Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

vendas

Associação Peter Pan, Lar Torres de Melo, Projeto Resgate e Lar Tin tin são beneficiadas com parte das vendas do “Natchup”

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

11 de Fevereiro de 2019

Esta será uma semana para celebrar mais uma ação de solidariedade da Frutã! Desde o processo de sua criação e, em seguida, anunciado durante o pré-lançamento do produto em 2018, a empresa afirmou que parte das vendas do Natchup seria doada para instituições beneficentes, nas área: crianças com câncer, idosos, pessoas em situação de vulnerabilidade social e protetora de animais. As assinaturas para confirmarem esse compromisso aconteceram neste início de fevereiro.

“Nossa ideia é que ao consumir o ‘Natchup’, além de desfrutar do seu sabor apaixonante, o consumidor, também, terá a oportunidade de fazer o bem em outros aspectos”, disse a sócia-diretora da Frutã, Ana Patrícia Diógenes.

HISTÓRIA – No ano de 2017, deu-se início na Universidade Federal do Ceará o desenvolvimento de um molho natural, com alta concentração de compostos antioxidantes, como vitamina C, carotenoides, antocianinas e flavonoides. As matérias-primas escolhidas para compor a elaboração são abundantes na região Nordeste do Brasil e essa seleção foi feita considerando as propriedades intrínsecas de cada uma delas (acerola, abóbora, beterraba e especiarias).

Esta pesquisa não teria alcançado a dimensão atual sem a parceria firmada entre Academia e o mercado produtivo (indústria), por meio da professora do curso de Engenharia de Alimentos da UFC, Lucicléia Barros, e a diretora comercial da Frutã, Ana Patrícia Diógenes. Em um momento que se constitui como único, nasce um novo produto, o “Natchup”, que traz em sua essência o desejo de mudança e inovação na forma de um molho totalmente voltado para saudabilidade, sustentabilidade e solidariedade.

FRUTÃ – A Agroindústria de Frutas Tropicais Diógenes Ltda (Frutã) é uma empresa genuinamente Cearense, localizada em Jaguaribe. Em 2002, iniciou sua história cultivando frutas tropicais, passando por uma mudança em 2007 ao implantar a primeira Indústria de Polpas Pasteurizadas no Ceará. Atendendo apenas o mercado Cearense até meados de 2010, quando realizou uma grande ampliação em sua estrutura física e um maciço investimento em inovação. Desenvolvendo novos produtos, buscando novos mercados, adquirindo certificações internacionais – (ISO 9001 e 22000), certificação Korsher (do mercado judeu), as orgânicas nacional, europeia e americana e, ainda a WQS para atender a rede WalMart – firmando parcerias com instituições de ensino, implantando metodologias inovadoras, sustentáveis e educacionais dentro da organização, para com isso ser viabilizado o objetivo principal.

A Frutã na busca incansável por inovação, já possui algumas parcerias com Instituições de ensino – onde se tem como principal objetivo desenvolver novos produtos- que tenham na sua essência sustentabilidade, saudabilidade e inovação. Após o lançamento, o novo produto fará parte da cartela de produtos oferecidos pela organização em todo o mercado que a empresa já faz parte (parte do Brasil, Austrália, Alemanha, Bélgica, Caribe, Portugal, Espanha, França e EUA) assim como, também, em novos.

Publicidade

E-commerce: Vendas devem ter alta de 42% neste Natal

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de dezembro de 2018

 Ticket médio também cresce, ficando em torno de 280 reais

 

O Natal já não é a data mais lucrativa do e-commerce, tendo perdido a posição para a queridinha dos consumidores e lojistas: a Black Friday, segundo a Tray, unidade de e-commerce da Locaweb. Ainda assim, a época do Bom Velhinho deve continuar a render bons lucros para o comércio virtual. De acordo com levantamento da unidade, calcula-se um aumento de 42% no faturamento deste Natal.

Assim como na Black Friday, que teve alta de 11% no ticket médio, o Natal seguirá a mesma linha, com R$ 280, um aumento de 6,5% em relação ao ano passado. Para Thiago Mazeto, head de experiência do cliente na Tray, a constância desse valor se deve a maneira como os lojistas têm praticado o preço dos produtos.

“Durante a Black Friday, notamos que os lojistas evitaram queimar sua margem de lucro, trabalhando os valores no limite do ganho. A tendência é que essa estratégia se mantenha, com aumento apenas em produtos específicos”, aponta.

 

Com a Black Friday ganhando cada vez mais notoriedade na agenda dos brasileiros, muitos aproveitam a data para antecipar a compra dos presentes de Natal, garantindo a entrega antes do dia 25. “Desde 2016 percebemos que o Natal deixou de ser a data mais lucrativa para o e-commerce. Com uma ação do tamanho da Black Friday tão próxima, a queda nos pedidos no mês de dezembro é um revés esperado”, finaliza Mazeto.

Sobre a Tray

Fundada há 15 anos, a Tray é a unidade de e-commerce da Locaweb. Hoje, possui 10 mil lojistas em sua carteira de clientes e um time com 240 funcionários. Em 2016, comprou a FBITS, desenvolvedora de plataformas e ferramentas de e-commerce para o mercado corporativo. Com isso, passou a oferecer um portfólio de serviços voltados para o comércio eletrônico, que auxilia desde o grande varejista ao novo empreendedor. Para mais informações, acesse: www.tray.com.br.

Publicidade

Vendas de Trailers e Carrinhos Comerciais crescem 42% com avanço dos trabalhadores autônomos no Brasil

Por Oswaldo Scaliotti em Análise

19 de setembro de 2018

Subcategoria da OLX registra aumento no total de itens seminovos e usados vendidos, na comparação do 1º para o 2º trimestre de 2018

 

O Brasil vive uma nova realidade no mercado de trabalho. Segundo o IBGE, dos 91,2 milhões de ocupados no segundo trimestre de 2018, cerca de 37 milhões estão no mercado informal. Nesse período, 276 mil pessoas passaram a trabalhar sem carteira assinada enquanto 113 mil começaram a trabalhar por conta própria. Com mais trabalhadores liberais no País, aumentou a demanda por produtos voltados para os serviços que são prestados em atividades autônomas. Na OLX, por exemplo, as vendas da subcategoria Trailers e Carrinhos Comerciais cresceram 42% no segundo trimestre de 2018, em relação aos primeiros três meses do mesmo ano.

 

Além disso, outras métricas da plataforma reforçam esse interesse dos usuários em itens da subcategoria Trailers e Carrinhos Comerciais – a quantidade de usuários interessados em fechar negócio e que entraram em contato com os vendedores por chat, telefone ou e-mail cresceu 50% e o número de novos anúncios inseridos nessa categoria teve alta de 30% no segundo trimestre de 2018, em relação ao primeiro.

Nesse panorama de aumento no número de profissionais autônomos, há quem tenha sido motivado pela flexibilidade de local e horário de trabalho, além da possibilidade de ser seu próprio patrão. Tais vantagens atraíram o campo-grandense Elias Trindade, que há 10 anos trabalha como profissional autônomo. “Eu sempre gostei do comércio, é uma boa área para se trabalhar. Antigamente, atuava nesse segmento sob o regime da CLT, era funcionário e não patrão. Hoje em dia, não dependo de ninguém para nada e só eu mando no meu próprio trabalho. Há três anos compro itens na subcategoria Trailers e Carrinhos Comerciais, reformo todos e depois coloco à venda novamente pela plataforma”, explica.

 

Já o recifense Leonardo Ribeiro aluga seus dois trailers comerciais por meio da OLX para outros profissionais autônomos. “Eu sou um profissional autônomo e há um ano trabalho com aluguel de trailers comerciais. Recebo contato de muitos profissionais que também são autônomos e se interessam pelos trailers como uma nova forma de trabalhar e gerar renda. Para mim, é uma maneira de garantir meu salário e pagar a minha faculdade”, comenta Leonardo.

10 itens mais buscados na subcategoria Trailers e Carrinhos Comerciais (no 2º trimestre de 2018)

 

1.   Trailer

2.   Food truck

3.   Carretinha

4.   Container

5.   Reboque

6.   Freezer

7.   Kombi

8.   Lanchonete

9.   Barraca

10.  Motorhome

 

OLX Brasil

A OLX estimula uma cultura de consumo consciente, conectando pessoas para que elas possam comprar e vender de forma fácil e rápida. A empresa é líder no mercado de compra e venda online no Brasil, incluindo uma sólida atuação em Autos e Imóveis. Com meio milhão de anúncios todos os dias e uma média de 2 milhões de vendas por mês – cerca de 50 por minuto –, a OLX é uma das empresas de tecnologia que mais crescem no Brasil.

 

Presente no país desde 2010, hoje a OLX conta com escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro e tem um time de quase 600 profissionais. Nos últimos anos, a OLX investiu e lançou no mercado plataformas especialistas e verticalizadas para anunciantes profissionais de imóveis e autos – em 2017, a empresa lançou o Storia Imóveis e, em 2018, trouxe ao mercado o Autoshift.

 

A OLX Brasil é fruto de uma parceria entre os dois maiores grupos de mídia e investimento em marketplaces do mundo: o sul-africano Naspers e o grupo norueguês Schibsted.

 

LinkedIn: OLX Brasil

Facebook: OLX Brasil

Twitter: @OLX_Brasil

Instagram: olxbrasil

Publicidade

Maioria dos brasileiros compraram presente de Dia dos Pais em lojas físicas

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

13 de agosto de 2018

Segundo estudo da Toluna, 52% das pessoas foram a lojas de rua contra 25% que compraram pela internet

O Dia dos Pais é uma das mais importantes datas comerciais para os varejistas brasileiros e, em 2018, não foi diferente. Segundo a Boa Vista SCPC, as vendas do comércio na data cresceram 2,8% em 2018 quando comparadas a 2017. O crescimento nas vendas nesta data ocorre após três anos de quedas observadas desde 2015.

Os brasileiros saíram às compras e a maioria deles (52%) utilizou lojas físicas de rua. Em questão de múltipla escolha, 49% ainda afirmaram que fizeram suas compras em shoppings. Somente 10% decidiram entrar em uma loja virtual de uma marca específica para adquirir o presente e 15% acessaram alguma loja virtual de produtos diversos, segundo pesquisa da Toluna, fornecedora líder de insights do consumidor para a economia sob demanda. O estudo foi feito com 484 pessoas no próprio dia 12 de agosto, data em que o Dia dos Pais foi comemorado em 2018.

Outra característica observada na pesquisa é que grande parte das pessoas (54%), gastou entre R$ 1 e R$ 100 com presentes. A maior parte dessas pessoas também decidiu com antes o que iria comprar para seu pai/figura paterna, com 61% delas dizendo que adquiriu o presente com antecedência de um mês a uma semana, e somente 16% delas compraram no dia anterior ou no mesmo dia. Além disso, 73% das pessoas já sabiam o que queriam antes de entrar na loja.

Maioria das pessoas também fez compra espontânea

O estudo também revelou que 58% das pessoas aproveitaram a compra do presente de dia dos pais para adquirir outra coisa para si mesma ou uma pessoa diferente em um ato não-planejado. Nessa compra, 78% das pessoas afirmaram que gastaram entre R$ 1 e R$ 100.

Confira a pesquisa completa no link: http://tolu.na/l/m8EFk37Qz

Nota ao editor
(Pesquisa realizada no dia 12 de agosto de 2018 com 484 pessoas das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela Abep – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 tem renda média domiciliar de R$ 1.625 por mês)

Sobre a Toluna
A Toluna fornece informações sobre o consumidor para possibilitar o sucesso na economia global atual sob demanda. Impulsionada pela perfeita fusão de tecnologia, experiência e a maior comunidade global de influenciadores, a Toluna oferece percepções ricas, confiáveis e em tempo real para indivíduos e empresas de todos os tamanhos.

Nossa plataforma automatizada de insights do consumidor, o TolunaInsights™, sustenta tudo o que fazemos. Os clientes podem acessar a plataforma diretamente, utilizar os serviços gerenciados da Toluna ou criar programas de insights digitais totalmente personalizados por meio dos nossos serviços de engenharia.

A Toluna está empenhada em promover o Insights on Demand, uma maneira totalmente nova para as empresas obterem insight e entenderem constantemente a mudança do sentimento e gosto do consumidor na economia sob demanda. A Toluna é um membro fundador do Insights on Demand Consortium, um grupo multilateral que promove os princípios e a adoção do Insights on Demand. A empresa possui 24 escritórios em todo o mundo, abrangendo a Europa, América do Norte, América do Sul, Ásia-Pacífico, Oriente médio e África do Norte. No Brasil, seu escritório se localiza em São Paulo.

Para mais informações sobre a Toluna acesse: http://www.toluna-group.com/pt/homepage

Publicidade

Setor de shopping centers cresce 4,3% em vendas no primeiro trimestre

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

08 de Maio de 2018

Em estudo comparativo dos resultados do primeiro trimestre de 2018, realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), o setor de shopping centers cresceu 4,3% em vendas na comparação com o primeiro trimestre de 2017.

Os dados revelam que a retomada do mercado está alinhada à expectativa da Abrasce. “O setor de shoppings no Brasil está entre os cinco que mais crescem no mundo. Estamos otimistas com o ano de 2018 e já sentimos a retomada de confiança do consumidor. Nossa expectativa para 2018 é crescer entre 5,5% a 6% e inaugurar 23 novos shoppings”, afirma o presidente da entidade, Glauco Humai.

O fluxo de visitantes teve alta de 3,1%, no primeiro trimestre. A vacância se manteve estável, em 5,3%, saudável para os padrões do setor que está entre as três menores do mundo.

A alta das vendas e do fluxo de visitantes, no trimestre, refletem na queda de 4,1% da inadimplência, outro fator que reforça o contínuo avanço do setor de shopping centers no Brasil.

Dia das Mães

Para uma das datas mais importantes do varejo, o Dia das Mães, o setor de shopping centers está otimista com o aumento das vendas. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), a expectativa é um crescimento em vendas de 6,5%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Perfil de shoppings no Brasil

  • Shopping centers em operação: 571;
  • Número de cidades com shoppings no Brasil, ao final de 2017: 212;
  • Total de ABL (Área Bruta Locável) no Brasil: 15,580 milhões de m² (aumento de 2,26% em relação ao ano anterior);
  • Faturamento total do Brasil em 2017: R$ 167,7 bilhões, o que representa um crescimento de 6,2% em relação a 2016;
  • 87% dos shopping centers brasileiros são empreendimentos do tipo tradicional e 13% especializados (outlet, lifestyle e temáticos). Destes, 17% são outlets.
  • 46% dos shopping centers estão localizados em capitais brasileiras e 54% em outras cidades;
  • Os shoppings brasileiros receberam cerca de 463 milhões de visitas por mês em 2017, o que representa um aumento de 5,6% em relação ao ano de 2016;
  • Existem mais de 102.300 lojas nos 571 shopping centers brasileiros;
  • Existem 897.506 vagas de estacionamento em shoppings em todo o território nacional;
  • 2.760 salas de cinema nos shoppings de todo o Brasil;
  • Estima-se que haja mais de 1 milhão de empregos diretos nos shoppings brasileiros (aumento de 1,27%);

Sobre Abrasce

Fundada em 1976, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) tem como objetivo atuar para o desenvolvimento e fortalecimento do setor de shoppings no país. O know-how superior a quarenta anos de atuação credencia a Abrasce como referência no setor varejista brasileiro. Os seus mais de quatrocentos associados contam com um amplo portfólio de benefícios oferecidos pela entidade que incluem: assessoria jurídica, eventos, seminários, congressos, cursos de capacitação e pesquisas.

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) está sediada na cidade de São Paulo, sendo presidida pelo gestor empresarial Glauco Humai e conta com o suporte de um conceituado e experiente Conselho Diretor formado pelos principais empresários do setor. Mais informações estão disponíveis em http://www.abrasce.com.br.

Publicidade

Pesquisa revela previsão de alta nas vendas para o Dia das Mães no setor de shopping centers

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de Maio de 2018

Segundo dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 95% dos respondentes do setor têm expectativas otimistas em relação a mesma data do ano anterior.

 Para uma das datas mais importantes do varejo, o Dia das Mães, o setor de shopping centers está otimista com o aumento das vendas. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 65% dos respondentes da pesquisa esperam um crescimento em vendas de até 20%, e 28,75% de até 5%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Entre as categorias de produtos, vestuário é a que mais se espera um crescimento nas vendas com 46,91% das respostas, seguida por calçados (16,05%) e perfumaria (12,35%). Em relação ao ticket médio, os resultados se dividem entre 47,56% que acreditam que o valor gasto no presente de dia das mães será entre R$ 50,00 e R$ 150,00, e outros 47,56% que acreditam que será acima de R$ 150,00.

Segundo a pesquisa, 68,29% dos shoppings investiram em promoções, 21,95% em anúncios em redes sociais, e 9,76% em outras ações, como eventos e experiências. Entre o índice de promoções, 46,25% farão compre e ganhe, 40% sorteios e 13,75% ações com experiências.

Na medição regional, entre os participantes da pesquisa, 54,88% dos shoppings são da região Sudeste, 16,47% do Sul, 15,29% do Nordeste, 8,54% do Centro-Oeste e 4,82% da região Norte. Desse total, 65,85% ficam na capital e 34,15% no interior dos estados.

Sobre Abrasce

Fundada em 1976, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) tem como objetivo atuar para o desenvolvimento e fortalecimento do setor de shoppings no país. O know-how superior a quarenta anos de atuação credencia a Abrasce como referência no setor varejista brasileiro. Os seus mais de quatrocentos associados contam com um amplo portfólio de benefícios oferecidos pela entidade que incluem: assessoria jurídica, eventos, seminários, congressos, cursos de capacitação e pesquisas.

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) está sediada na cidade de São Paulo, sendo presidida pelo gestor empresarial Glauco Humai e conta com o suporte de um conceituado e experiente Conselho Diretor formado pelos principais empresários do setor. Mais informações estão disponíveis em http://www.abrasce.com.br.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Dia das Mães movimentará R$ 257 milhões no comércio de Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de Maio de 2018

Em relação ao ano passado, o estudo revela crescimento de 4,9% 

sobre o potencial de consumo.

A pesquisa sobre o Potencial de Consumo do Fortalezense para o Dia das Mães, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará, revela que os consumidores de Fortaleza irão movimentar cerca de R$ 257 milhões no comércio local com a compra de presentes, valor 4,9% superior ao de 2017, quando o impacto estimado foi de R$ 245 milhões.

Dando prioridade aos artigos de vestuário, perfumaria, calçados e bolsas, flores, utensílios domésticos e joias e bijuterias, a maioria dos consumidores irá às compras – 61,8% dos entrevistados confirmaram essa intenção.

Vestuário lidera preferência do consumidor

A preferência dos consumidores mostra-se concentrada em seis produtos principais que, juntos, respondem por 90,6% das intenções de compra, com preponderância dos bens de uso pessoal:

 

Artigos de vestuário: citados por 36,2% dos entrevistados lideram em todos os estratos analisados pela pesquisa, sendo mais relevante para as mulheres (38,4% de intenção de compra), do grupo etário com idade até 20 anos (42,4%) e de renda familiar superior a seis salários mínimos (39,9%);

 

Itens de perfumaria: com 25,7% de intenção de compra, é preferido pelas mulheres (29,1%), dos consumidores com idade entre 21 e 35 anos (31,3%) e do grupo com renda familiar entre três e seis salários mínimos (26,8%);

Sapatos, cintos e bolsas: com 10,4% de intenção de compra, serão mais procurados por consumidores do sexo masculino (13,1%), do grupo com idade de até 20 anos (11,3%) e renda familiar mensal acima de seis salários mínimos (17,1%);

Flores: com 6,7% de intenção de compra, igualmente distribuído entre consumidores homens e mulheres (6,8% de intenção de compra para os homens e 6,6% para as mulheres), com preponderância do grupo com idade acima dos 36 anos (11,0%) e renda familiar de até três salários mínimos;

Utensílios domésticos: com 6,0% de intenção de compra, possui preferência destacada entre o público masculino (6,8%), do estrato com idade até 20 anos (7,8%) e renda média familiar superior a seis salários mínimos (8,5%); e

Joias e bijuterias: com 5,6% de intenção de compra, com maior demanda pelas mulheres (5,8%), do grupo com idade acima dos 36 anos (7,9%) e renda familiar entre três e seis salários mínimos (9,0%).

 

Compra de presentes movimentará R$ 257 milhões

O faturamento previsto com a compra de presentes para o dia das mães é de R$ 257 milhões, reforçando a importância econômica dessa data comemorativa, que anima importantes segmentos do comércio varejista. O dispêndio médio com a compra de presentes é estimado em R$ 236. Como alguns consumidores compram mais de um presente, o gasto por presente será de R$ 174.

 

Compras se concentrarão nos finais de semana

Com grande parte da população com cada vez menos tempo disponível, o consumidor irá privilegiar a comodidade em suas compras, preferindo o sábado como dia mais provável para realizar a compra dos presentes (32,0%).

Os shopping centers deverão ter movimento intenso de consumidores, tendo sido citados por 41,1% dos consumidores como locais preferenciais para as compras. O Centro da cidade e os principais corredores comerciais também mantêm sua importância, com 23,4% e 19,2% das respostas, respectivamente.

* A lista completa inclui o Natal, em primeiro lugar, seguido do Dia das Mães, Dia das Crianças, Dia dos Namorados e Dia dos Pais

Publicidade

Vendas do setor metalomecânico do CE para os EUA crescem 43,8%

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

28 de Abril de 2018

Mais da metade (54,4%) da pauta exportadora cearense nos três primeiros meses de 218 foi abarcada pelo setor de metalomecânico. Nesse período foram vendidos para o exterior US$ 266,1 milhões apenas em produtos metalúrgicos, valor 9,4% menor do que o do ano passado. Com relação as importações do segmento no primeiro trimestre, o decréscimo foi de 4,6% entre 2017 e 2018, atingindo a marca de US$ 105,9 milhões. A balança comercial do setor apresentou superávit significativo de US$ 160,2 milhões.

O Estado ocupa a 9ª colocação no ranking dos principais estados exportadores do setor metalomecânico, a mesma posição registrada em fevereiro. A respeito dos destinos do metal cearense, diferente do que se temia com a movimentação ocasionada pelas tarifas norte-americanas, as exportações para os Estados Unidos aumentaram 43,8% entre 2017 e 2018, e passaram de US$ 51,9 milhões nos dois primeiros meses desse ano, para US$ 78,6 milhões no acumulado até março.

A Alemanha merece o destaque por ter crescido suas compras do produto cearense em 707,5%, ficando em terceiro lugar nessa lista com US$ 42,1 milhões. A China se mantem como principal fornecedor do setor para o Ceará. Apesar da queda de 24%, foi importado do país no primeiro trimestre desse ano US$ 42,5 milhões.

As informações são do Ceará em Comex, estudo do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

Confira AQUI o estudo completo.

Sobre o Centro Internacional de Negócios da FIEC

Centro Internacional de Negócios auxilia as empresas na inserção no mercado internacional, promovendo a cultura exportadora no Estado do Ceará. O CIN faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC, que junto com Serviço Social da Indústria – SESI Ceará, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Ceará e Instituto Euvaldo Lodi – IEL Ceará formam o Sistema FIEC.

Publicidade

COM INCENTIVO DA COPA DO MUNDO, EXTRA ESPERA VENDER 50% MAIS TELEVISORES DO QUE EM 2014

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

17 de Abril de 2018

 A cada quatro anos, a venda de televisores recebe um incentivo por conta da realização do mundial de futebol. Animados pelo início da competição, os clientes se programam para assistir aos jogos em telas novas e procuram por novos produtos com boas condições de pagamento. Prevendo esse movimento e buscando sempre oferecer as melhores oportunidades de compras aos seus clientes, o Extra, uma das maiores redes de hipermercados do país, se preparou para o período, negociando antecipadamente com os principais fornecedores para conseguir os melhores preços do mercado e garantir estoque em todas as unidades da rede. Este ano, o Extra espera vender 50% mais televisores na comparação com 2014, com grande aposta em produtos de telas grandes e que possuem novas tecnologias, como a 4K. Para este último, a rede projeta que, de todo o volume de vendas de TVs previsto para este ano, 35% seja deste tipo de aparelho.

Normalmente, a procura dos consumidores por esses produtos se concentra no segundo semestre, principalmente por conta da realização da Black Friday e das condições especiais de fim de ano. Em 2018, a expectativa do Extra é inverter a proporção do peso do semestre nas vendas de TVS: o primeiro deve representar 60% da venda do ano, já que o evento futebolístico acontece no início do segundo semestre e os clientes já querem estar com tudo pronto para conferir os jogos em televisor novo.

Além disso, ciente de que os clientes buscam além de preços competitivos uma melhor relação custo x benefício, o Extra também está planejando condições de parcelamento diferenciadas para garantir o poder de compra e o acesso de seus consumidores às novas tecnologias disponíveis no mercado.

Publicidade

Mercado de festas de ABC alavanca as vendas dos buffet’s infantis

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de Janeiro de 2018

Mercado de festas de ABC aumenta em 80% a demanda dos buffet´s infantis. Para quem quer garantir a data tem que correr e agendar ainda em janeiro.

Antes restritas a comemorações nos próprios colégios, atualmente as festas de ABC ganharam um novo formato, com glamour e personalização em buffets da cidade. O modelo que vem se instalando e recebendo o apoio dos papais orgulhosos se remete  ao das festas de aniversário, mas claro, com temáticas relacionadas à primeira formatura.

“No Laliboom Buffet, o período mais procurado para este tipo de comemoração são os meses de novembro e dezembro. No último mês do ano a demanda de festas deste segmento aumenta em 80%. O agendamento com antecedência é fundamental para garantir a data e nesse caso, as reservas começam nos meses de janeiro e fevereiro”, afirma o sócio propietário do Laliboom Buffet, Marcos Helano.

A procura dos buffets para fazer esse tipo de celebração cresceu consideravelmente nos últimos cinco anos. “Em 2016, o Laliboom realizou 18 festas de ABC. Em 2017, encerraram o mês de dezembro com 29 formaturas realizadas. Para 2018 já são 9 festas fechadas até o momento. O investimento nesse tipo de celebração só cresce, graças ao conforto, a segurança e a comodidade que o Buffet oferece aos clientes.  Em um mês sem formaturas de ABC a média de festas é 12 por mês.

O Laliboom Buffet transforma o seu cenário para este tipo de evento, dominado pelo mundo das letras e cheio de surpresas e animação para os formandos e seus pais. A formatura infantil é um encerramento de ciclo que leva as mães sentirem necessidade de se confraternizar entre familiares e amigos. Existe também a preocupação em oferecer um bom serviço de buffet e lazer, ambiente decorado e bonito para fazer fotos de recordação, sem ser o ambiente escolar.

Sobre o Laliboom Buffet

Há oito anos no mercado e consagrado no quesito festas infantis, o Buffet conta com cardápio diferenciado, preparado por um Chef de cozinha. Brinquedos personalizados, projetados com segurança, para que a criançada usufrua enquanto a festa acontece. Variados temas de decoração, criados por um cenógrafo com larga experiência no mercado, transformando sonhos em realidade. O Buffet oferece salão climatizado para convidados com capacidade para até 350 pessoas, berçário climatizado e decorado, sala de jogos climatizada, campinho de futebol e cozinha própria.

Serviço

Endereço: Rua José Alencar Ramos, 100 – Eng. Luciano Cavalcante, Fortaleza/CEContato: (85) 3247-7085 / 3278-5968 / 98880-9300 / 99940-0777

Email: buffet@laliboom.com.br

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Mercado de festas de ABC alavanca as vendas dos buffet’s infantis

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de Janeiro de 2018

Mercado de festas de ABC aumenta em 80% a demanda dos buffet´s infantis. Para quem quer garantir a data tem que correr e agendar ainda em janeiro.

Antes restritas a comemorações nos próprios colégios, atualmente as festas de ABC ganharam um novo formato, com glamour e personalização em buffets da cidade. O modelo que vem se instalando e recebendo o apoio dos papais orgulhosos se remete  ao das festas de aniversário, mas claro, com temáticas relacionadas à primeira formatura.

“No Laliboom Buffet, o período mais procurado para este tipo de comemoração são os meses de novembro e dezembro. No último mês do ano a demanda de festas deste segmento aumenta em 80%. O agendamento com antecedência é fundamental para garantir a data e nesse caso, as reservas começam nos meses de janeiro e fevereiro”, afirma o sócio propietário do Laliboom Buffet, Marcos Helano.

A procura dos buffets para fazer esse tipo de celebração cresceu consideravelmente nos últimos cinco anos. “Em 2016, o Laliboom realizou 18 festas de ABC. Em 2017, encerraram o mês de dezembro com 29 formaturas realizadas. Para 2018 já são 9 festas fechadas até o momento. O investimento nesse tipo de celebração só cresce, graças ao conforto, a segurança e a comodidade que o Buffet oferece aos clientes.  Em um mês sem formaturas de ABC a média de festas é 12 por mês.

O Laliboom Buffet transforma o seu cenário para este tipo de evento, dominado pelo mundo das letras e cheio de surpresas e animação para os formandos e seus pais. A formatura infantil é um encerramento de ciclo que leva as mães sentirem necessidade de se confraternizar entre familiares e amigos. Existe também a preocupação em oferecer um bom serviço de buffet e lazer, ambiente decorado e bonito para fazer fotos de recordação, sem ser o ambiente escolar.

Sobre o Laliboom Buffet

Há oito anos no mercado e consagrado no quesito festas infantis, o Buffet conta com cardápio diferenciado, preparado por um Chef de cozinha. Brinquedos personalizados, projetados com segurança, para que a criançada usufrua enquanto a festa acontece. Variados temas de decoração, criados por um cenógrafo com larga experiência no mercado, transformando sonhos em realidade. O Buffet oferece salão climatizado para convidados com capacidade para até 350 pessoas, berçário climatizado e decorado, sala de jogos climatizada, campinho de futebol e cozinha própria.

Serviço

Endereço: Rua José Alencar Ramos, 100 – Eng. Luciano Cavalcante, Fortaleza/CEContato: (85) 3247-7085 / 3278-5968 / 98880-9300 / 99940-0777

Email: buffet@laliboom.com.br

  • postado por Oswaldo Scaliotti