Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

WhatsApp

Estudo realizado pela DEMANDA aponta que 37% do tempo de utilização de TV entre os Brasileiros é via streaming

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

20 de Fevereiro de 2019

Pesquisa ainda comprova o avanço agressivo da mobilidade colocando o smartphone como o aparelho com maior penetração nos lares brasileiros

A DEMANDA, empresa brasileira de pesquisas de mercado, acaba de divulgar os resultados de seu “Global Media”. O estudo, realizado em 15 países, incluindo o Brasil, monitorou a posse, frequência e utilidade de aparelhos eletrônicos, serviços de streaming e cabo. Os resultados confirmam a tendência mundial da presença massiva da mobilidade, apontando o smartphone no primeiro lugar do ranking de posse e também de frequência de uso. Além disso, os dados também verificam o crescimento do consumo de TV via streaming, no Brasil, onde 37% do tempo de utilização de TV dos entrevistados é nesse formato, ficando acima da média mundial que é de 29%.

O estudo também mostra que as smart TVs, no 5º lugar com 74%, estão tomando definitivamente o espaço das TVs tradicionais, que estão na 13ª colocação em 28% dos lares. Esta, fica atrás até de outros aparelhos já considerados obsoletos como aparelhos de DVD, tocadores de CD e de MP3.

“Observando o ranking fica claro que aparelhos com conexão à internet vão ocupando o topo da lista e, consequentemente, impulsionando o consumo de serviços de streaming que no Brasil já tem um percentual de uso maior que a média mundial”, comenta Gabriela Prado, Diretora Executiva da Demanda e responsável pela pesquisa.

Conteúdo que os brasileiros consomem por meios eletrônicos

De acordo com a amostra consultada pela DEMANDA, o conteúdo mais consumido pelos Brasileiros são notícias, citadas por 89% dos entrevistados. Logo após estão as redes sociais, acessadas por 84% dos usuários de aparelhos eletrônicos. “Números importantes de serem observados em uma época de grande discussão acerca do compartilhamento desenfreado de fake news”, destaca Gabriela.

O canal mais citado pelo qual os entrevistados consomem notícias foram os smartphones, com 80%; seguido pelo computador, com 67%. Com queda na intenção de uso, jornais e revistas ainda foram mencionados por 60% dos entrevistados ficando na 3ª colocação.

Contudo, o estudo da DEMANDA também verificou as tendências de uso no futuro, daqui a cinco anos. Dentre aqueles que utilizam o smartphone, 55% acreditam que estarão usando ainda mais o aparelho. Em contrapartida, 30% dos leitores de jornais e revistas afirmam que não estarão mais utilizando estes canais, nesse período.

Whatsapp é utilizado por 99% dos entrevistados

O “Global Media” também investigou o comportamento dos usuários nas redes sociais e o Whatsapp ainda é o mais utilizado, ficando em primeiro lugar no ranking citado por 99% dos entrevistados. “É importante destacar que esta é uma realidade muito específica dos brasileiros, já que na média mundial o aplicativo de troca de mensagens fica apenas em 5º lugar lembrado por 37% dos entrevistados. Na média global o campeão é o Facebook, com 67% de penetração”, alerta a Diretora Executiva.

No Brasil, o Facebook fica em 2º lugar com 70%. Isso significa que mesmo estando atrás do Whatsapp, a primeira rede social de Mark Zukerberg é utilizada em percentual superior à média global. Seguido pelo Instagram, na 3ª posição com 63%.

Para onde aponta o futuro de acordo com o “Global Media”

O Smartphone é o grande destaque do mercado de dispositivos, no Brasil, abrindo espaço para que a criação de conteúdo se torne cada vez mais focada nas pequenas telas.

Apesar de uma presença maciça, a Smart TV ainda é um produto em ascensão e uma oportunidade com grande tendência de aumento de utilização, aparece no acesso de todos os tipos de conteúdo, destacando-se em filmes e programas de televisão.

Streaming TV, Smart Watchess e Smart Home são uma aposta no mercado brasileiro, ainda aparecem com baixos percentuais, no entanto, quando adquiridos são muito utilizados e com tendência de grande aumento nos próximos cinco anos. Enquanto aparelhos como Blue Ray, CD e DVD Player tendem a tornar-se obsoletos entre os usuários.

Sobre a Demanda

A Demanda é uma boutique de pesquisa de mercado que desde sua fundação em 1967 já desenvolveu mais de 8 mil projetos de pesquisa de mercado e opinião pública para mais de 800 empresas e entidades governamentais do Brasil e do mundo. São mais de cinco décadas de experiência e aprendizado constantes, totalmente voltados à satisfação de nossos clientes. Temos orgulho de atender algumas das maiores e mais exigentes organizações de todo o mundo. Apoiamos o lançamento de centenas de produtos e serviços.

Como em uma boutique, aqui cada cliente é único. Todos os projetos, além de serem desenhados sob medida, de forma exclusiva, para nossos clientes, são acompanhados de perto em todas as suas etapas, desde o planejamento até a apresentação dos resultados. Nossos diretores e gerentes de projetos estão preparados para propor as metodologias mais adequadas, trabalhando sempre em conjunto com o cliente, valorizando a transparência e a boa comunicação.

leia tudo sobre

Publicidade

Oi lança novo conceito de pré-pago e oferece WhatsApp e Messenger o mês inteiro em qualquer valor de recarga

Por Oswaldo Scaliotti em Novos Produtos

19 de outubro de 2018

 

Youtuber Whindersson Nunes estreia campanha para comunicar que no novo Oi Livre os benefícios são válidos por 31 dias

 

No Oi Livre saldo não utilizado pode ser acumulado para o mês seguinte 

A Oi lança um novo conceito de pré-pago: agora o Oi Livre garante o acesso aos serviços WhatsApp e Messenger, ambos para troca de mena nova sagens (áudio, vídeo, foto, texto), sem desconto da franquia ou pacote de dados por 31 dias, com qualquer valor de recarga. O cliente tem também franquia de dados e minutos pra falar com qualquer operadora do Brasil, usando o 14 ou 31, em qualquer recarga, também validos por 31 dias. O saldo não utilizado pode ainda ser acumulado para o mês seguinte se o cliente fizer nova recarga em até 24h após o fim da vigência da oferta. O cliente Oi Livre tem também flexibilidade para trocar a franquia de voz por internet e vice-versa sempre que desejar e sem custo, pelo aplicativo de autoatendimento Minha Oi.

“A Oi tem sua estratégia comercial direcionada pelos interesses dos consumidores. Quando a operadora identificou que o cliente queria flexibilidade no uso dos seus créditos, criou a funcionalidade de troca de benefícios para os planos Oi Livre e Oi Mais Controle. Além disso, vimos a frustração do cliente quando suas promoções acabam antes do final do mês e ele não tem mais como ficar conectado.  O cliente quer usar o WhatsApp ou o Messenger todos os dias, não quer ficar parte do mês fora do ar. A partir dessa necessidade, desenvolvemos ofertas que garantam benefícios de voz e dados durante 31 dias em qualquer valor de recarga e o uso WhatsApp para mensagens, fotos, vídeos e áudios durante todo esse período de forma ilimitada. Com a novidade, atendemos a todos esses desejos dos consumidores, oferecendo mais flexibilidade e economia”, afirma Rogério Takayanagi, diretor de Marketing Varejo e Empresarial da Oi.

Campanha publicitária

O youtuber Whindersson Nunes, garoto propaganda da Oi, é a estrela da campanha publicitária que anuncia o novo Oi Livre. Na comunicação, o comediante brinca com seus personagens ‘WhinderssON’ (o conectado) e ‘WhinderssOFF’ (o desconectado) e reforça os atributos de bom humor da marca da operadora. Criadas pela agência NBS, as peças serão veiculadas na TV e na web. O grande destaque é o filme Depilação. O roteiro começa com o WhinderssON com amigos em um churrasco. Ele, inserido na zoeira, filma dois amigos dançando fantasiados de zebra no meio da galera e fala para a câmera: Eu sou o WhinderssON e fico conectado o tempo todo. Na cena seguinte aparece WhinderssOFF, que usa o celular enquanto sofre na maca de depilação. Na parede tem uma placa de WIFI LIBERADO. Com tom de lamentação, o personagem explica: Eu sou o WhinderssOFF, tenho pré com promoção de sete dias e, no oitavo eles cortam tudo. Não é mole não…olha o que eu tenho que fazer pra filar um “wifiaaaaaaaaaai” (grita no momento em que é depilado).

Corta para um plano americano do WhinderssON, que fala para a câmera: No novo Oi Livre, qualquer recarga tem WhatsApp liberado o mês todo. E os minutos que você não usar, ainda troca por mais internet. Não seja off, seja on.

O filme é marcado também pelo retorno da tradicional assinatura da companhia: uma criança dizendo Oi. A operadora identificou em diversas pesquisas esse encerramento como um forte atributo de lembrança da sua marca.

Oferta Oi Livre (pré)

Com recarga R$30, além do WhatsApp e do Messenger, o cliente ainda ganha bônus de internet e de minutos, totalizando 4 GB de internet e minutos ilimitados para qualquer operadora. Todos os benefícios validos por 31 dias.

 

*Oferta válida para os CNs  11, 12, 51, 63, 66, 71, 77, 81, 83, 84, 85, 98 e 99. Demais CNs podem consultar www.oi.com.br/oilivre para conhecer a oferta vigente na sua região.

Com R$20 de recarga, além do WhatsApp e do Messenger, o cliente ainda ganha bônus de internet e de minutos, totalizando 4 GB de internet e minutos ilimitados para qualquer operadora. Todos os benefícios validos por 31 dias.

*Oferta válida para os CNs  13, 19, 38, 64, 74, 75, 87 e 88. Demais CNs podem consultar www.oi.com.br/oilivre para conhecer a oferta vigente na sua região.

Novas ofertas Oi Mais Controle (controle)

 

A Oi lança também ofertas do plano Oi Mais Controle com os serviços WhatsApp e Messenger, ambos para troca de mensagens (áudio, vídeo, foto, texto), sem desconto da franquia ou pacote de dados dentro da validade da oferta. Os clientes que aderirem a ofertas a partir do plano Oi Mais Controle de R$54,99, terão também acesso promocionalmente  ao Facebook para visualização/upload de fotos e vídeos, publicação/visualização de Stories, comentários/curtidas/compartilhamento em publicações e visualização de status, sem desconto da franquia ou pacote de dados, dentro da validade da oferta. Os planos disponibilizam ainda altas franquias e dados, bônus de internet e ligações ilimitadas pra falar com qualquer operadora do Brasil, usando o 14 ou 31. Além disso, o Oi Mais Controle disponibiliza a funcionalidade exclusiva da Oi de troca de benefícios sempre que precisar pelo aplicativo Minha Oi.

Oi Mais Controle (R$39,99): O cliente tem 3 GB + 1,5 GB de bônus por 12 meses e minutos ilimitados pra falar com qualquer operadora usando o 14 ou 31 e WhatsApp e Messenger. No cartão de crédito, o cliente paga R$39,99/mês e no boleto paga R$44,99/mês.

Oi Mais Controle (R$54,99): O cliente tem 4 GB + 2 GB de bônus por 12 meses e minutos ilimitados pra falar com qualquer operadora usando o 14 ou 31 e Facebook, WhatsApp e Messenger. No cartão de crédito, o cliente paga R$54,99/mês e no boleto digital paga R$59,99/mês.

Oi Mais Controle (R$74,99): O cliente tem 6 GB + 2 GB de bônus por 12 meses e minutos ilimitados pra falar com qualquer operadora usando o 14 ou 31 e Facebook, WhatsApp e Messenger. No cartão de crédito, o cliente paga R$74,99/mês.

*Ofertas válidas para os CNs 31, 32, 33, 35, 53, 62, 63, 66, 69, 71, 73, 77, 81, 82, 83, 84, 85, 91, 98, 99. Clientes dos demais CNs podem verificar as ofertas vigentes na suas regiões em www.oi.com.br/controle

Oi Mais Controle (R$39,99): O cliente tem 4 GB + 2 GB de bônus por 12 meses e minutos ilimitados pra falar com qualquer operadora usando o 14 ou 31. No cartão de crédito, o cliente paga R$39,99/mês e no boleto paga R$44,99/mês.

Oi Mais Controle (R$54,99): O cliente tem 6 GB + 2 GB de bônus por 12 meses e minutos ilimitados pra falar com qualquer operadora usando o 14 ou 31 e Facebook, WhatsApp e Messenger. No cartão de crédito, o cliente paga R$54,99/mês e no boleto paga R$59,99/mês.

*Ofertas válidas para os CNs 11, 12, 13, 21, 24, 34, 37, 48, 51, 61, 64, 74, 75, 87, 88. Clientes dos demais CNs podem verificar as ofertas vigentes na suas regiões em www.oi.com.br/controle

Informações sobre condições promocionais e regulamento estão disponíveis em: oi.com.br/oilivre e oi.com.br/oicontrole

Publicidade

TIM cada vez mais digital: empresa será a primeira operadora brasileira a utilizar comercialmente o WhatsApp para interagir com o cliente

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

01 de agosto de 2018

 

A partir de agora, a TIM está preparada para interagir com seu cliente através do WhatsApp, um canal que já está integrado à vida digital dos consumidores. A companhia é a primeira operadora brasileira a fechar contrato comercial para utilização do WhatsApp Business, que permite a comunicação entre empresas e clientes de maneira simples e fácil, incorporada aos hábitos cotidianos. A empresa vem realizando testes com um grupo de clientes que hoje já recebem suas faturas via WhatsApp e, a partir de agora, poderá ampliar essa iniciativa para outros usuários ou utilizar o canal para comunicação objetiva e pessoal com seu cliente.

A utilização do WhatsApp Business faz parte da estratégia de transformação digital da TIM para promover a melhoria continua da experiência do cliente. No segundo trimestre, o número de usuários da operadora que buscou atendimento pelo aplicativo MEU TIM e pelo website aumentou 62% em relação ao mesmo período de 2017. Em paralelo, as interações no call center caíram 6%. Até 2020, a empresa prevê que o número de interações digitais ultrapasse a marca de 80% dos contatos feitos nos canais de relacionamento.

A TIM está totalmente focada na melhoria da customer experience através da transformação digital e essa adesão ao WhatsApp Business é, sem dúvida, um passo importante nessa jornada. A ideia é sempre oferecer mais conveniência ao usuário, simplificar seu contato com a empresa e dar autonomia para que possa gerir seus serviços sem ter que ligar para o atendimento telefônico. Além de reforçar a satisfação do consumidor, tendo mais possibilidades de atender as suas demandas com agilidade ou até mesmo nos antecipar a elas”, explicaPietro Labriola, COO da TIM Brasil.

Mais de 1,5 bilhão de pessoas em mais de 180 países usam o WhatsApp para manter contato com amigos e familiares a qualquer hora e em qualquer lugar. Os consumidores querem se conectar com as empresas da mesma forma que conversam com esses grupos e, por isso, surgiu o WhatsApp Business, disponível no Brasil desde janeiro deste ano. É uma forma das companhias gerenciarem melhor as conversas com seus clientes e fornecer informações úteis, com mensagens rápidas, simples e convenientes.

Sobre a TIM

A TIM segue com sua missão de conectar e cuidar de cada um, para que todos possam fazer mais. Para isso, atua focada nos pilares estratégicos de oferta, infraestrutura, eficiência e experiência do cliente, com base em uma cultura interna de “accountability” e na mudança de processos e plataformas que permitam a transformação digital. A nova assinatura da marca –  “A evolução não para” – reforça o compromisso da companhia com seu Plano de Investimentos e com o objetivo de se tornar a melhor operadora de telecomunicações do Brasil.

A empresa é, desde 2015, líder em cobertura 4G no País e referência como player de ultra banda larga móvel e fixa. É ainda a única empresa do setor de telecomunicações no Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, além de ser a operadora de telecomunicações há mais tempo consecutivo no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Para mais informações, acesse www.tim.com.br.

Publicidade

Justiça libera rede da Oi para uso do aplicativo WhatsApp

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

17 de dezembro de 2015

A rede da Oi está liberada para utilização do aplicativo WhatsApp. A companhia informa que obteve liminar na Justiça suspendendo o bloqueio do aplicativo whatsapp, que havia entrado em vigor à zero hora desta quinta-feira (17/12), por determinação judicial dada em primeira instância. Tão logo recebeu ontem (16/12) a ordem de bloqueio, a companhia tomou todas as providências para cumprir a medida e realizou o bloqueio em sua rede conforme a decisão judicial, mas também decidiu recorrer contra a decisão, para preservar os interesses de seus consumidores.

 

  • Postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Justiça libera rede da Oi para uso do aplicativo WhatsApp

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

17 de dezembro de 2015

A rede da Oi está liberada para utilização do aplicativo WhatsApp. A companhia informa que obteve liminar na Justiça suspendendo o bloqueio do aplicativo whatsapp, que havia entrado em vigor à zero hora desta quinta-feira (17/12), por determinação judicial dada em primeira instância. Tão logo recebeu ontem (16/12) a ordem de bloqueio, a companhia tomou todas as providências para cumprir a medida e realizou o bloqueio em sua rede conforme a decisão judicial, mas também decidiu recorrer contra a decisão, para preservar os interesses de seus consumidores.

 

  • Postado por Oswaldo Scaliotti