Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

ICC

Inscrições para o Festival Costume Saudável vão beneficiar centenas de crianças e adolescentes que integram o IPOM

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

14 de agosto de 2018

A sexta edição do Festival acontece nos dias 24, 25 e 26/08 no estacionamento do Shopping RioMar Fortaleza

Já pensou em participar de um evento com mais de 200 atividades, como aulas de forró, acrobacia, dança do ventre, além de palestras, apresentações culturais e oficinas culinárias? Bom demais, não é?

A boa notícia é que esse evento já tem data certa pra acontecer. Trata-se da sexta edição do Festival Costume Saudável, maior evento de hábitos saudáveis do Norte Nordeste.

Melhor ainda é saber que, além de ampliar o conhecimento, receber dicas valiosas sobre alimentação saudável e, literalmente, suar a camisa em várias atividades físicas, também será possível ajudar organizações como o Instituto Povo do Mar, o IPOM.

O valor revertido ao Ipom será  destinado ao projeto Reciclando Vidas. Patrocinado pela Petrobras, o projeto beneficia jovens entre 15 e 29 anos, moradores do grande Vicente Pinzon. Através dele, são promovidos 3 cursos de capacitação  profissional: turismo comunitário com habilitação em produção cultural, shaper com habilitação em design gráfico e sublimação com habilitação em design gráfico.

Sobre o IPOM

Fundado em 2010, o Instituto Povo do Mar (IPOM) é uma organização sem fins lucrativos que tem a nobre missão de promover oportunidades de educação e formação humana para crianças e adolescentes do Serviluz e da Praia do Futuro.

O Instituto oferece, gratuitamente, diversas atividades, como aulas de inglês, surfe, informática e cursos profissionalizantes a um público de cerca de 300 pessoas.

SERVIÇO:

Festival Costume Saudável

Data: 24, 25 e 26 /08

Local: Estacionamento do Shopping RioMar Fortaleza

Valor: R$30,00 – pelo aplicativo Minha Cidade Saudável

Valor arrecadado vai beneficiar o Instituto Povo do Mar (IPOM) e o Instituto do Câncer do Ceará (ICC)

Publicidade

Confiança do Consumidor recua em maio

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de Maio de 2018

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas recuou 2,5 pontos em maio, ao passar de 89,4 para 86,9 pontos, o menor nível desde outubro passado (85,8).

“A confiança dos consumidores cai pelo segundo mês consecutivo retornando a níveis observados no último trimestre de 2017. A perda de otimismo atinge consumidores de todas as classes de renda e capitais e parece estar bastante relacionado às piores avaliações em relação às perspectivas para o emprego nos próximos meses”, afirma Viviane Seda Bittencourt, Coordenadora da Sondagem do Consumidor.

Mais informações sobre os resultados abaixo. Dados completos no Portal IBRE, no link: http://goo.gl/nzRZho.

A coordenadora da Sondagem do Consumidor do FGV/IBRE, Viviane Seda, atenderá a imprensa a partir das 11h pelo telefone (21) 3799-6758.

Caso precise de mais informações, entre em contato com a equipe da Insight Comunicação pelo (21) 2509-5399.
Em maio, houve aumento da satisfação com a situação presente e piora, pelo segundo mês consecutivo, das expectativas em relação aos meses seguintes. O Índice da Situação Atual (ISA) subiu 0,9 ponto, para 77,2 pontos, recuperando parte da perda de satisfação ocorrida em abril. Apesar de ser baixo em termos históricos, é o segundo maior nível desde março de 2015. Por outro lado, o Índice de Expectativas (IE) recuou 4,8 pontos, ao passar de 99,0 para 94,2 pontos, o menor nível desde setembro de 2017 (93,1 pontos).

O indicador que mede o grau de satisfação com a situação da economia no momento recuou pelo segundo mês consecutivo, atingindo 82,0 pontos o menor nível desde novembro de 2017 (80,6). A têndencia de queda é observada também nas expectativas para a economia. O indicador que mede o otimismo com a evolução da economia nos próximos seis meses caiu 3,6 pontos, para 107,1 pontos, menor nível desde agosto de 2017 (105,7 pontos).

O indicador que mede a satisfação dos consumidores com a situação financeira da família no momento recuperou parte das perdas sofridas em abril ao avançar 2,9 pontos, para 72,7 pontos. As expectativas, que vinham se recuperando, recuaram em maio. O indicador que mede o otimismo em relação às finanças pessoais nos próximos meses recuou 1,6 ponto, para 94,8 pontos.

Entre os quesitos que integram o ICC, a maior contribuição para a queda da confiança no mês foi dada pelo indicador que mede o ímpeto de compras de bens duráveis, que caiu 8,4 pontos ao passar de 89,8 para 81,4 pontos.

“A diminuição do ímpeto de compras de bens duráveis pelo segundo mês consecutivo retrata um consumidor preocupado com a dificuldade de se conseguir (ou manter) emprego e com a repercussão da instabilidade do ambiente político sobre as perspectivas econômicas do país” afirma Viviane Seda Bittencourt, Coordenadora da Sondagem do Consumidor.

A análise por classes de renda reforça o resultado volátil que tem se apresentado no ICC nos últimos meses. Houve queda da confiança em todas as classes de renda, exceto para as famílias com renda até R$ 2.100,00, que já tinha caído fortemente no mês anterior (14,1 pontos).

A edição de maio de 2018 coletou informações de 1805 domicílios entre os dias 02 e 19 de maio. A próxima divulgação da Sondagem do Consumidor ocorrerá em 26 de junho de 2018.

Publicidade

Instituto do Câncer do Ceará recebe 9 mil novos casos de câncer anualmente

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de Fevereiro de 2018

Prevenção e diagnóstico precoce são palavras de ordem, principalmente quando o assunto é câncer. Atualmente, só o Instituto do Câncer do Ceará recebe 9 mil novos casos da doença todo ano. Ao todo, o número chega a 20 mil no Estado. Por isso, campanhas educativas sobre a doença são muito importantes para o grande desafio que é controlar o número de novos casos e estimular a busca por novas soluções de tratamentos. Uma dessas iniciativas é o Dia Mundial do Câncer, comemorado neste domingo (4). A campanha, promovida pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) desde 2005, é um exemplo de uma maneira de conscientizar população e poder público sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

De acordo com pesquisa divulgada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2017, anualmente cerca de 8,8 milhões de pessoas no mundo morrem devido ao câncer, principalmente em países de baixa e média renda. Ainda de acordo com a OMS, 14 milhões de pessoas desenvolvem a doença todos os anos, e esse número deve aumentar para mais de 21 milhões em 2030, um crescimento alarmante que vem preocupando cada vez mais a comunidade científica e também o poder público.

São dados como esses que estimulam campanhas voltadas para a prevenção e o diagnóstico precoce. Tempo é um fator de extrema importância quando se fala de algum tipo de câncer. Isso porque, quanto mais cedo for feita a descoberta da doença, maiores são as chances de cura do paciente. Porém é um hábito que não é muito praticado pela população. Aqui no Ceará, por exemplo, um a cada três cearenses não realiza exames preventivos. É o que aponta a pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica. De acordo com os dados, os exames mais negligenciados pelo público foram o ginecológico (42%), o de colesterol (40%), check-up (38%) e glicemia (38%). A pesquisa também aponta que 43% dos participantes não fazem os exames por não possuírem plano de saúde, 29% por não acharem uma medida necessária e 14% revelaram ter medo de descobrir alguma doença.

ICC à frente na luta contra o câncer

A grande pressão emocional e física que a descoberta do câncer traz para familiares, comunidades e sistemas de saúde é enorme. Para tentar modificar um pouco a realidade da doença que tanto assusta, a OMS, ainda em 2017, divulgou um novo guia informando sobre algumas medidas que podem ser tomadas como forma de melhorar as estatísticas da doença. Prevenção aparece como um ponto chave, porém a detecção precoce e o tratamento eficaz são um grande diferencial para diminuir as taxas de mortalidade do câncer.

 

É justamente nisso que o Instituto do Câncer do Ceará vem trabalhando ao longo dos seus 73 anos de história. Sendo o maior complexo hospitalar do Norte e Nordeste para o tratamento do câncer, o ICC estimula, por meio de suas campanhas educativas, as formas de prevenção e de diagnóstico precoce, como é o caso das campanhas do Outubro Rosa e do Novembro Azul, nas quais a população é alertada a levar hábitos de vida saudáveis e buscar sintomas logo cedo.

O Instituto se destaca no combate ao câncer pela prática da assistência integral à saúde, cuidando de pacientes e familiares desde a descoberta da doença com um modelo próprio de linha de cuidado centrada no paciente com uma estrutura especializada, moderna e segura. É o caso do Hospital Haroldo Juaçaba, referência nacional no tratamento oncológico. O Hospital é a terceira instituição no país em números de procedimentos, recebendo 9 mil casos por ano de um total de 20 mil no Ceará. Esse volume de atendimento é equivalente ao que é feito em três Centros de Assistência de Alta Complexidade (Cacon) e realiza mensalmente mais de 7 mil consultas e mais de 26 mil atendimentos.

Atualmente, cerca de 70% dos atendimentos no Hospital são prestados aos pacientes provenientes do SUS. Esse número deve aumentar com a construção do Anexo II do Hospital Haroldo Juaçaba, que vai contar com uma área de 28 mil m² para atendimento exclusivo do SUS, além de contar com pronto-atendimento oncológico, mais 269 novos leitos de internação, aumentando em 85% a capacidade de atendimento, e novo Centro de Diagnóstico por Imagem. Com a expansão, serão 44 mil m² de complexo hospitalar, o que é quase o triplo da área atual.

O ICC também investe em novas tecnologias da medicina, buscando oferecer o melhor tratamento para seus pacientes. Em 2017, a entidade se tornou a primeira instituição de saúde das regiões Norte e Nordeste a adotar a solução de inteligência cognitiva da IBM Watson for Oncology na Linha de Cuidado, como forma de ampliar a segurança e efetividade na assistência aos pacientes. A solução proporciona à equipe de saúde do ICC uma base completa e atualizada de todas as evidências científicas e as possíveis terapias para cada tipo de câncer, reiterando o paciente no centro do cuidado. Dessa forma, os profissionais do ICC podem oferecer a cada paciente um tratamento personalizado com base em mais de 15 milhões de conteúdos científicos, relacionando essa literatura com os atributos clínicos do paciente.

 

Outro grande investimento da entidade é o ICC BioLabs, pioneiro no Norte/Nordeste na criação de um HUB de inovação na área da saúde. O espaço dentro do complexo do ICC reúne coworking, eventos, incubação, aceleração, escritório de projetos, prototipação de hardware, testes clínicos, validação de produtos hospitalares, laboratórios multiusuários, eventos de educação e empreendedorismo, entre outros serviços para startups. Na prática, essa união proporcionará uma melhor gestão dos recursos utilizados no tratamento contra o câncer, agilidade na consulta, bem-estar do paciente, entre outros vários benefícios. ​

 

Educação a favor da saúde

Juntamente com a assistência à saúde e o constante investimento em novas tecnologias, o ICC também atua em ensino e pesquisa na saúde com a Escola Cearense de Oncologia (ECO) e, recentemente, com a criação da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT). Desde 2005, além de desenvolver pesquisa, a ECO foi credenciada pelo Ministério da Educação para ofertar cursos de pós-graduação lato sensu, formando especialistas nas mais diversas áreas, compreendendo os segmentos atrelados às áreas mais diretas de atuação em saúde. Em 2007, a ECO lançou, em parceria com o Hospital A. C. Camargo Cancer Center (SP), a primeira turma do Programa de Mestrado e Doutorado Interinstitucional em Oncologia, aprovado pela CAPES/MEC, e já formou mestres e doutores na área.

 

Toda essa experiência acumulada ao longo de mais de uma década de atuação está sendo levada e colocada à disposição na Faculdade Rodolfo Teófilo, que oferta cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Gestão Hospitalar e Serviço Social. A estrutura FRT ainda possui vagas para estágio no Hospital Haroldo Juaçaba. O vestibular da FRT acontece neste domingo, 4.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Instituto do Câncer do Ceará (ICC) apresenta amanhã (23) a Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

22 de Janeiro de 2018

Um café da manhã seguido de visita às instalações marcará amanhã (23), terça-feira, às 8h30, a apresentação ao mercado da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT), novo braço de educação a ser conduzido pelo Instituto do Câncer do Ceará (ICC). O encontro reunirá representantes de órgãos públicos e de empresas e associações dos setores de saúde e educação, empresários e a imprensa, e será realizado no campus da Faculdade Rodolfo Teófilo, localizado na avenida do Imperador, 1360.

Entidade de referência em saúde há mais de 70 anos e onde o ensino sempre teve um papel relevante na formação de profissionais e na pesquisa por meio da Escola Cearense de Oncologia (ECO), o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) dá um importante passo neste natural caminho na área de educação e entra no mercado de ensino superior com o lançamento da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT). A nova instituição está ancorada na história de credibilidade do ICC, conectando os alunos a profissionais renomados e tendo como um dos diferenciais a oportunidade de cursar parte das disciplinas práticas em uma unidade hospitalar com a qualidade do Hospital Haroldo Juaçaba e a possibilidade de oportunidades profissionais no próprio hospital.

A Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT), nomeada em homenagem ao farmacêutico e escritor que tanto empreendeu na luta por saúde no Ceará, irá trabalhar com ensino, pesquisa e extensão, desenvolvendo atividades de iniciação científica e promovendo eventos científicos de destaque, em graduação e pós-graduação. No início de suas atividades, a Faculdade oferecerá os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Gestão Hospitalar e Serviço Social. O primeiro Vestibular já tem data marcada, 4 de fevereiro, e as inscrições estão abertas pelo site www.frt.edu.br   Os interessados também têm condições de acesso à Faculdade pelo processo seletivo do seletivo a partir da nota Enem. Em breve, serão ofertados cursos de Pós-Graduação lato sensu em diversas áreas do conhecimento. Além do vestibular e Enem, há a possibilidade de unir Enem + bolsa, para 20% das vagas.

A estrutura da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT) conta com oito salas de aula com capacidade para 50 alunos; um auditório com capacidade para 150 pessoas, laboratórios didáticos (Informática, Estudos e Práticas Sociais, Microscopia, Anatomia, Multidisciplinar e Habilidades) para os quatro cursos de Graduação oferecidos atualmente. Outro destaque da estrutura a Biblioteca, cujo acervo inclui obras de referência, livros, periódicos, monografias, dissertações, teses e materiais multimídia. Além disso, conta com coleções especiais (livros em Braille, folhetos, cartilhas), obras clássicas e bibliografias em áreas correlatas, que servirão de complemento ao desenvolvimento das pesquisas realizadas na Instituição como forma de promover a interdisciplinaridade e a inclusão social. A Biblioteca disponibiliza ainda acesso a fontes de informação online, com diversas Bases de Dados. “Um grande diferencial da FRT é a oportunidade de estagiar no Hospital Haroldo Juaçaba (ICC) e a proximidade entre o acadêmico e o profissional. Ela já nasce com um hospital próprio para campo de estágio”, explica Pedro Meneleu, CEO do Instituto do Câncer.

 

Café da Manhã de Apresentação da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT)

Evento para Convidados

Data: 23 de janeiro – Terça-feira

Horário: 8h30

Local: campus da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT)

Publicidade

Instituto do Câncer do Ceará amplia sua atuação na área de educação e lança a Faculdade Rodolfo Teófilo(FRT)

Por Oswaldo Scaliotti em Qualificação

12 de Janeiro de 2018

Com toda a experiência do ICC em ensino e pesquisa na saúde, os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Gestão Hospitalar e Serviço Social oferecem hospital próprio para campo de estágio e bolsas para 20% das vagas

Entidade de referência em saúde há mais de 70 anos e onde o ensino sempre teve um papel relevante na formação de profissionais e na pesquisa por meio da Escola Cearense de Oncologia (ECO), o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) dá um importante passo neste natural caminho na área de educação e entra no mercado de ensino superior com o lançamento da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT). A nova instituição está ancorada na história de credibilidade do ICC, conectando os alunos a profissionais renomados e tendo como um dos diferenciais cursar parte das disciplinas práticas em uma unidade hospitalar com a qualidade do Hospital Haroldo Juaçaba e a possibilidade de oportunidades profissionais no próprio hospital. O campus da FRT está localizado em uma área central de Fortaleza, em um dos principais corredores de ônibus da capital, a Avenida Imperador, 1360.

A Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT), nomeada em homenagem ao farmacêutico e escritor que tanto empreendeu na luta por saúde no Ceará, irá trabalhar com ensino, pesquisa e extensão, desenvolvendo atividades de iniciação científica e promovendo eventos científicos de destaque, em graduação e pós-graduação. No início de suas atividades, a Faculdade oferecerá os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Gestão Hospitalar e Serviço Social. O primeiro Vestibular já tem data marcada, 4 de fevereiro, e as inscrições estão abertas pelo site www.frt.edu.br   Os interessados também têm condições de acesso à Faculdade pelo processo seletivo do seletivo a partir da nota Enem. Em breve, serão ofertados cursos de Pós-Graduação lato sensu em diversas áreas do conhecimento. Além do vestibular e Enem, há a possibilidade de unir Enem + bolsa, para 20% das vagas.

A estrutura da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT) conta com oito salas de aula com capacidade para 50 alunos; um auditório com capacidade para 150 pessoas, laboratórios didáticos (Informática, Estudos e Práticas Sociais, Microscopia, Anatomia, Multidisciplinar e Habilidades) para os quatro cursos de Graduação oferecidos atualmente. Outro destaque da estrutura a Biblioteca, cujo acervo inclui obras de referência, livros, periódicos, monografias, dissertações, teses e materiais multimídia. Além disso, conta com coleções especiais (livros em Braille, folhetos, cartilhas), obras clássicas e bibliografias em áreas correlatas, que servirão de complemento ao desenvolvimento das pesquisas realizadas na Instituição como forma de promover a interdisciplinaridade e a inclusão social. A Biblioteca disponibiliza ainda acesso a fontes de informação online, com diversas Bases de Dados. “Um grande diferencial da FRT é a oportunidade de estagiar no Hospital Haroldo Juaçaba (ICC) e a proximidade entre o acadêmico e o profissional. Ela já nasce com um hospital próprio para campo de estágio”, explica Pedro Meneleu, CEO do Instituto do Câncer.

Caminho natural – Da ECO à FRT

Em 2001, o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) implantou o seu Programa de Residência Médica em Oncologia e, em 2005, a exemplo de outras grandes organizações filantrópicas e/ou empresariais no país, criou a Escola Cearense de Oncologia (ECO). Além de desenvolver pesquisa, a ECO foi credenciada pelo Ministério da Educação para ofertar cursos de pós-graduação lato sensu, formando especialistas nas mais diversas áreas, compreendendo os segmentos atrelados às áreas mais diretas de atuação em saúde. Em 2007, a ECO obteve aprovação da CAPES/MEC para oferta da primeira turma do Programa de Mestrado e Doutorado Interinstitucional em Oncologia (ofertado em Fortaleza em parceria com o Hospital A. C Camargo Câncer Center). Quanto à pesquisa, possui vasta produção científica concluída e em andamento, advindas dos programas de ensino citados, bem como do Programa de Iniciação Científica, que permitem aos acadêmicos de diversas áreas um primeiro contato com a produção científica em todas as suas etapas e seus aspectos.

Toda essa experiência acumulada ao longo de mais de uma década de atuação está sendo levada e colocada à disposição na Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT).

Base para a prática hospitalar

O Hospital Haroldo Juaçaba, também mantido pelo ICC, é um pilar representativo da assistência à saúde no Ceará e referência nacional no tratamento do câncer, sendo uma unidade especializada, moderna e segura para o tratamento integral ao paciente oncológico, realizando todos os meses uma média de 5 mil  exames de imagem, mais de 7 mil consultas e mais de 22 mil atendimentos. O Hospital adota como filosofia os princípios e diretrizes do SUS, prestando uma assistência de qualidade e pautada em aspectos científicos e humanitários. Cerca de 70% dos atendimentos ora referidos são prestados aos pacientes provenientes do SUS, com o restante para os pacientes atendidos por convênios.

Além da assistência, do ensino e da pesquisa, o ICC agrega um compromisso de responsabilidade social, com a Casa Vida sendo o principal exemplo prático. Trata-se de um ambiente que acolhe pacientes do interior do estado que estão em tratamento, mas não têm moradia na capital, com infraestrutura para a acolhida de 100 pacientes nessas condições com seus respectivos acompanhantes.

Unido ao ambiente de aprendizagem, o ICC também é um ambiente de aprendizagem, o que permite receber os estudantes da Faculdade Rodolfo Teófilo (FRT) nas mais diversas áreas para a ampliação de conhecimentos no tocante aos aspectos científico e social do atendimento aopaciente, tanto na teoria quanto na prática.

Sobre Rodolfo Teófilo

Rodolfo Teófilo era baiano radicado no Ceará e até o final da vida empreendeu uma batalha pessoal contra a varíola, lutando contra o medo da vacina, sem recursos, em tempo de seca, fome, da migração em massa e em péssimas condições de higiene. Sem apoio do poder público, enfrentou praticamente sozinho, em duas oportunidades, epidemias de varíola que vitimou milhares de pessoas em Fortaleza e interior do Ceará, no final do século XIX e início do século XX. Montado em um cavalo, cuidou sozinho da vacinação em massa pelos bairros pobres de Fortaleza durante os três primeiros anos do século XX. É com esse legado que a FRT surge para transpor as salas de aula e formar verdadeiros profissionais comprometidos com a saúde pública. Tomou ainda parte dos movimentos literários do Ceará, tendo pertencido, desde 1894, à Padaria Espiritual, entidade de fins literários e artísticos que se fundara em Fortaleza, dois anos antes, com o nome de “padeiro” Marcos Serrano. Foi historiador e romancista. Foi membro fundador da Academia Cearense de Letras e é considerado um dos principais expoentes a literatura regional-naturalista do Brasil e um dos maiores nomes da literatura do Ceará. Em sua homenagem, o Centro Acadêmico de Farmácia da Universidade Federal do Ceará tem o seu nome.

Confira as datas de inscrições do Processo Seletivo:

Vestibular tradicional: 8 a 31 de janeiro

Enem: 8 a 31 de janeiro

Enem + bolsa: 8 a 31 de janeiro

Processos seletivos (provas)

Vestibular: 4 de fevereiro

Enem: 5 de fevereiro

Enem + bolsa: 5 de fevereiro

Resultado final: 7 de fevereiro

Matrículas: 8 a 23 de fevereiro

Início das aulas: 26 de março

Publicidade

Instituto do Câncer do Ceará (ICC) e IBM anunciam utilização inédita do Watson for Oncology

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

18 de dezembro de 2017

A inteligência cognitiva cada vez mais se faz presente em várias áreas e em mercados distintos, resultando em ganhos de tempo, econômicos e sociais. Diante deste cenário, o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) sai mais uma vez na frente e passa a ser a primeira instituição de saúde das regiões Norte e Nordeste a adotar a solução de computação cognitiva da IBM Watson for Oncology na Linha de Cuidado, como forma de ampliar a segurança e efetividade na assistência aos pacientes. A solução municia toda a equipe de saúde do ICC com uma base completa e atualizada de todas as evidências científicas e as possíveis terapias para cada tipo de câncer, reiterando o paciente no centro do cuidado.

Para apresentar a plataforma

​ ​

Watson for Oncology às equipes do Instituto do Câncer do Ceará foi realizado o “Watson for Oncology Day”, no qual o time de Clinical Adoption da IBM ministrou três sessões de treinamento. O evento contou com a presença do Sr. Miguel Aguiar Netto, líder em Saúde da IBM Brasil, e a participação do CEO do ICC, Pedro Meneleu.

Conhecimento à mão

Estudos estimam que a informação médica do mundo irá dobrar a cada 73 dias a partir de 2020, necessitando mais de 70 horas de estudo diário, tornando quase impossível que qualquer profissional de saúde se mantenha atualizado sem o auxílio de uma  plataforma cognitiva. Com a utilização do Watson for Oncology, o ICC permitirá à sua equipe contar com as mais completas e atualizadas informações sobre a literatura médica e evidências científicas relacionadas ao câncer. A solução possui mais de 15 milhões de conteúdos científicos e correlaciona toda essa literatura com os atributos clínicos do paciente, trazendo uma visão personalizada de todos os possíveis tratamentos oncológicos realizados em diferentes países do mundo.

O tratamento com o suporte do Watson for Oncology é centrado no paciente, assim como a Linha de Cuidado já adotada pelo Hospital Haroldo Juaçaba, unidade mantida pelo ICC e que atende a pacientes tanto da rede privada como do SUS.

O ICC pretende ampliar o apoio a outros estabelecimentos de atenção à saúde, incluindo hospitais, operadores de planos de saúde e o próprio Sistema Único de Saúde (SUS) no que se refere à Politica de Atenção Oncológica e controle do câncer, uma vez que já atua, de forma efetiva e integrada nas suas unidades próprias, reiterando a missão de prover soluções em cancerologia com responsabilidade social. Dentro dos objetivos está também o de disseminar esse modelo de Linha de Cuidado aplicado no Instituto do Câncer do Ceará e, para isso, a plataforma Watson for Oncology será uma importante aliada.

Além de adotar a tecnologia em seu hospital, o ICC passará a fornecer acesso à inteligência cognitiva também para os seus parceiros.

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

​Bráulio Bessa visita ICC

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de dezembro de 2017

O Instituto do Câncer do Ceará (ICC) receberá, nesta quinta-feira (14), às 9h30, no Hall do 1° andar do Hospital Haroldo Juaçaba (HHJ), o poeta cearense Bráulio Bessa, conhecido por suas poesias inspiradas na literatura de cordel. O artista apresentará a palestra “A poesia que transforma” para pacientes, no intuito de ressaltar a força da poesia na vida do ser humano, principalmente quando se está enfrentando um problema ou enfermidade. A participação do artista é uma das ações agendadas para as celebrações natalinas do Instituto.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Fecomércio divulga pesquisas de Confiança do Consumidor e Empresário

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de dezembro de 2017

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio/CE), divulga nesta terça-feira (12) o resultado daspesquisas: Índice de Confiança do Consumidor de Fortaleza (ICC) e o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC).

ICC

Com a proximidade das festas de fim de ano o consumidor de Fortaleza finalmente se anima para ir às compras, elevando em +7,9 pontos percentuais a intenção de compras, que passou de 39,2%, em novembro, para 47,1% neste mês. Este é o melhor resultado do ano, e, ainda que esteja abaixo do indicador verificado no mesmo mês do ano passado (54,6%), anima o comércio varejista no final do ano.

O valor médio das compras é estimado em R$ 289,94 e a intenção de compra mostra-se mais elevada para os consumidores do sexo masculino (51,2%), no grupo com idade entre 18 e 24 anos (59,4%) e com renda familiar acima de dez salários mínimos (85,7%).

                     Os produtos mais procurados são:

         Artigos de vestuário, citados por 47,9% dos entrevistados;

         Calçados (32,6%);

         Televisores (12,9%);

         Aparelhos de telefonia celular (11,7%);

         Geladeiras e refrigeradores (11,1%); e

         Móveis e artigos de decoração (7,5%).

 

O Índice de Confiança do Consumidor de Fortaleza (ICC) apresentou queda de -3,9%, passando de 99,1 pontos, em novembro, para 95,3 pontos neste mês.O ICC foi influenciado pela redução dos seus dois componentes: o Índice de Situação Presente teve piora de -0,7%, passando de 92,5 pontos para 91,9 pontos no período analisado; e o Índice de Situação Futura teve redução de -5,8%, atingindo o patamar de 97,5 pontos, como pode ser visto na tabela a seguir:

Tabela 1 – ICC, Síntese dos resultados

Índice

Valor mensal – em pontos

Média do Trimestre

Out

Nov

Dez

ICC

95,3

99,1

95,3

96,6

ISP

89,4

92,5

91,9

91,2

IEF

99,2

103,5

97,5

100,1

 

Fonte: Pesquisa Direta Fecomércio/IPDC

 

Expectativa dos consumidores

Dentre aqueles que demonstram maior otimismo, destacam-se os consumidores do gênero masculino (44,9% dos entrevistados afirmam que dezembro bom momento para compra de bens de consumo duráveis), do grupo com idade entre 18 e 24 anos (48,2%) e com renda familiar acima de dez salários mínimos (62,3%).

A pesquisa também revela que 52,2% dos consumidores de Fortaleza consideram que sua situação financeira atual está melhor ou muito melhor do que há um ano. Já as expectativas com o futuro se mostram mais otimistas, com 64,7% dos entrevistados acreditando que sua situação financeira futura será melhor ou muito melhor do que a atual. O consumidor de Fortaleza tem mostrado preocupações com o ambiente econômico nacional, com 65,6% dos entrevistados descrevendo-o como ruim ou péssimo. Esse sentimento recebe influências da percepção das restrições na oferta de crédito e, principalmente, da estagnação do mercado de trabalho.

ICEC

Já o Índice de Confiança do Empresário do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará – ICEC do bimestre novembro/dezembro mostra aumento de +4,0% no sentimento geral de confiança dos empresários, com o índice passando de 98,7 pontos, no bimestre setembro/outubro, para 102,7 pontos na medição atual.

O componente Índice de Situação Presente – ISP teve crescimento de +14,5%, saindo de 48,8 pontos no bimestre setembro/outubro para 55,9 pontos neste período. O índice permanece no campo que indica pessimismo (abaixo dos 100 pontos), influenciado pelo sentimento de gravidade da crise, com 64,6% dos entrevistados reconhecendo a piora do ambiente econômico nos últimos doze meses e 96,3% afirmando que as condições gerais das suas empresas pioraram nos últimos seis meses.

As perspectivas para o futuro, refletidas no Índice de Situação Futura – ISF, melhoraram +1,4%, com o índice passando de 128,2 pontos no bimestre anterior para 130,0 pontos nesta medição. Os empresários acreditam na melhoria das condições de suas empresas, com 96,0% dos entrevistados esperando momentos melhores nos próximos seis meses e 96,8% com previsão de crescimento das vendas.

A pesquisa ainda mostra que o avanço no índice geral de confiança afeta intenção de investimentos, com o Índice de Investimentos das Empresas tendo ampliação de +3,6% no bimestre, atingindo 113,0 pontos. O otimismo poderá aquecer o mercado de trabalho, já que 95,2% dos entrevistados esperam crescimento nas contratações de empregados.

Sobre a pesquisa

O Índice de Confiança do Empresário (ICEC) é indicador antecedente, apurado exclusivamente entre os tomadores de decisão das empresas do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, cujo objetivo é detectar as tendências das ações empresariais do setor do ponto de vista do empresário. Ele pode ser dividido em três indicadores; Índice de Situação Presente (ISP) Presente, Índice das Expectativas Futuras (IEF) e Índice Geral (ICEC).

Índice atual: diz respeito às condições atuais da economia brasileira, setor de atividade e da empresa em um prazo de até́ trinta dias.

Índice Futuro: calculado com base na opinião dos empresários no que concerne as expectativas em relação ao setor de atividade e da empresa em um horizonte temporal de onze meses (com exceção dos próximos trinta dias). Índice Geral: é o indicador antecedente das variações na demanda agregada da economia. É um valor ponderado entre o Índice Atual e o Índice Futuro.

Publicidade

ICC completa 73 anos de combate ao câncer

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

24 de novembro de 2017

© Marcos Adegas

Há 73 anos, no dia 24 de novembro, nascia o Instituto do Câncer do Ceará (ICC), instituição voltada exclusivamente para ajudar milhares de cearenses a combater uma das doenças que mais mata no mundo. E para comemorar esta data, o ICC reúne nesta manhã, para a sua tradicional Assembleia Geral, convidados e colaboradores da instituição. A professora da Universidade Federal do Ceará, Maria Vaudelice Mota; a secretária de Urbanismo e Meio Ambiente do Município de Foraleza, Dra. Maria Águeda Pontes Caminha Muniz; e o empresário Clóvis Rolim Júnior são escolhidos para receberem a honrosa placa alusiva ao aniversário e às colaborações prestadas ao ICC. Em alusão à data, o coral do ICC se apresentará para os convidados e em vários espaços do Instituto.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

ICC é escolhido para participar e sediar o Programa de Educação Continuada em Radioterapia

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

31 de outubro de 2017

O Programa é uma ação da Fundação do Câncer e acontece entre os dias 01 e 05 de novembro. O ICC foi a única instituição escolhida do Norte e Nordeste para participar e sediar o evento o que chancela a referência do Instituto no cenário nacional

 

A Fundação do Câncer, instituição que realiza ações estratégicas para o controle do câncer no Brasil, por meio de programas e projetos em promoção da saúde, prevenção, diagnóstico precoce e pesquisa, escolheu, dentre todas as instituições de referência no combate ao câncer do Norte e Nordeste, o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) para receber o Programa de Educação Continuada em Radioterapia, entre os dias 01 e 05 de novembro.

O curso, que visa unir cerca de 80 profissionais participantes, entre médicos, físicos médicos, enfermeiros e técnicos em radioterapia, terá 3 Módulos, com 40 horas de treinamento cada um. O primeiro módulo será o de ‘Tumores de Cabeça e Pescoço’ e trará à Fortaleza profissionais renomados como o mestre e doutor pelo MD Anderson Hospital Universidade do Texas e coordenador do Programa Nacional de Formação em Radioterapia na Fundação do Câncer, Dr. Carlos Eduardo de Almeida, e o mestre em métodos Avançados em Física Médica pela Universidade de Heildelberg, Alemanha, Dr. Aluísio de Castro, além de vários profissionais do ICC e de outras instituições brasileiras.

Para o Dr. Carlos Eduardo de Almeida, é importante colocar as equipes na mesma sala em sessões plenárias para que os pontos comuns e as responsabilidades sejam identificados em relação aos diferentes atribuições nas etapas do tratamento. “É hora de atuar sobre a educação das equipes, e não sobre cada profissional isoladamente. É a compreensão da atuação coletiva que leva ao sucesso, pois quando as trocas de turnos e a divisão das atribuições não estão transparentes para as equipes, os resultados podem não ser os desejados”, explica o Ph.D.

Segundo o CEO do ICC, Pedro Meneleu, sediar o evento demonstra a referência nacional que o ICC tem entre as grandes instituições brasileiras. “O nosso centro é especializado no diagnóstico, tratamento integral, ensino e pesquisa do câncer. A Fundação do Câncer nos escolheu pelo forte compromisso da instituição com a gestão e com a formação de profissionais a empreender e superar os desafios do mercado da saúde de forma responsável, humana e inovadora.”, afirma Meneleu.

Para dar enfoque prático à metodologia, foram desenvolvidos três Módulos de ensino: tumores de mama e ginecológicos, cabeça e pescoço e urológicos, que serão abordados de forma transversal a partir do ponto de vista do público-alvo em datas diferenciadas. As outras instituições escolhidas foram o Hospital Sírio Libanês de Brasília e de São Paulo, além da própria Fundação do Câncer, no Rio de Janeiro.

Publicidade

ICC é escolhido para participar e sediar o Programa de Educação Continuada em Radioterapia

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

31 de outubro de 2017

O Programa é uma ação da Fundação do Câncer e acontece entre os dias 01 e 05 de novembro. O ICC foi a única instituição escolhida do Norte e Nordeste para participar e sediar o evento o que chancela a referência do Instituto no cenário nacional

 

A Fundação do Câncer, instituição que realiza ações estratégicas para o controle do câncer no Brasil, por meio de programas e projetos em promoção da saúde, prevenção, diagnóstico precoce e pesquisa, escolheu, dentre todas as instituições de referência no combate ao câncer do Norte e Nordeste, o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) para receber o Programa de Educação Continuada em Radioterapia, entre os dias 01 e 05 de novembro.

O curso, que visa unir cerca de 80 profissionais participantes, entre médicos, físicos médicos, enfermeiros e técnicos em radioterapia, terá 3 Módulos, com 40 horas de treinamento cada um. O primeiro módulo será o de ‘Tumores de Cabeça e Pescoço’ e trará à Fortaleza profissionais renomados como o mestre e doutor pelo MD Anderson Hospital Universidade do Texas e coordenador do Programa Nacional de Formação em Radioterapia na Fundação do Câncer, Dr. Carlos Eduardo de Almeida, e o mestre em métodos Avançados em Física Médica pela Universidade de Heildelberg, Alemanha, Dr. Aluísio de Castro, além de vários profissionais do ICC e de outras instituições brasileiras.

Para o Dr. Carlos Eduardo de Almeida, é importante colocar as equipes na mesma sala em sessões plenárias para que os pontos comuns e as responsabilidades sejam identificados em relação aos diferentes atribuições nas etapas do tratamento. “É hora de atuar sobre a educação das equipes, e não sobre cada profissional isoladamente. É a compreensão da atuação coletiva que leva ao sucesso, pois quando as trocas de turnos e a divisão das atribuições não estão transparentes para as equipes, os resultados podem não ser os desejados”, explica o Ph.D.

Segundo o CEO do ICC, Pedro Meneleu, sediar o evento demonstra a referência nacional que o ICC tem entre as grandes instituições brasileiras. “O nosso centro é especializado no diagnóstico, tratamento integral, ensino e pesquisa do câncer. A Fundação do Câncer nos escolheu pelo forte compromisso da instituição com a gestão e com a formação de profissionais a empreender e superar os desafios do mercado da saúde de forma responsável, humana e inovadora.”, afirma Meneleu.

Para dar enfoque prático à metodologia, foram desenvolvidos três Módulos de ensino: tumores de mama e ginecológicos, cabeça e pescoço e urológicos, que serão abordados de forma transversal a partir do ponto de vista do público-alvo em datas diferenciadas. As outras instituições escolhidas foram o Hospital Sírio Libanês de Brasília e de São Paulo, além da própria Fundação do Câncer, no Rio de Janeiro.