Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

janeiro

Balança comercial cearense alcança superávit em janeiro

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

11 de Fevereiro de 2019

O Ceará mantém o bom desempenho no comércio internacional. O primeiro mês de 2019 foi o melhor da história em termos de volume exportado, segundo o estudo Ceará em Comex, elaborado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). O estado vendeu ao exterior US$ 238,6 milhões, valor 32,2% superior ao mesmo mês de 2018. As importações também registraram evolução, porém menos significativa, saindo de US$ 195,1 milhões em janeiro do ano passado, para US$ 206,1 milhões em 2019. O saldo da balança comercial do estado, em janeiro, ficou superavitário em US$ 32,5 milhões, primeira vez desde 2009.

A salto das exportações em 2019 é ainda mais notável quando comparada a 2015. Nesse caso, o crescimento foi de 139,7%, quando o Ceará exportou US$ 99,5 milhões. Já em relação às importações, a conclusão é inversa. Nos mesmos cinco anos, houve uma redução de 68,1%.

Outra informação do Ceará em Comex é que em janeiro o estado se manteve como o terceiro maior exportador do Nordeste, atrás apenas de Bahia de Maranhão. Do total exportado pela região, 16,78% provém do Ceará. O estudo destaca que essa participação é a maior já registrada para o período. Do mesmo modo, a participação nas exportações nacionais também subiu para 1,28% em 2019. Nota-se que, dos quinze maiores estados exportadores do Brasil, o Ceará foi o terceiro que mais cresceu do ano passado para cá.

A análise sobre as principais cidades exportadoras do Ceará revelou que Caucaia e Uruburetama foram os municípios que mais aumentaram suas vendas ao exterior no comparativo de janeiro de 2018 e o mesmo mês de 2019. Caucaia, quarta maior do estado, saiu de pouco mais de US$ 1 milhão, para US$ 11,7 milhões, crescendo mais de 700% nesse intervalo, e Uruburetama, saltando de US$ 1,7 milhão para US$ 3,7 milhões, avanço de 118,8%. São Gonçalo do Amarante, cidade-sede da maior empresa exportadora do estado, mantém a liderança da lista, com US$ 139,7 milhões e ocupa a 25ª posição no ranking nacional de municípios exportadores, que conta com mais de 1.500 cidades. Sobral, com US$ 29,3 milhões e Fortaleza com US$ 13,9 milhões, vêm em seguida e registraram crescimentos de 59,1% e 10,5%, respectivamente.

Saiba mais

O Centro Internacional de Negócios auxilia as empresas na inserção no mercado internacional, promovendo a cultura exportadora no Estado do Ceará. O CIN faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), que junto com Serviço Social da Indústria – SESI Ceará, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Ceará e Instituto Euvaldo Lodi – IEL Ceará formam o Sistema FIEC.

Publicidade

NET Fortaleza anuncia oportunidade para novos agentes autorizados em janeiro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Janeiro de 2019

Durante todo o mês de janeiro, a NET Fortaleza recebe inscrições para novos agentes autorizados em 2019. A oportunidade é uma boa opção para interessados em trabalhar de forma autônoma, através de planos da empresa de telecomunicações. Os interessados devem entrar em contato com o executivo Ribeiro Jr., pelo telefone (85) 99139.1435, para mais informações.

Reconhecida como a internet fixa mais rápida do País, a NET segue no compromisso de manter ativações estratégicas para entregar e oferecer as melhores opções em TV por assinatura, internet banda larga e telefonia fixa. Com essa possibilidade, os novos parceiros desenvolvem o seu trabalho e potencial, vendem as melhores soluções em Telecomunicações do mercado e recebem o retorno em forma de comissão.

Publicidade

UNINASSAU Maracanaú oferta 900 vagas em cursos gratuitos em janeiro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Janeiro de 2019

 

Inscrições já estão abertas e as atividades acontecem entre os dias 14 e 18 de janeiro

A Faculdade UNINASSAU Maracanaú está com inscrições abertas para o tradicional Projeto Capacita, que durante os dias 14 e 18 de janeiro, oferta qualificação profissional gratuita para a população da região. Ao todo, 900 vagas estão disponíveis, distribuídas em 15 atividades nas áreas da Saúde, Recursos Humanos, Comunicação, Exatas e Logística. Os interessados devem se inscrever on-line, por meio do site: http://extensao.uninassau.edu.br

 

Todas as atividades serão realizadas no turno noturno, a partir das 18h, na própria sede da UNINASSAU. Segundo a diretora da unidade, Lorena Picanço, o objetivo é da Instituição de Ensino é contribuir com um aprendizado de qualidade, responsável e dinâmico. “É muito importante para nós como Instituição investir em ações que promovam a educação e o ensino, visando a inserção no mercado de trabalho. Vale ressaltar que a iniciativa oferta cursos nas mais diferentes áreas, buscando atingir todos os públicos”, frisa.

 

Os cursos ofertados são: Excel Básico; Excel Avançado; Calculadora HP; Inteligência Emocional; Primeiros Socorros I e Primeiros Socorros II; Liderança e Gestão; Marketing Digital; Legislação Trabalhista; Planejamento, Programação e Controle da Produção; Práticas de Departamento Pessoal; Noções básicas de massoterapia; E-social; Gestão do sistema logístico e boas práticas de fabricação na indústria alimentícia.

 

Serviço – Projeto Capacita

Data: 14 a 18 de janeiro

Horário: A partir das 18h

Local: Rua Senador Petrônio Portela, 125 / Maracanaú

Inscrições: http://extensao.uninassau.edu.br

Publicidade

CASAS BAHIA E PONTOFRIO REALIZAM TRADICIONAL LIQUIDAÇÃO DE JANEIRO

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

04 de Janeiro de 2019

Casas Bahia fará ofertas imperdíveis e ainda vai cobrir preços dos principais concorrentes, na sexta-feira, 04, e Pontofrio contará com condição de pagamento exclusiva

Tradicional período de promoções no calendário do varejo, as liquidações geralmente começam no primeiro final de semana de janeiro, com o objetivo de acabar com o estoque de final de ano. Atentos a movimentação do setor e buscando atender os clientes que esperam por essa data, a Casas Bahia e o Pontofrio abrirão as lojas mais cedo, nesta sexta-feira, 04, com promoções em todas as categorias e condições de pagamentos diferenciadas, válidas também no e-commerce e no aplicativo das duas marcas.

“Essa é a data mais esperada pelos consumidores no início do ano para aproveitar as ofertas e descontos e para nós, da Casas Bahia e Pontofrio, é mais uma oportunidade de oferecer preços baixos e condições de pagamento em produtos  novos e liquidando os estoques do ano passado”, reforça Jorge Faiçal, diretor executivo comercial e de marketing, da Via Varejo, empresa que administra a Casas Bahia e Pontofrio.

Na sexta-feira, 04, principal dia da liquidação, a Casas Bahia, promete cobrir o preço dos principais concorrentes, para os produtos anunciados na TV no dia anterior.  A ação será válida em todas as lojas físicas da rede, enquanto durarem os estoques. Além disso, também na sexta-feira, para oferecer a melhor experiência de compra aos clientes, as unidades de rua serão abertas a partir das 6h. Com o mote “Liquidação de verdade é na Casas Bahia”, a marca disponibilizou nas lojas, site e aplicativo produtos com até 70% de desconto, em todas as categorias, em 24 vezes fixas no carnê e cartão da loja, em 10 vezes sem juros nos demais cartões de crédito e 60 dias para começar a pagar no carnê.

Já o Pontofrio realiza, entre os dias 02 e 13 de janeiro, a “Liquidação Grandes Marcas”, que contará com melhores condições de pagamento para produtos selecionados, que contam com até 70% de desconto em todas as categorias nas lojas, site e aplicativo. Os clientes que comprarem com o cartão da marca podem parcelar suas compras em até 24 vezes fixas no cartão da loja, em até 10 vezes sem juros nos demais cartões de crédito. No dia 04 de janeiro, as lojas de rua da rede terão horário de funcionamento diferenciado, abrindo a partir das 6h.

Confira algumas ofertas:

 

Casas Bahia

Celular LG K11     Plus – R$ 899,00

Televisor 32” Samsung wifi – R$ 1.099,00

Conjunto Estofado Royal – R$ 999,00

Cozinha Aço Daniele com balcão – R$ 599,00

Secador Gama – R$ 99,90

Pontofrio

Quarta-feira:

Celular Moto G6 Play XT1922 – R$ 1.038,40
Televisor 55” UHD 4K Samsung – R$ 2.998,00
Notebook Lenovo CI5 – R$ 1.998,00

Quinta-feira:
Televisor 49” LG  – R$ 1.999,00
Batedeira Planetária Philco inox/pr – R$ 199,00
Refrigerador 1.499,00 Consul Evox – R$ 1.499,00

Sexta-feira:
Televisor 65” UHD 4K LG – R$ 4.797,60
Celular Moto Z3 Play – R$ 1.998,00
Celular Samsung J8 64gb – R$ 1.399,00

Publicidade

Santander oferece condições especiais para clientes iniciarem o ano sem dívidas em atraso

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de dezembro de 2018

  • Até 7 de janeiro, o Banco dará descontos a partir de 25% válidos para débitos totais de até de R$ 100 mil sem garantias, com parcelas vencidas há mais de 90 dias

 

  • Instituição inova mais uma vez ao abordar o consumidor perto da virada do ano para discutir sua vida financeira e oferecer alternativa aos endividados

 

  • Campanha lembra que o Santander já quebrou outros paradigmas do setor financeiro: puxou a redução de juros do crédito imobiliário, discutiu o uso do cheque especial e zerou a taxa de carregamento nos produtos previdenciários.

 

O Santander oferece aos clientes, até o dia 07 de janeiro, descontos a partir de 25% no valor de suas dívidas com atraso superior a 90 dias. A condição especial abrange débitos sem garantia que totalizem até R$ 100 mil, e é válida tanto para clientes pessoa física quanto para pessoas jurídicas.

Em três vídeos exibidos nos intervalos do Jornal Nacional e na Retrospectiva 2018, entre ontem e hoje na TV Globo, o Banco aproveita a proximidade da virada para, mais do que desejar, ajudar o cliente a ter um próspero ano novo, ao organizar sua vida financeira. Os filmes relembram outras iniciativas da instituição, como a liderança entre os bancos na redução dos juros do crédito imobiliário, a campanha que discutiu abertamente o uso – e inclusive o nome – do cheque especial, ressaltando os dez dias sem juros do Santander Master, e a decisão de eliminar a taxa de carregamento na previdência privada.

Com a nova ação, o Santander assume novamente o pioneirismo ao apoiar os clientes na organização financeira para o novo ano, época na qual os compromissos são maiores, com vencimentos de IPVA, IPTU, compra de material escolar, entre outras despesas. “Queremos mostrar, mais uma vez, que respeitamos o consumidor e não medimos esforços e inovação para ajudá-lo a começar o ano de cabeça erguida, com capacidade de se financiar de forma responsável”, afirma Cassio Schmitt, diretor de produtos de crédito e recuperação de Pessoa Física do Santander Brasil.

O Banco ainda oferecerá condições especiais em taxas de juros para as dívidas com atrasos inferiores a 90 dias. As negociações podem ser realizadas na página especial da ação (www.santander.com.br/semdivida), pela central de atendimento telefônico e nas agências.

O foco na redução da inadimplência tem garantido ao Santander, nos últimos trimestres, os melhores índices do setor bancário – em 2,9% até o fim de setembro. A campanha de negociação de dívidas se soma a um trabalho proativo de abordagem aos clientes antes mesmo que ocorram os atrasos, com soluções financeiras que evitam o superendividamento.

 

Campanha na TV

A primeira peça da campanha publicitária, idealizada pela agência Y&R, leva o consumidor a questionar o que seu banco fez por ele no ano que passou. O segundo filme lembra que o Santander quebrou alguns paradigmas do setor financeiro, ao apresentar soluções reais em suas últimas comunicações. O último vídeo informa aos consumidores as condições especiais da negociação de dívidas, além de deixar um convite para os não-clientes. A ação é assinada pela pergunta: “O que a gente pode fazer por você ainda em 2018?”.

“Estamos felizes por poder mostrar ao público, pela primeira vez, que temos o compromisso de ser pioneiros e transgredir, e fazemos isso de forma transversal: em serviços e produtos tão díspares quanto o crédito imobiliário, o cheque especial, a previdência privada e, agora, a negociação de dívidas”, ressalta Igor Puga, diretor de Marketing do Santander Brasil.

Publicidade

SENAI oferta nova série de palestras gratuitas em janeiro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

02 de Janeiro de 2018

Uma ajuda inicial que pode definir o seu rumo profissional nos primeiros dias de 2018. O SENAI Ceará oferta uma nova série de palestras gratuitas nas unidades de Jacarecanga e  Barra do Ceará, em Fortaleza; e em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza; em Sobral e Juazeiro do Norte no interior do Estado. É a Jornada SENAI, um aperitivo dos cursos oferecidos pela instituição. Os interessados podem fazer a inscrição AQUI.
 
Confira as opções de palestras:
 
SENAI Barra do Ceará
22/1; das 14 às 15h – Noções de Eletricidade Automotiva
22/1; das 19 às 20h – A Importância das Energias Renováveis
 
SENAI Jacarecanga
30/1; das 9 às 10h – Análise de dados e gráficos no controle de qualidade
 
SENAI Maracanaú
 
16/1; das 14 às 15h – Empreendedorismos – Não mate seus sonhos;
18/1 ; das 14 às 15h – Ações sustentáveis para a indústria;
22/1; das  9 às 10h – Liderança Coach;
22/1 ; das 11 às 12h – Atenda seu cliente com emoção;
23/1; das 9h às 10h – Empregabilidade – A arte de se manter no mercado;
23/1; das 11 às 12h – A importância da ISO para o crescimento do negócio;
23/1; das 14 às 15h – Educação no trânsito e na indústria;
24/1; das 11 às 12h – O amor como prevenção de acidentes.
 
SENAI Juazeiro do Norte
22/1; das 19 às 20h – CIPA e suas dúvidas;
23/1; das 19 às 20h – Acidentes de trabalho: quem são os verdadeiros culpados?;
24/1; das 19 às 20h30 – Batendo metas em EQUIPE, será possível?;
29/1 ; das 19h às 20h – Qualidade da Construção Civil no Mercado Imobiliário na Região do Cariri;
30/1; das 19 às 22h – Workshop  Tratamento de banco de dados em Excel para iniciantes;
31/1; das 19 às 20h – Empreender em momentos de crise.
 
SENAI Sobral
15/1; das 19 às 20h – Aplicações e benefícios de Softwares no processo de fabricação CNC
 
 
Endereços:
 
SENAI Jacarecanga
 
 
SENAI Maracanaú
Av. do Contorno, 1395 – Distrito Industrial I – Maracanaú – CE
 
SENAI Sobral
Avenida Dr. Jose Arimateia Monte e Silva, 1003 – Bairro Campo dos Velhos – Sobral-CE
 
 
SENAI Juazeiro do Norte
Av. Leão Sampaio, 839 – Bairro Triângulo –  Juazeiro do Norte – CE
Informações:
 
Serviço
 
Mais informações: 
 
Telefones
 
(85) 4009.6300 ( Central de Relacionamento do Sistema FIEC em Fortaleza e Região Metropolitana);
 
(88) 3112-8300(Sobral)
 
(88) 3102.5750 (Juazeiro do Norte)
 
E-mail
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Humor na Praça de Verão traz sete artistas cearenses no mês das férias

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de dezembro de 2017

 

 

O RioMar Kennedy retoma a programação humorística no mês das férias com a edição especial Humor na Praça de Verão. Os espetáculos são gratuitos e acontecerão todas às terças-feiras de janeiro, na Praça de Eventos do Piso L2. Os shows terão apresentação do humorista Ciro Santos e já estão confirmadas as atrações: Alex Nogueira, Zé Ninguém, Charlys Stillo,  Dion Queiroz, Izaias Lourenço e Kaio Freitas.

Para abrir a agenda de shows do mês, no dia 02 de janeiro, o shopping recebe Alex Nogueira, um dos finalistas do quadro “Quem Chega Lá” do Domingão do Faustão. O comediante se apresenta a partir das 19h30.

Serviço

Humor na Praça de Verão

Data: 02 de janeiro, terça-feira

Horário: 19h30

Local: Praça de Eventos do Piso L2 – RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)

Entrada gratuita.

Mais informações: (85) 3089.0909

Programação

02/01 – Ciro Santos e Alex Nogueira

09/01 – Ciro Santos e Zé Ninguém

16/01 – Ciro Santos e Charlys Stillo

23/01 – Ciro Santos e Dion Queiroz

31/01 – Ciro Santos, Izaias Lourenço e Kaio Freitas

Publicidade

Faculdade CDL oferece cursos gratuitos com foco no varejo

Por Oswaldo Scaliotti em Qualificação

03 de Janeiro de 2017

Janeiro é mês de férias, mas a Faculdade CDL está oferecendo cursos gratuitos dentro do programa “Varejo para Todos  “, que busca melhorar as habilidades técnicas e práticas das pessoas que trabalham ou estão à procura de emprego no setor do comércio. Em formatos pockets (curta duração), abordam temas relacionados as mais novas tendências de gestão do mercado.

As aulas terão a estrutura de um seminário, com duração de uma noite para cada curso, as abordagens se concentrarão nas informações mais relevantes, trazendo uma visão geral dos prós e contras das áreas.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site da Faculdade CDL (www.faculdadecdl.edu.br), sendo necessário levar 1 kg de alimento. Os cursos terão início na segunda semana de janeiro de 2017 e tem vagas limitadas. Ainda há vagas para três dos cinco cursos ofertados: Logística, otimizando compras e estoques; Mídias Digitais e as ações para alcançar sucesso nos negócios; e Serviços de Nuvem aumentando o desempenho com cloud computing.

 

Serviço:

Pauta: Programa Varejo para Todos

Quando: 09/01 (segunda-feira) – Atendimento e Vendas ministrado pela professora Adriana Grespan (Gestão comercial e Administração). Inscrições encerradas.

10/01 (terça-feira) – Gestão Financeira, ministrado pela professora Danielle Porto (Administração e de Ciências Contábeis). Inscrições encerradas.

11/01 (quarta-feira)  – Logística, ministrado pela professora Natália Duarte (Logística). Há vagas.

12/01 (quinta-feira) – Serviços de Nuvem , ministrado pelo professor Raymundo Reis (Análises de Sistemas e Redes Computadores). Há vagas.

13/01 (sexta-feira) – Mídias Digitais, ministrado pela professora Jacqueline Longhi (Marketing). Há vagas.

Local: Faculdade CDL, Rua 25 de Março, 882, Centro – Fortaleza, Ceará

Contato: (85) 3464.5550 / 3433.3045 – Fax: (85) 3433.3041

e-mail: faculdadecdl@faculdadecdl.edu.br

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Revista da FIEC entrevista Jorge Gerdau

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

03 de Fevereiro de 2016

fiec_revista

O empresário Jorge Gerdau Johannpeter, presidente fundador do Movimento Brasil Competitivo (MBC), é o entrevistado de capa da Revista da FIEC do mês de janeiro. Na entrevista, ele mostra preocupação com a crise política que estaria travando o processo de crescimento do país. Nesta edição ainda uma matéria especial sobre a força da economia da região do Cariri.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Endividamento sobe, mas qualidade do crédito melhora

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

19 de Janeiro de 2016

Neste mês de Janeiro, a Pesquisa sobre Endividamento do Consumidor de Fortaleza, divulgada pela Federação do Comércio do Estado do Ceará (Fecomércio-CE),  mostra que 72,1% dos consumidores da capital cearense possuem algum tipo de dívida. O resultado veio 1,5 pontos percentuais acima do indicador do último mês de dezembro (70,6%), confirmando um aumento do endividamento.

A pesquisa, entretanto, também mostra uma melhoria nos indicadores de contas em atraso (22,3%) e queda na proporção da renda comprometida com o pagamento de dívidas (33,9%), indicadores da melhoria da qualidade do crédito.

 

A proporção dos consumidores com contas ou dívidas em atraso teve redução de 0,3 pontos percentuais, indo de 22,6%, em dezembro, para 22,3% neste mês.  Os problemas financeiros afetam mais os homens (22,4% afirmam possuir contas em atraso), os consumidores do grupo com idade entre 18 e 24 anos (24,1%) e do estrato com renda familiar entre cinco e dez salários mínimos (23,1%).

O tempo médio de atraso é de 73 dias e a principal justificativa para o não pagamento das dívidas é o desequilíbrio financeiro – a diferença entre a renda e os gastos correntes – citado por 63,7% dos consumidores. O segundo motivo mais citado é o adiamento, por conta do uso dos recursos em outras finalidades, com 28,3%, seguido da contestação da dívida (8,2%).

 

Comprometimento de Renda

Em Fortaleza, 72,1% dos consumidores possuem algum tipo de dívida. Os instrumentos de crédito mais utilizados pelos consumidores são: (a) cartões de crédito, citados por 76,1% dos entrevistados; (b) o financiamento bancário (veículos, imóveis etc.), com 15,3%; (c) os carnês e crediários (10,8%); e (d) os empréstimos pessoais, com 8,0%.

O consumidor utilizou o crédito para a compra de:

  • Itens de alimentação (53,1% das respostas);
  • Artigos de vestuário (39,8%);
  • Eletroeletrônicos (33,6%); e
  • Realização de despesas de educação e saúde (25,6%).

O consumidor vem apresentando dificuldades no gerenciamento de suas dívidas desde o final de 2014, quando os estímulos ao consumo foram reduzidos. Além disso, o peso dos itens de alimentação nas contas a prazo indica dificuldades no controle do orçamento doméstico, nos últimos meses.

O valor médio das dívidas é estimado em R$ 1.340 e prazo médio de sete meses, comprometendo 33,9% da renda familiar dos consumidores com o seu pagamento.

Inadimplência potencial

A taxa de inadimplência potencial, ou seja, a proporção de consumidores que não terão condições financeiras para honrar seus compromissos, teve aumento de 0,7 pontos percentuais, passando de 6,8%, em dezembro, para 7,5%, neste mês.

A manutenção de um percentual elevado da renda comprometida com o pagamento de dívidas e o aumento do custo de vida contribui para o crescimento da inadimplência potencial, mas a maioria dos consumidores parece estar conseguindo administrar a qualidade do crédito.

O perfil do consumidor inadimplente mostra preponderância do grupo de consumidores do sexo feminino (8,4%), com idade acima dos 35 anos (8,8%) e renda familiar abaixo de cinco salários mínimos (7,8%).

 

Orçamento familiar

A Pesquisa de Endividamento também revela que 78,9% dos consumidores de Fortaleza afirmam fazer orçamento mensal e acompanhamento eficaz dos seus gastos e rendimentos, o que contribui para um melhor controle dos níveis de endividamento. 8,8% relataram que fazem orçamento dos rendimentos, mas sem controle eficaz dos gastos e 12,3% dos entrevistados informaram não possuir orçamento e tampouco controle dos gastos.

A falta de planejamento orçamentário é um problema crítico para o controle do endividamento, estando sempre entre um dos principais motivos para o atraso ou inadimplência. Dos fatores que os consumidores consideram que mais contribuem para esse problema, listam-se:

 

  • A falta de orçamento e controle dos gastos, com 33,3%;
  • As compras por impulso, sem necessidade ou além do necessário, com 28,8%;
  • Gastos imprevistos, com 18,4%;
  • O aumento dos gastos considerados essenciais, com 16,3%;
  • Compras antecipadas, com 15,8%; e
  • Facilidade do crédito para compras a prazo, com 9,2%.

 

 

Saiba mais

A pesquisa é realizada mensalmente e tem como objetivo indicar a capacidade de endividamento do consumidor de Fortaleza, visando conhecer o comprometimento financeiro desse, em relação ao comércio local.

Auxilia os empresários a planejarem estratégias de vendas, analisarem situações de risco, entre outras oportunidades. Quatro indicadores distintos são verificados nessa pesquisa: Taxa de Consumidores com Contas ou Dívidas em Atrasos; Taxa de Comprometimento da Renda do Consumidor; Taxa de Inadimplência em Potencial e Planejamento Financeiro e Orçamento Familiar. Mensalmente, cerca de mil consumidores da região metropolitana de Fortaleza são entrevistados pelo IPDC para a realização desta pesquisa.

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Endividamento sobe, mas qualidade do crédito melhora

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

19 de Janeiro de 2016

Neste mês de Janeiro, a Pesquisa sobre Endividamento do Consumidor de Fortaleza, divulgada pela Federação do Comércio do Estado do Ceará (Fecomércio-CE),  mostra que 72,1% dos consumidores da capital cearense possuem algum tipo de dívida. O resultado veio 1,5 pontos percentuais acima do indicador do último mês de dezembro (70,6%), confirmando um aumento do endividamento.

A pesquisa, entretanto, também mostra uma melhoria nos indicadores de contas em atraso (22,3%) e queda na proporção da renda comprometida com o pagamento de dívidas (33,9%), indicadores da melhoria da qualidade do crédito.

 

A proporção dos consumidores com contas ou dívidas em atraso teve redução de 0,3 pontos percentuais, indo de 22,6%, em dezembro, para 22,3% neste mês.  Os problemas financeiros afetam mais os homens (22,4% afirmam possuir contas em atraso), os consumidores do grupo com idade entre 18 e 24 anos (24,1%) e do estrato com renda familiar entre cinco e dez salários mínimos (23,1%).

O tempo médio de atraso é de 73 dias e a principal justificativa para o não pagamento das dívidas é o desequilíbrio financeiro – a diferença entre a renda e os gastos correntes – citado por 63,7% dos consumidores. O segundo motivo mais citado é o adiamento, por conta do uso dos recursos em outras finalidades, com 28,3%, seguido da contestação da dívida (8,2%).

 

Comprometimento de Renda

Em Fortaleza, 72,1% dos consumidores possuem algum tipo de dívida. Os instrumentos de crédito mais utilizados pelos consumidores são: (a) cartões de crédito, citados por 76,1% dos entrevistados; (b) o financiamento bancário (veículos, imóveis etc.), com 15,3%; (c) os carnês e crediários (10,8%); e (d) os empréstimos pessoais, com 8,0%.

O consumidor utilizou o crédito para a compra de:

  • Itens de alimentação (53,1% das respostas);
  • Artigos de vestuário (39,8%);
  • Eletroeletrônicos (33,6%); e
  • Realização de despesas de educação e saúde (25,6%).

O consumidor vem apresentando dificuldades no gerenciamento de suas dívidas desde o final de 2014, quando os estímulos ao consumo foram reduzidos. Além disso, o peso dos itens de alimentação nas contas a prazo indica dificuldades no controle do orçamento doméstico, nos últimos meses.

O valor médio das dívidas é estimado em R$ 1.340 e prazo médio de sete meses, comprometendo 33,9% da renda familiar dos consumidores com o seu pagamento.

Inadimplência potencial

A taxa de inadimplência potencial, ou seja, a proporção de consumidores que não terão condições financeiras para honrar seus compromissos, teve aumento de 0,7 pontos percentuais, passando de 6,8%, em dezembro, para 7,5%, neste mês.

A manutenção de um percentual elevado da renda comprometida com o pagamento de dívidas e o aumento do custo de vida contribui para o crescimento da inadimplência potencial, mas a maioria dos consumidores parece estar conseguindo administrar a qualidade do crédito.

O perfil do consumidor inadimplente mostra preponderância do grupo de consumidores do sexo feminino (8,4%), com idade acima dos 35 anos (8,8%) e renda familiar abaixo de cinco salários mínimos (7,8%).

 

Orçamento familiar

A Pesquisa de Endividamento também revela que 78,9% dos consumidores de Fortaleza afirmam fazer orçamento mensal e acompanhamento eficaz dos seus gastos e rendimentos, o que contribui para um melhor controle dos níveis de endividamento. 8,8% relataram que fazem orçamento dos rendimentos, mas sem controle eficaz dos gastos e 12,3% dos entrevistados informaram não possuir orçamento e tampouco controle dos gastos.

A falta de planejamento orçamentário é um problema crítico para o controle do endividamento, estando sempre entre um dos principais motivos para o atraso ou inadimplência. Dos fatores que os consumidores consideram que mais contribuem para esse problema, listam-se:

 

  • A falta de orçamento e controle dos gastos, com 33,3%;
  • As compras por impulso, sem necessidade ou além do necessário, com 28,8%;
  • Gastos imprevistos, com 18,4%;
  • O aumento dos gastos considerados essenciais, com 16,3%;
  • Compras antecipadas, com 15,8%; e
  • Facilidade do crédito para compras a prazo, com 9,2%.

 

 

Saiba mais

A pesquisa é realizada mensalmente e tem como objetivo indicar a capacidade de endividamento do consumidor de Fortaleza, visando conhecer o comprometimento financeiro desse, em relação ao comércio local.

Auxilia os empresários a planejarem estratégias de vendas, analisarem situações de risco, entre outras oportunidades. Quatro indicadores distintos são verificados nessa pesquisa: Taxa de Consumidores com Contas ou Dívidas em Atrasos; Taxa de Comprometimento da Renda do Consumidor; Taxa de Inadimplência em Potencial e Planejamento Financeiro e Orçamento Familiar. Mensalmente, cerca de mil consumidores da região metropolitana de Fortaleza são entrevistados pelo IPDC para a realização desta pesquisa.

  • postado por Oswaldo Scaliotti