está no “pão crocante assado na hora, alface e tomate frescos, cebola assada, queijo cheddar, maionese artesanal, carne pura e grelhada em fogo forte e batatas fritas crocantes por fora e macias por dentro“. Todos os ingredientes são artesanais e a maior parte do que é servido nos restaurantes da rede vem da Fábrica Central em Ponta Grossa (cidade próxima de Curitiba), que tem capacidade para produzir 2 milhões de hambúrgueres por mês.

O Madero já teve até a pretensão de se autointitular “o melhor hambúrguer do mundo”, mas mudou o slogan para “o hamburger do Madero faz o mundo melhor”. Eu estive em um pré-lançamento a convite do restaurante, no último dia 11 de setembro, e experimentei alguns dos produtos do cardápio. Devo dizer que gostei bastante do que comi, mas tenho algumas considerações  a fazer.

A experiência valeu a pena?

A comida estava muito boa, realmente. Pedi como entrada o Schnitzel (R$26), uma carne de porco que se come muito na Alemanha, bem fininha e empanada. Deliciosa, quentinha, crocante, com toque de limão. A porção serve 2 pessoas.

Schnitzel (Foto: Ariane Cajazeiras)

O meu sanduíche foi o Madero Bacon (R$44): Pão crocante, 180 gramas de carne com um tempero delicioso, fatias de bacon crocante e cheddar especial.  Gosto de frisar o cheddar porque é um queijo super caro e a maior parte das hamburguerias da cidade usa creme de cheddar, queijo processado (muitas vezes bem ruinzinho). No Madero o cheddar é do bom (mas também reforço que o preço é alto, então eles têm o dever mesmo de entregar o melhor produto).

Madero Bacon (Foto: Ariane Cajazeiras)

O hambúrguer é realmente muito bom, suculento, não inunda o pão de água, tempero no ponto certo. Mas foi o melhor que já provei? Acho que não. Preciso repetir pra avaliar, mas não guardei esse sabor tão marcante que algumas pessoas me disseram. Vale a pena provar? Na minha opinião, sim. É importante dizer que a casa tem outros tipos de sanduíche, mas especificamente os cheeseburgers não têm muita variação de ingredientes: o pão é sempre o mesmo (tipo carioquinha, mas artesanal) e varia só o tamanho (número de carnes e fatias de bacon).

O cardápio também tem costelinha, carnes, sanduíches vegetarianos, veganos, saladas e outros sanduíches quentes. Provei o Choripán (R$36), que é na verdade um sanduíche típico argentino, com linguiça artesanal enroladinha, com sabor pronunciado, mas não apimentado, vinagrete e maionese espacial. Gostoso.

A batata é canoa, realmente veio crocante por fora e macia por dentro. Acho que se paga um valor a mais pela batatinha, mas não lembro bem quanto é.

De sobremesa, tomei o sorvete de Vanilla (baunilha, né) com frutas Vermelhas. Não repetiria. Sorvete é bem simples, sabor não é marcante. Preferi a panelinha de brigadeiro de colher da minha vizinha de mesa. Porém a panelinha custa R$19, ou seja, prefiro fazer lá em casa porque sou boa nisso hahaha. Mas o brigadeiro estava realmente caseiro, quentinho e delicioso. Se você não conta moedas como eu, vale comprar.

Sorvete de Vanilla e calda de frutas Vermelhas (Foto: Ariane Cajazeiras)

No mais, a casa está linda, decoração rústica e elegante, funcionários são dedicados e pareciam felizes em estarem ali. Conversei, por exemplo, com o garçom Joel e ele veio de Itapipoca, foi treinado em São Paulo e está tendo a primeira oportunidade de emprego no restaurante. Achei isso bem interessante!

O que assusta? O valor, né? Os cheeseburgers têm um valor beeem acima do que estamos acostumados a ver por aqui. De 33 a 59 reais. Se quiser visitar, prepare-se para pagar mais que o comum para uma hamburgueria.

Quer visitar? A loja abre as portas nesta quinta a partir das 18h (o horário da inauguração é diferenciado). Quero voltar um dia comum para avaliar serviço, sabor e rapidez e finalmente conseguir responder à pergunta: O Madero vale mesmo o valor que se cobra?

Serviço

Madero Riomar
Endereço: Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Papicu. Piso L3, perto da Pizza Ht.
Horário de funcionamento:
De segunda a quinta, das 11h45min às 23 horas.
Sexta e sábado, das 11h45min à 0 hora.
Domingo e feriado, das 11h45min às 22h30min

Publicidade

Várias formas de celebrar o amor

Por Ariane Cajazeiras em Dia dos Namorados, Experiências Gastronômicas, Restaurantes

07 de junho de 2018

Dia dos namorados, aquela data essencialmente comercial que vira uma desculpa para ter momentos a sós com a pessoa que a gente ama tchururururuuu <3 E o Le Chef Coxinha tem algumas sugestões para os apaixonados. Tem gente que gosta de aproveitar o 12 de junho pra jantar fora, outros preferem cozinhar em casa e tem quem espere aquele presente.

E como boca foi feita pa cumê a gente tem sugestões que envolvem, claro, comida, que é nosso crush (amor verdadeiro, amor eterno)!

A) Pra comer fora:

Não caiam no conto do “na hora a gente decide”. O ideal é reservar lugar mesmo. Até porque ninguém quer perder a noite de terça-feira numa fila, não é? Tem vários restaurantes da cidade oferecendo programações especiais. Minha dica de hoje é o La Bella Italia. Um dos melhores da cidade para comer uma boa comida italiana (uma das minhas preferidas). Meu espaço preferido é o superior, que é climatizado e mais aconchegante.  A casa já oferece menu especial na segunda-feira, dia 11, para quem quer antecipar a data! Os casais recebem no dia 11 de junho uma taça de vinho Casa Valduga Leopoldina Rosé. O mimo harmoniza com os novos pratos do Menu Tartufo, recém adicionados ao cardápio da casa e que trazem a trufa como ingrediente principal.

Para o dia 12 de junho, terça-feira, o restaurante está desenvolvendo uma sobremesa exclusiva e irá contar com decoração e mise en place temáticos, além da música que ficará aos cuidados do violinista Daniel Barros. Entre as opções para data, destacam-se como entrada o Tartare di Salmone (tartar de salmão com creme mascarpone, mix de folhas e tomate cereja) e o Mare (lagosta, camarão, lula e polvo temperados com azeite extravirgem e limão siciliano, servidos mornos com torradas). Para o prato principal, a dica é o Agnolotti di Gamberi (massa recheada com camarão com molho de alcaparras, abobrinha e limão siciliano) ou Risotto alla Pescatora (feito com arroz canaroli, lagosta, camarão, lula e polvo).

Aqueles que adoram uma boa proteína podem optar pelo Filetto in Crosta (filé de peixe em crosta de ervas acompanhado por palmito pupunha assado, aspargos, tomates secos e molho de manjericão) ou Sorrentina (filé mignon grelhado com cogumelos frescos, tomate cereja e muçarela de búfala com batatas ao forno).

Sorrentina (Foto: Divulgação)

Serviço:

La Bella Italia:
Avenida Almirante Barroso, 812, Praia de Iracema
Horário Funcionamento: Segunda-feira a sábado, das 18h à 00h, e domingo, das 12h às 16h, das 18h à 00h.
Telefone: (85) 3219.2166
Instagram: @labellaitaliaFortaleza

Quem também oferece programação especial é o restaurante Jardim do Alchymist. O local oferece uma programação especial de música para os casais no dia 11 e 12 de junho, com apresentação do Thiago Rocha Duo Jazz, que vai tocar música brasileira, beatles, jazz e pop moderno em ritmo de bossa.

No dia dos namorados, a dica de entrada são as mini bruschettas de pão caseiro, feito no próprio restaurante, e que podem ser acompanhadas com molho especial. Para o prato principal, a sugestão para duas pessoas é o Grelhado Imperial, que vem acompanhado de lagosta, camarão, lula, polvo, vongole, mexilhão, filé de sirigado grelhado com um toque de manteiga de ervas servido com purê de batatas e arroz de brócolis. Para sobremesa, o chefe do Jardim, Adailton Magalhães, indica o Bolo de Ninho Gelado, que vem com bolo a base de leite ninho servido com sorvete de chocolate.

Serviço:

Jardim do Alchymist:
Rua Barão de Aracati, 801
Horário Funcionamento: Segunda e terça-feira a partir das 18h.
Telefone: (85) 3032-7208

B) Pra aprender:

Tem oficinas de gastronomia abertas ao público no Shopping Iguatemi em parceria com o curso de Gastronomia da Unifanor Wyden. Até domingo às 18h30 na praça em frente ao Outback. Olha só o calendário:

Quinta- feira 07/06
Uma noite de sabores exóticos da Tailândia
Chef Élcio Nagano
Chef Pâtissier Felipe Cicconato
Aula show com degustação:
Camarão Pancoco com molho de tamarindo
Pad Thai – talharim de arroz com lombo de porco
Esfera de coco recheado com manga e maracujá

Sexta-feira (08/06)
Uma noite de fondue
Fondue de queijo (com acompanhamentos para intolerantes a Glúten!)
Fondue de carne
Fondue de chocolate ( frutas, bolo, suspiros e biscoitos)
Chef Kersya Coêlho (coordenadora do Curso de Gastronomia da Unifanor)
Chef Pâtissier Anna Paula Rezende (chef Anna Paula Doceria)
Chef Pâtissier Felipe Cicconato (chef Sablé Diamant)
Chef Pâtissier Nabirra Acário (chef Nabirra Acário Brigaderia Gourmet)

Sábado (09/06)
“ Um brinde ao amor”: A magia da harmonização de espumantes com queijos , frutas e sobremesas.
Sommelière Marbênia Gonçalves
Chef Vivian Teixeira
Chef Kersya Coêlho

Domingo (10/06)
“ Itália, mesa pra dois” !
Bruschetta, risoto e tiramisù.
Chef Edil Costa
Chef Pâtissier Anna Paula Rezende

Boa ideia para quem quer preparar um jantarzinho legal em casa mesmo. Cozinhar para alguém que a gente ama é bom demais <3 Ou cozinhar juntos, que tal?

B) Pra presentear: 

Pesquei algumas opções das minhas confeitarias preferidas atualmente na capital. O legal é que tem opção pra todos os bolsos.

Sucré Patisserie – Coração de Torta Brownie (R$79,9): Chocolate belga 33% cacau, recheado com a clássica Torta Brownie da Sucré! E se você quiser uma sobremesa mais barata e bem classuda, a dica é a Caixa Colar de Brigadeiro Belga (R$ 36,00). São 7 brigadeiros belgas pintados de dourado, em formato de colar de ouro.

Colar de ouro delicioso! (Foto: Divulgação)

Sucré Patisserie:
R. Nunes Valente, 1310
Telefone: (85) 3268-2983
Av. Senador Virgílio Távora, 284
Telefone: (85) 3241-4275

Sablé Diamant Patisserie – Para quem quer investir um pouco mais no presente, a loja oferece cestas especias com itens diversos concebidos especialmente pra data! Para eles (R$329,00):

1 coração profiteroles 580g
1 caixa de madeira com queijos
1 caixa de madeira com pães de mel com doce de leite
1 cartão dedicatória
1 caixa de macarrons variados
2 cervejas artesanais ou 1 vinho tinto
1 caixa redonda
1 voucher de desconto Jef Calçados

Cesta de dia dos namorados (Foto: DIvulgação)

E para elas (R$ 379):
1 coração profiteroles 580 gramas
1 caixa de morangos com chocolate
1 caixa de bombons recheados de nutella
1 mini buquês de flores naturais
1 caixa redonda
1 cartão dedicatória
1 espumante rosé

Sablé Diamant Patisserie
Rua Dr. José Lourenço, 1414 – Aldeota
Telefone: (85) 3051-5074
Instagram: @sablediamant

E você, como comemora a data? Fala pra gente no comentários e nas nossas redes sociais 🙂

Publicidade

Dia das mães com sabor

Por Iury Costa em Experiências Gastronômicas, Restaurantes

11 de Maio de 2018

Tem presente melhor para o dia das mães que um jantar bem bacana? O Blog Le Chef Coxinha foi em dois lugares de Fortaleza (que, inclusive, ficam na mesma rua) provar os sabores que vão receber as mamães no domingo, dia 13.

O Jardim do Alchymist vai abrir nos próximos dois domingos, a partir do meio dia, para receber as famílias. A indicação do restaurante para o dia das mães é o “Camarão ao Ninho” (R$99), grelhado, regado com queijo cheddar. Ao ponto, e sabor marcante dos ingredientes, que se completam. Para acompanhar, um risoto de espinafre. Quem quiser unir o delicioso prato a um vinho, a casa possui uma carta variada.

E durante todo o mês, mais uma novidade: todas as mães que comerem lá ganham uma sobremesa de cortesia. A “Torta di Paglia” é uma harmonia de sabor. Leva morangos, calda de frutas vermelhas, biscoito ao leite crocante e sorvete de creme com amêndoas.

Jardim do Alchymist
1/3

Jardim do Alchymist

Foto: divulgação

Jardim do Alchymist
2/3

Jardim do Alchymist

Foto: divulgação

Jardim do Alchymist
3/3

Jardim do Alchymist

Foto: divulgação

No restaurante Terra Mia, a viagem é pela Itália. O chef Valerio Dionisi preparou um menu especial para o dia 13 de maio. O cardápio, que conta com primeiro prato, prato principal e sobremesa por R$65. Pois é, os italianos comem separado. E para o primeiro prato as opções são o “Spaghetti alla Mediterranea”, com molho de pescada, azeitonas pretas, alcaparras e tomate cereja, e a “Lasagna alla Bolognesa”, com massa fresca, carne e molho feito com tomates pelati. Massas “al dente”, que têm o sabor realçado pelos ingredientes artesanais.

Para compor o prato principal, você pode escolher entre o “Filé de Bacalhau”,  com batatas, azeitonas e tomate cereja, e o “Filé Mignon Terra Mia”, com molho de champignons e vinho tinto reduzido. De sobremesa, o “Millefoglie”, o mil folhas recheado com creme de confeiteiro e morangos frescos. Crocância que combina com a delicadeza do creme de confeiteiro.

Terra Mia
1/4

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
2/4

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
3/4

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia

Serviço

Restaurante Jardim do Alchymist

Rua Barão de Aracati, 801 – Meireles

Funcionamento: de segunda a sábado, das 18h à meia noite. Almoço aos domingos, a partir do meio dia.

Telefone: (85) 3032.7208

www.jardimdoalchymist.com / @jardimdoalchymist

 

Restaurante Terra Mia

Rua Barão de Aracati, 150 – Meireles

Funcionamento: todos os dias, das 18:30h à meia noite. No dia das mães, a partir das 11:30h

Telefone: (85) 3036.3356 / 9.9901.9048

@terramiafortaleza

Publicidade

A Itália bem pertinho: restaurante Terra Mia

Por Iury Costa em Experiências Gastronômicas, Le Chef Coxinha Descobre, Restaurantes

04 de Maio de 2018

Quem tem saudade de comida italiana de qualidade, ou que quer aprimorar o paladar, não precisa viajar milhares de quilômetros até a Europa. Há quase dois anos o bairro do Meireles, em Fortaleza, conta com o restaurante Terra Mia, digno de ser chamado de “restaurante italiano”. Logo na entrada, a sensação de que estamos viajando.

No salão climatizado, mesas bem dispostas e confortáveis. A iluminação, também pensada para o local, dá sensação de aconchego. São 40 lugares que se dividem com um bar diversificado, e uma mini loja, com algumas massas, molhos e outros itens trazidos direto da Itália. Quem quiser ar livre, o restaurante se divide com um espaço avarandado de 100 lugares, que divide lugar com o forno onde assam as pizzas. Imagina o cheiro bom!

Menu degustação

Pensando nessa imersão à gastronomia italiana, o chef (também italiano) Valerio Dionisi elaborou um menu degustação com pratos típicos italianos. A seleção (entrada, prato principal e sobremesa), com preço de R$49,90, fica disponível até o próximo dia 15 de maio, oportunidade, também, para levar a mãe! São pratos que primam pela qualidade, com uso de ingredientes frescos, e tudo preparado artesanalmente. Nada industrializado. Para além de apenas servir pratos italianos, a ideia do Terra Mia é de levar o conceito de culinária e sabor típicos da Itália.

Iniciamos nossa viagem de sabores pelas Bruschettas Caprese e de Parma. A primeira, servida com muçarela de búfala, tomate, orégano e pesto de manjericão feito pelo próprio chef. A segunda leva tomate e o delicado presunto de parma. Ambas são servidas em um pão italiano feito no restaurante. O sabor do pão com os ingredientes se somam. Sejam com a leveza da muçarela e o toque do manjericão do pesto, ou do tomate e o presunto.

O aroma do prato principal já nos advertia do que estava por vir. O Gnocchi Sorrentina é um dos clássicos da culinária mediterrânea. Mas na versão do chef Dionisi, a massa não leva batatas, o que a deixa muito mais leve. Por cima, como acompanhamento, um saboroso molho de tomates artesanal, além da muçarela de búfala. O ponto do cozimento certo. “Al dente”.

Completando a experiência gastronômica, a Delizia di Panna Cotta. Esqueça o que você provou até agora, que diziam ser panna cotta. Em Fortaleza, o Blog Le Chef Coxinha ainda não encontrou igual. Utilizando leite e creme de leite frescos, a preparação do chef Dionisi garante uma sobremesa consistente e suave ao mesmo tempo. Completam o sabor a calda de morango, e o toque especial do restaurante, com as ganaches de chocolate branco e amargo, e o crumble de biscoitos e castanha.

Em outras visitas ao Terra Mia, vale a pena, também, provar as pizzas “Al metro”. Como o nome já sugere, são tamanhos de meio metro (três sabores, R$90), e de um metro (cinco sabores, R$170). Com maciez e ingredientes frescos.

Serviço

Restaurante Terra Mia

Endereço: rua Barão de Aracati, 150, Meireles

Funcionamento: de terça a domingo, das 18:30h à meia noite

Telefone: (85) 3036.3356 / 985.436.948

Facebook: terramiafortaleza / Instagran: @terramiafortaleza

Terra Mia
1/8

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
2/8

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
3/8

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
4/8

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
5/8

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
6/8

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
7/8

Terra Mia

Foto: divulgação

Terra Mia
8/8

Terra Mia

Foto: Iury Costa

Publicidade

Cozinha grega para os cearenses: ZOI Restaurante

Por Iury Costa em Experiências Gastronômicas

23 de Março de 2018

Com os afazeres que temos durante o dia, um terreno cheio de verde, mesmo em plena avenida Washington Soares, pode passar despercebido. Mas lá dentro, a pouco mais de um quilômetro pela avenida Hermenegildo Sá Cavalcante, um espécie de oásis, onde parece que a loucura da capital não chega. Além de calma, boa comida.

O Blog Le Chef Coxinha foi o Colosso Lake Lounge para conhecer o ZOI Restaurante, que trabalha com a gastronomia grega, mas, é claro, sem esquecer a ligação com o Nordeste. É uma mistura de sabores que dá certo.

Os hábitos alimentares gregos, assim como na maioria dos países banhados pelo Mar Mediterrâneo, são ricos em frutas, verduras, cereais e frutos do mar, valorizando o orgânico e o natural. O azeite extra virgem produzido na Grécia é um dos mais puros e saudáveis.

Na chegada ao restaurante, um portal cheios de olhos turcos nos dá as boas-vindas, e nos protege do “mau-olhado”. Um caminho de pedras rodeado por verde, que nos lembra as típicas vilas da Grécia, nos leva até o salão principal. O local é climatizado, e os grandes janelões de vidro em frente ao lago permitem apreciar a vista enquanto se come. Mas quem não se dá bem com o ar condicionado, pode optar em ficar no mini lounge, bem na margem do lago, ou nas mesas de um aconchegante jardim, sob os auspícios de uma estátua de Buda, entalhada em madeira.

O menu, lançado há quase um mês, foi desenvolvido pela chef Lilian Braz, que comanda a cozinha do ZOI. Promove o “intercâmbio” Grécia-Ceará, e preza pela utilização de ingredientes frescos. De entrada, provamos as piabas fritas na crosta de ervas (R$24). Crocantes por fora e macias por dentro, com o sabor marcante, porém na medida, dos temperos utilizados. Antes da entrada, a casa serve um pão artesanal, que pode ser apreciado com azeite e pimenta.

De pratos principais, chegaram à mesa o picadinho na ponta da faca (R$39), acompanhado de farofa, banana da terra, e ovo frito; e o salmão com arroz de alho poró (R$39) e molho de iogurte cítrico, tomilho e limão siciliano. No picadinho, um prato tradicional sob um olhar mais apurado, dando atenção ao arranjo da carne com a banana frita, com o fecho do ovo, que não foi perguntado o ponto da gema (veio dura), mas combinou com o todo.

Já o salmão, assim como deve ser, com casca mais crocante, e interior macio. A carne molhada, suculenta e que desmanchava na boca. O arroz de alho poró possuía aroma marcante, por conta dos temperos. Já o molho de iogurte cítrico estava com uma acidez bastante acentuada, que chegava a causar um pouco de desconforto ao ser provado individualmente. No conjunto de todo o prato, houve harmonização, reduzindo um pouco a acidez.

De sobremesa, vale a pena pedir a “Zuppa del Duca” (R$26), com creme mascarpone cremoso, calda de café e chocolate amargo; e o dueto de chocolate amargo e doce de leite (R$21), acompanhado de sorvete de canela e crocante de pão de mel.

 

Serviço – ZOI Restaurante

Endereço: rua Hermenegildo Sá Cavalcante – Edson Queiroz

Funcionamento: às quartas-feiras, das 12h às 17h; de quinta a sábado, das 12h à meia noite; aos domingos, das 12h às 17h.

Reservas: (85) 981.600.088 / 982.032.322

 

ZOI Restaurante
1/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
2/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
3/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
4/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
5/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
6/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
7/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
8/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

ZOI Restaurante
9/9

ZOI Restaurante

Foto: Iury Costa

Publicidade

Com uma alimentação saudável também é possível afastar o diabetes

Por Iury Costa em Sem categoria

14 de novembro de 2017

No dia 14 de novembro é lembrado o “Dia Mundial de Combate ao Diabetes”. E para além dos fatores genéticos, que podem influir no aparecimento da doença, a maneira como você se alimenta também influi consideravelmente para o diabetes aparecer.

Foto: arquivo

Em entrevista ao blog Le Chef Coxinha, a nutricionista Aliny Morais afirma que, para manter a doença bem longe, é necessário, desde já, uma alimentação balanceada. Além disso, deve-se começar a tirar o açúcar da sua vida. O ideal é treinar o paladar para não utilizar açúcar no dia-a-dia. “Os alimentos devem ser integrais e mais ricos em fibra. Destaque para a ingestão de frutas e verduras. Além disso, se deve evitar alimentos processados e industrializados, preferindo sempre aqueles in natura”.

Um dos principais vilões, é o suco de caixinha, que contém, além de uma grande quantidade de açúcar, diversos componentes químicos para manter “a longa vida” nas prateleiras. É claro que, a correria do nosso mundo vai nos obrigar, em algum momento, a consumir o prático suco de caixinha, mas a especialista afirma que a ingestão desse produto não deve se tornar frequente.

E para quem já tem diabetes? O que fazer? A nutricionista Aliny Morais afirma que se “precisa ter um controle bem rigoroso em relação aos alimentos consumidos”, para uma convivência harmônica com a doença. O ideal é evitar alimentos com grande quantidade de açúcar e carboidratos, que acabam, também, se transformando em glicose. O diabético “precisa evitar carboidratos em excesso, açúcar refinado, e, se possível, substituir por adoçante. E para quem tem o paladar mais trabalhado, não utilizar mais adoçante ou açúcar”.

 

Curiosidades

Diabetes é uma doença crônica (de longo prazo) que faz com que o corpo não produza insulina, ou não produza uma quantidade adequada para metabolizar os açúcares que entram no organismo. Com isso, o nível de glicose no corpo fica alto, podendo afetar o funcionamento de órgãos, por exemplo.

São dois tipos da doença: o primeiro (tipo 1) é auto-imune. O corpo ataca, por engano, as células do pâncreas, causando a produção irregular (ou nula) de insulina; o segundo (tipo 2) é causado por fatores genéticos, ou hábitos de vida.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Diabetes, 13 milhões de pessoas aqui no país vivem com a doença, quase 7% da população brasileira.

foto: reprodução internet

Publicidade

Chope de graça no Outback

Por Ariane Cajazeiras em Promoções

06 de novembro de 2017

Neste mês de novembro, o Outback Steakhouse completa 20 anos no Brasil e a celebração chega para quem gosta do chope do local. Entre 6 e 9 de novembro, todos os restaurantes da rede vão oferecer chopes de graça aos que entrarem em uma brincadeira. Para fazer parte da ação é preciso acessar o hotsite e deixar uma mensagem de aniversário divertida para o Outback, gerando um voucher.

Fotos: Ricardo Lima/Photografie

O cliente deverá ir a um dos restaurantes em qualquer horário, apresentar o cupom e, na compra de um aperitivo ou prato principal, ganhará o famoso chope da marca, servido na caneca congelada, para brindar mais um #MomentoOutback em grande estilo. É válido um cupom por pessoa e por prato principal ou aperitivo, e cada cupom dá direito a um chope Brahma 340ml, que pode ser apresentado impresso ou na tela do celular.

Achei a ação massa! Mas para mim, que não bebo álcool, ficou faltando uma comidinha grátis também. Solta uma Bloomin’ Onion aí pa nóis, Outback! Para quem curte chopes, fica a dica 🙂

<3

Sobre o Outback Steakhouse

A rede Outback Steakhouse possui 87 restaurantes no Brasil, está presente em 37 cidades, 14 Estados brasileiros e Distrito Federal. No mundo está em 22 países entre Américas, Ásia e Oceania. O primeiro restaurante no país foi inaugurado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 1997.

Publicidade

Novos hambúrgueres invadindo o Outback

Por Iury Costa em Experiências Gastronômicas, Hamburguer

05 de setembro de 2017

Uma nova e deliciosa campanha do Outback promete encher a rede de restaurantes! É o Festival de Burguers, que nos presenteou com três novas receitas. Todas com o sabor exclusivo dos excelentes produtos do Outback. Ah, e os sanduíches vêm acompanhados com as já conhecidas batatas fritas.

O Bloomin’ Picanha Burger (R$ 43) traz 240 gramas de hambúrguer de picanha, servido em um pão brioche com queijo emmenthal, um molho a base de maionese Heinz, um outro a base de ketchup Heiz, e fatias generosas de bacon. Além disso, algumas pétalas crocantes de cebola, da famosa Bloomin’Onion.

O segundo hambúguer é o Dark Mushrooms (R$ 43),com uma carne de 200 gramas, temperada com sal e pimenta preta, servida em um pão australiano. Também fazem parte do recheio: cebola caramelizada reduzida em balsâmico, queijo gruyère, bacon e o destaque: cogumelos shiitake salteados. Tudo isso com maionese Heinz.

O terceiro, e não menos importante: o Firecracker Shrimp Burger (R$ 44). Também um hambúrguer de 200 gramas temperado com sal e pimenta preta, e combinado com camarões empanados envoltos no molho Firecraker (picante e agridoce), servido em um pão brioche com alface maionese Heinz e cebolinha.

Nós provamos o Bloomin’ Picanha, no restaurante do shopping Iguatemi. Não restam dúvidas de que o hambúrguer é extremamente suculento, com todos os ingredientes em harmonia.Vale a pena, mesmo com o preço salgado. Mas quem vai para lá já sabe disso.

Não sabemos se foi pelo fato da preparação da carne de picanha, mas nosso pedido demorou um pouco mais que o convencional, mesmo com a casa praticamente vazia por ser cedo. Outro ponto que merece destaque é que o garçom não nos perguntou o ponto da carne (sim, hambúrguer também tem ponto).  A sorte é que iríamos escolher ao ponto, mas para quem gosta mal passada, fica a dica para tomar a iniciativa.

A nova campanha do Outback segue até o dia 04 de novembro. Corre!

Foto de Iury Costa
1/2

Foto de Iury Costa

Foto: Elon Nepomuceno

destaque_burguer_outback
2/2

destaque_burguer_outback

Foto: reprodução internet

 

Publicidade

O (nosso) circuito do café

Por Iury Costa em Café, Restaurantes

25 de agosto de 2017

O blog Le Chef Coxinha decidiu conhecer alguns espaços para tomar um bom café em Fortaleza. A bebida especial, de qualidade, vem ganhando mais adeptos, o que possibilita a abertura de diversos negócios especializados no setor. Apresentamos aqui 10 opções para você apreciar o café. É claro que isso não te impede de deixar outras sugestões. É bom que já podemos planejar um circuito 02!

Resolvemos fazer uma classificação. As estrelas (*) significam a melhor relação de atendimento, ambiente, localização, qualidade do café e custo-benefício. Já os cifrões ($) representam o preço praticado nos locais.

 

01. Aimé Café *** / $$$

Endereço: Avenida Barão de Studart, 2821, Dionísio Torres

Telefone: (85) 3055.6960

Funcionamento: das 09hs às 20:30hs

 

No local, nos sentimos como se estivéssemos na casa da avó, com móveis e objetos espalhados pelo ambiente, que remetem a  um momento familiar.  O atendimento inicial foi confuso, pois não sabíamos se o pedido era feito no balcão, ou se deveríamos aguardar alguém. Dava para perceber o nervosismo dos funcionários com a movimentação. Após a espera, um café de qualidade servido, e acompanhamentos gostosos. Tomamos um mocha.

 

02. Amika Coffeehouse ***** / $$$$

Endereço: Rua Ana Bilhar, 1136, Meireles

Telefone: (85) 3031.0351

Funcionamento: das 13hs às 21hs. Não abre às segundas

 

Excelente localização, profissionais qualificados e simpáticos, além de cafés especiais de alta qualidade. Bom atendimento, diversas opções com café, além de muitos acompanhamentos, como salgados e bolos, mas nada que fuja muito do universo proposto. Também funciona como local para capacitação de baristas e de realização de oficinas para entusiastas. Provamos um mocha com os deliciosos waffles.

 

03. Benévolo Café e Gelato **** / $$$

Endereço: Rua Ana Bilhar, 1083, Meireles

Telefone: (85) 3242.4464

Funcionamento: das 08hs às 23hs

 

Também uma excelente localização, espaço muito bonito e com bom atendimento. Ao ver o cardápio, e o próprio espaço, nos dá a impressão de que o café é apenas uma das várias opções (entre sorvetes, sucos, etc), e não um dos protagonistas.  Mesmo assim, o café servido é de qualidade e saboroso. O destaque positivo é que o grão é de uma produção própria. Tomamos um espresso e um mocha, com biscoitinhos de polvilho.

 

04. Café Havanna *** / $$$$

Endereço: Avenida Washington Soares, 85 (Shopping Iguatemi)

Funcionamento: Segunda a sábado, das 10hs às 22hs, e aos domingos das 14hs às 20hs.

 

Conhecida pelos excelentes alfajores, é uma franquia argentina com um quiosque quase na entrada do shopping (a da livraria). E talvez por ser praticamente na entrada, nos sentimos um pouco desconfortáveis com o fluxo de pessoas, mesmo que, no local, existam umas divisórias. O café utilizado é uma marca própria – bom. O destaque, realmente, é o doce de leite, utilizado tanto nas combinações de café, como nos acompanhamentos. Pedimos um crepe que estava com massa borrachuda, talvez pelo tempo de exposição. Bom atendimento. Ah, o café foi o capuccino com doce de leite!

 

05. Café Viriato ****/$$$$$

Endereço: Rua Osvaldo Cruz, 2828, Aldeota (tem também uma unidade no Shopping Del Paseo)

Telefone: (85) 3035.5503

Funcionamento: das 07:15hs às 23hs

 

Paga-se, também, pelo ambiente, que é bem requintado. Além disso, o café é um de muitos itens, e também não tem protagonismo. Às vezes, o atendimento, talvez pelo movimento, é um pouco disperso, mas, tanto o café, como os acompanhamento são excelentes e saborosos. Se você gosta de coisas muito doces, os affogatos são recomendados. Café de qualidade. Provamos o capuccino.

 

06. Le Pain Le Café **** / $$$$$

Endereço: Rua Professor Dias da Rocha, 670, Meireles

Telefone: (85) 3104.1805

Funcionamento: Segunda à quinta, das 08hs às 21hs, e de sexta a domingo, das 08hs às 22hs

 

Aqui, também, paga-se pela localização. Os acompanhamentos, embora deliciosos, são um pouco caros. Os cafés, no entanto, possuem preços razoáveis. O local é, realmente, muito bonito, e remonta um bistrô francês. Aliás, é um bistrô, e se pode encontrar diversas refeições. O atendimento é bom, e dava para perceber que os baristas são bem treinados e capacitados. O café servido é de qualidade. Provamos um capuccino, um mocha e uns pães artesanais deliciosos.

 

07. Mercado do Café *** / $$$$

Endereço: Rua Padre Francisco Pinto, 174. Benfica

Telefone: (85) 998.640.442

Funcionamento: Segunda à quarta, das 07hs às 20hs, e de quinta a domingo, das 07hs às 22hs

 

Fomos uma segunda vez ao local, já que não vale muito tirar as conclusões na primeira semana de funcionamento, quando tudo ainda está em ajuste. Mesmo assim, encontramos um atendimento hesitante, com os funcionários ainda em adptação, apesar de poucos clientes na casa. O cardápio é extenso, e, mais uma vez, encontramos o café apenas entre muitos itens, como hambúrgueres e pizzas. O ambiente é muito agradável, e leva à região do Benfica uma opção mais requintada. por lá, o café também é de qualidade. Provamos um capuccino, um mocha e bolo de cenoura.

 

08. Tiamate Coffee ***/$$$

Endereço: Rua Floriano Peixoto, 484, Centro

Telefone: (85) 3209.2000

Funcionamento: das 07:30 às 19hs. Não abre aos domingos

 

Também é um modelo de franquia. Realmente um achado no Centro de Fortaleza. E um dos bons. O ambiente, entre grandes prédios, é muito bonito, e com ótimo atendimento. As opções de acompanhamento são poucas, mas também gostosas. Talvez por levar a ideia de uma cafeteria expressa, tudo é servido em copos de papel térmico. Sentimos falta de apreciar um bom café em uma xícara. O café utilizado é de qualidade. Tomamos um capuccino.

 

09. Úrbici Café **** / $$$

Endereço: Avenida Antônio Sales, 1357, Joaquim Távora

Telefone: (85) 988.245.462

Funcionamento: das 07hs às 22hs. Não abre aos sábados e domingos

Mais um excelente achado em Fortaleza. O Úrbici funciona em uma banca, mas que não fica atrás de nenhuma grande cafeteria da região. A proposta é de tomar um café ao ar livre. O ambiente é aconchegante, o atendimento é ótimo e os acompanhamentos são uma delícia. O café utilizado é de uma marca própria, e com excelente qualidade. Provamos o latte, o mocha, o capuccino e o fofíssimo bolo de cenoura. Uma delícia!

 

10. Zuila Café ***/$$$

Endereço: Rua Silva Paulet, 1460, Aldeota

Telefone: (85) 3224.1202

Funcionamento: das 12hs às 20:30hs. Não abre aos domingos

O local foi feito para nos sentirmos em casa, mas na casa de uma tia já idosa, com muitas histórias para contar. O ambiente é agradável, mas os portões aberto nos deixaram um pouco inseguros. O atendimento é muito bom, e com diversas opções para acompanhar o café. Nos confundimos um pouco com o cardápio, já que alguns nomes não eram dos cafés que costumamos tomar, mas nada que não fosse resolvido de imediato. O preço também não é muito alto. O café utilizado é de qualidade. Provamos o mocha, que lá chamam de macchiatto (?), e os waffles com creme de avelã.

IMG_20170614_144301556
1/9

IMG_20170614_144301556

Café Aimé. Foto: Iury Costa

IMG_20170505_132135349 (1)
2/9

IMG_20170505_132135349 (1)

Amika Coffeehouse. Foto: Iury Costa

IMG_20170603_123133190
3/9

IMG_20170603_123133190

Café Benévolo. Foto: Iury Costa

IMG_20170807_140210987
4/9

IMG_20170807_140210987

Café Havanna. Foto: Iury Costa

IMG_20170529_162944943
5/9

IMG_20170529_162944943

Le Pain Le Café. Foto: Iury Costa

IMG_20170803_141159793
6/9

IMG_20170803_141159793

Mercado do Café. Foto: Iury Costa

IMG_20170605_152343589
7/9

IMG_20170605_152343589

Tiamate Coffee. Foto: Elon Nepomuceno

IMG_20170802_144223299
8/9

IMG_20170802_144223299

Úrbici Café. Foto: Iury Costa

WhatsApp Image 2017-08-16 at 18.24.55
9/9

WhatsApp Image 2017-08-16 at 18.24.55

Zuila Café. Foto: Iury Costa

Publicidade

Pizza de coxinha: bizarrices que amamos

Por Ariane Cajazeiras em Coxinha

26 de junho de 2017

O brasileiro é criativo! E quando se trata de comida, aí é que os limites sempre são ultrapassados. Na última semana, rodou o Brasil uma imagem de uma pizza com borda de coxinha! A delícia nada leve foi criada por um pizzaiolo conhecido como Tilon, do restaurante Amalicia em Missão Velha, no Cariri. A história dele já foi bem contada aqui mesmo, no portal Tribuna do Ceará.

Tilon, com suas criações (Foto: Arquivo pessoal)

Mas aqui em Fortaleza, uma doceria no bairro Jóquei Clube, tradicional por oferecer comidas gigantes como a big coxa de um quilo, já adicionou a pizza de coxinha ao cardápio. Em menos de 2 dias, a procura gerou até fila de espera. Afinal, quem não gosta de uma exagero no fim de semana? A sócia do Empório das Comadres, Joelma Maia, diz que quando a imagem da pizza do Tilon estourou nas redes sociais, os clientes começaram a pedir uma versão fortalezense da delícia. Foi aí que os cozinheiros já criaram a versão pra cá.  A pizza tem oito pedaços e vem com oito coxinhas médias na borda. O cliente pode escolher até dois sabores de pizza e as coxinhas são tradicionais de frango. O valor é R$ 49,90.

Pizza com Borda de coxinha do Empório das Comadres (Foto: Divulgação)

A outra sócia da loja, Genny Cunha, diz que a maioria dos pratos exagerados é sugerida mesmo pelos próprios clientes. Além da coxinha de um quilo, elas tem naked cake de coxinha (!!!), taças avalanches doces (aquelas com doce na parte de fora da taça, sabe?) e taças avalanche salgadas, cobertas de bacon, purê, recheadas com camarão… enfim. Qualquer exagero é pouco para mensurar a criatividade para gordices.

naked
1/4

naked

Naked cake de coxinha (Foto: Divulgação)

bigcoxa
2/4

bigcoxa

Big Coxa (Foto: Divulgação)

buque
3/4

buque

Buquê de coxinha (Foto: Divulgação)

taças
4/4

taças

Taças avalanche (Foto: Divulgação)

E aí? Você encara uma pizza de coxinha, mesmo na segunda-feira, dia mundial dos inícios de dieta? O restaurante fica na Avenida Lineu Machado, 1117, no bairro Jóquei Clube.

(Eu entrevistei as meninas do Empório na Tribuna Band News FM no último sábado, dia 25.06.2017 e vocês podem ouvir o papo aqui.)

Publicidade

Pizza de coxinha: bizarrices que amamos

Por Ariane Cajazeiras em Coxinha

26 de junho de 2017

O brasileiro é criativo! E quando se trata de comida, aí é que os limites sempre são ultrapassados. Na última semana, rodou o Brasil uma imagem de uma pizza com borda de coxinha! A delícia nada leve foi criada por um pizzaiolo conhecido como Tilon, do restaurante Amalicia em Missão Velha, no Cariri. A história dele já foi bem contada aqui mesmo, no portal Tribuna do Ceará.

Tilon, com suas criações (Foto: Arquivo pessoal)

Mas aqui em Fortaleza, uma doceria no bairro Jóquei Clube, tradicional por oferecer comidas gigantes como a big coxa de um quilo, já adicionou a pizza de coxinha ao cardápio. Em menos de 2 dias, a procura gerou até fila de espera. Afinal, quem não gosta de uma exagero no fim de semana? A sócia do Empório das Comadres, Joelma Maia, diz que quando a imagem da pizza do Tilon estourou nas redes sociais, os clientes começaram a pedir uma versão fortalezense da delícia. Foi aí que os cozinheiros já criaram a versão pra cá.  A pizza tem oito pedaços e vem com oito coxinhas médias na borda. O cliente pode escolher até dois sabores de pizza e as coxinhas são tradicionais de frango. O valor é R$ 49,90.

Pizza com Borda de coxinha do Empório das Comadres (Foto: Divulgação)

A outra sócia da loja, Genny Cunha, diz que a maioria dos pratos exagerados é sugerida mesmo pelos próprios clientes. Além da coxinha de um quilo, elas tem naked cake de coxinha (!!!), taças avalanches doces (aquelas com doce na parte de fora da taça, sabe?) e taças avalanche salgadas, cobertas de bacon, purê, recheadas com camarão… enfim. Qualquer exagero é pouco para mensurar a criatividade para gordices.

naked
1/4

naked

Naked cake de coxinha (Foto: Divulgação)

bigcoxa
2/4

bigcoxa

Big Coxa (Foto: Divulgação)

buque
3/4

buque

Buquê de coxinha (Foto: Divulgação)

taças
4/4

taças

Taças avalanche (Foto: Divulgação)

E aí? Você encara uma pizza de coxinha, mesmo na segunda-feira, dia mundial dos inícios de dieta? O restaurante fica na Avenida Lineu Machado, 1117, no bairro Jóquei Clube.

(Eu entrevistei as meninas do Empório na Tribuna Band News FM no último sábado, dia 25.06.2017 e vocês podem ouvir o papo aqui.)