Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Theatro José de Alencar

TJA: II Baile a Fantasia do Zé de Alencar será no dia 3/2

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

17 de Janeiro de 2018

O pré-carnaval 2018 chega novamente ao jardim do Theatro José de Alencar.

Um baile na casa do Zé – O Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), promove no dia 03/02 (sábado), em seu jardim, o II Baile a Fantasia do Zé de Alencar. A programação terá início às 16h com o Baile Infantil e segue às 19h com o Baile Adulto, com atrações como DJ Alan Morais e show da banda Luxo da Aldeia. O Baile a Fantasia do Zé de Alencar também promoverá um desfile e a escolha das três melhores fantasias com direito a premiação.

O Bloco Luxo da Aldeia foi criado em 2006 a partir de uma ideia de valorização da música cearense de carnaval. Tem o nome inspirado na música Terral, de Ednardo. O seu grupo é formado por músicos que trabalham na valorização da música local num intuito de reforçar os laços culturais do nosso povo com o local de origem.

Pierrots, colombinas, arlequins, piratas, árabes, borboletas, bailarinas, palhaços, ciganas, todos serão muito bem vindos nesta festa que fortalece os laços de convivência com a comunidade, parceiros, artistas e amigos do TJA, onde o lazer e a criatividade serão porta vozes da alegria.

A entrada gratuita será permitida apenas para pessoas fantasiadas ou mascaradas, limitada à lotação do espaço, quando serão distribuídos 400 ingressos na semana anterior e 200 ingressos no dia do Baile.

Serviço: II Baile a Fantasia do Zé de Alencar
Dia: 03 de Fevereiro de 2018 (sábado)
Onde: Jardim do Theatro José de Alencar

Baile Infantil – 16h às 18h
Som mecânico e animação com Xilito Palhaçada
Ingressos: mediante doação de 01 kg de alimento não perecível para adultos
Retirada: na hora do evento

Baile Adulto – somente para pessoas fantasiadas ou mascaradas
(ingressos na semana anterior e no dia).

19h – DJ Alan Morais
20h – Luxo da Aldeia
22h – Concurso de Fantasia
00h – Finalização

Ingressos: mediante doação de 01 kg de alimento não perecível
Retirada: a partir do dia 23 de janeiro, 02 (dois) ingressos por pessoa

Publicidade

I Mostra do Curso Princípios Básicos de Teatro reúne montagens de alunos do TJA 

Por Oswaldo Scaliotti em Qualificação

15 de Janeiro de 2018


Acontece de 16 a 21 de janeiro a I Mostra do Curso Princípios Básicos de Teatro – Montagens 2017 do Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). No palco, o público poderá conferir os espetáculos “Estribilho”, “Crias da Terra” e “Trinta e Duas” e o show de lançamento do álbum “Estribilho [Trilhos Sonoros]”, sempre a partir das 19h.

Além das montagens do CPBT do TJA, a Mostra contará com uma apresentação do espetáculo criado pelos alunos do Curso de Formação Básica em Teatro do CCBJ a partir da Oficina de Dramaturgia, realizada pelo dramaturgo Rafael Barbosa.

O CPBT é uma realização do Theatro José de Alencar em parceria com a Secretaria de Cultura e Secretaria de Educação do Ceará, desde 1991. Hoje as aulas são ministradas pelos professores Joca Andrade, Juliana Veras e Neidinha Castelo Branco.

* Programação

> Dia 16 de janeiro – Estribilho <

Uma reflexão ácida e poética sobre as opressões na sociedade contemporânea. O espetáculo, repleto de músicas, embarca num trem circense construindo um trilho no horizonte para discutir a dor e o sabor nas relações humanas.

> Dia 17 de janeiro – Show de lançamento álbum Estribilho [Trilhos Sonoros] e “As farsas da enganação”

O show Estribilho [Trilhos Sonoros] é uma composição cênica musical de lançamento do álbum, que contém as canções do espetáculo Estribilho. O projeto partiu de uma construção coletiva da equipe que compõe o espetáculo.

I Mostra CPBT – Montagens 2017 convida Curso de Formação Básica em Teatro – Centro Cultural Bom Jardim

Baseados na farsa, gênero teatral dramático e cômico, os personagens excêntricos e histriônicos são apresentados em situações simples do cotidiano, a partir de um olhar crítico sobre a enganação humana.

> Dia 18 e 19 de janeiro – Crias da Terra <

Nuances do universo feminino representadas em diferentes contextos, porém, com um fator em comum, ser mulher em uma sociedade patriarcal. Entre dores e amores as personagens compartilham memórias e vivências. Mulheres comuns que possuem resistência de deusas, verdadeiras crias da natureza.

> Dia 20 e 21 de janeiro – Trinta e Duas <

Marly e Eunice, que seguem como retas paralelas trilhando caminhos que nos levam a uma jornada pela memória da resistência marginal de Fortaleza. A fartura da elite fortalezense nos anos 30 contrasta com a seca que se alastrou no interior do Ceará, e o poder esmagador da especulação imobiliária contemporânea enfrenta uma comunidade resistente à beira do trilho.

– Serviço
Data: 16 a 21 de janeiro de 2018
Local: Palco Principal e Sala de Teatro Nadir Papi Saboia
Horário: 19h
Ingressos: R$10 e R$5 / Gratuito no dia 17 de janeiro
Classificação Indicativa:
16 e 17 de janeiro – livre
18 e 19 de janeiro – 12 anos
20 e 21 de janeiro – 12 anos

Publicidade

Temporada de dança e programas musicais integram a programação desta semana no TJA

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

27 de novembro de 2017


O Theatro José de Alencar apresenta os projetos “Cantares – Mostra de Corais do TJA”, “Conexões Sonoras”, “Sexta Rock” e “Sala de Concerto”. No palco principal, inicia a “Temporada de Dança no TJA 2017”.

O Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), traz uma programação envolvendo música, dança, entre outras linguagens artísticas nesta semana. Confira a programação completa do TJA no site: www.secult.ce.gov.br.

Nesta terça (28), o TJA apresenta Cantares – Mostra de Corais do TJA, nesta edição apresentam-se os corais: Canto da Apá, Moenda, Coral Encantart ECT e Sobretons. O evento é gratuito e inicia às 19h, no Palco Principal. O projeto idealizado pelo TJA e grupos coralistas está na sua terceira edição tem o propósito de difundir a diversidade de coros, corais e grupos vocais do Estado.

Temporada de Dança TJA

No final de novembro é dada o início da Temporada de Dança no TJA 2017, realizado anualmente, a temporada reúne academias de dança da cidade de Fortaleza para diversas apresentações até o final de dezembro. No Palco Principal, quarta (29), estreia os espetáculos “Lança” e “Medrais” dos alunos formando da Escola Pública de Dança da Vila das Artes. O espetáculo Lança, foi criado pelos coreógrafos Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira para celebrar a primeira turma formada pela Vila das Artes. A coreografia é baseada nas danças populares nordestinas abordadas com uma linguagem contemporânea. Já Medrais é uma obra dançante, por isso, não se define e está em constante mudança, fazendo medrar uma formação humana. Os espetáculos ficam em cartaz nos dias 29 e 30 de outubro, às 19h, entrada 1kg de alimento. Classificação livre.*

Na sexta (01) e sábado (02) é a vez do Ballet Hugo Bianchi com o espetáculo “A filha do faraó”, às 19h. A escola explora o reino do Egito e traz os mistérios das areias do deserto para encantar os corações dos amantes do ballet. A apresentação inicia às 19h, no Palco Principal, com ingressos ao preço de R$40 e R$20 (meia). Classificação livre.*

Grande Sertão: Veredas 60 anos

O foyer do Theatro José de Alencar recebe na quarta (29) o lançamento do livro “Grande Sertão: Veredas 60 anos”,  a partir das 18h. O livro contempla um conjunto de 17 artigos que aborda o universo plural de Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa; obra que, em 2017, completa os seus 60 anos de publicação. A organização e publicação do livro é uma parceria entre UFC, UNIFAP E UNICAMP, sendo publicado pela editora da Universidade Federal do Amapá. Gratuito.


Da música de concerto ao rock

Além da mostra de corais na terça, o Theatro apresenta esta semana os programas Conexões Sonoras, a Sexta Rock e a tradicional Sala de Concerto. Na quinta (30) o foyer do TJA às 19h, a Escola de Canto da Apá, . Ingressos: R$30 e R$15 (meia), classificação livre*.

A Sexta Rock de novembro traz ao público as bandas “Os intrusivos”, “Netuno Doom” e “Coldness. O projeto é idealização da Associação Cultural Cearense do Rock (ACR) em parceria com o TJA, é gratuito e inicia às 18h na Praça Mestre Pedro Boca Rica na sexta (01).  Classificação livre.* Ainda na sexta o Foyer recebe o projeto “Música de Câmara” às 19h. Os músicos Heriberto Porto e Nelma Dahás se juntam à jovem soprano lírica Liana Fonteles para um recital de música de câmera que  fará o público  percorrer grandes obras de mestres europeus como Richard Strauss, Massenet, Donizetti, J.S. Bach, Franck Martin e Schubert. Gratuito. Classificação livre.

No sábado (02) é a vez da Camerata de Cordas e Orquestra Sinfônica UFC se apresentar no Foyer às 17h, num repertório  variado entre o erudito e o popular.  E no domingo (03), a Sala de Concerto recebe o “Recital de Piano” com os alunos de Mirian Lin Mei Ling às 17h, no foyer. Gratuito. Classificação Indicativa: Livre*.

Projeto Jardim Em cena

Centro Cultural Grande Bom Jardim apresenta espetáculos de dança resultantes do  Projeto Jardim em Cena. Este projeto trata-se de uma ação artística e formativa, apresentada nos formatos de Ateliês Artísticos de Criação em Dança e Música e Laboratórios Técnicos em Artes Cênicas. Serão apresentadas 3 obras artísticas resultado de processo junto há 45 bailares. A atividade acontece gratuitamente no sábado (02)  às 16h, na Sala de Teatro Nadir Papi Sabóia. Classificação Indicativa: Livre

Domingo é dia de Teatro Infantil

A Pauta Aberta Infantil deste mês apresenta o espetáculo “Iroko – A grande árvore”. No palco o público irá conferir a lenda de origem africana que conta a história da primeira árvore plantada no mundo. O espetáculo integra a Chamada de Ocupação 2017 do TJA. Os ingressos estão à venda ao preço de  R$ 10 e R$ 5 (meia). Classificação livre.

Publicidade

Secult lança o Prêmio Pontos de Cultura do Ceará, nesta segunda, 27/11, às 10h, no TJA

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

24 de novembro de 2017

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) lança nesta segunda-feira, 27/11, às 10h, no foyer do Theatro José de Alencar, o Prêmio Pontos de Cultura do Ceará, com o objetivo de reconhecer  e fomentar 50 entidades culturais da sociedade civil  que foram chanceladas como “Ponto de Cultura” no âmbito da política estadual e nacional do Programa Cultura Viva. O Governo do Estado, através da Secult,  investirá o total de R$1,3 milhão na cultura cearense, atendendo as diretrizes, objetivos e às metas 07, 17 e 20 do Plano Estadual da Cultura e fortalecendo a Rede dos Pontos de Cultura do Ceará.

O prêmio surgiu com uma ação de retomada e fortalecimento da Programa Cultura Viva no Ceará, numa construção compartilhada com representantes da Comissão Estadual dos Pontos de Cultura e gestores da Secult.

O prêmio

Cada entidade selecionada no Prêmio Pontos de Cultura do Ceará receberá o prêmio financeiro no valor de R$ 26 mil. Serão premiados 50 Pontos de Cultura, com recursos oriundos do Tesouro Estadual da Cultura.

Quem pode participar

Estão aptas a participar do Prêmio Pontos de Cultura do Ceará as Pessoas Jurídicas de Direito Privado Sem Fins Lucrativos, sediadas no Estado do Ceará, reconhecidas no âmbito do Programa Cultura Viva, por meio de celebração de convênios e/ou instrumentos congêneres celebrados com o Estado do Ceará e/ou Ministério da Cultura  e que estejam em funcionamento regular com comprovação de atuação contínua há pelo menos um ano, contado da data da publicação do edital. A lista de entidades reconhecidas no âmbito do Programa Cultura Viva constam no Anexo I do edital.

Inscrições

As inscrições serão gratuitas e exclusivamente online pelo site www.editais.cultura.ce.gov.br, do dia 27 de novembro de 2017 a 10 de janeiro de 2018. O Edital completo do Prêmio também estará disponível a partir desta data. Para realizar a inscrição, os candidatos que constam na lista do Anexo I do Edital deverão se cadastrar no Mapa Cultural do Ceará (www.mapa.cultura.ce.gov.br) como Agentes Coletivos (Pessoa Jurídica) no Mapa Cultural do Ceará. O cadastro no mapa cultural, bem como a ficha de inscrição, deverão estar obrigatoriamente preenchidos com os documentos solicitados devem estar inseridos no perfil da instituição no mapa cultural até a data de inscrição.

Programa e Lei Cultura Viva – Audiência Pública

No mesmo dia do lançamento do Prêmio Pontos de Cultura do Ceará, às 14h30, acontece também a Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Estado, proposta pela Deputado Renato Roseno  para debater sobre propostas, desafios e  perspectivas das políticas  para o Programa Cultura Viva do Ceará. A audiência contará com a presença de representantes da Comissão Nacional e Estadual dos Pontos de Cultura e da Secult.  A mesa contará com a presença do Secretário da Cultura Fabiano Piúba e representantes da Comissão  e rede dos pontos de Cultura.

Mais sobre os Pontos de Cultura e o Programa Cultura Viva

No âmbito do Programa Nacional Cultura Viva, já foram reconhecidos mais de 3 mil Pontos de Cultura em todo o país, presentes em todos os estados brasileiros e em cerca de mil municípios, que reúnem em suas ações cerca de 8 milhões de pessoas, atendendo iniciativas dos mais diversos segmentos da cultura. Entre os principais beneficiários e protagonistas do Cultura Viva estão a juventude e os grupos tradicionais, alcançando a produção cultural que vem das periferias e do interior do Brasil, passando pela cultura digital, cultura de base comunitária, Quilombolas, de Matriz Africana, a produção cultural urbana, a cultura popular, as tradições dos povos indígenas etc. Os Pontos de Cultura se tornaram uma referência de política cultural dentro e fora do Brasil, tendo sido adotados em vários países da América Lati na, como Argentina, Chile, Peru, Colômbia e Costa Rica. No Ceará , a Rede Estadual Cultura Viva é composta por 240 pontos.

Publicidade

Ballet  “La fille mal gardée” é levado ao palco do TJA em única apresentação

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

21 de novembro de 2017

Apresentado pela primeira vez em 1789, em Bordéus, na França, o espetáculo é o ballet de repertório mais antigo ainda em cartaz.

“La fille mal gardée” (a filha mal vigiada, em livre tradução) é um ballet cômico em três atos. A história se passa no interior rural da França, no século XVIII. Lise, filha única de uma viúva fazendeira, se apaixona pelo camponês Colas, mas, para garantir o futuro de sua propriedade, sua mãe fez um acordo com Thomas, rico fazendeiro da região, para casá-la com Alain, um jovem abobalhado. No dia 26 de novembro, o Estúdio Terpsícore apresenta o ballet no palco principal do Theatro José de Alencar. O espetáculo é dirigido pela  bailarina, professora e pesquisadora de dança Júlia Cândida.

O elenco é composto de cinquenta bailarinos e figurantes, com faixas etárias variadas entre três (alunos da turma de dança criativa) e cinquenta anos. As turmas de ballet adulto também participam da adaptação coreográfica, assinada pela professora Gardênia Oliveira, bailarina e geógrafa, com passagem por diversas academias de dança de Fortaleza.

Cenas icônicas fazem de “La fille mal gardée” um dos mais divertidos ballets de repertório em cartaz, como a dança dos tamancos protagonizada pela viúva Simone, mãe da protagonista Lise e o ritual do pau de fitas encenado pelos camponeses, além das coreografias das galinhas e pintinhos, que serão representados pelas crianças do Estúdio.

O espetáculo tem classificação livre e os ingressos custam R$30 (inteira) e R$15 (meia) e já estão à venda no Estúdio Terpsícore (Rua Professor Nogueira, 465 – Parquelândia). No  dia da apresentação, os ingressos serão vendidos na bilheteria do Theatro José de Alencar. Boa opção de diversão para um domingo em família.

Serviço:

La fille mal gardée – ballet cômico em três atos apresentado pelo Estúdio Terpsícore

Data: 26 de novembro, às 18h

Local: Palco principal do Theatro José de Alencar
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$15 (meia)

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Seminário “E Agora, José?” é destaque na programação do TJA esta semana

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de novembro de 2017

Reabertura da Sala de Figurino Flávio Phebo, Inauguração do Café Iracema, debate sobre as ações realizadas em 2017 e programa Theatro de Portas Abertas são algumas das atrações do TJA. Confira:

“Avaliação anual e novas ideias para 2018” este é o tema do seminário E Agora, José?, um programa de diálogos para a construção de uma gestão participativa do Theatro José de Alencar. “Nesta edição, vamos discutir a proposta de programação colaborativa e democrática, realizada no TJA neste ano de 2017, onde foram firmadas diversas parcerias para a criação de novos programas e possibilidades de fruição cultural. No encontro ainda devemos avaliar a primeira edição da Chamada de Ocupação, que selecionou 77 propostas de programação cultural para todos os espaços do TJA”, Selma Santiago, diretora do TJA. Acontece quinta (16) a partir das 18h30 no Foyer. Classificação indicativa livre*

Ainda na quinta (16) o Theatro José de Alencar promove a Reabertura da Sala de Figurino Flávio Phebo às 16h com uma exposição de peças do acervo e um desfile às 17h30. “Há muitos anos não havia sido feito uma manutenção, nessa gestão reabrimos e contamos com a parceria de estudantes de produção e moda para fazer a catalogação e levantamento de peças que podem ser emprestadas e peças que são de acervo que não se empresta devido ao valor histórico. Isso faz parte construção da história do teatro cearense”, diz Selma Santiago. A Sala de figurino Flávio Phebo funciona de terça à sexta, das 09h às 12h, e das 14h às 17h. A atividade é gratuita e aberta ao público. Classificação indicativa livre*. Ainda na quinta (16) às 18h o Teatro Morro do Ouro recebe o show Canção da Aurora, ingressos R$10. Classificação indicativa livre*

Theatro de Portas Abertas

O programa mensal Theatro de Portas Abertas inicia sua programação no mês de novembro com a Inauguração do Café Iracema às 9h. O café será administrado pela Fundação Amigos do Theatro em parceira com o Café Santa Clara.

Nesta edição o programa recebe também o Festival Popular de Teatro de Fortaleza, confira programação: A Orquestra Acordes do Amanhã se apresenta às 15h, no hall do Theatro, às 16h, Cerimônia de Abertura do festival com a banda Dona Zefinha na calçada, ainda na calçada acontece o show de Show Di Ferreira às 17h15. Nossa tradicional Hora do Ângelus será celebrada pelo Quinteto da ORCEC às 18h, na calçada e em seguida na Galeria Ramos Cotoco acontece a abertura da Exposição Imagens da Cena do fotógrafo Francisco Salvino . Ainda no anexo, às 18h30 é hora do rock invadir a Praça Mestre Boca Rica com o programa Sexta Rock que traz as bandas Ebenezer, Aderiva e Rusty. Para encerrar o nosso dia no palco principal do Theatro o espetáculo Ibirapema – O Forró que eu faltei.

Música, literatura, dança e teatro são atrações do final de semana no theatro.

Sábado (18) às 17h, o programa da Secult Ce Pra Ver A Banda Passar recebe a Banda de Música Municipal Padre David Moreira da cidade de Farias Brito na calçada. Às 18h, no Foyer acontece o sarau “Amém! Mário Gomes Sarau Da Poesia Marginal”, proposta selecionada para compor o programa Sarau Literário da Chamada de Ocupação do TJA. É gratuito e classificação indicativa: livre*. E para encerrar o final de semana temos a dança Vidas E Obras – Arte Em Cena do Colégio 7 de setembro no sábado e domingo, às 19h30, e às 18h, respectivamente. Os ingressos custam R$ 70, R$ 35 e Classificação Indicativa livre*. No domingo (19), a nossa tradicional Sala de Concerto recebe a Camerata de Cordas da UFC a apresentação gratuita inicia às 17h. Classificação indicativa livre*

Pauta Aberta Morro do Ouro apresenta “Anlodo: Tambores do Ceará”

No sábado, dia 18/11, o programa Pauta Aberta Morro do Ouro apresenta o espetáculo “Anlodo: Tambores do Ceará”. Projeto selecionado na Chamada  de Ocupação do Theatro José de Alencar, é realizado pelo coletivo Raízes do Griô. Em cena, você poderá conferir a caminhada ritualística dos iniciados que exteriorizam o alimento para alma no resgate da ancestralidade via o som dos variados batuques dos tambores. Ingressos R$10 e R$5 (meia), classificação indicativa livre, às 19h, no Teatro Morro do Ouro.

Segunda Temporada CPBT

No dia 18, a sala de Teatro Nadir Papi Sabóia recebe a segunda temporada das montagens de conclusão do Curso Princípios Básicos de Teatro – manhã 2016/2017. A turma traz ao público o espetáculo Estribilho na reflexão ácida e poética sobre as opressões na sociedade contemporânea. A sessão de Estribilho acontece às 18h30. O ingresso de cada espetáculo custa R$ 10 e R$ 5 (meia). Classificação: 12 anos*

TJA recebe o III Festival de Teatro da Escola de Atores Marcelino Câmara

Entre os dias 11 à 15 de novembro, a Escola de Atores Marcelino Câmara realiza o Festival de Teatro em nosso palco principal. O festival conta com três espetáculos montados na escola de Atores “Família Addams”, nos dias 11 e 12/11, “Lisbela e o Prisioneiro” nos dias 13 e 14, e “Rock de uma noite de verão”, nos dias 15 e 16/11. Os ingressos estarão à venda a partir das 19h, e custam R$ 40 e R$ 20 (meia). Classificação livre*
Domingo é dia de Teatro Infantil

A Pauta Aberta Infantil deste mês apresenta o espetáculo Bau de Munganga. Serão manifestações e brincadeiras populares integradas a histórias cantadas e faladas que tratam de temas de cunho ambiental, cultural e social. O espetáculo é apresentado pela Cia Trupe Brincante e integra a Chamada de Ocupação 2017 do TJA. Os ingressos estão à venda ao preço de  R$ 10 e R$ 5 (meia). Classificação livre*Confira a programação completa do TJA no site: www.secult.ce.gov.br

Publicidade

II Seminário de Fortaleza e Orquestra Filarmônica do Ceará são algumas das atrações desta semana no Theatro José de Alencar

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

06 de novembro de 2017

Comemoração dos 20 anos da Carta Magna de Fortaleza, Concerto “Três Tenores in Concert”, Programa Arte de Rua, Cineclube Morro do Ouro, são algumas das atrações do TJA para a primeira semana de Novembro. Confira

Em comemoração aos 20 anos de Carta Magna de Fortaleza o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) realiza nesta quarta-feira (8/11), às 18h, no Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura, a abertura do II Seminário de Fortaleza. Na quinta (9/11) a Orquestra Filarmônica do Ceará apresenta o concerto “Três tenores in concert – Arias de Canções”, a partir das 19h30, com a participação dos tenores brasileiros Leandro Cavalcante e Ricardo Máximo e do italiano Leonardo Bott. Além destas ações, a programação inclui a visita guiada ao teatro e destaques para o projeto de audiovisual, que integra a Chamada de Ocupação do TJA.

Arte de Rua: Presente!

O Theatro José de Alencar inicia suas atividades nesta semana com o programa Arte de Rua, recebendo o grupo “ADSR”, na quarta-feira (8/11), às 17h30, na calçada do equipamento. Formado por Uirá dos Reis, Eric Barbosa, Henrique Gomes e Italo Adler, o grupo ADSR surgiu aqui no Ceará, partindo com a performance sonora, tendo como matriz criativa a investigação e criação de sintetizadores e efeitos construídos de forma artesanalmente. A apresentação é gratuita.

Outra atividade que pode ser conferida nesta quarta-feira (8/11) é a comemoração pelo IPHAN dos 20 anos de Carta Magna de Fortaleza. A primeira ação da atividade será a abertura do “II Seminário de Fortaleza” que traz como tema os “Desafios para o Fortalecimento da Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil”. Uma oportunidade ímpar de revisitar a trajetória da elaboração, implementação, avanços e desafios da Política de Patrimônio Imaterial no âmbito nacional internacional. A ocasião conta com a  Conferência Magna do Laurent Levi-Strauss, a partir das 18h, no palco principal. Às 19h, o Teatro Morro do Ouro recebe o “Show de humor solidário”. Ação beneficente que terá toda a renda revertida para o tratamento de pacientes com câncer. O ingresso custa R$5 mais um quilo de alimento. Classificação indicativa: livre*

Quinta-feira (9/11), é dia de cinema no TJA

O Cineclube Morro do Ouro traz o projeto “O incrível cinema de Chaplin”, uma mostra temática que repousa sobre a obra do cineasta Charles Chaplin, e tem realização da equipe do CineClube da Casa. Serão 04 sessões com um tema específico e sessão de abertura, com o tema “Mecanismo do riso na obra chapliniana” e contará com a mediação do debate da atriz e pesquisadora, Fernanda  Azuka. O projeto acontecerá nos dias 09 e 23/11 e 07 e 14/12, no Teatro Morro do Ouro, Anexo CENA TJA, sempre às 17h30. O evento integra a Chamada de Ocupação do TJA 2017. Programação gratuita!

Continuando as atividades desta quinta-feira, 9/11, o foyer do Theatro José de Alencar recebe o lançamento do livro Grande Sertão: Veredas 60 anos,  a partir das 18h. O livro contempla um conjunto de 17 artigos que aborda o universo plural de Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa; obra que, em 2017, completa os seus 60 anos de publicação. A organização e publicação do livro é uma parceria entre UFC, UNIFAP E UNICAMP, sendo publicado pela editora da Universidade Federal do Amapá. Gratuito.

Ainda na quinta (9/11), no palco principal, às 19h30, a Orquestra Filarmônica do Ceará e os tenores brasileiros Leandro Cavalcante e Ricardo Máximo e o italiano Leonardo Botti apresentam óperas inesquecíveis que consagraram os três maiores tenores de todos os tempos: Pavaroti, José Carreras, e Placido Domingo. “Três tenores in concert – Arias de Canções” possui classificação livre. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Sexta tem Música e o Concurso Miss Plus Size Ceará

O programa Sexta de Música da semana recebe o show “Lu Capistrano e banda”. Formado em março de 2017, o grupo trabalha na produção do seu repertório autoral e na representação de músicas brasileiras. O show acontece sexta-feira (10/11), às 18h, na Praça Pedro Boca Rica, com entrada gratuita. A apresentação integra as atividades da Chamada de Ocupação do TJA 2017. Classificação indicativa livre*

Ainda na sexta acontece o lançamento do EP “Vida” do compositor e músico-instrumentista Davi Carvalho, às 19h, no foyer. Entrada R$ 20 e R$ 10 (meia). Classificação indicativa livre*

Considerado o maior concurso de moda plus size do Nordeste, o Miss Plus Size Ceará traz à Fortaleza sua 6a edição, com candidatas de várias cidades do estado. A atividade ocorrerá nesta sexta-feira (10/11), às 18h, no palco principal do TJA e pode ser conferida por pessoas de todas as idades. A classificação é livre e a entrada é 1kg de alimento.

Pauta Aberta Morro do Ouro apresenta “Anlodo: Tambores do Ceará”

No sábado, dia 11/11, o programa Pauta Aberta Morro do Ouro apresenta o espetáculo “Anlodo: Tambores do Ceará”. Projeto selecionado na Chamada  de Ocupação do Theatro José de Alencar, é realizado pelo coletivo Raízes do Griô. Em cena, você poderá conferir a caminhada ritualística dos iniciados que exteriorizam o alimento para alma no resgate da ancestralidade via o som dos variados batuques dos tambores. A gênese de nossa ligação cósmica da raiz da língua iorubá estabelece o contato da tradição dos tambores cearenses, embarcado nos belos e fantasiosos universos percussivos. Ingressos R$10 e R$5 (meia), classificação indicativa livre, às 19h, no Teatro Morro do Ouro. Já no domingo (12) a nossa tradicional Sala de Concerto recebe o show “Canção e Arias” com o tenor Franklin Dantas, a soprana Samira Denoá e o pianista Eduardo Corrêa. A apresentação inicia às 17h, os Ingressos custam R$ 10 e R$ 5 (meia). Classificação indicativa livre*

Segunda Temporada CPBT

Nos dias 11, 12, 25 e 26/11, a sala de Teatro Nadir Papi Sabóia recebe a segunda temporada das montagens de conclusão do Curso Princípios Básicos de Teatro – manhã  e tarde 2016/2017.

Da turma da manhã, será apresentado o espetáculo “Estribilho”, uma reflexão ácida e poética sobre as opressões na sociedade contemporânea. O espetáculo, repleto de músicas, embarca num trem circense construindo um trilho no horizonte para discutir a dor e o sabor nas relações humanas. Estribilho fica em cartaz nos dias 11 e 12/11, às 18h30.

Já nos dias 25 e 26/11 será a vez da turma da noite apresentar o espetáculo “Trinta e duas”. Uma história de duas mulheres, Marly e Eunice, que seguem como retas paralelas trilhando caminhos que nos levam a uma jornada pela memória da resistência marginal de Fortaleza. A fartura da elite fortalezense nos anos 30 contrasta com a seca que se alastrou no interior do Ceará, e o poder esmagador da especulação imobiliária contemporânea enfrenta uma comunidade resistente à beira do trilho. As sessões de “Trinta e Duas” acontecem às 17h e 19h. O ingresso de cada espetáculo custa R$ 10 e R$ 5 (meia). Classificação: 12 anos*

TJA recebe o III Festival de Teatro da Escola de Atores Marcelino Câmara

Entre os dias 11 à 15 de novembro, a Escola de Atores Marcelino Câmara realiza o Festival de Teatro em nosso palco principal. O festival conta com três espetáculos montados na escola de Atores “Família Addams”, nos dias 11 e 12/11, “Lisbela e o Prisioneiro” nos dias 13 e 14, e “Rock de uma noite de verão”, nos dias 15 e 16/11. Os ingressos estarão à venda a partir das 19h, e custam R$ 40 e R$ 20 (meia). Classificação livre*

Domingo é dia de Teatro Infantil

A Pauta Aberta Infantil deste mês apresenta o espetáculo “Bau de Munganga”. Serão manifestações e brincadeiras populares integradas a histórias cantadas e faladas que tratam de temas de cunho ambiental, cultural e social. O espetáculo é apresentado pela Cia Trupe Brincante e integra a Chamada de Ocupação 2017 do TJA. Os ingressos estão à venda ao preço de  R$ 10 e R$ 5 (meia). Classificação livre*

Confira a programação completa do TJA no site: www.secult.ce.gov.br

Publicidade

Dia 17 é marcado pela reabertura da Biblioteca Carlos Câmara e programação, gratuita, no Theatro José de Alencar

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de outubro de 2017

Nesta terça-feira, 17/10, o Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, estará com uma programação completamente gratuita. A ação faz para do Programa Theatro de Portas Abertas que celebra, sempre no dia 17 de cada mês, o aniversário do TJA. As atividades começam às 9h, com a REABERTURA DA BIBLIOTECA CARLOS CÂMARA – SEMANA NACIONAL DA LEITURA,  seguida pelas ações em homenagem ao Palhaço Trepinha, às 10h, durante o espetáculo Camarim do Trepinha, realizado no Porão do TJA.

Pela tarde, o equipamento segue com as visitas guiadas, a partir das 14h, seguidas do espetáculo do Palhaço Chilito (animador), às 15h, na Calçada do Teatro. No mesmo horário, às 15h, o Teatro Morro do Ouro recebe o espetáculo “ARETÊ: Guerreiro Menino”. Tem ainda o Cortejo de Palhaços, às 16h, na Calçada do TJA. A atividade é seguida pelo Lançamento e distribuição do livro infantil “O Palhaço Trepinha”, com texto e ilustração de Rafael Limaverde, às 16h30, no Saguão.

Às 17h, ocorre a apresentação do espetáculo ” Sandwína, a mulher mais forte do mundo”,  numa pauta aberta encenada na Calçada do TJA. Quem também vem com um belíssimo espetáculo no começo de tarde é a Orquestra Raimundo Fagner, que ocupa o Pátio Nobre, às 17h40. Como de costume, às 18h, o TJA trará a Hora do Ângelus, com apresentação de tenores.

Nem só de música, animação e teatro será composta a programação gratuita do Teatro de Portas Abertas. O início da noite reserva ainda espaço para as artes visuais, com a abertura da  Exposição “Eugênia no Espaço”, às 18h30, na Galeria Ramos Cotoco. Encerrando o dia de programações gratuitas, o TJA recebe às 19h, o Sopro Doppio – Duo de Flautas, em única apresentação no Palco Principal.

Reabertura da Biblioteca Carlos Câmara do Theatro José de Alencar

Inaugurada em 27 de março de 1996 e hoje integrando o Sistema Estadual de Bibliotecas, através da Biblioteca Pública Menezes Pimentel, a Biblioteca Carlos Câmara, do Theatro José de Alencar, foi batizada com o nome de um dos maiores dramaturgos cearenses. O equipamento compõe junto às salas de dança, teatro Morro do Ouro, Galeria Ramos Cotôco um dos espaços do Centro de Artes Cênicas do Ceará – Cena, anexo do Theatro José de Alencar.

Em 2006, a Biblioteca passou por sua primeira restruturação e, onze anos depois, após seis meses de um trabalho intenso coordenado pela bibliotecária Ana Maria Farias, a biblioteca será reaberta e entregue à comunidade em uma solenidade que acontece na terça-feira (17/10), às 9h, no Teatro Morro Ouro.

Participam da solenidade de abertura, o o secretário da Cultura do Ceará, Fabiano dos Santos, a Coordenadora de Política do Livro e da Leitura (COPLA), Mileide Flores, a diretora do Theatro José de Alencar, Selma Santiago, diretor e pesquisador Marcelo Costa, o ator e diretor Haroldo Serra, o escritor Antônio Marcelo entre outras autoridades.

O Acervo

A Biblioteca Carlos Câmara conta atualmente com um acervo de 2.395, do qual 931 livros são específicos da linguagem de teatro e 1.464 de literatura. Agora, informatizada, com o programa Biblioteca Livre (BIBLIVRE) que é um software para catalogação e a difusão de acervos de bibliotecas públicas e privadas, de variados portes.

Esta mudança permite que a biblioteca também passe a oferecer o serviço de empréstimo de livros. Para tanto, os interessados em consultar as obras deverão fazer um cadastro  na Biblioteca, portando os seguintes documentos:

> para atores e funcionários da Secult: RG e comprovante de endereço
> para estudantes: RG, comprovante de endereço e comprovante de matrícula escolar
> para professores e pesquisadores: RG, comprovante de endereço e comprovante da instituição a que pertence.

A programação completa dos equipamento da Secult encontra-se disponível no site: www.secult.ce.gov.br

Publicidade

Filmes, música, teatro e formação são algumas das atrações desta semana no Theatro José de Alencar

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

04 de outubro de 2017

Com atividades que iniciam na quinta-feira, 5/10, o Theatro José de Alencar traz uma semana de filmes, muita música de qualidade e formações artísticas resultantes da Oficina Costumer Designer Vivencial, que conta com a Participação da Orquestra de Câmara Villa Lobos. Além destas ações, a programação inclui a visita guiada ao teatro e destaques para os projetos de audiovisual que integram a Chamada de Ocupação do TJA.

O ponto de partida é o Cine Morro do Ouro, atividade de audiovisual que ocorre nesta quinta, 5/10, às 17h30, trazendo nesta edição o filme “Da Janela Lateral”, de Natércia Rocha. A exibição tem entrada gratuita, e classificação indicativa livre, podendo ser conferida no Teatro Morro do Ouro. O filme “Da Janela Lateral” aborda a solidão das grandes cidades, através de registros feitos do 9º (nono) andar do Edifício Paraguaçu, localizado no cruzamento entre as ruas Pedro I e Sólon Pinheiro, no centro de Fortaleza. O documentário de quinze minutos é dividido em três dias e duas noites, onde estão condensados fragmentos do dia a dia e suas contradições.

Ainda na quinta, às 19h o projeto Conexões Sonoras apresenta Allicya Guimarães e o Coral Do Canto da Apá em um belíssimo tributo a Wilson Simonal. Acompanhados de Eduardo Holanda e Hoto Júnior, Allicya e o Coral prometem uma noite de muita qualidade musical, em única apresentação no Foyer do TJA, com ingressos ao preço de R$ 20 e R$ 10 (meia), e classificação indicativa livre. A história de amor entre a Índia Iracema e o Guerreiro Martim ganha o palco do TJA em estreia teatral

Quinta também é dia de estreia do musical Iracema dos Lábios de Mel, às 19h, no Palco Principal do TJA. Trata-se de uma Livre adaptação do dramaturgo Ilclemar Nunes para a obra de José de Alencar, que conta a história de amor entre a Índia Iracema e o Guerreiro Branco Martim Soares, do qual floresce o brasileiro fruto da miscigenação: o mameluco Moacir. O musical tem a direção de Ilclemar Nunes, elenco totalmente cearense e mostra de forma visceral o amor, as guerras, a paixão, a amizade e os ritos dos índios que habitaram o Ceará. Com classificação indicativa de 14 anos, o espetáculo segue em cartaz de 5 a 7/10, às 19h e no domingo, 8/10, às 18h30. Os ingressos estão à venda na Bilheteria do TJA ao preço de R$ 30 e R$ 15 (meia). Classificação Indicativa: 14 anos.

Sexta de Música com Ponto.Ce no TJA

Uma das acões do maior festival de artes integradas do nordeste e que também vem se consolidando ao longo dos anos no calendário nacional de festivais independentes, o Ponto.CE recebe esta semana as bandas autorais Casa de Velho, Behú e Indiada Buena. A atividade tem por objetivo promover a interação de artistas cearenses com nomes de outros estados e países e ocorre sempre às 18h, das sextas-feiras, na Praça Pedro Boca Rica.

Formação Artística em destaque

Integrando o processo de conclusão da oficina de introdução e desenvolvimento de técnicas básicas em design aplicado à indumentária com vivência cênica, a partir das peças que compõem o acervo de figurino do Theatro José de Alencar, será realizada neste sábado 7/10, às 17h, no Pátio Nobre do TJA a apresentação resultante da Oficina Costumer Designer Vivencial. A atividade conta com participação especial da Orquestra de Câmara Villa Lobos. Para participar basta doar 01 kg de alimento não perecível.

Ainda no sábado, 7/10, às 19h, será apresentado no Teatro Morro do Ouro o Pauta Aberta, o Espetáculo “COMO ELE MENTIU PARA O MARIDO DELA”. Em pauta, uma cena curta escrita pelo autor irlandês Bernard Shaw, prêmio Nobel de literatura em 1925. Em atrito com este texto, que conta com uma estrutura dramática tradicional, a montagem opera com elementos característicos da pop art, assim como o exagero de emoções, citando a estilos teatrais como a do melodrama, entre outras referências que operam intertextualmente nesta cena curta.

A música ganha destaque também no sábado, às 19h30, e no domingo (8/10), às 17h30, no espetáculo CANÇÕES EM TECHNICOLOR, apresentado pelo Coral Folk, na Sala de Teatro Nadir Papi Sabóia. Criado em 2013, como um quarteto feminino com repertório de música folk, com foco na estadunidense, o projeto retomou as atividades em 2016 sob a forma de coro feminino. Nesta edição, destacará a voz e a presença da mulher como contadora e cantadora das histórias e poesias da música “folk. O espetáculo leva a direção de Carlos do Valle. Ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia). Classificação Indicativa: Livre

Domingo é dia de Teatro Infantil

Pensada para o público infantil, a Pauta Aberta deste domingo, às 16h, apresentará gratuitamente o espetáculo infantil  “POR ONDE AS LINHAS TORTAS SE ENCONTRAM, no Teatro Morro do Ouro.  Em cena uma história de 2 clowns que se encontram, inesperadamente, após um desses fazer uma grande bagunça sozinho na cena. Nesse encontro uma conflituosa, engraçada e criativa relação dos dois se inicia, causando um grande alvoroço e confusão na cena. O grande barato é que a plateia também participa dessa grande emoção.

Confira a programação completa do TJA no site: www.secult.ce.gov.br

* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

TJA vem nesta semana com música, troféu Sereia de Ouro e teatro Infantil nesta semana

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de setembro de 2017

O Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, inicia a semana de 26/9 a 1/10, com muita música na Mostra de Corais do TJA (Cantares). A atividade tem por objetivo difundir a diversidade de coros, corais e grupos vocais de nossa cidade e do interior do Estado oportunizando trocas de experiências e a formação de plateia para o canto coletivo. Para quem estiver de passagem pela cidade ou ainda não teve a oportunidade de conhecer este marco na arquitetura nacional, o equipamento oferece de terça a domingo as visitas guiadas, momento único em que você conhecerá um pouco mais da história e das lendas que envolvem o TJA.

Na Sexta-feira, dia 29/9, o Theatro José de Alencar se prepara para receber 47º Troféu Sereia de Ouro, do Grupo Edson Queiroz, que terá como um dos agraciados o conselheiro do CEPC e arquiteto José Liberal de Castro, a biofarmacêutica Maria da Penha, o médico José Huygens Parente e o mistro do STM José Coêlho Ferreira. A atividade é fechada para convidados.

Final de semana com cheiro de infância

Abrindo o final de semana, às 18h, a Escola de Atores Marcelino Câmara apresenta o Musical “Tarzan”, a história do jovem que cresceu entre gorilas e que encontra a bela Jane, durante a procura de suas raízes familiares. É o começo de um grande amor entre dois corações vindos de mundos diferentes e que são confrontados de repente com a decisão mais importante de suas vidas. no Palco Principal. Os ingressos estão à venda ao preço de R$40 e R$ 20 (meia). Com classificação livre

Às 19h, no Teatro Morro do Ouro, anexo ao TJA, será apresentado o espetáculo “Do que não foi feito pra durar”, com classificação indicativa de 12 anos, a peça reúne em cena sete intérpretes criadores que trazem para o ambiente de um baile, uma peça coreográfica, onde nada foi feito pra durar. A urgência dos acontecimentos, os flertes inesperados, a mudança brusca, o vão, o silêncio e o barulho dos movimentos frenéticos, tudo de uma vez! O público não é mero participante, muito menos papel principal, o uso e o desuso é bem-vindo.  A peça já tem dia e hora pra acabar. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro, por R$ 10 e R$ 5 (Meia)

+ para as crianças

O pauta aberta deste domingo, às 16h, traz o teatro infantil “Por onde as linhas tortas se encontram”, no anexo do TJA o Teatro Morro do Ouro. O espetáculo conta a história de 2 clowns que se encontram, inesperadamente, após um desses fazer uma grande bagunça sozinho na cena. Nesse encontro uma conflituosa, engraçada e criativa relação dos dois se inicia causando um grande alvoroço e confusão na cena e o grande barato, é que a plateia também participa dessa grande emoção.

Toda a programação está disponível no site www.secult.ce.gov.br

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

TJA vem nesta semana com música, troféu Sereia de Ouro e teatro Infantil nesta semana

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de setembro de 2017

O Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, inicia a semana de 26/9 a 1/10, com muita música na Mostra de Corais do TJA (Cantares). A atividade tem por objetivo difundir a diversidade de coros, corais e grupos vocais de nossa cidade e do interior do Estado oportunizando trocas de experiências e a formação de plateia para o canto coletivo. Para quem estiver de passagem pela cidade ou ainda não teve a oportunidade de conhecer este marco na arquitetura nacional, o equipamento oferece de terça a domingo as visitas guiadas, momento único em que você conhecerá um pouco mais da história e das lendas que envolvem o TJA.

Na Sexta-feira, dia 29/9, o Theatro José de Alencar se prepara para receber 47º Troféu Sereia de Ouro, do Grupo Edson Queiroz, que terá como um dos agraciados o conselheiro do CEPC e arquiteto José Liberal de Castro, a biofarmacêutica Maria da Penha, o médico José Huygens Parente e o mistro do STM José Coêlho Ferreira. A atividade é fechada para convidados.

Final de semana com cheiro de infância

Abrindo o final de semana, às 18h, a Escola de Atores Marcelino Câmara apresenta o Musical “Tarzan”, a história do jovem que cresceu entre gorilas e que encontra a bela Jane, durante a procura de suas raízes familiares. É o começo de um grande amor entre dois corações vindos de mundos diferentes e que são confrontados de repente com a decisão mais importante de suas vidas. no Palco Principal. Os ingressos estão à venda ao preço de R$40 e R$ 20 (meia). Com classificação livre

Às 19h, no Teatro Morro do Ouro, anexo ao TJA, será apresentado o espetáculo “Do que não foi feito pra durar”, com classificação indicativa de 12 anos, a peça reúne em cena sete intérpretes criadores que trazem para o ambiente de um baile, uma peça coreográfica, onde nada foi feito pra durar. A urgência dos acontecimentos, os flertes inesperados, a mudança brusca, o vão, o silêncio e o barulho dos movimentos frenéticos, tudo de uma vez! O público não é mero participante, muito menos papel principal, o uso e o desuso é bem-vindo.  A peça já tem dia e hora pra acabar. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro, por R$ 10 e R$ 5 (Meia)

+ para as crianças

O pauta aberta deste domingo, às 16h, traz o teatro infantil “Por onde as linhas tortas se encontram”, no anexo do TJA o Teatro Morro do Ouro. O espetáculo conta a história de 2 clowns que se encontram, inesperadamente, após um desses fazer uma grande bagunça sozinho na cena. Nesse encontro uma conflituosa, engraçada e criativa relação dos dois se inicia causando um grande alvoroço e confusão na cena e o grande barato, é que a plateia também participa dessa grande emoção.

Toda a programação está disponível no site www.secult.ce.gov.br

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti