Publicidade

Le Chef Coxinha

por Ariane Cajazeiras, Caetano Neto e Iury Costa

Almoçamos no Café Havanna

Por Ariane Cajazeiras em Restaurantes

18 de setembro de 2017

Quem nunca passou apressado pelo shopping e precisou almoçar algo rápido? O número de fast foods e self services é enorme. Mas porque não apostar no cardápio de um café na hora do almoço? A proposta nos foi feita pelo Café Havanna, no Iguatemi Fortaleza, que nos convidou para conhecermos o cardápio de sanduíches mais encorpados para uma refeição que pede mais volume e também um pouco de rapidez. A loja é uma franquia do doce de leite argentino mais famoso do mundo e foi aberta há um mês em Fortaleza, como já falamos aqui no Le Chef Coxinha.

Minha escolha de almoço foi o Belgrano: um sanduíche no pão beirute com lombo canadense, queijo provolone, requeijão com ervas e fatias de tomate assado. O pão não parece muito o que eu entendia por pão beirute, é um pouco mais encorpado e volumoso. Mas é bem crocante e casa bem com os sabores do recheio. Embora o provolone seja um queijo de sabor mais marcante, o casamento com o lombinho e a leveza do requeijão foi bem bom. A opção custa 22 reais e acompanha chips de batata doce da marca Roots. Pra acompanhar tomei uma refrescante soda italiana de framboesa (tem também no sabor pêssego ou limão e custa R$9).

Belgrano: minha opção de almoço (Foto: Ariane Cajazeiras)

Soda italiana de framboesa (foto: Ariane Cajazeiras)

O meu colega de mesa pediu um Croque El Señor: duas fatias de pão miga brioche, presunto, mussarela, o maravilhoso queijo gruyere (um dos meus queijos favoritos), requeijão e parmesão. É uma leitura da Havanna para o clássico croque monsiuer, que nada mais é que um misto quente chique. Amo misto quente, amo queijo e um sanduíche que mistura vários tipos de queijo e vem tostado e quentinho tem como dar errado? Na verdade tem, porque o ser humano sempre surpreende, mas esse deu bem certo. Gostei até mais que o Belgrano. O sanduíche vem molhadinho na parte interna, “queijo puxa” na medida e com a casquinha crocante por fora. O tamanho dá pra fome de um adulto comum (embora isso seja relativo no caso de alguns amigos e amigas hahaha), já que é maior que um pão de forma normal e também acompanha chips de batata doce. Esse sanduba custa R$ 20,50 e o meu colega tomou também um cafezinho expresso.

Croque El Señor (Foto: Ariane Cajazeiras)

O cardápio conta 8 opções de sanduíches com preços a partir de 14 reais, além de empanadas e salgados. Entre as bebidas, sucos, refrigerantes, as sodas italianas já citadas e as bebidas com café. Fiquei com vontade de provar os shakes gelados, frappés e chai do oriente (essência de especiarias, leite e dulce de leche). Mas acabei não conseguindo porque optei por sobremesa, no caso duas <3

A primeira foi o bolo de nozes com ganache de chocolate ao leite. São leves camadas de um bolo molhadinho e com pedacinhos de nozes, intercaladas com  o doce de leite Havanna e coberto com ganache de chocolate. Vem ainda com esse montinho de doce de leite que dá pra ver na foto. Gente, sério: se não existisse diabetes no mundo eu comeria esse doce de leite todo dia. Muito bom.

Bolo de nozes (Foto: Ariane Cajazeiras)

A segunda sobremesa eu esqueci de tirar foto, mas é o tradicional crepe de doce de leite (R$ 16). É basicamente uma massa de crepe fininha, coberta com doce de leite Havanna tradicional e dobradinha em várias partes. Um clássico caso de como o simples pode ser maravilhoso. Pra fechar, você ainda pode pedir um cafezinho simples que vem acompanhado de um docinho de leite, como sempre. Ou o café com borda de doce de leite, porque o importante é ser feliz, não é mesmo?

Para dar uma variada no arroz com feijão, vale a visita!

O Café Havanna fica no Iguatemi Fortaleza. É um quiosque grande, quase em frente à livraria Saraiva da parte mais nova do shopping.

 

leia tudo sobre

Publicidade

Novos hambúrgueres invadindo o Outback

Por Iury Costa em Experiências Gastronômicas, Hamburguer

05 de setembro de 2017

Uma nova e deliciosa campanha do Outback promete encher a rede de restaurantes! É o Festival de Burguers, que nos presenteou com três novas receitas. Todas com o sabor exclusivo dos excelentes produtos do Outback. Ah, e os sanduíches vêm acompanhados com as já conhecidas batatas fritas.

O Bloomin’ Picanha Burger (R$ 43) traz 240 gramas de hambúrguer de picanha, servido em um pão brioche com queijo emmenthal, um molho a base de maionese Heinz, um outro a base de ketchup Heiz, e fatias generosas de bacon. Além disso, algumas pétalas crocantes de cebola, da famosa Bloomin’Onion.

O segundo hambúguer é o Dark Mushrooms (R$ 43),com uma carne de 200 gramas, temperada com sal e pimenta preta, servida em um pão australiano. Também fazem parte do recheio: cebola caramelizada reduzida em balsâmico, queijo gruyère, bacon e o destaque: cogumelos shiitake salteados. Tudo isso com maionese Heinz.

O terceiro, e não menos importante: o Firecracker Shrimp Burger (R$ 44). Também um hambúrguer de 200 gramas temperado com sal e pimenta preta, e combinado com camarões empanados envoltos no molho Firecraker (picante e agridoce), servido em um pão brioche com alface maionese Heinz e cebolinha.

Nós provamos o Bloomin’ Picanha, no restaurante do shopping Iguatemi. Não restam dúvidas de que o hambúrguer é extremamente suculento, com todos os ingredientes em harmonia.Vale a pena, mesmo com o preço salgado. Mas quem vai para lá já sabe disso.

Não sabemos se foi pelo fato da preparação da carne de picanha, mas nosso pedido demorou um pouco mais que o convencional, mesmo com a casa praticamente vazia por ser cedo. Outro ponto que merece destaque é que o garçom não nos perguntou o ponto da carne (sim, hambúrguer também tem ponto).  A sorte é que iríamos escolher ao ponto, mas para quem gosta mal passada, fica a dica para tomar a iniciativa.

A nova campanha do Outback segue até o dia 04 de novembro. Corre!

Foto de Iury Costa
1/2

Foto de Iury Costa

Foto: Elon Nepomuceno

destaque_burguer_outback
2/2

destaque_burguer_outback

Foto: reprodução internet

 

Publicidade

O (nosso) circuito do café

Por Iury Costa em Café, Restaurantes

25 de agosto de 2017

O blog Le Chef Coxinha decidiu conhecer alguns espaços para tomar um bom café em Fortaleza. A bebida especial, de qualidade, vem ganhando mais adeptos, o que possibilita a abertura de diversos negócios especializados no setor. Apresentamos aqui 10 opções para você apreciar o café. É claro que isso não te impede de deixar outras sugestões. É bom que já podemos planejar um circuito 02!

Resolvemos fazer uma classificação. As estrelas (*) significam a melhor relação de atendimento, ambiente, localização, qualidade do café e custo-benefício. Já os cifrões ($) representam o preço praticado nos locais.

 

01. Aimé Café *** / $$$

Endereço: Avenida Barão de Studart, 2821, Dionísio Torres

Telefone: (85) 3055.6960

Funcionamento: das 09hs às 20:30hs

 

No local, nos sentimos como se estivéssemos na casa da avó, com móveis e objetos espalhados pelo ambiente, que remetem a  um momento familiar.  O atendimento inicial foi confuso, pois não sabíamos se o pedido era feito no balcão, ou se deveríamos aguardar alguém. Dava para perceber o nervosismo dos funcionários com a movimentação. Após a espera, um café de qualidade servido, e acompanhamentos gostosos. Tomamos um mocha.

 

02. Amika Coffeehouse ***** / $$$$

Endereço: Rua Ana Bilhar, 1136, Meireles

Telefone: (85) 3031.0351

Funcionamento: das 13hs às 21hs. Não abre às segundas

 

Excelente localização, profissionais qualificados e simpáticos, além de cafés especiais de alta qualidade. Bom atendimento, diversas opções com café, além de muitos acompanhamentos, como salgados e bolos, mas nada que fuja muito do universo proposto. Também funciona como local para capacitação de baristas e de realização de oficinas para entusiastas. Provamos um mocha com os deliciosos waffles.

 

03. Benévolo Café e Gelato **** / $$$

Endereço: Rua Ana Bilhar, 1083, Meireles

Telefone: (85) 3242.4464

Funcionamento: das 08hs às 23hs

 

Também uma excelente localização, espaço muito bonito e com bom atendimento. Ao ver o cardápio, e o próprio espaço, nos dá a impressão de que o café é apenas uma das várias opções (entre sorvetes, sucos, etc), e não um dos protagonistas.  Mesmo assim, o café servido é de qualidade e saboroso. O destaque positivo é que o grão é de uma produção própria. Tomamos um espresso e um mocha, com biscoitinhos de polvilho.

 

04. Café Havanna *** / $$$$

Endereço: Avenida Washington Soares, 85 (Shopping Iguatemi)

Funcionamento: Segunda a sábado, das 10hs às 22hs, e aos domingos das 14hs às 20hs.

 

Conhecida pelos excelentes alfajores, é uma franquia argentina com um quiosque quase na entrada do shopping (a da livraria). E talvez por ser praticamente na entrada, nos sentimos um pouco desconfortáveis com o fluxo de pessoas, mesmo que, no local, existam umas divisórias. O café utilizado é uma marca própria – bom. O destaque, realmente, é o doce de leite, utilizado tanto nas combinações de café, como nos acompanhamentos. Pedimos um crepe que estava com massa borrachuda, talvez pelo tempo de exposição. Bom atendimento. Ah, o café foi o capuccino com doce de leite!

 

05. Café Viriato ****/$$$$$

Endereço: Rua Osvaldo Cruz, 2828, Aldeota (tem também uma unidade no Shopping Del Paseo)

Telefone: (85) 3035.5503

Funcionamento: das 07:15hs às 23hs

 

Paga-se, também, pelo ambiente, que é bem requintado. Além disso, o café é um de muitos itens, e também não tem protagonismo. Às vezes, o atendimento, talvez pelo movimento, é um pouco disperso, mas, tanto o café, como os acompanhamento são excelentes e saborosos. Se você gosta de coisas muito doces, os affogatos são recomendados. Café de qualidade. Provamos o capuccino.

 

06. Le Pain Le Café **** / $$$$$

Endereço: Rua Professor Dias da Rocha, 670, Meireles

Telefone: (85) 3104.1805

Funcionamento: Segunda à quinta, das 08hs às 21hs, e de sexta a domingo, das 08hs às 22hs

 

Aqui, também, paga-se pela localização. Os acompanhamentos, embora deliciosos, são um pouco caros. Os cafés, no entanto, possuem preços razoáveis. O local é, realmente, muito bonito, e remonta um bistrô francês. Aliás, é um bistrô, e se pode encontrar diversas refeições. O atendimento é bom, e dava para perceber que os baristas são bem treinados e capacitados. O café servido é de qualidade. Provamos um capuccino, um mocha e uns pães artesanais deliciosos.

 

07. Mercado do Café *** / $$$$

Endereço: Rua Padre Francisco Pinto, 174. Benfica

Telefone: (85) 998.640.442

Funcionamento: Segunda à quarta, das 07hs às 20hs, e de quinta a domingo, das 07hs às 22hs

 

Fomos uma segunda vez ao local, já que não vale muito tirar as conclusões na primeira semana de funcionamento, quando tudo ainda está em ajuste. Mesmo assim, encontramos um atendimento hesitante, com os funcionários ainda em adptação, apesar de poucos clientes na casa. O cardápio é extenso, e, mais uma vez, encontramos o café apenas entre muitos itens, como hambúrgueres e pizzas. O ambiente é muito agradável, e leva à região do Benfica uma opção mais requintada. por lá, o café também é de qualidade. Provamos um capuccino, um mocha e bolo de cenoura.

 

08. Tiamate Coffee ***/$$$

Endereço: Rua Floriano Peixoto, 484, Centro

Telefone: (85) 3209.2000

Funcionamento: das 07:30 às 19hs. Não abre aos domingos

 

Também é um modelo de franquia. Realmente um achado no Centro de Fortaleza. E um dos bons. O ambiente, entre grandes prédios, é muito bonito, e com ótimo atendimento. As opções de acompanhamento são poucas, mas também gostosas. Talvez por levar a ideia de uma cafeteria expressa, tudo é servido em copos de papel térmico. Sentimos falta de apreciar um bom café em uma xícara. O café utilizado é de qualidade. Tomamos um capuccino.

 

09. Úrbici Café **** / $$$

Endereço: Avenida Antônio Sales, 1357, Joaquim Távora

Telefone: (85) 988.245.462

Funcionamento: das 07hs às 22hs. Não abre aos sábados e domingos

Mais um excelente achado em Fortaleza. O Úrbici funciona em uma banca, mas que não fica atrás de nenhuma grande cafeteria da região. A proposta é de tomar um café ao ar livre. O ambiente é aconchegante, o atendimento é ótimo e os acompanhamentos são uma delícia. O café utilizado é de uma marca própria, e com excelente qualidade. Provamos o latte, o mocha, o capuccino e o fofíssimo bolo de cenoura. Uma delícia!

 

10. Zuila Café ***/$$$

Endereço: Rua Silva Paulet, 1460, Aldeota

Telefone: (85) 3224.1202

Funcionamento: das 12hs às 20:30hs. Não abre aos domingos

O local foi feito para nos sentirmos em casa, mas na casa de uma tia já idosa, com muitas histórias para contar. O ambiente é agradável, mas os portões aberto nos deixaram um pouco inseguros. O atendimento é muito bom, e com diversas opções para acompanhar o café. Nos confundimos um pouco com o cardápio, já que alguns nomes não eram dos cafés que costumamos tomar, mas nada que não fosse resolvido de imediato. O preço também não é muito alto. O café utilizado é de qualidade. Provamos o mocha, que lá chamam de macchiatto (?), e os waffles com creme de avelã.

IMG_20170614_144301556
1/9

IMG_20170614_144301556

Café Aimé. Foto: Iury Costa

IMG_20170505_132135349 (1)
2/9

IMG_20170505_132135349 (1)

Amika Coffeehouse. Foto: Iury Costa

IMG_20170603_123133190
3/9

IMG_20170603_123133190

Café Benévolo. Foto: Iury Costa

IMG_20170807_140210987
4/9

IMG_20170807_140210987

Café Havanna. Foto: Iury Costa

IMG_20170529_162944943
5/9

IMG_20170529_162944943

Le Pain Le Café. Foto: Iury Costa

IMG_20170803_141159793
6/9

IMG_20170803_141159793

Mercado do Café. Foto: Iury Costa

IMG_20170605_152343589
7/9

IMG_20170605_152343589

Tiamate Coffee. Foto: Elon Nepomuceno

IMG_20170802_144223299
8/9

IMG_20170802_144223299

Úrbici Café. Foto: Iury Costa

WhatsApp Image 2017-08-16 at 18.24.55
9/9

WhatsApp Image 2017-08-16 at 18.24.55

Zuila Café. Foto: Iury Costa

Publicidade

Pizza de prato fundo: provamos a nova Chicago!

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas

07 de agosto de 2017

Meia mussarela, meia aliche ou calabresa… todo mundo tem seu sabor preferido de pizza. Agora já pensou uma redonda com um quilo de queijo e com molho de tomate por cima de toda essa abundância? É a pizza Chicago, que chegou a Fortaleza e já rendeu vários “ooohs” e vários likes dos entusiastas de massas.

Pizza Chicago (Foto: Divulgação)

A receita é inspirada na “deep dish pizza”, em tradução livre do inglês, “pizza de prato fundo”, original de Chicago, nos Estados Unidos. Isso porque a receita consiste em uma farta crosta de massa e bastante recheio. Conhecida no mundo inteiro, a pizza foi reproduzida por um restaurante em Fortaleza, após uma reunião em família, foi o que me disse a empresária Bárbara Saunders. Segundo ela, a família costuma nas reuniões me família cozinhar bastante e a receita foi proposta por um primo.

Por ter sido inspirada na original americana, criada em 1943, pela Pizzeria Uno, em Chigago, a pizza foi batizada com o mesmo nome da cidade. As bordas altas servem para segurar a abundância do recheio, que faz com que a iguaria lembre uma torta, um pouco diferente do que estamos acostumados a ver nas pizzarias brasileiras. Ela é oferecida em quatro sabores: O original (espinafre com alho frito), John Paul (calabresa), bolonhesa e brasilian (frango). A Bárbara me disse também que todos os ingredientes, como a massa e o molho, são produzidos no próprio restaurante.

De pertinho, no detalhe (Foto: Ariane Cajazeiras)

E quem tem maturidade para uma pizza cheia de recheio assim, não é mesmo? Fica dificil manter a dieta. O ponto positivo é que com o peso da cada pedaço, fica mais difícil exagerar. A Chicago é vendida em tamanho único e pode servir até 4 pessoas, com o custo de R$ 39,90. O Dom Speto tem três sedes em Fortaleza, na Aldeota, Monte Castelo e na avenida Jovita Feitosa.

Provamos!

Eu ganhei a pizza e devo dizer que achei bem gostosa. Como recebi via delivery, a massa do meio ficou um pouco mole por causa da quantidade de molho. Deve fazer toda a diferença comê-la assim que sai do forno. Já o meu colega de blog, Caetano Neto, foi mais rápido que eu. Assim que foi lançada, ele foi comer no próprio restaurante e adorou. “Se eu fosse mudar alguma coisa dessa pizza, eu deixaria a massa assar primeiro por alguns segundos sem recheio pra deixar a massa de baixo mais crocante. De resto, pra mim foi perfeito. O queijo é realmente muito bom. Me surpreendi. Achei que ia ficar estufado com uma fatia, mas não, o queijo é tão suave que não te dá a sensação de que tem queijo demais“, disse ele.

Foto: Ariane Cajazeiras

DOM SPETO

Funciona de segunda a segunda, de 11h à meia noite.
Av. Bezerra de Menezes – (85) 3465-1937
Av. Jovita Feitosa – (85) 3025-4388
Av. Rui Barbosa – (85) 3044-7896
www.domspeto.com.br
https://www.facebook.com/dom.speto/

 

leia tudo sobre

Publicidade

Habemus alfajor argentino: Cafeteria Havanna inaugura em Fortaleza

Por Ariane Cajazeiras em Café, Chocolate, Restaurantes

18 de julho de 2017

É na próxima sexta-feira, 21 de julho, que a cafeteria da marca de alfajores argentina mais famosa, a Havanna, finca bandeira em Fortaleza. Pra gente que gosta de gastronomia, doce, café e novidade, a notícia causou impacto. A expectativa é grande, já que os produtos que conhecemos da Havanna, os seus maravilhosos alfajores, além do doce de leite argentino, agradam e confortam nosso coraçãozinho glutão. Como não temos loja da marca por aqui, a alternativa era comprar em viagens (tem algumas dezenas de quiosques e cafés em alguns shoppings e aeroportos do Brasil, como no Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador). Agora, teremos a oportunidade não só de comprar os produtos aqui na cidade, mas também de aproveitar o ambiente e as comidas de uma cafeteria.

O tradicional alfajor argentino (Foto: Divulgação)

A franquia que chega à capital cearense instala o primeiro ponto de venda na região. O café se instala no Shopping Iguatemi Fortaleza e vai comercializa, além de produtos de cafeterias e os tradicionais doces da marca, também sanduíches, tortas, drinks e salgados. A ideia da nova unidade é trazer também “um conceito de espaço aconchegante e acolhedor, com novo design e nova comunicação visual, pensada especialmente para o espaço do shopping”, diz o material de divulgação.

Hamburguer do Menu (Imagem: Divulgação)

A marca se expande através de franquias desde 2014 e planeja abrir mais 25 cafeterias até o final do ano em todo o país. A Havanna, que tem quase 70 anos de tradição, chegou ao Brasil em 2006 e desde então é sinônimo de legítimo alfajor argentino para a maioria dos brasileiros. Se você não conhece, recomendo começar pelo alfajor tradicional e o também tradicional pote do brilhoso doce de leite.

A loja vai oferecer um Blend de café exclusivo Havanna, 100% arábica, que possui notas achocolatadas para harmonizar com o Doce de Leite argentino. E minha curiosidade total está também nos doces oferecidos: é que a chef Pâtissier Carole Crema (conhecida também por ser uma das juradas do programa Que Seja Doce, na GNT – já perceberam que sou fã do reality, né?) passa a ser a fornecedora dos doces para todos os cafés Havanna, com produtos aprovados e chancelados pela Havanna Argentina. A Carole é a jurada mais fofa do reality, além de, claro, falar sempre com muita propriedade das sobremesas e bolos apresentados. Não tive a oportunidade de provar as receitas dela ainda, então fiquei  empolgada.

Carole Crema (Imagem: internet)

Acho ótima essa expansão de cafeterias especializadas em shoppings. No Iguatemi, por exemplo, temos a ótima Grão Espresso e a minha preferida, a 3 Corações. A gente espera que a Havanna venha agradar a todos nós, amantes de doces e cafés <3

PS.: estou de dieta, socorro.

Serviço:

Café Quiosque Havanna
Inauguração aberta ao público: sexta-feira (21) 

Localização: Piso Térreo – Quiosque 1796

Endereço: Av. Washington Soares, 85 – Edson Queiroz, Fortaleza – CE, 60811-340

Horário de Funcionamento: Segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos das 14h às 20h

Publicidade

Chef Lucas Corazza em Fortaleza

Por Ariane Cajazeiras em Chefs do mundo

10 de julho de 2017

O chef confeiteiro Lucas Corazza está em Fortaleza até quarta-feira para ministrar 3 aulas temáticas sobre bolos, doces e chocolates. Eu acompanho o trabalho do Lucas há uns 4 anos, pelo menos. Desde que ele começou a vender seus doces lindos na Ferinha Gastronômica em São Paulo. Eu e minha irmã babávamos na técnica dele, que resultava em doces, chocolates e bolos únicos, belos, criativos e muito saborosos. Tive o prazer de conhecê-lo em entrevista na Tribuna Band News FM, no programa que apresento com Nonato Albuquerque de segunda a sexta depois das 9h até 11h.

Um dos jurados do programa “Que Seja Doce”, no canal GNT, falou com a gente sobre sua carreira, seu entusiasmo pelos produtos genuinamente brasileiros, os melhores chocolates do mundo, sua conexão com as redes sociais e ainda o machismo e preconceito dentro do mundo da gastronomia… A entrevista foi interessantíssima, confiram nesse link aqui o papo na íntegra!

Chef Lucas Corazza (Foto: Ariane Cajazeiras)

Tietando! (Foto: Ariane Cajazeiras)

E deixando o serviço pra vocês: nos dias 10, 11 e 12 de julho, o chef vai ministrar os seguintes cursos:

10.07 – Doces para Animar a Festa com receitas de Eclair Crocante com recheio de creme de caramelo e banana, coberta com chocolate ao leite e decorada com chantilly de camaru; Tortas de pistache, chocolate, chantilly de pistache e frutas vermelhas; e Mini Tortas de limão, gianduia e merengue.

11.07 – Bolos de Chocolate de Cair o Queixo com Bolo sem glúten de chocolate recheado com ganache de tangerina e decorado com chocolate; Bolo de chocolate e pistache com recheio de frutas vermelhas; e Mini bolo de amêndoas e chocolate com mel e laranja.

12.07 – As Mais Modernas Técnicas para fazer Bombons Pintados de Chocolate usando pistola para pulverizar, esponjas e fitas. As receitas escolhidas para o curso foram Bombom de banana e café; Bombom de gianduia e caramelo; e Bombom de torta de limão.

As aulas acontecem das 13h30 às 17h30 e tem o valor de R$ 180 por dia.

Informações pelo telefone: (85)3023-4567 ou (85)99661-9595

Sobre o Lucas Corazza

Com mais de 12 anos de profissão, Lucas passou por cozinhas de grandes chefs como Bel Coelho, Mara Mello, Alex Atala e Henri Schaeffer, a quem deve toda sua paixão e sua base de confeitaria francesa. Estudou Hotelaria pelo SENAC e se especializou em confeitaria na França, nas renomadas Écoles Nationale Supérieure de Pâtisserie, em Yssingeaux, e na Ecole Gastronomique Bellouet Conseil, em Paris. Apaixonado pela estética francesa adora viajar para conhecer diferentes sabores, mas é no Brasil que mora seu coração – e seu estômago. Ministrando aulas de confeitaria pelo Brasil, tem a oportunidade de conhecer intimamente os produtos regionais e frutos do país. Participa de grandes eventos como a Virada Cultural, Lollapalooza e Aniversário da cidade de SP. Atualmente está na televisão como um dos três jurados do programa Que Seja Doce, da GNT.

Publicidade

Curso de Cervejas Artesanais Brasileiras

Por Caetano Neto em Eventos

28 de junho de 2017

Curso de Cervejas Artesanais Brasileiras

A D´Vinos Wine Store promove um novo Curso de Cervejas. Dessa vez o foco são as cervejas artesanais brasileiras. O curso ocorrerá no dia 4 de julho 2017, terça-feira, e será ministrado pelo beer sommelier João Filho. A degustação será guiada com os seguintes rótulos de cerveja:

Tokai Witbier – 300 ml
Invicta Conan – 500 ml
Roleta Russa Indian Red Ale – 500 ml
Invicta Treze Brazilian Wood – 310 ml

As cervejas serão harmonizadas com seleção especial de queijos da marca Quatá. No dia do curso, os participantes ainda terão descontos exclusivos para compras na loja e participação em um sorteio especial!

Perfil do palestrante:

Curso de Cervejas Artesanais Brasileiras

João Filho@joaofilhosommelier
Publicitário, Especialista em Marketing pela Unifor; Sommelier de cerveja desde 2013; Desde então atua na área de treinamento e consultoria e educação cervejeira; Editor do Blog Cervas Clube; Ex-Sócio-proprietário do bar de cervejas especiais Eitabier; Professor da disciplina de cultura cervejeira na pós graduação de gastronomia da FANOR. Um dos Idealizadores e professor do curso de Beer Sommelier do SENAC CE.

Serviço
Curso de Cervejas Artesanais Brasileiras
Dia: 4 de julho 2017
Horário: 19h30
Investimento: R$ 90,00 – VAGAS LIMITADAS.

D’VINOS Wine Store
Avenida Senador Virgílio Távora, 665 – Loja 01
(85) 3055-7272 – WhatsApp: (85) 99404-5962
vendas@dvinos.com.br

Publicidade

Chef cearense apresenta seu “leruaite” em Londres

Por Ariane Cajazeiras em Eventos

28 de junho de 2017

A culinária do Ceará será um dos destaques do festival de gastronomia – Brazilian Taste Gastro Show, nos dias 14, 15 e 16 de julho, em Londres, Inglaterra. O Chef Clóvis Lima, Embaixador da Gastronomia do Ceará, vai mostrar em oficinas diárias receitas de pratos genuinamente cearenses, inclusive nos nomes: Leruaite, Baião Estribado e Padim Cicço. O Leruaite é um mungunzá que leva tomilho. O baião Estribado, prato inicial do jantar, é um típico baião de dois, mas com o diferencial de levar maxixe, carne do sol, quejio coalho e nata. O padim Ciço, um Bobó de camarão com picles de maxixe com flores e hortelã.

Olha só o cardápio dele:

Menu Fine Dinning 2017

***

Primeira estação

Entrada fria: Baião de dois estribado – o tradicional baião de dois com a releitura do povo rico cearense. Feijão, arroz, carne seca ou do sol, queijo coalho e nata.

Segunda estação

Entrada fria: Arrumadinho cabra da peste (cuzcuztemperado com vatapá de peixe picante e caruru e um falso caviar feito com as sementes do quiabo). a

Terceira estação

Padim Ciço

Prawn steaw with picle , maxixe with mint and flowers .

Bobó de camarão com picles de maxixe com flores e hortelã.

Quarta estação

Conexão igreja do Bonfim e da Lapa

Moqueca poca arretada (de banana com macaxeira e batata doce).

Quinta estação

Risoto Quixeré – cidade onde minha mãe nasceu às margens do rio Jaguaribe – de jerimum com carne do sol

Sexta estação

Lobster and chips cabeça chata (lagosta, macaxeira e batata doce frita e emulsão de manteiga da terra com ervas), com rosas e sal negro.

Sétima estação

Menino malino

Sobremesa: Trio de Cocada( natural, chocolate e maracujá).

Oitava estação

Leruaite

Munguzá doce com milho branco servido numa taça de dry Martini com tomilho e um pau de canela e flor de girassol.

***

O festival atrai um público de estudantes e professores de gastronomia, profissionais de hotéis e restaurantes, além de formadores de opinião. Também participam como convidados Chefs de Cozinha de outros estados brasileiros. Em conversa comigo, o chef Clóvis Lima diz que gosta de valorizar os ingredientes da terra natal e que a receptividade no exterior é muito boa.

Chef Clóvis Lima (Foto: Internet)

A história do Clóvis Lima é interessante: começou a vida profissional como salva-vidas em uma escola de Fortaleza, mas vem de uma família cujo pai era pescador e tanto ele quanto a mãe gostavam muito de cozinhar frutos do mar. Um dia o Clóvis resolveu se especializar, saiu do Ceará em uma época que não tínhamos cursos específicos para formar gastrônomos e desde então trabalha com a gastronomia. Hoje trabalha como Personal Chef, consultor gastrônomo, restauranter e é Embaixador da Gastronomia no Ceará.

Se você quer saber mais do Brazilian Taste Gastro Show, pode acessar o site ou a página do facebook! E aí, bora pra Londres?

Publicidade

Pizza de coxinha: bizarrices que amamos

Por Ariane Cajazeiras em Coxinha

26 de junho de 2017

O brasileiro é criativo! E quando se trata de comida, aí é que os limites sempre são ultrapassados. Na última semana, rodou o Brasil uma imagem de uma pizza com borda de coxinha! A delícia nada leve foi criada por um pizzaiolo conhecido como Tilon, do restaurante Amalicia em Missão Velha, no Cariri. A história dele já foi bem contada aqui mesmo, no portal Tribuna do Ceará.

Tilon, com suas criações (Foto: Arquivo pessoal)

Mas aqui em Fortaleza, uma doceria no bairro Jóquei Clube, tradicional por oferecer comidas gigantes como a big coxa de um quilo, já adicionou a pizza de coxinha ao cardápio. Em menos de 2 dias, a procura gerou até fila de espera. Afinal, quem não gosta de uma exagero no fim de semana? A sócia do Empório das Comadres, Joelma Maia, diz que quando a imagem da pizza do Tilon estourou nas redes sociais, os clientes começaram a pedir uma versão fortalezense da delícia. Foi aí que os cozinheiros já criaram a versão pra cá.  A pizza tem oito pedaços e vem com oito coxinhas médias na borda. O cliente pode escolher até dois sabores de pizza e as coxinhas são tradicionais de frango. O valor é R$ 49,90.

Pizza com Borda de coxinha do Empório das Comadres (Foto: Divulgação)

A outra sócia da loja, Genny Cunha, diz que a maioria dos pratos exagerados é sugerida mesmo pelos próprios clientes. Além da coxinha de um quilo, elas tem naked cake de coxinha (!!!), taças avalanches doces (aquelas com doce na parte de fora da taça, sabe?) e taças avalanche salgadas, cobertas de bacon, purê, recheadas com camarão… enfim. Qualquer exagero é pouco para mensurar a criatividade para gordices.

naked
1/4

naked

Naked cake de coxinha (Foto: Divulgação)

bigcoxa
2/4

bigcoxa

Big Coxa (Foto: Divulgação)

buque
3/4

buque

Buquê de coxinha (Foto: Divulgação)

taças
4/4

taças

Taças avalanche (Foto: Divulgação)

E aí? Você encara uma pizza de coxinha, mesmo na segunda-feira, dia mundial dos inícios de dieta? O restaurante fica na Avenida Lineu Machado, 1117, no bairro Jóquei Clube.

(Eu entrevistei as meninas do Empório na Tribuna Band News FM no último sábado, dia 25.06.2017 e vocês podem ouvir o papo aqui.)

Publicidade

Truck bar estaciona em Fortaleza

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas

23 de junho de 2017

Nestas sexta-feira e sábado (23 e 24.06) o Colosso Lake Lounge vai ser ponto de parada de um caminhão estilizado que oferece drinks de whisky. É o “Johnnie Walker On The Road”, truck que está viajando pelo Brasil com misturas que têm por base as bebidas da marca Johnnie Walker.

(Foto: Divulgação)

Isso quer dizer que quem passar pelo local vai poder degustar os drinks JOHNNIE RYE. De acordo com o material de divulgação, são oferecidas as seguintes bebidas: uma combinação entre o novo blend Johnnie Walker Red Rye Finish e refrigerante de limão; JOHNNIE CRANBERRY – combinação entre Johnnie Walker Red Label e suco de Cranberry; e JOHNNIE TONIC – Johnnie Walker Black Label com um toque de água tônica.

O caminhão, ou truck, tem um design inspirado no processo de produção do whisky e tem uma estrutura diferente dos trucks que estamos acostumados aqui em Fortaleza, já que as mesas são distribuídas dentro do veículo. A capacidade interna é para até 30 pessoas, então se você quiser garantir lugar, pode fazer reserva pelo telefone (85) 98160-0088.

Na decoração, além da inspiração na madeira e no cobre, há também uma instalação com mais de 300 garrafas vintage, retratando a hereditariedade da marca, que foi criada em 1825, na Escócia.

Johnnie Walker On The Road

Data: 23 e 24/06

Local: Colosso Lake Lounge (Rua Hermenegildo Sá Cavalcante, s/n – Edson Queiroz)

Informações e reservas: (85) 98160-0088

PS: Não preciso nem lembrar, né, porque todo mundo já sabe: quem vai beber pega táxi, Uber, vai de carona, mas não dirige.

 

leia tudo sobre

Publicidade

Almoçamos no Café Havanna

Por Ariane Cajazeiras em Restaurantes

18 de setembro de 2017

Quem nunca passou apressado pelo shopping e precisou almoçar algo rápido? O número de fast foods e self services é enorme. Mas porque não apostar no cardápio de um café na hora do almoço? A proposta nos foi feita pelo Café Havanna, no Iguatemi Fortaleza, que nos convidou para conhecermos o cardápio de sanduíches mais encorpados para uma refeição que pede mais volume e também um pouco de rapidez. A loja é uma franquia do doce de leite argentino mais famoso do mundo e foi aberta há um mês em Fortaleza, como já falamos aqui no Le Chef Coxinha.

Minha escolha de almoço foi o Belgrano: um sanduíche no pão beirute com lombo canadense, queijo provolone, requeijão com ervas e fatias de tomate assado. O pão não parece muito o que eu entendia por pão beirute, é um pouco mais encorpado e volumoso. Mas é bem crocante e casa bem com os sabores do recheio. Embora o provolone seja um queijo de sabor mais marcante, o casamento com o lombinho e a leveza do requeijão foi bem bom. A opção custa 22 reais e acompanha chips de batata doce da marca Roots. Pra acompanhar tomei uma refrescante soda italiana de framboesa (tem também no sabor pêssego ou limão e custa R$9).

Belgrano: minha opção de almoço (Foto: Ariane Cajazeiras)

Soda italiana de framboesa (foto: Ariane Cajazeiras)

O meu colega de mesa pediu um Croque El Señor: duas fatias de pão miga brioche, presunto, mussarela, o maravilhoso queijo gruyere (um dos meus queijos favoritos), requeijão e parmesão. É uma leitura da Havanna para o clássico croque monsiuer, que nada mais é que um misto quente chique. Amo misto quente, amo queijo e um sanduíche que mistura vários tipos de queijo e vem tostado e quentinho tem como dar errado? Na verdade tem, porque o ser humano sempre surpreende, mas esse deu bem certo. Gostei até mais que o Belgrano. O sanduíche vem molhadinho na parte interna, “queijo puxa” na medida e com a casquinha crocante por fora. O tamanho dá pra fome de um adulto comum (embora isso seja relativo no caso de alguns amigos e amigas hahaha), já que é maior que um pão de forma normal e também acompanha chips de batata doce. Esse sanduba custa R$ 20,50 e o meu colega tomou também um cafezinho expresso.

Croque El Señor (Foto: Ariane Cajazeiras)

O cardápio conta 8 opções de sanduíches com preços a partir de 14 reais, além de empanadas e salgados. Entre as bebidas, sucos, refrigerantes, as sodas italianas já citadas e as bebidas com café. Fiquei com vontade de provar os shakes gelados, frappés e chai do oriente (essência de especiarias, leite e dulce de leche). Mas acabei não conseguindo porque optei por sobremesa, no caso duas <3

A primeira foi o bolo de nozes com ganache de chocolate ao leite. São leves camadas de um bolo molhadinho e com pedacinhos de nozes, intercaladas com  o doce de leite Havanna e coberto com ganache de chocolate. Vem ainda com esse montinho de doce de leite que dá pra ver na foto. Gente, sério: se não existisse diabetes no mundo eu comeria esse doce de leite todo dia. Muito bom.

Bolo de nozes (Foto: Ariane Cajazeiras)

A segunda sobremesa eu esqueci de tirar foto, mas é o tradicional crepe de doce de leite (R$ 16). É basicamente uma massa de crepe fininha, coberta com doce de leite Havanna tradicional e dobradinha em várias partes. Um clássico caso de como o simples pode ser maravilhoso. Pra fechar, você ainda pode pedir um cafezinho simples que vem acompanhado de um docinho de leite, como sempre. Ou o café com borda de doce de leite, porque o importante é ser feliz, não é mesmo?

Para dar uma variada no arroz com feijão, vale a visita!

O Café Havanna fica no Iguatemi Fortaleza. É um quiosque grande, quase em frente à livraria Saraiva da parte mais nova do shopping.