Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Museu da Fotografia Fortaleza

Museu da Fotografia Fortaleza promove atividade educativa gratuita para pais e filhos

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

27 de julho de 2018

 

Os participantes irão aprender a construir uma câmera obscura

 

Para marcar o encerramento das férias com chave de ouro, o Museu da Fotografia Fortaleza (MFF) programou um momento que promove interação entre toda a família. Será possível dar um mergulho no mundo da fotografia reunindo duas gerações. No próximo domingo (29), a partir de 13h, acontecerá uma oficina, feita através de recortes e colagens, ensinando pais e filhos a construírem uma câmera obscura.

Esta Oficina Pais e Filhos será uma experiência fantástica e inesquecível para as crianças e para os adultos também. A programação é gratuita, basta se inscrever no sympla.com.br.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

Serviço:

Oficina Educativa para Pais e Filhos – Câmera Obscura

Data: 29 de julho (domingo)

Horário: 14h

Inscrições: Gratuitas, pelo site sympla.com.br

Faixa etária: 5 a 15 anos

Local: Museu da Fotografia Fortaleza
Endereço: Rua Frederico Borges, 545 | Varjota | Fortaleza – CE

Mais informações: (85) 3017-3661

Publicidade

MFF realiza Oficina de Ensaio Fotográfico, com Paulo Amoreira

Por Oswaldo Scaliotti em Qualificação

30 de junho de 2018

 

O Ensaio Fotográfico na prática: da encomenda ao resultado

 

Quem tem interesse em aprofundar seus conhecimentos em fotografia, agora terá a oportunidade de vivenciar uma oficina sobre o assunto, ministrada por um profissional de destaque. O fotógrafo Paulo Amoreira irá proporcionar um contato com o processo de criação de uma proposta de ambiente expositivo, considerando os aspectos formais, conceituais e estéticos; construindo relações com os múltiplos agentes envolvidos em sua realização. Vários detalhes para produzir um ensaio impecável.

Ao final da convivência o aluno irá reconhecer: os fundamentos da Narrativa Visual, sabendo aplicá-los de acordo com a necessidade; a história da evolução do Ensaio Fotográfico, contextualizando sua participação nela; os principais mestres da Narrativa Fotográfica, utilizando-os como referências em sua produção pessoal; técnicas não-narrativas, sabendo quando aplicá-las; as principais aplicações do Ensaio Fotográfico, sabendo o que as distingue e quais suas semelhanças; além de saber aplicar o passo-a-passo da realização de um Ensaio Fotográfico e processos organizacionais e atitudinais relacionados com a construção do dessa produção (fluxo de trabalho, negociação e metodologias de realização). O curso acontecerá entre terça e sexta-feira da primeira semana de julho e as inscrições devem ser feitas na recepção do Museu da Fotografia Fortaleza.

 

Perfil Paulo Amoreira – é educador, fotógrafo, designer e artista transmidiático. Palestrante e educador nas áreas de Comunicação, Criação Publicitária, Design e Artes Visuais/ Artes Integradas e Narrativas Criativas. Estudou Cinema e Dramaturgia no Instituto Dragão do Mar, é pesquisador em Produção Multimídia na Universidade do Sul de Santa Catarina. É Chief Experience Officer, Creative Director e Transmedia Director da empresa Malemolência Narrativas Criativas, voltada para comunicação integrada, produções transmidiáticas e narrativas criativas multimeios.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

Serviço:

Oficina de Ensaio Fotográfico

Dias: 03, 04, 05 e 06 de junho (terça a sexta-feira)

Horário: sempre de 13h às 17h

Local de realização: Museu da Fotografia Fortaleza

Endereço: Rua Frederico Borges, 545 – Varjota

Pré-inscrições: pelo e-mail inscricao@museudafotografia.com.br

Inscrições: R$180,00 (somente em dinheiro, presenciais, no Museu)

Mais informações: (85) 3017-3661

Publicidade

MFF realiza palestra com o fotógrafo e educador Luiz Santos

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de Maio de 2018

O artista também irá trazer produções audiovisuais que realizou com populações menos favorecidas

Sábado, no Museu da Fotografia Fortaleza, tem palestra que fala sobre os processos e caminhos que resultam em projetos de educação com fotografia em lugares periféricos de grandes cidades. Luiz Santos, artista que tem um vasto trabalho sobre grupos considerados “invisíveis”, vai debater temas relacionados a estas pessoas próximo dia 02 de junho. Nas produções audiovisuais, experiências desenvolvidas com populações que habitam regiões geográficas economicamente e sociologicamente menos favorecidas (inclusive pacientes saúde mental e estudantes da educação especial). Além disso, o público irá conhecer algumas intervenções realizadas Brasil afora com estes grupos.

A fala aberta com Luiz Santos acontece a partir de 14h, no auditório do MFF, com participação gratuita. Os interessados só precisam se inscrever no site sympla.com.br.

Luiz Santos – fotógrafo e artista visual, educador, editor e inventor. Realiza trabalhos com educação pela arte junto a populações menos favorecidas. Realizou trabalhos colaborativos nos últimos doze anos: o primeiro, com um fotógrafo lambe-lambe conhecido por Tonho Ceará; e o segundo, com o Mestre Julio (Julio Santos), famoso artista fotopintor cearense. Ambas as incursões foram reconhecidas e premiadas em editais nacionais, e as obras expostas em algumas capitais do Brasil, assim como na China. Também realiza trabalho com saúde mental, há mais de 20 anos. Idealizou e coordenou projetos no Hospital da Tamarineira (Recife), quando havia o CAT – Centro de Atividades Terapêuticas. Entre 2012 e 2014, colaborou com o Hotel da Loucura, projeto idealizado pelo médico e ator Vitor Pordeus, no Instituto Nise da Silveira, Engenho de Dentro, Rio de Janeiro.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

SERVIÇO:

Palestra Luiz Santos

Data: 02/06 (sábado)

Horário: 14h

Local: Museu da Fotografia Fortaleza

Endereço: Rua Frederico Borges, 545 | Varjota | Fortaleza – CE

Inscrições: gratuitas, no site sympla.com.br

Mais informações: (85) 3017-3661

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

MFF traz palestra sobre fotografia e empoderamento feminino

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de Março de 2018

 

O encontro encerra a programação do Mês da Mulher

 

As jornalistas Clara Dourado e Gabs Dourado, do blog Desenroladas, vão se unir com as fotógrafas Rafa Eleutério e Camila Albano para debater sobre a importância da fotografia como ferramenta de empoderamento feminino, no Museu da Fotografia Fortaleza (MFF). Das icônicas musas de Hollywood, nos anos 50, às supermodelos esquálidas dos anos 90, a imagem da mulher foi constantemente padronizada e criticada pelas mídias de massa, e a fotografia teve um papel essencial nesse processo. Com a democratização dos meios digitais no início dos anos 2000, o mundo presenciou o surgimento de novos talentos que uniram causa, propósito e talento ao mundo das imagens. As palestrantes fazem parte desse time, que busca desconstruir estereótipos, promovendo autoestima e aceitação entre as mulheres. De instrumento que reverbera a opressão, a fotografia passa a ser uma ferramenta para o empoderamento feminino.

A palestra acontece no próximo sábado (31), com inscrições gratuitas no sympla.com.br, e promete um momento importante de reflexão.

Blog Desenroladas – Clara e Gabs Dourado são irmãs, graduadas em jornalismo e se dizem, as duas, tendo forte conexão com o feminino. Desenvolvem estudos voltados para a moda, o feminismo e a sustentabilidade. Acreditam no poder da comunicação e da imagem para causar reflexões. Juntas, mantêm, há oito anos, o Desenroladas como um espaço para a discussão de assuntos como arte, música, moda, cultura e empoderamento feminino.

Camilla Albano – O Albano que carrega no sobrenome é a credencial dos grandes olhares da fotografia do Nordeste. Camilla seguiu o talento que carrega no sangue e, desde 2007, olha o mundo pelas lentes das câmeras. Em sua trajetória, morou em Alto Paraíso e, por lá, evoluiu na fotografia explorando as belezas naturais. Esse olhar para a beleza natural voltou-se para a mulher com o projeto “Mulheres da Lua”, com o qual já registrou mais de 60 mulheres resgatando seu espírito livre e selvagem.

Rafaela Eleutério – Desde 2003, ela imprime em fotografias o seu talento para registrar além do que os olhos veem. Já estagiou com grandes profissionais no Studio H (RJ), no estúdio de JR Duran (SP) e hoje comanda, ao lado de Igor Dantas, a VOIR Image. Além do lado profissional voltado para a moda, a fotógrafa sempre investiu em captar o feminino, como no projeto “As Mulheres e As Flores”.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

Serviço:

Palestra Fotografia e Empoderamento Feminino

Data: 31/03 (sábado)

Horário: 14h

Local: Museu da Fotografia Fortaleza

Endereço: Rua Frederico Borges, 545 | Varjota | Fortaleza – CE

Inscrições: gratuitas, no site sympla.com.br

Mais informações: (85) 3017-3661

Publicidade

Museu da Fotografia Fortaleza realiza palestra sobre fotografia de parto humanizado

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

27 de Março de 2018

 

O evento é parte da programação em referência ao Dia Internacional da Mulher

 

A humanização do parto é cada vez mais discutida por futuras mães e a profissionalização para este momento não diz respeito apenas à equipe médica, mas também é recomendada para aqueles que eternizam o momento. Registrar nascimentos não é novidade, mas a forma como fotógrafos têm clicado o processo, além de trazer novas narrativas fotográficas, também é uma oportunidade de compartilhar preciosas informações sobre o assunto.

Por isso, o Museu da Fotografia Fortaleza (MFF) traz a fotógrafa Roberta Martins para um bate-papo com o público fortalezense sobre a fotografia de parto humanizado. No encontro, a profissional discutirá a representatividade enquanto memória afetiva e o papel da imagem em uma perspectiva política e ideológica. Também será abordado o que é preciso para se tornar um profissional da área.

Perfil Roberta Martins – Mãe, fotógrafa e videomaker, registra partos desde 2014, tendo sido pioneira nesse tipo de fotografia, no Ceará. Possui formação de doula pelo GAMA-SP, além de Cinema e Áudio Visual pela Casa Amarela-UFC. É uma das colaboradoras do Portal Hora Dourada e membro da International Association of Professional Birth Photographers. Além de publicações locais, já teve fotografias publicadas em sites internacionais, como The Huffington Post e The Birth Hour. Terceiro lugar no I Concurso Nacional de Fotografia de parto, realizado em 2017. Graduada em Serviço Social e Pós-Graduada em Metodologia da Pesquisa Científica, ambos pela Universidade Estadual do Ceará-UECE. Após sua busca por um parto normal, decidiu que iria dedicar-se exclusivamente ao registro de partos.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

Serviço:

Palestra Parto Humanizado

Data: 29/03 (quinta-feira)

Horário: 14h

Local: Museu da Fotografia Fortaleza

Endereço: Rua Frederico Borges, 545 | Varjota | Fortaleza – CE

Inscrições: gratuitas, no site sympla.com.br

Mais informações: (85) 3017-3661

 

Publicidade

Christian Cravo abre exposição “Luz e Sombra” com palestra

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Março de 2018

 

Encontro com o artista marca a abertura da nova mostra e o aniversário do Museu da Fotografia Fortaleza

O Museu da Fotografia Fortaleza (MFF) realiza, dia 10 de março, uma palestra com o fotógrafo Christian Cravo, sobre a nova mostra do equipamento, “Luz e Sombra”. O artista visitou sete países africanos, durante sete anos, para construir o ensaio e agora divide a experiência com o público de Fortaleza. Nas imagens da exposição, um lugar onde a natureza dita a vida e a sobrevivência. Com muito branco, cinza, preto, abstrato e sintético, Christian apresenta grandes fotos e muitas histórias. As inscrições podem ser realizadas através do site sympla.com.br.

Christian Cravo

Nascido em 1974, em Salvador, Bahia, Christian Cravo é filho de mãe dinamarquesa e de pai brasileiro. Sua experiência com a técnica fotográfica ocorreu aos 11 anos de idade, enquanto morou na Dinamarca, lugar onde passou toda sua adolescência. Com 22 anos, Christian retornou à terra natal e começou a encarar a máquina fotográfica com outros olhos. Ao longo dos últimos 25 anos, teve seu trabalho reconhecido, nacional e internacionalmente, por meio de exposições em importantes instituições culturais, como o Museu de Arte Moderna da Bahia, em Salvador; o Instituto Tomie Ohtake e o Museu Afro Brasil, em São Paulo; o próprio o Ministério da Cultura, em Brasília; e as galerias Throckmorton Fine Art, de Nova York, e Billedhusets Galeri, em Copenhague. Christian também foi um dos mais jovens artistas a receber o prestigioso prêmio norte americano, Guggenheim, além de ter sido indicado três vezes como finalista do desejado Prix Pictet.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

 

Serviço:

Palestra Christian Cravo

Data: 10 de março (sábado)

Horário: 14h.

Local: Museu da Fotografia Fortaleza
Endereço: Rua Frederico Borges, 545 | Varjota | Fortaleza – CE

Inscrições gratuitas pelo site sympla.com.br

Mais informações: (85) 3017-3661

Publicidade

Museu da Fotografia realiza Oficina Educativa para Pais e Filhos sobre mostra “Luz e Sombra”

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

06 de Março de 2018

 

Pais e filhos poderão vivenciar um pouco do que foi a imersão de Christian Cravo em sete países africanos

Neste sábado, dia 10 de março, o Museu da Fotografia Fortaleza comemora seu primeiro ano de funcionamento trazendo a mostra “Luz e Sombra”, de Christian Cravo, que retrata animais e paisagens do continente africano. O ensaio, que foi inaugurado em Nova York e já passou por Salvador e São Paulo, mostra uma África monumental e o Museu oferece, para todas as idades, a oportunidade de vivenciar essa experiência. A Oficina Educativa para Pais e filhos deste dia será feita através de colagens e intervenções em reproduções das obras de Christian, envolvendo pais, mães e filhos.

A programação é gratuita, basta se inscrever pelo sympla.com.br e fazer arte com os pequenos. É diversão, conhecimento e integração em família em um programa só!

 

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

 

Serviço:

Oficina Educativa para Pais e Filhos na exposição Luz e Sombra

Data:  10 de março

Horário: 10h

Inscrições: Gratuitas, pelo site sympla.com.br

Local: Museu da Fotografia Fortaleza
Endereço: Rua Frederico Borges, 545 | Varjota | Fortaleza – CE

Mais informações: (85) 3017-3661

Publicidade

Museu da Fotografia Fortaleza recebe mostra “Luz e Sombra”, de Christian Cravo

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

04 de Março de 2018

 

A exposição traz 29 imagens que retratam uma África monumental

 

Sob um olhar excêntrico, o fotógrafo Christian Cravo dá ao continente africano uma nova cara. Seu ensaio Luz e Sombra, desenvolvido ao longo de sete anos, estará disponível para a visitação do público fortalezense a partir do dia 10 de março, no Museu da Fotografia Fortaleza.

 

A exposição é fruto da imersão de Christian Cravo em sete países africanos: Namíbia, Zâmbia, Botsuana, Quênia, Tanzânia, Congo e Uganda. Uma África monumental, plástica e nada clichê é construída a partir de recortes abruptos, que dispõem fragmentos de animais e paisagens, privilegiando a estética à narrativa nos retratos do fotógrafo. Em Luz e Sombra, o fotógrafo foca na construção da própria imagem, através de questões intrínsecas a luz, tempo e espaço.

 

Através do uso exacerbado de cortes, busca com a técnica não documentar o real, mas apenas arrancar dele uma pequena porção por meio de ousados enquadramentos, seccionando paisagens e corpos de animais, e destacando, muitas vezes, apenas texturas. Na série africana, diferentemente de outras de sua autoria, Christian suprime a atmosfera cênica e narrativa dos personagens anteriores com a exclusão da figura humana, minando qualquer relação entre conteúdo e significado, apoiando-se exclusivamente num campo formal e estético. A mostra foi inaugurada em 2012, na galeria Throckmorton Fine Art, em Nova York. Em 2014, a exposição passou pelo Museu Rodin Bahia, de Salvador e, em 2015, pelo Museu Afro Brasil, de São Paulo. Esta última foi premiada como a melhor exposição fotográfica do ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

 

Christian Cravo

Nascido em 1974, em Salvador, Bahia, Christian Cravo é filho de mãe dinamarquesa e de pai brasileiro. Sua experiência com a técnica fotográfica ocorreu aos 11 anos de idade, enquanto morou na Dinamarca, lugar onde passou toda sua adolescência. Com 22 anos, Christian retornou à terra natal e começou a encarar a máquina fotográfica com outros olhos. Ao longo dos últimos 25 anos, teve seu trabalho reconhecido, nacional e internacionalmente, por meio de exposições em importantes instituições culturais, como o Museu de Arte Moderna da Bahia, em Salvador; o Instituto Tomie Ohtake e o Museu Afro Brasil, em São Paulo; o próprio o Ministério da Cultura, em Brasília; e as galerias Throckmorton Fine Art, de Nova York, e Billedhusets Galeri, em Copenhague. Christian também foi um dos mais jovens artistas a receber o prestigioso prêmio norte americano, Guggenheim, além de ter sido indicado três vezes como finalista do desejado Prix Pictet.

 

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult) e de Educação do Estado (Seduc) e às Secretarias Municipais da Educação (SME) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

 

 

 

 

Serviço:

Luz e Sombra

Data: a partir do dia 10/03/2018

Período da Exposição: Março a Julho de 2018.

Local: Museu da Fotografia Fortaleza

Endereço: Rua Frederico Borges, 545. Varjota. Fortaleza – CE

Visitação: de quarta-feira a domingo, das 12h às 17h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Museu da Fotografia Fortaleza realiza mais um Cine Foto

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

24 de Fevereiro de 2018

Seguindo as atividades do projeto que exibe os filmes ganhadores do Oscar de fotografia, o MFF traz, na edição do Cine Foto deste domingo, um dos mais famosos filmes noir dos anos 40. O público vai assistir ao longa-metragem “Laura”, ganhador no Oscar em 1944 na categoria fotografia, e que lançou a canção “Laura” para o mundo, interpretada por Nat King Cole.  A trama envolve um detetive famoso de Manhattan que investiga o assassinato de uma famosa executiva em seu luxuoso apartamento e um noivo obcecado.

 

Neste dia 25, Mailin Milanes estará presente no Cine Foto para um bate-papo com o público. A convidada é cubana, fotógrafa e diretora de fotografia, foi professora da escola de Cuba, da cátedra de fotografia e é esposa do roteirista brasileiro Marcelo Müller.

 

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

 

Serviço:

Cine Foto: domingo, 25 de fevereiro

Local de realização: Museu da Fotografia Fortaleza

Endereço: Rua Frederico Borges, 545 – Varjota

Horário: 10h

Mais informações: (85) 3017-3661

*Evento gratuito, sem necessidade de inscrição.

Publicidade

MFF traz Juliana Buse para palestra sobre boas práticas de conservação de fotografias

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

22 de Fevereiro de 2018

 

O público vai receber instruções de como preservar um acervo fotográfico

 

Os amantes da fotografia vão receber, no Museu da Fotografia Fortaleza, uma visita pra lá de especial. A professora Juliana Buse falará sobre conservação e restauro de acervos fotográficos, em palestra gratuita, que acontecerá nesta sábado. Basta se inscrever no sympla. Uma ótima oportunidade para quem quer dar atenção ao material que possui, aprendendo técnicas de preservação.

A palestra é uma introdução à oficina que Juliana Buse irá ministrar, no MFF, nos dias 07 e 08 de abril, sobre Conservação Preventiva de Acervos Fotográficos. Neste segundo momento, os encontros serão mais detalhados, com todo o material necessário incluso. Não dá pra perder, não é mesmo?

Sobre Juliana Buse – Atualmente, professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e doutoranda em Conservação e Restauro na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (DCR/FCT/UNL), com formações em conservação e restauro de fotografia e outros documentos gráficos. Seus interesses de ensino e pesquisa incluem conservação e restauro de manuscritos históricos e acervos fotográficos e gestão de riscos em acervos em papel.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

Serviço:

Oficina de boas práticas de conservação de fotografias, com Juliana Buse

Data: 22 de fevereiro (sábado)

Horário: 14h

Local: MFF – Rua Frederico Borges, 545 – Varjota

Inscriçõesgratuitas, no site sympla.com.br

Mais informações: (85) 3017-3661

Publicidade

MFF traz Juliana Buse para palestra sobre boas práticas de conservação de fotografias

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

22 de Fevereiro de 2018

 

O público vai receber instruções de como preservar um acervo fotográfico

 

Os amantes da fotografia vão receber, no Museu da Fotografia Fortaleza, uma visita pra lá de especial. A professora Juliana Buse falará sobre conservação e restauro de acervos fotográficos, em palestra gratuita, que acontecerá nesta sábado. Basta se inscrever no sympla. Uma ótima oportunidade para quem quer dar atenção ao material que possui, aprendendo técnicas de preservação.

A palestra é uma introdução à oficina que Juliana Buse irá ministrar, no MFF, nos dias 07 e 08 de abril, sobre Conservação Preventiva de Acervos Fotográficos. Neste segundo momento, os encontros serão mais detalhados, com todo o material necessário incluso. Não dá pra perder, não é mesmo?

Sobre Juliana Buse – Atualmente, professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e doutoranda em Conservação e Restauro na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (DCR/FCT/UNL), com formações em conservação e restauro de fotografia e outros documentos gráficos. Seus interesses de ensino e pesquisa incluem conservação e restauro de manuscritos históricos e acervos fotográficos e gestão de riscos em acervos em papel.

Sobre o Museu

Compreendendo sua função social para além do espaço expositivo, o Museu da Fotografia realiza uma série de ações que têm como objetivo a divulgação de novos talentos e a promoção da fotografia contemporânea a partir da realização de cursos e visitas guiadas para a terceira idade e de oficinas e workshops voltados a artistas, estudantes e educadores – resultado, inclusive, da proximidade da instituição junto às Secretarias de Cultura (Secult), de Turismo (Setur) e de Educação do Estado (Seduc), e às Secretarias Municipais da Educação (SME), de Turismo (Setfor) e de Cultura de Fortaleza (Secultfor). O MFF tem também uma equipe de monitoria formada pelos alunos dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e do curso de Fotografia do Porto Iracema das Artes.

Serviço:

Oficina de boas práticas de conservação de fotografias, com Juliana Buse

Data: 22 de fevereiro (sábado)

Horário: 14h

Local: MFF – Rua Frederico Borges, 545 – Varjota

Inscriçõesgratuitas, no site sympla.com.br

Mais informações: (85) 3017-3661