Publicidade

Le Chef Coxinha

por Ariane Cajazeiras

hambúrguer

Restaurante Madero chega a Fortaleza

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas, Hamburguer

13 de setembro de 2018

O restaurante paranaense é famoso pelo cheeseburger, que pode chegar a 59 reais! Será que vale a pena? 

Começa a funcionar nesta quinta-feira um restaurante aguardadíssimo por muitos cearenses. Até porque nós AMAMOS novidade, né? Quando abre qualquer coisa nova, haja fila e disposição porque todo mundo quer conhecer, é o nosso jeitinho hahaha! Para você que nunca ouviu falar do Madero, o restaurante foi fundado em 2005, pelo chef Junior Durski. O primeiro Madero Prime Steak House funciona ainda no centro histórico de Curitiba. Mas hoje, o restaurante já está presente em 15 estados, incluindo o Ceará, cuja loja abre as portas a partir das 18h deste dia 13 de setembro.

No Nordeste são duas unidades em Salvador, duas em Recife, essa de Fortaleza e em breve em Aracaju, Sergipe. O Madero trabalha com dois modelos de negócio: steak house (como no Riomar Fortaleza) e container, que tem um cardápio mais reduzido. Aqui teremos o cardápio completo que é oferecido em todo o Brasil. A nova loja tem 549 metros e capacidade para comportar até 166 clientes.

E qual é, afinal, o diferencial do produto do Madero?

Algumas pessoas já me disseram ter sido o melhor hambúrguer que já provaram. Os cheeseburgers da casa, que tem um cardápio de saladas, sanduíches fit, entradas, carta de vinhos, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, são realmente o carro-chefe, aqueles que dão nome ao restaurante.

Segundo o restaurante, o diferencial está no “pão crocante assado na hora, alface e tomate frescos, cebola assada, queijo cheddar, maionese artesanal, carne pura e grelhada em fogo forte e batatas fritas crocantes por fora e macias por dentro“. Todos os ingredientes são artesanais e a maior parte do que é servido nos restaurantes da rede vem da Fábrica Central em Ponta Grossa (cidade próxima de Curitiba), que tem capacidade para produzir 2 milhões de hambúrgueres por mês.

O Madero já teve até a pretensão de se autointitular “o melhor hambúrguer do mundo”, mas mudou o slogan para “o hamburger do Madero faz o mundo melhor”. Eu estive em um pré-lançamento a convite do restaurante, no último dia 11 de setembro, e experimentei alguns dos produtos do cardápio. Devo dizer que gostei bastante do que comi, mas tenho algumas considerações  a fazer.

A experiência valeu a pena?

A comida estava muito boa, realmente. Pedi como entrada o Schnitzel (R$26), uma carne de porco que se come muito na Alemanha, bem fininha e empanada. Deliciosa, quentinha, crocante, com toque de limão. A porção serve 2 pessoas.

Schnitzel (Foto: Ariane Cajazeiras)

O meu sanduíche foi o Madero Bacon (R$44): Pão crocante, 180 gramas de carne com um tempero delicioso, fatias de bacon crocante e cheddar especial.  Gosto de frisar o cheddar porque é um queijo super caro e a maior parte das hamburguerias da cidade usa creme de cheddar, queijo processado (muitas vezes bem ruinzinho). No Madero o cheddar é do bom (mas também reforço que o preço é alto, então eles têm o dever mesmo de entregar o melhor produto).

Madero Bacon (Foto: Ariane Cajazeiras)

O hambúrguer é realmente muito bom, suculento, não inunda o pão de água, tempero no ponto certo. Mas foi o melhor que já provei? Acho que não. Preciso repetir pra avaliar, mas não guardei esse sabor tão marcante que algumas pessoas me disseram. Vale a pena provar? Na minha opinião, sim. É importante dizer que a casa tem outros tipos de sanduíche, mas especificamente os cheeseburgers não têm muita variação de ingredientes: o pão é sempre o mesmo (tipo carioquinha, mas artesanal) e varia só o tamanho (número de carnes e fatias de bacon).

O cardápio também tem costelinha, carnes, sanduíches vegetarianos, veganos, saladas e outros sanduíches quentes. Provei o Choripán (R$36), que é na verdade um sanduíche típico argentino, com linguiça artesanal enroladinha, com sabor pronunciado, mas não apimentado, vinagrete e maionese espacial. Gostoso.

A batata é canoa, realmente veio crocante por fora e macia por dentro. Acho que se paga um valor a mais pela batatinha, mas não lembro bem quanto é.

De sobremesa, tomei o sorvete de Vanilla (baunilha, né) com frutas Vermelhas. Não repetiria. Sorvete é bem simples, sabor não é marcante. Preferi a panelinha de brigadeiro de colher da minha vizinha de mesa. Porém a panelinha custa R$19, ou seja, prefiro fazer lá em casa porque sou boa nisso hahaha. Mas o brigadeiro estava realmente caseiro, quentinho e delicioso. Se você não conta moedas como eu, vale comprar.

Sorvete de Vanilla e calda de frutas Vermelhas (Foto: Ariane Cajazeiras)

No mais, a casa está linda, decoração rústica e elegante, funcionários são dedicados e pareciam felizes em estarem ali. Conversei, por exemplo, com o garçom Joel e ele veio de Itapipoca, foi treinado em São Paulo e está tendo a primeira oportunidade de emprego no restaurante. Achei isso bem interessante!

O que assusta? O valor, né? Os cheeseburgers têm um valor beeem acima do que estamos acostumados a ver por aqui. De 33 a 59 reais. Se quiser visitar, prepare-se para pagar mais que o comum para uma hamburgueria.

Quer visitar? A loja abre as portas nesta quinta a partir das 18h (o horário da inauguração é diferenciado). Quero voltar um dia comum para avaliar serviço, sabor e rapidez e finalmente conseguir responder à pergunta: O Madero vale mesmo o valor que se cobra?

Serviço

Madero Riomar
Endereço: Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Papicu. Piso L3, perto da Pizza Ht.
Horário de funcionamento:
De segunda a quinta, das 11h45min às 23 horas.
Sexta e sábado, das 11h45min à 0 hora.
Domingo e feriado, das 11h45min às 22h30min

Publicidade

De food truck a restaurante: testamos o novo Hey Joe Food’N’Bar

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas

12 de Março de 2017

Sanduíches artesanais, comida vegetariana, petiscos, sucos, bebidas, arte, música… tudo isso em um só lugar. Essa é a proposta que a gente captou no novo espaço do Hey Joe Food’N’Bar. O restaurante já era conhecido nas feirinhas de food trucks  da cidade e há um mês ampliou cardápio e se fixou em um local que aos poucos ganha novos ares, a conhecida Vila Pita, na Aldeota.  O local já teve vida noturna agitada e vem se destacando novamente com a abertura de bares e restaurantes.

Fachada do Hey Joe, na rua Norvinda Pires (Foto: Ariane Cajazeiras)

A gente bateu um papo com o Fabiano Pedon, sócio-proprietário que assina os pratos da casa, e ele nos disse que a proposta continuava a mesma: apostar na “comida de verdade”, aquela feita com ingredientes frescos, feita a mão, com pouco ou nada de industrial.  O menu está bem amplo e criativo. Tem opções tradicionais e vegetarianas que vão de petiscos a entradas. Você pode levar uma turma variada que vai ter comida tanto para quem gosta de bacon e fritura, por exemplo, quanto para quem prefere comidas mais leves ou para vegetarianos e intolerantes a glúten ou lactose. É tudo muito plural!

Batata Rústica Nordestina, com queijo artesanal e bacon fritinho (Foto: Ariane Cajazeiras)

Falafel (bolinho de grão de bico) com vinagrete picante (Foto: Divulgação)

 

Petiscos variados

Os petiscos para dar aquela beliscada enquanto se espera o prato principal, incluem essas batatas rústicas com molho de queijo, iscas de frango, salsichas artesanais e filé, lasanha de berinjela, bruschettas, entre outros. O nosso destaque vai para o maravilhoso Ceviche Tropical com peixe branco e tempero especial (e olha que nem curto muito ceviche) com peixe branco, cebola roxa, manga, pimentão vermelho e limão… É uma delícia e a apresentação lindona, pena que não deu tempo fotografar.

Por falar em apresentação, os copinhos de tapioca vem numa apresentação diferente, pendurados em copinhos numa estrutura metálica. Eles podem vir recheados de palmito ou ragu de cordeiro. Provei os dois, mas prefiro sempre ragu :).  O recheio também inclui cream cheese e crispy de couve manteiga. Vale bem a pena, o tempero é leve e gostoso! Foge da mesmice dos famosos dadinhos de tapioca. As coxinhas podem ser de frango, palmito ou cordeiro. São crocantes, vem em duas unidades (tamanho médio) e tem um toque de gergelim na casquinha. As entradas variam entre 20 e 45 reais.

Copinhos de tapioca (foto: Divulgação)

Copinho de tapioca (foto: Ariane Cajazeiras)

Coxinha de Cordeiro (Foto: Ariane Cajazeiras)

Uma coisa interessante do cardápio é que cada prato vem com uma legenda que informa se aquele prato pode vir assado ao invés de frito, se é light, vegetariano, sem lactose ou sem glúten. Bacana, né?

Bebidas

Tem uma lista grande de drinks alcoólicos, cervejas, sucos e sodas italianas. Eu, que não bebeo nada com álcool, indico a soda italiana de maçã verde e a pink lemonade, como limão siciliano, limão tahiti e amora. Muito refrescante!

Pink lemonade (Foto: Ariane Cajazeiras)

Sanduíches

Além dos famosos hambúrgueres lights já conhecidos no food truck ( tem burger de frango, burger de salmão, burger vegetariano e ainda sanduba de camarão), o Hey Joe Food’N’Bar também apresenta os sanduíches tradicionais em sua versão artesanal, como o Cheeseburger clássico, filé mignon suíno e o Joe Burger, com cheddar, bacon e molho da casa. Os pães são artesanais e cada sanduíche tem sua versão, com australiano, baguete ou artesanal da casa, por exemplo.

Cheddar, bacon e carne pra quem quer aquele clássico (Foto: Divulgação)

Burger de quinoa, soja e temperos frescos, o veggie burger (Foto: Divulgação)

Espaço e arte

O espaço também está bem interessante. No térreo é fechado, com ar-condicionado e exposição de quadros. Subindo as escadas o local é bem aberto e informal, com sofás de pallets, mesas de carretel e intervenções artísticas lindas o artista plástico Narcélio Grud. Vale a visita!

(Foto: Ariane Cajazeiras)

Alana, eu e a intervenção do Narcélio Grud (Foto: selfie hahaha)

Térreo (Foto: Ariane Cajazeiras)

Hey Joe Food’N’Bar
Endereço: Rua Norvinda Pires, 32 – Aldeota
Horário de Funcionamento: terça a quinta e domingos: entre 18h e 23h/ sexta e sábado: entre 18h e meia noite.

Publicidade

De food truck a restaurante: testamos o novo Hey Joe Food’N’Bar

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas

12 de Março de 2017

Sanduíches artesanais, comida vegetariana, petiscos, sucos, bebidas, arte, música… tudo isso em um só lugar. Essa é a proposta que a gente captou no novo espaço do Hey Joe Food’N’Bar. O restaurante já era conhecido nas feirinhas de food trucks  da cidade e há um mês ampliou cardápio e se fixou em um local que aos poucos ganha novos ares, a conhecida Vila Pita, na Aldeota.  O local já teve vida noturna agitada e vem se destacando novamente com a abertura de bares e restaurantes.

Fachada do Hey Joe, na rua Norvinda Pires (Foto: Ariane Cajazeiras)

A gente bateu um papo com o Fabiano Pedon, sócio-proprietário que assina os pratos da casa, e ele nos disse que a proposta continuava a mesma: apostar na “comida de verdade”, aquela feita com ingredientes frescos, feita a mão, com pouco ou nada de industrial.  O menu está bem amplo e criativo. Tem opções tradicionais e vegetarianas que vão de petiscos a entradas. Você pode levar uma turma variada que vai ter comida tanto para quem gosta de bacon e fritura, por exemplo, quanto para quem prefere comidas mais leves ou para vegetarianos e intolerantes a glúten ou lactose. É tudo muito plural!

Batata Rústica Nordestina, com queijo artesanal e bacon fritinho (Foto: Ariane Cajazeiras)

Falafel (bolinho de grão de bico) com vinagrete picante (Foto: Divulgação)

 

Petiscos variados

Os petiscos para dar aquela beliscada enquanto se espera o prato principal, incluem essas batatas rústicas com molho de queijo, iscas de frango, salsichas artesanais e filé, lasanha de berinjela, bruschettas, entre outros. O nosso destaque vai para o maravilhoso Ceviche Tropical com peixe branco e tempero especial (e olha que nem curto muito ceviche) com peixe branco, cebola roxa, manga, pimentão vermelho e limão… É uma delícia e a apresentação lindona, pena que não deu tempo fotografar.

Por falar em apresentação, os copinhos de tapioca vem numa apresentação diferente, pendurados em copinhos numa estrutura metálica. Eles podem vir recheados de palmito ou ragu de cordeiro. Provei os dois, mas prefiro sempre ragu :).  O recheio também inclui cream cheese e crispy de couve manteiga. Vale bem a pena, o tempero é leve e gostoso! Foge da mesmice dos famosos dadinhos de tapioca. As coxinhas podem ser de frango, palmito ou cordeiro. São crocantes, vem em duas unidades (tamanho médio) e tem um toque de gergelim na casquinha. As entradas variam entre 20 e 45 reais.

Copinhos de tapioca (foto: Divulgação)

Copinho de tapioca (foto: Ariane Cajazeiras)

Coxinha de Cordeiro (Foto: Ariane Cajazeiras)

Uma coisa interessante do cardápio é que cada prato vem com uma legenda que informa se aquele prato pode vir assado ao invés de frito, se é light, vegetariano, sem lactose ou sem glúten. Bacana, né?

Bebidas

Tem uma lista grande de drinks alcoólicos, cervejas, sucos e sodas italianas. Eu, que não bebeo nada com álcool, indico a soda italiana de maçã verde e a pink lemonade, como limão siciliano, limão tahiti e amora. Muito refrescante!

Pink lemonade (Foto: Ariane Cajazeiras)

Sanduíches

Além dos famosos hambúrgueres lights já conhecidos no food truck ( tem burger de frango, burger de salmão, burger vegetariano e ainda sanduba de camarão), o Hey Joe Food’N’Bar também apresenta os sanduíches tradicionais em sua versão artesanal, como o Cheeseburger clássico, filé mignon suíno e o Joe Burger, com cheddar, bacon e molho da casa. Os pães são artesanais e cada sanduíche tem sua versão, com australiano, baguete ou artesanal da casa, por exemplo.

Cheddar, bacon e carne pra quem quer aquele clássico (Foto: Divulgação)

Burger de quinoa, soja e temperos frescos, o veggie burger (Foto: Divulgação)

Espaço e arte

O espaço também está bem interessante. No térreo é fechado, com ar-condicionado e exposição de quadros. Subindo as escadas o local é bem aberto e informal, com sofás de pallets, mesas de carretel e intervenções artísticas lindas o artista plástico Narcélio Grud. Vale a visita!

(Foto: Ariane Cajazeiras)

Alana, eu e a intervenção do Narcélio Grud (Foto: selfie hahaha)

Térreo (Foto: Ariane Cajazeiras)

Hey Joe Food’N’Bar
Endereço: Rua Norvinda Pires, 32 – Aldeota
Horário de Funcionamento: terça a quinta e domingos: entre 18h e 23h/ sexta e sábado: entre 18h e meia noite.