Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

marca

Betânia Lácteos lança nova campanha da marca Betânia

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

22 de julho de 2018

Anúncios veiculados na TV, rádio, mobiliário urbano e mídias sociais reforçam a importância de ter orgulho de sua origem

A Betânia Lácteos, maior indústria de lácteos do Nordeste com cadeia produtiva 100% de origem local, inicia no dia 22 de julho a veiculação da nova campanha da sua principal marca, a Betânia. Fabricante de iogurtes, outros lácteos e líder em leite UHT na região, está presente em mais de 50 mil pontos de vendas e capta mais de 700 mil litros de leite por dia, contando com mais de 3,5 mil famílias produtoras de leite envolvidas neste processo.

As peças, desenvolvidas pela Artplan com o conceito “Para quem valoriza a sua origem”, fazem parte da estratégia da empresa de valorizar a origem nordestina e a cadeia produtiva – desde as dificuldades enfrentadas em uma das regiões mais secas do Brasil, às rotinas do produtor de leite nas suas tarefas diárias e da família nordestina começando o dia com um café da manhã reforçado –, numa narrativa conduzida pela artista Elba Ramalho que busca reforçar a coragem, a emoção e a determinação dos consumidores.

Para a produção de todas as ações, a Betânia Lácteos investiu R$ 5 milhões. “O objetivo da campanha é conectar o consumidor com as famílias produtoras de leite no sertão do Nordeste. Essas famílias fazem deste trabalho a sua morada, seu sustento e, com orgulho, enaltecem a cultura nordestina”, explica Bruno Girão, presidente da Betânia Lácteos.

Todo o trabalho de estudo e entendimento do DNA da companhia teve início em 2016 com a Ana Couto Branding, empresa com mais de 25 anos e especializada na construção de valor para empresas. “Queríamos que a marca assumisse a sua personalidade, ganhando ainda mais valor agregado para se distanciar das concorrentes e se preparar para o futuro”, enfatiza Danilo Cid, sócio e diretor executivo da Ana Couto Branding.

De acordo com Andressa Fernandes, Diretora do Grupo de Contas da Artplan, produzir todo o material para a nova campanha foi um grande desafio, pois foi necessário transmitir de forma autêntica tudo o que a Betânia Lácteos representa para os consumidores nordestinos. “Ouvimos histórias dos pequenos produtores de leite e foram tão enriquecedoras que eles acabaram protagonizando as peças. Já o consumidor tem orgulho da sua origem e valoriza tudo o que é local, perfeitamente alinhado com as mensagens da empresa”, finaliza.

As novas embalagens da Betânia, criadas pela Tátil, também tiveram como ponto de partida o estudo de posicionamento da marca. “Realizamos uma completa imersão na cultura da empresa e pensamos num sistema de linguagem para fácil identificação da marca pelo consumidor”, conta Camila Dias e Bianca Cruz, coordenadoras do projeto.

 

Ainda em 2018, a empresa fará diversos lançamentos de produtos e novos sabores. A primeira novidade será uma linha infantil e a duplicação da capacidade produtiva da empresa. “Queremos consolidar cada vez mais nossa presença no mercado nordestino e, para isso, iremos investir ainda mais”, finaliza Girão.

Sobre a Betânia Lácteos

Fundada em 1971 na cidade de Quixeramobim, Ceará, a Betânia Lácteos conta com cinco fábricas localizadas no Ceará, Pernambuco, Bahia e Sergipe, além de nove centros de distribuição. Maior indústria de lácteos do Nordeste e líder em leite UHT na região com 30% de share, movimenta uma cadeia produtiva 100% de origem local. Capta mais de 700 mil litros de leite por dia, com mais de 3,5 mil famílias produtoras de leite em 130 municípios nordestinos.  Atualmente, a Betânia Lácteos possui 1.800 colaboradores e está presente em 50 mil pontos de venda com as marcas Betânia, Jaguaribe, Lebom e Cilpinho. Possui uma linha de produtos com mais de 120 itens, como leites pasteurizados, leites longa vida, bebidas lácteas, iogurtes, queijos, requeijões, doce de leite, leite em pó, creme de leite e leite condensado. A companhia tem orgulho de sua origem, de valorizar a família nordestina, alimentando o corpo e inspirando o coração.

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

UTE Pecém atinge marca de 21mil GWh de energia elétrica gerada 

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de Janeiro de 2018

 

A UTE Pecém, usina termoelétrica de propriedade do grupo EDP, alcançou neste mês, a marca de 21mil GWh de energia elétrica gerada no Ceará, energia suficiente para abastecer todo o Estado durante dois anos. Para isso, foram mais de 70 mil horas de funcionamento somando seus dois geradores elétricos desde o início da operação comercial, em dezembro de 2012, o que foi o diferencial para transformar o estado em exportador de energia nos últimos anos.

 

Segundo o diretor Lourival Teixeira, durante esse período houve muitos investimentos em melhoria de processos e eficiência, o que continua em 2018 com o investimento da EDP de cerca de R$ 100 milhões em novas ações preventivas de manutenção de seus equipamentos.

 

“Terminamos o ano de 2017 com índice de disponibilidade média em 92,3%. Essa marca supera em 2,1 pontos percentuais o valor estabelecido em contrato, ou seja, entregamos ainda mais valor agregado aos consumidores. Outra importante marca alcançada em 2017 foi a taxa de falhas da UTE Pecém, já que fechamos o ano em 5,4 falhas/ano, muito abaixo do recomendado pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) que é de 12 falhas/ano para esse tipo de usina. Alguns dos motivos para esse excelente resultado foi o intenso trabalho preventivo realizado durante o ano, comprometimento e integração dos nossos colaboradores”, afirma Lourival.

 

Sobre a EDP – UTE Pecém

 

Em operação desde 2012, a UTE Pecém é um empreendimento do Grupo EDP. A Empresa gera 370 empregos diretos e 1.053 empregos indiretos. A atividade da usina é responsável pela transformação do Ceará de estado importador para estado exportador da energia elétrica.

 

A EDP Brasil atua nos segmentos de Geração, Distribuição, Transmissão, Comercialização e Soluções em Energia no País. Além do Ceará, a EDP possui ativos em outros onze estadosAmapá, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Já nos negócios de Comercialização e Soluções em Energia, atua em todo o território nacional.

 

Controlada pela EDP Energias de Portugal S.A, uma das maiores operadoras europeias no setor energético, a EDP Brasil integra o Índice de Sustentabilidade da BM&F Bovespa (ISE) há 12 anos, que reúne empresas que adotam boas práticas corporativas no que diz respeito a aspectos ambientais, sociais e de governança corporativa.

Publicidade

UTE Pecém atinge marca de 21mil GWh de energia elétrica gerada 

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de Janeiro de 2018

 

A UTE Pecém, usina termoelétrica de propriedade do grupo EDP, alcançou neste mês, a marca de 21mil GWh de energia elétrica gerada no Ceará, energia suficiente para abastecer todo o Estado durante dois anos. Para isso, foram mais de 70 mil horas de funcionamento somando seus dois geradores elétricos desde o início da operação comercial, em dezembro de 2012, o que foi o diferencial para transformar o estado em exportador de energia nos últimos anos.

 

Segundo o diretor Lourival Teixeira, durante esse período houve muitos investimentos em melhoria de processos e eficiência, o que continua em 2018 com o investimento da EDP de cerca de R$ 100 milhões em novas ações preventivas de manutenção de seus equipamentos.

 

“Terminamos o ano de 2017 com índice de disponibilidade média em 92,3%. Essa marca supera em 2,1 pontos percentuais o valor estabelecido em contrato, ou seja, entregamos ainda mais valor agregado aos consumidores. Outra importante marca alcançada em 2017 foi a taxa de falhas da UTE Pecém, já que fechamos o ano em 5,4 falhas/ano, muito abaixo do recomendado pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) que é de 12 falhas/ano para esse tipo de usina. Alguns dos motivos para esse excelente resultado foi o intenso trabalho preventivo realizado durante o ano, comprometimento e integração dos nossos colaboradores”, afirma Lourival.

 

Sobre a EDP – UTE Pecém

 

Em operação desde 2012, a UTE Pecém é um empreendimento do Grupo EDP. A Empresa gera 370 empregos diretos e 1.053 empregos indiretos. A atividade da usina é responsável pela transformação do Ceará de estado importador para estado exportador da energia elétrica.

 

A EDP Brasil atua nos segmentos de Geração, Distribuição, Transmissão, Comercialização e Soluções em Energia no País. Além do Ceará, a EDP possui ativos em outros onze estadosAmapá, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Já nos negócios de Comercialização e Soluções em Energia, atua em todo o território nacional.

 

Controlada pela EDP Energias de Portugal S.A, uma das maiores operadoras europeias no setor energético, a EDP Brasil integra o Índice de Sustentabilidade da BM&F Bovespa (ISE) há 12 anos, que reúne empresas que adotam boas práticas corporativas no que diz respeito a aspectos ambientais, sociais e de governança corporativa.