Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

reajuste

Aneel aprova reajuste médio de 3,8% em tarifa de clientes residenciais da Enel Distribuição Ceará

Por Oswaldo Scaliotti em Economia

18 de Abril de 2018

 

O reajuste médio para todos os consumidores do Ceará será de 4,96%.

 

 A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (17) o reajuste tarifário anual da Enel Distribuição Ceará. As tarifas serão reajustadas, em média, em 4,96% para todos os clientes da distribuidora e passarão a valer a partir do próximo domingo (22).  

 

Para os consumidores de baixa tensão, em sua maioria clientes residenciais, haverá um reajuste, em média, de 3,8%. Já para os clientes de média e alta tensão, o reajuste será, em média, de 7,96%. O reajuste percebido para os clientes de alta tensão ficou maior devido ao encargo de CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) e do custo de transmissão, que possuem pesos maiores na tarifa destes clientes.

 

Segundo José Alves, diretor de Regulação da Enel no Brasil, “os principais fatores que impactaram a tarifa desse ano foram: o custo de transmissão, os encargos setoriais e o custo com a compra de energia. Já a parcela da distribuidora teve um impacto de -1,11% no reajuste, contribuindo na diminuição da tarifa.”

 

O valor da tarifa residencial evoluiu nos últimos 10 anos abaixo da variação do IGP-M e do IPCA do mesmo período, conforme gráfico a seguir, ficando 20% menor do que os índices de inflação no período.

Composição da tarifa

Somente 21,6% da conta de luz se destina ao serviço de distribuição de energia operado pela Enel Distribuição Ceará. Ou seja, numa conta de luz no valor de R$ 100, apenas R$ 21,6 são destinados à distribuidora, para operação, expansão e manutenção da rede de energia elétrica. 

Investimentos

A distribuidora ressalta que seus índices de desempenho têm sido reconhecidos pelos clientes e pelo mercado ao longo dos últimos anos e que a qualidade do fornecimento de energia continuará sendo prioridade. No ano passado, a Enel investiu R$ 716,40 milhões no Ceará, um aumento de 33,6% em relação ao ano anterior. A maioria dos investimentos foi destinado para conexão de novos clientes e para modernização e digitalização da rede de distribuição. Em 2017, a companhia foi reconhecida também como uma das três melhores distribuidoras do Brasil, através de pesquisas realizadas com os clientes pela Abradee (Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica) e é destaque anualmente no Ranking de Qualidade do Serviço da Aneel.

 

 

Publicidade

Reajuste de energia elétrica para o Ceará supera a inflação

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

17 de Abril de 2018

O reajuste da tarifa de energia elétrica para o Ceará ficou muito acima da inflação (0,2% nos últimos 12 meses pelo IGPM), principalmente para os consumidores industriais, predominantemente de alta tensão. A avaliação é do Núcleo de Energia da FIEC. O anúncio do reajuste anual aconteceu hoje (17/4), durante reunião de diretoria da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, e passa a vigorar a partir de 22/4. De acordo com os índices definidos pela Aneel, as novas tarifas serão:
Alta Tensão = 7,96%
Baixa Tensão = 3,80%
Reajuste médio = 4,96%
Para o Núcleo de Energia da FIEC, os índices agravam as dificuldades atuais, devido à crise que o país atravessa, o que deverá causar elevação de custos dos insumos pela classe produtiva. Nesse sentido, reforça o Núcleo de Energia da FIEC, confirma-se a necessidade de se verificar, de forma sistêmica, as diversas causas para a elevação continuada dos custos de energia elétrica no Brasil, para que com isso, sejam intensificadas as medidas para impedir que tal situação atinja um patamar insustentável.

leia tudo sobre

Publicidade

Acordo entre Sindiônibus e Sintro definem convenção coletiva de trabalho 2016/2017

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

22 de julho de 2016

Sindiônibus e Sintro entraram em acordo e a convenção coletiva de trabalho 2016/2017 estará sendo assinada nesta sexta-feira, dia 22 de julho, na sede da Superintendência Regional de Trabalho e Emprego.

Sob a mediação da Dra Jeritza Jucá, chefe da Seção de Relações do Trabalho, foi definido um reajuste de dez por cento no salário da categoria, elevando o salário e produtividade do motorista para R$ 1.987,43, o do cobrador para R$ 1192,46 e fiscal para R$ 1391,20.

O acordo ainda majorou o valor do Vale Alimentação para R$ 12,00 por dia trabalhado (9.09%) e a cesta básica para R$ 115,00 (15%).

O Sindiônibus valoriza e sempre faz o máximo esforço pelo fechamento do acordo na mesa de negociação, sem a realização de uma greve, evitando prejuízos desnecessários aos trabalhadores, às empresas e à população.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Acordo entre Sindiônibus e Sintro definem convenção coletiva de trabalho 2016/2017

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

22 de julho de 2016

Sindiônibus e Sintro entraram em acordo e a convenção coletiva de trabalho 2016/2017 estará sendo assinada nesta sexta-feira, dia 22 de julho, na sede da Superintendência Regional de Trabalho e Emprego.

Sob a mediação da Dra Jeritza Jucá, chefe da Seção de Relações do Trabalho, foi definido um reajuste de dez por cento no salário da categoria, elevando o salário e produtividade do motorista para R$ 1.987,43, o do cobrador para R$ 1192,46 e fiscal para R$ 1391,20.

O acordo ainda majorou o valor do Vale Alimentação para R$ 12,00 por dia trabalhado (9.09%) e a cesta básica para R$ 115,00 (15%).

O Sindiônibus valoriza e sempre faz o máximo esforço pelo fechamento do acordo na mesa de negociação, sem a realização de uma greve, evitando prejuízos desnecessários aos trabalhadores, às empresas e à população.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti