Publicidade

Le Chef Coxinha

por Ariane Cajazeiras

Restaurante Madero chega a Fortaleza

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas, Hamburguer

13 de setembro de 2018

O restaurante paranaense é famoso pelo cheeseburger, que pode chegar a 59 reais! Será que vale a pena? 

Começa a funcionar nesta quinta-feira um restaurante aguardadíssimo por muitos cearenses. Até porque nós AMAMOS novidade, né? Quando abre qualquer coisa nova, haja fila e disposição porque todo mundo quer conhecer, é o nosso jeitinho hahaha! Para você que nunca ouviu falar do Madero, o restaurante foi fundado em 2005, pelo chef Junior Durski. O primeiro Madero Prime Steak House funciona ainda no centro histórico de Curitiba. Mas hoje, o restaurante já está presente em 15 estados, incluindo o Ceará, cuja loja abre as portas a partir das 18h deste dia 13 de setembro.

No Nordeste são duas unidades em Salvador, duas em Recife, essa de Fortaleza e em breve em Aracaju, Sergipe. O Madero trabalha com dois modelos de negócio: steak house (como no Riomar Fortaleza) e container, que tem um cardápio mais reduzido. Aqui teremos o cardápio completo que é oferecido em todo o Brasil. A nova loja tem 549 metros e capacidade para comportar até 166 clientes.

E qual é, afinal, o diferencial do produto do Madero?

Algumas pessoas já me disseram ter sido o melhor hambúrguer que já provaram. Os cheeseburgers da casa, que tem um cardápio de saladas, sanduíches fit, entradas, carta de vinhos, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, são realmente o carro-chefe, aqueles que dão nome ao restaurante.

Segundo o restaurante, o diferencial está no “pão crocante assado na hora, alface e tomate frescos, cebola assada, queijo cheddar, maionese artesanal, carne pura e grelhada em fogo forte e batatas fritas crocantes por fora e macias por dentro“. Todos os ingredientes são artesanais e a maior parte do que é servido nos restaurantes da rede vem da Fábrica Central em Ponta Grossa (cidade próxima de Curitiba), que tem capacidade para produzir 2 milhões de hambúrgueres por mês.

O Madero já teve até a pretensão de se autointitular “o melhor hambúrguer do mundo”, mas mudou o slogan para “o hamburger do Madero faz o mundo melhor”. Eu estive em um pré-lançamento a convite do restaurante, no último dia 11 de setembro, e experimentei alguns dos produtos do cardápio. Devo dizer que gostei bastante do que comi, mas tenho algumas considerações  a fazer.

A experiência valeu a pena?

A comida estava muito boa, realmente. Pedi como entrada o Schnitzel (R$26), uma carne de porco que se come muito na Alemanha, bem fininha e empanada. Deliciosa, quentinha, crocante, com toque de limão. A porção serve 2 pessoas.

Schnitzel (Foto: Ariane Cajazeiras)

O meu sanduíche foi o Madero Bacon (R$44): Pão crocante, 180 gramas de carne com um tempero delicioso, fatias de bacon crocante e cheddar especial.  Gosto de frisar o cheddar porque é um queijo super caro e a maior parte das hamburguerias da cidade usa creme de cheddar, queijo processado (muitas vezes bem ruinzinho). No Madero o cheddar é do bom (mas também reforço que o preço é alto, então eles têm o dever mesmo de entregar o melhor produto).

Madero Bacon (Foto: Ariane Cajazeiras)

O hambúrguer é realmente muito bom, suculento, não inunda o pão de água, tempero no ponto certo. Mas foi o melhor que já provei? Acho que não. Preciso repetir pra avaliar, mas não guardei esse sabor tão marcante que algumas pessoas me disseram. Vale a pena provar? Na minha opinião, sim. É importante dizer que a casa tem outros tipos de sanduíche, mas especificamente os cheeseburgers não têm muita variação de ingredientes: o pão é sempre o mesmo (tipo carioquinha, mas artesanal) e varia só o tamanho (número de carnes e fatias de bacon).

O cardápio também tem costelinha, carnes, sanduíches vegetarianos, veganos, saladas e outros sanduíches quentes. Provei o Choripán (R$36), que é na verdade um sanduíche típico argentino, com linguiça artesanal enroladinha, com sabor pronunciado, mas não apimentado, vinagrete e maionese espacial. Gostoso.

A batata é canoa, realmente veio crocante por fora e macia por dentro. Acho que se paga um valor a mais pela batatinha, mas não lembro bem quanto é.

De sobremesa, tomei o sorvete de Vanilla (baunilha, né) com frutas Vermelhas. Não repetiria. Sorvete é bem simples, sabor não é marcante. Preferi a panelinha de brigadeiro de colher da minha vizinha de mesa. Porém a panelinha custa R$19, ou seja, prefiro fazer lá em casa porque sou boa nisso hahaha. Mas o brigadeiro estava realmente caseiro, quentinho e delicioso. Se você não conta moedas como eu, vale comprar.

Sorvete de Vanilla e calda de frutas Vermelhas (Foto: Ariane Cajazeiras)

No mais, a casa está linda, decoração rústica e elegante, funcionários são dedicados e pareciam felizes em estarem ali. Conversei, por exemplo, com o garçom Joel e ele veio de Itapipoca, foi treinado em São Paulo e está tendo a primeira oportunidade de emprego no restaurante. Achei isso bem interessante!

O que assusta? O valor, né? Os cheeseburgers têm um valor beeem acima do que estamos acostumados a ver por aqui. De 33 a 59 reais. Se quiser visitar, prepare-se para pagar mais que o comum para uma hamburgueria.

Quer visitar? A loja abre as portas nesta quinta a partir das 18h (o horário da inauguração é diferenciado). Quero voltar um dia comum para avaliar serviço, sabor e rapidez e finalmente conseguir responder à pergunta: O Madero vale mesmo o valor que se cobra?

Serviço

Madero Riomar
Endereço: Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Papicu. Piso L3, perto da Pizza Ht.
Horário de funcionamento:
De segunda a quinta, das 11h45min às 23 horas.
Sexta e sábado, das 11h45min à 0 hora.
Domingo e feriado, das 11h45min às 22h30min

Publicidade

Restaurante Madero chega a Fortaleza

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas, Hamburguer

13 de setembro de 2018

O restaurante paranaense é famoso pelo cheeseburger, que pode chegar a 59 reais! Será que vale a pena? 

Começa a funcionar nesta quinta-feira um restaurante aguardadíssimo por muitos cearenses. Até porque nós AMAMOS novidade, né? Quando abre qualquer coisa nova, haja fila e disposição porque todo mundo quer conhecer, é o nosso jeitinho hahaha! Para você que nunca ouviu falar do Madero, o restaurante foi fundado em 2005, pelo chef Junior Durski. O primeiro Madero Prime Steak House funciona ainda no centro histórico de Curitiba. Mas hoje, o restaurante já está presente em 15 estados, incluindo o Ceará, cuja loja abre as portas a partir das 18h deste dia 13 de setembro.

No Nordeste são duas unidades em Salvador, duas em Recife, essa de Fortaleza e em breve em Aracaju, Sergipe. O Madero trabalha com dois modelos de negócio: steak house (como no Riomar Fortaleza) e container, que tem um cardápio mais reduzido. Aqui teremos o cardápio completo que é oferecido em todo o Brasil. A nova loja tem 549 metros e capacidade para comportar até 166 clientes.

E qual é, afinal, o diferencial do produto do Madero?

Algumas pessoas já me disseram ter sido o melhor hambúrguer que já provaram. Os cheeseburgers da casa, que tem um cardápio de saladas, sanduíches fit, entradas, carta de vinhos, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, são realmente o carro-chefe, aqueles que dão nome ao restaurante.

Segundo o restaurante, o diferencial está no “pão crocante assado na hora, alface e tomate frescos, cebola assada, queijo cheddar, maionese artesanal, carne pura e grelhada em fogo forte e batatas fritas crocantes por fora e macias por dentro“. Todos os ingredientes são artesanais e a maior parte do que é servido nos restaurantes da rede vem da Fábrica Central em Ponta Grossa (cidade próxima de Curitiba), que tem capacidade para produzir 2 milhões de hambúrgueres por mês.

O Madero já teve até a pretensão de se autointitular “o melhor hambúrguer do mundo”, mas mudou o slogan para “o hamburger do Madero faz o mundo melhor”. Eu estive em um pré-lançamento a convite do restaurante, no último dia 11 de setembro, e experimentei alguns dos produtos do cardápio. Devo dizer que gostei bastante do que comi, mas tenho algumas considerações  a fazer.

A experiência valeu a pena?

A comida estava muito boa, realmente. Pedi como entrada o Schnitzel (R$26), uma carne de porco que se come muito na Alemanha, bem fininha e empanada. Deliciosa, quentinha, crocante, com toque de limão. A porção serve 2 pessoas.

Schnitzel (Foto: Ariane Cajazeiras)

O meu sanduíche foi o Madero Bacon (R$44): Pão crocante, 180 gramas de carne com um tempero delicioso, fatias de bacon crocante e cheddar especial.  Gosto de frisar o cheddar porque é um queijo super caro e a maior parte das hamburguerias da cidade usa creme de cheddar, queijo processado (muitas vezes bem ruinzinho). No Madero o cheddar é do bom (mas também reforço que o preço é alto, então eles têm o dever mesmo de entregar o melhor produto).

Madero Bacon (Foto: Ariane Cajazeiras)

O hambúrguer é realmente muito bom, suculento, não inunda o pão de água, tempero no ponto certo. Mas foi o melhor que já provei? Acho que não. Preciso repetir pra avaliar, mas não guardei esse sabor tão marcante que algumas pessoas me disseram. Vale a pena provar? Na minha opinião, sim. É importante dizer que a casa tem outros tipos de sanduíche, mas especificamente os cheeseburgers não têm muita variação de ingredientes: o pão é sempre o mesmo (tipo carioquinha, mas artesanal) e varia só o tamanho (número de carnes e fatias de bacon).

O cardápio também tem costelinha, carnes, sanduíches vegetarianos, veganos, saladas e outros sanduíches quentes. Provei o Choripán (R$36), que é na verdade um sanduíche típico argentino, com linguiça artesanal enroladinha, com sabor pronunciado, mas não apimentado, vinagrete e maionese espacial. Gostoso.

A batata é canoa, realmente veio crocante por fora e macia por dentro. Acho que se paga um valor a mais pela batatinha, mas não lembro bem quanto é.

De sobremesa, tomei o sorvete de Vanilla (baunilha, né) com frutas Vermelhas. Não repetiria. Sorvete é bem simples, sabor não é marcante. Preferi a panelinha de brigadeiro de colher da minha vizinha de mesa. Porém a panelinha custa R$19, ou seja, prefiro fazer lá em casa porque sou boa nisso hahaha. Mas o brigadeiro estava realmente caseiro, quentinho e delicioso. Se você não conta moedas como eu, vale comprar.

Sorvete de Vanilla e calda de frutas Vermelhas (Foto: Ariane Cajazeiras)

No mais, a casa está linda, decoração rústica e elegante, funcionários são dedicados e pareciam felizes em estarem ali. Conversei, por exemplo, com o garçom Joel e ele veio de Itapipoca, foi treinado em São Paulo e está tendo a primeira oportunidade de emprego no restaurante. Achei isso bem interessante!

O que assusta? O valor, né? Os cheeseburgers têm um valor beeem acima do que estamos acostumados a ver por aqui. De 33 a 59 reais. Se quiser visitar, prepare-se para pagar mais que o comum para uma hamburgueria.

Quer visitar? A loja abre as portas nesta quinta a partir das 18h (o horário da inauguração é diferenciado). Quero voltar um dia comum para avaliar serviço, sabor e rapidez e finalmente conseguir responder à pergunta: O Madero vale mesmo o valor que se cobra?

Serviço

Madero Riomar
Endereço: Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Papicu. Piso L3, perto da Pizza Ht.
Horário de funcionamento:
De segunda a quinta, das 11h45min às 23 horas.
Sexta e sábado, das 11h45min à 0 hora.
Domingo e feriado, das 11h45min às 22h30min