Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Guaramiranga

CAMINHOS DO MACIÇO SERÁ LANÇADO NESTA QUINTA, DIA 27

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de setembro de 2018

Ação engloba quatro dos 12 municípios do Maciço de Baturité e dá continuidade ao fortalecimento socioeconômico da região

 

Desde 2017, um extenso programa de qualificação profissional e orientação técnica vem sendo aplicado junto aos pequenos negócios dos municípios de Baturité, Guaramiranga, Mulungu e Pacoti, numa iniciativa pioneira entre as prefeituras e o SEBRAE Ceará, que, juntos, criaram mais uma ferramenta de desenvolvimento integrado e sustentável para a região, o Caminhos do Maciço. O projeto é resultado desse conjunto de ações e culmina na promoção do turismo, pretendendo ser um circuito indicativo dos serviços e atrativos turísticos de cada município participante no formato de um guia, impresso e virtual. A ferramenta será lançada no dia 27 de setembro, durante o evento FIO Maciço 2018 – Feira Integrada de Oportunidades do Maciço de Baturité, no Paço Municipal em Baturité.

 

Baturité, Guaramiranga, Mulungu e Pacoti serão os primeiros municípios nos quais o trabalho será desenvolvido. Todas as cidades já possuem atrativos preparados para receber e promover novas experiências aos turistas, que passam pela cultura, gastronomia, agronegócio e turismo.

Caminhos do Maciço pretende apresentar para o público inúmeras possibilidades que a região oferece, do turismo sustentável ao fomento das indústrias criativas e desenvolvimento local sustentável, como é o caso de Aratuba, que possui um território agrícola com cerca de seis mil agricultores familiares empenhados na produção de hortaliças, legumes e frutas, e vem desenvolvendo uma linha de produtos beneficiados de acordo com princípios da sustentabilidade, visando a utilização dos excedentes na produção de produtos de valor agregado e de fácil acesso ao consumidor final. Outro exemplo é o artesanato da região, um trabalho realizado dentro dos princípios da sustentabilidade, com a utilização de matéria-prima renovável e local, reuso de material, resgate de ofícios artesanais, critérios no descarte de resíduos sólidos e agregar valores da cultura local.

“O Caminhos do Maciço, demostra a importância do trabalho em conjunto entre governanças, iniciativa privada e poder público para o desenvolvimento integrado e será um circuito indicativo dos serviços e atrativos turísticos de cada município por onde passa a Rota Verde do Café e que também estará disponível no Portal Destino Serra e num encarte ilustrativo”, explica Fabiana Gizele, articuladora do Sebrae na região do Maciço de Baturité.

Desde 2011, o SEBRAE Ceará vem desenvolvendo ações na região para fortalecer o desenvolvimento socioeconômico e sustentável dos 12 municípios que compõem o Maciço de Baturité. Além da Rota Verde do Café, criada em 2015, do Portal Destino Serra, lançado em 2017, e diversas ações pontuais, o SEBRAE Ceará, numa ação conjunta com empresários, poder público e instituições afins, implantou esta plataforma de desenvolvimento territorial, desde 2013, redescobrindo e consolidando  segmentos econômicos, de forma integrada e de gestão participativa, englobando diversos setores e suas potencialidades, reorganizando espaços empresariais, focos econômicos e principalmente construindo ferramentas de atendimento estratégicos  para inclusão social e sustentabilidade da Região.

BATURITÉ

Sua origem remonta ao ano de 1764, com a fundação da Vila Real de Monte Mor o Novo d’América, organizada para reunir os índios jenipapos e canindés sob um regime administrativo proposto pelo Marquês de Pombal, então primeiro-ministro de Portugal, após a expulsão dos missionários jesuítas do Brasil. Era dotada da estrutura básica de uma típica vila colonial, com casa de câmara, pelourinho e igreja matriz. Com a independência do Brasil, a vila perdeu sua arcaica denominação portuguesa passando a adotar o nome nativo da grande Serra, em cujo sopé fincou-se: Baturité, do tupi Ybitiraeté, “serra verdadeira; serra por excelência”. Em 1858, quando elevada à categoria de cidade, firmava-se como grande celeiro do Ceará. Sinônimo de fertilidade, a vasta serrania que já havia inicialmente cedido espaço para os plantios e engenhos de cana-de-açúcar em seus vales e brejos úmidos, foi território privilegiado para o cultivo do café, por seu clima e solo favoráveis, sendo sua qualidade considerada uma das melhores do mundo, ainda no século XIX. O sentimento religioso e a herança jesuítica marca profundamente a história da cidade.

DADOS IMPORTANTES

Altitude | 171,2 M

Fundação | 1763

Clima | Tropical Quente Sub-úmido 26° a 28°

Vizinhos próximos | Aracoiaba, Redenção, Guaramiranga, Pacoti

Distância da Capital | Fortaleza – 79 Km

Território | 308,6 k²

Gentílico | Baturiteense

INTEGRANTES – Hotel Fazenda Repouso das Águas, Fábrica de Cerveja Artesanal Fabeer, Igreja Cristo Rei, Museu Ferroviário de Baturité, Igreja de Santa Luzia, Museu Comendador Ananias Arruda, Igreja Matriz Nossa Senhora da Palma, Via Sacra Pública de Baturité e Imagem de N. Sra. de Fátima, Ecomuseu da Serra do Evaristo, Cruzeiro, Mosteiro dos Jesuítas, Cachoeira Santa Edwiges/Parque das Cachoeiras/ Camping Lua Azul, Cachoeira do Perigo/Recanto das Cachoeiras e Parque Rodeio.

GUARAMIRANGA

O menor município cearense em área territorial é, talvez, um dos mais conhecidos e famosos destinos. É que Guaramiranga, do tupi “Pássaro Vermelho”, tornou-se a cidade das flores e dos festivais, sediando o polo turístico da Serra de Baturité. Sua história confunde-se com o primeiro ciclo do café no século XIX. Originada no Sítio Conceição, tornou-se vila em 1890 compondo autonomia política e adotando o nome Guaramiranga, denominação do sítio homônimo até hoje existente. Após seguidas supressões e restaurações, Guaramiranga garantiu sua emancipação definitiva somente a 22 de setembro de 1957. A partir dos Caminhos do Maciço, Guaramiranga ofertará novas possibilidades para os visitantes através das mais variadas atividades culturais e imersão na natureza, como observação de aves e trilhas de bike, reavivando desta forma novas experiências.

DADOS IMPORTANTES

Altitude | 865,24 M

Fundação | 1890

Clima | Tropical úmido 24º a 26º

Vizinhos próximos | Mulungu, Baturité, Pacoti

Distância da Capital | Fortaleza – 117 Km

Território | 59,4 km²

Gentílico | guaramiranguense

MULUNGU

A origem de Mulungu, traz o nome das frondosas árvores serranas que, segundo reza a tradição local, trouxeram sombra acolhedora aos sertanejos, comboieiros e seus descendentes que primeiro habitaram a povoação no alto da Serra de Baturité. Como lugar de passagem, entreposta ao velho caminho para os sertões de Canindé, detém belas paisagens e mirantes em suas quebradas e ladeiras íngremes, por onde outrora subiram antigas famílias do sertão. Não à toa, Mulungu foi palco da primeira experiência de cultivo de café na região: por volta de 1824, o coronel Manuel Felipe Castelo Branco plantou exemplares da preciosa rubiácea em seu Sítio Correntes, hoje Bagaço. Buscando vencer os desafios do presente, dentre eles o da preservação ambiental e de uma economia sustentável, permanece sendo o maior produtor de café de sombra da Serra, assim como vem buscando estruturar seu parque de serviços turísticos, com bons restaurantes e hotéis.

DADOS IMPORTANTES

Altitude | 800 metros

Fundação | 31/12/1969

Clima | Ameno, em torno de 24 o

Vizinhos próximos | Guaramiranga e Aratuba

Distância da Capital | Fortaleza – 117 Km

Território | 134,6 km²

Gentílico | mulunguense

INTEGRANTES – Pousada Le Rêve, Sítio Nova Holanda, Sítio São Roque, Santa Demolição, Igreja e Escadaria São Sebastião, La Dolce Vita – Pousada e Restaurante, Hotel e Restaurante Akhetaton – O Alemão e Espaço Akhetaton.

PACOTI

Uma cidade que respira história, inserida em um ambiente serrano com clima ameno e que ainda conserva uma vida simples de cidade de interior, também conhecida como a “Princesinha da Serra”.  Sua origem se deu a partir do Sítio Pendência que produzia cana de açúcar e café, se tornou povoado na segunda metade do século XIX e se emancipou em 1890, recebendo o mesmo nome do importante Rio que cruza atualmente a cidade, Pacoti. Os Caminhos de Pacoti são convidativos e possibilitam conhecer a sua história numa caminhada tranquila e agradável, onde o visitante é envolvido pela doce lembrança do passado e que ainda estão presentes nos diversos atrativos. A herança colonial está na configuração dos prédios públicos que se encontram na Praça Central, herdeira do espaço onde se desenvolveu o agitado comércio popular a partir feira, que hoje leva os produtos para serem comercializados no Mercado Público, repleto de texturas, sabores, cores e aromas da gastronomia típica local (guisados, panelas, buchadas doces e hortifrutíferos).

DADOS IMPORTANTES

Altitude | 736,13 m

Fundação | 1890

Clima | Ameno, média de 24 o

Vizinhos próximos | Palmácia, Redenção, Guaramiranga

Distância da Capital | Fortaleza – 114 Km

Território | 112 Km²

Gentílico | pacotiense

INTEGRANTES – Capela de Jesus Crucificado e Cenotáfio de Donaninha Arruda, Sítio Olho D´Água, Vila Gastronômica, Chalé Nosso Sítio, Instituto Maria Imaculada, Santuário de Nossa Senhora do Globo, Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, Ecomuseu de Pacoti, Casa do Artesão, Polo de Lazer Senador Carlos Jereissati, Artista Lucivaldo, Sítio São Luís, Hotel Fazenda Portal da Montanha.

 

Mais informações:

http://destinoserra.com.br/caminhos-do-macico/

Publicidade

“Looping: Bahia Overdub”: TJA (Dia 6 – 19h) e Guaramiranga (Dia 8 – 21h30)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

06 de setembro de 2018

O Jardim do Theatro José de Alencar (TJA) recebe nesta quinta-feira, dia 06, às 19h e não às 18h como havia sido divulgado, o espetáculo Looping: Bahia Overdub, uma criação colaborativa dirigida por Felipe de Assis, Leonardo França e Rita Aquino, com participação de um agrupamento de artistas independentes, cujas trajetórias atravessam a dança, o teatro e a música. A apresentação faz parte da programação comemorativa dos 25 anos do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga, parceiro do TJA desde seus primeiros anos.

No sábado (08), os artistas sobem a serra de Guaramiranga para encerrar o festival, com a encenação do espetáculo às 21h30, na Escola Prof. Júlio Holanda, como parte da Mostra Ceará Convida.

O 25º FNT é apresentado pelo Governo do Estado do Ceará/Secretaria da Cultura, numa realização da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará/Secult, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Parceria: Prefeitura Municipal do Guaramiranga, através da Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo, e Theatro José de Alencar. Consultoria executiva: Quitanda das Artes. Agradecimentos: Enel.

 

SERVIÇO

“Looping: Bahia Overdub” no 25º FNT em Fortaleza e Guaramiranga – Em Fortaleza: Dia 6 de setembro, às 19h, no Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525 – Centro). Em Guaramiranga: Dia 8 às 21h30 na Escola Prof. Júlio Holanda (Rua Cel. Francisco Matos Brito – Centro). Distribuição de ingressos para a apresentação em Guaramiranga: no dia 8, a partir das 14h, na bilheteria do Teatro Municipal Rachel de Queiroz (Rua Joaquim Alves Nogueira, Centro). Informações: (85) 3321-1405 (FNT) e (85)3101-2583 (TJA), fnt@agua.art.brfnt.agua.art.br. Facebook e Instagram: fntguaramiranga. Classificação indicativa: 18 anos. GRATUITO.

Publicidade

Os cearenses nos palcos do FNT 25 anos em Guaramiranga

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de agosto de 2018

 

A Mostra Palco Ceará apresenta 11 espetáculos de 10 companhias cearenses de teatro, música e arte circense.

Cenário de encontro das artes cênicas do Nordeste há 25 anos, o Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga reservou para a Mostra Palco Ceará em 2018 algumas das mais renomadas companhias do Estado, com espetáculos que representam o congraçamento das artes da cena. Entre elas, Carroça de Mamulengo, Coletivo Artístico As Travestidas, Dona Zefinha e Pavilhão da Magnólia. Assim como a Mostra Nordeste, Palco Ceará abrangerá circo, música e teatro em gêneros diversos, reafirmando a vocação do FNT de apresentar e refletir sobre transversalidade entre as diversas linguagens cênicas.

Com toda a programação gratuita, o 25º FNT acontece de 1 a 8 de setembro, apresentado pelo Governo do Estado do Ceará/Secretaria da Cultura, numa realização da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará/Secult, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Parceria: Prefeitura Municipal do Guaramiranga, através da Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo, e Theatro José de Alencar. Consultoria executiva: Quitanda das Artes. Agradecimentos: Enel.

As companhas e espetáculos da Mostra Palco Ceará:

 

As 10 Graças da Palhaçaria: “Grand Finale”

O grupo As 10 Graças de Palhaçaria, criado em 2012, se dedica aos campos da pesquisa e da criação em torno das poéticas da rua e do palhaço. “Grand Finale” é uma investigação a partir do tradicional jogo do palhaço Branco e Augusto, dentro de uma roupagem contemporânea.

 

Coletivo Artístico As Travestidas: “Trans-Ohno”

Coletivo Artístico As Travestidas é resultante de uma pesquisa iniciada, em 2002, pelo ator e diretor Silvero Pereira, sobre o universo das travestis e transformistas. “Trans-Ohno” é o desabrochar de uma flor que, em sua poesia, questiona a vida e a morte, o amor e o ódio, o respeito e a violência à diversidade sexual.

 

Carroça de Mamulengo: “Afilhados do Padrinho” e “Babauzeiro”

A Carroça de Mamulengos é uma trupe itinerante, de formação familiar, que há 40 anos viaja o Brasil apresentando sua arte. Formado a partir da companhia, “Afilhados do Padrinho” é um grupo musical autoral, com canções inspiradas nas músicas populares brasileiras. “Babauzeiro” é a manifestação de uma arte ancestral que retrata com graça e irreverência as mazelas da vida de personagens que, sendo bonecos, são gente!

Cia Prisma de Artes: “Putz, a menina que buscava o sol”

Criado a partir do texto da autora mineira Maria Helena Kühner, este é o mais novo espetáculo da companhia fundada em 1985. A montagem surgiu de uma parceria com a diretora Herê Aquino, pois era desejo do grupo conhecer um pouco mais de sua pesquisa sobre o teatro ritualístico que investiga o cruzamento de linguagens artísticas no teatro.

 

Coletivo Os Pícaros Incorrigíveis: “Devorando Heróis: A tragédia segundo os Pícaros”

O coletivo Os Pícaros Incorrigíveis é um grupo de teatro de Fortaleza formado em 2011. Pesquisa a linguagem do teatro de rua vista pelo filtro da Picardia e da figura marginal do Pícaro. Um sopro carnavalesco invade as ruas e praças, pois foliões de um Carnaval sem data celebram as histórias de Prometeu e Ajax. Os passantes são convidados a seguir com o bloco e, entre danças e músicas, mergulhar nas histórias destes trágicos heróis.

 

Coletivo Rei Leal: “O auto do Rei Leal”

“Rei Lear”, o consagrado texto de Shakespeare, já recebeu várias montagens e releituras. A sua atualidade é inegável. O Coletivo Rei Leal apresenta uma adequação à realidade nordestina, contada na linguagem de cordel pelas hábeis mãos do poeta José Mapurunga. Cansado de suas obrigações, o cego Rei Leal decide dividir seu reino com as três filhas. Sua generosidade seria medida pelo afeto demonstrado por cada uma.

 

Dona Zefinha e Pato Mojado: “Da Silva el hijo de las Américas”

Co-produção musical entre os grupos Pato Mojado (Rosário/Argentina) e Dona Zefinha (Itapipoca/Brasil), este disco compõe a trilha sonora do espetáculo homônimo, que estreou em 2016. Nele, Dona Zefinha aposta numa pegada envolvente e divertida, com arranjos inspirados nas expressões artísticas populares e fusões de ritmos como a cumbia, tango, bolero, arrocha, samba, milonga e carnavalito.

 

Instituto Teatro Público: “Geração Trianon – Fortaleza”

O texto de Anamaria Nunes é ambientado no Teatro Trianon, célebre casa do Rio de Janeiro entre as décadas de 20 e 30. O enredo mostra dois sócios em apuros após o grande fracasso de um drama e decidem montar uma comédia. Contratam um jornalista desconhecido para escrever a peça e estrear em cinco dias. A direção é de Pedro Domingues, que compõe também o elenco formado por Júnior Martins, Antônio Formiga, Leuise Furtado, Robério Diógenes, Fabíola Lipper, Jane Azeredo, Aldo Marcozzi e Roberta Wermont.

Juká de Teatro: “A Farsa do Panelada”

Criado em 2000 no Sertão dos Inhamuns, o Teatro Juká tem 12 trabalhos montados. “A Farsa do Panelada” foi escrita há quase 20 anos pelo dramaturgo cearense José Mapurunga. Traz uma crítica mordaz ao capitalismo financeiro e às desigualdades por ele geradas; aos privilégios de uma elite concentradora de riqueza e sonegadora de impostos; e ao sistema político brasileiro, profundamente corrupto e assentado em práticas demagogas e egoístas.

Pavilhão da Magnólia: “Maquinista”

A incrível história do “ator” que entrou para o bando de Lampião após enganar toda uma cidade. O espetáculo nasce a partir do texto “Maquinista”, de Astier Basílio, e explora não só a atmosfera temporal da história contada, mas, principalmente, a atmosfera atemporal sugerida pela narrativa dos cantadores. A direção é de Herê Aquino.

 

SERVIÇO

FNT 25 ANOS – 25ª edição do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga: De 01 a 08 de setembro de 2018 em Guaramiranga, Ceará. Informações: (85) 3321-1405, fnt@agua.art.brfnt.agua.art.br. Facebook e Instagram: fntguaramiranga. GRATUITO.

leia tudo sobre

Publicidade

Erik Nery ministra palestra sobre implante capilar em Guaramiranga

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

13 de junho de 2018

O cirurgião plástico Erik Nery, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, será um dos destaques da XVI Jornada Cearense de Cirurgia Plástica, que acontece nos dias 15 e 16 de junho, no Hotel IFCE, em Guaramiranga. Na ocasião, o médico ministra palestra sobre as principais novidades na área do implante capilar, na qual é especialista e referência no Estado.
Publicidade

Programação artística e ações ambientais vão marcar o 19º Festival Jazz & Blues que começa no dia 10 de fevereiro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

01 de Fevereiro de 2018

 

O festival acontece de 10 a 13/02 em Guaramiranga e nos dias 15 e 16 em Fortaleza – Ceará, numa realização do Ministério da Cultura e da Via de Comunicação.

 

Mais de 20 shows, além de ensaios abertos, bate-papos e oficinas para adultos e crianças estão na programação artística musical do 19º Festival Jazz & Blues, que começa no dia 10 de fevereiro. São seis dias de atividades, sendo quatro em Guaramiranga (10 a 13) e, depois da Quarta-feira de Cinzas, mais dois em Fortaleza (15 e 16). Na cidade serrana, o Festival promove também ações ambientais, em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA).

 

JAZZ E BLUES NA SERRA

 

Em Guaramiranga a música entra em pauta já pela manhã com o Café no Tom, um bate-papo com uma das atrações do Festival, sobre sua carreira e sua música. É sempre às 11h, no restaurante Basílico, na Praça do Teatro Rachel de Queiroz. Participam dessa conversa, respectivamente de sábado a terça, Juarez Moreira (MG), Davi Duarte (CE), Filó Machado (SP) e Jefferson Gonçalves (RJ). Também às 11h, no domingo e na segunda-feira, acontecem oficinas na sede da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA). No domingo a oficina é de sopros, com o músico mineiro naturalizado canadense Marcelo Padre, do Duo Estro Cuba, e na segunda-feira é de guitarra com o cearense Lu D’Sosa.

 

Às 16h30 o público já pode chegar à Cidade do Jazz & Blues, estrutura erguida pelo Festival na rua principal, a cerca de 600 metros da Praça do Teatro Rachel de Queiroz. Começa com os Ensaios Abertos dos espetáculos das 21h, e segue com a sessão Shows ao Pôr do Sol, às 17h, com duas atrações por dia. No sábado, se apresentam no fim de tarde o Trio Guara (CE) e Juarez Moreira (MG). No domingo, a sessão começa com o show do homenageado desta edição do Festival, o cearense Macaúba do Bandolim, acompanhado por seu filho Marinaldo (também um virtuoso nesse instrumento), Ribamar Freire (nome histórico do violão de 7 cordas) e Fernando do Pandeiro, e depois o palco é do também cearense Davi Duarte com o Duo Estro Cuba.

 

Na segunda-feira, quem abre a sessão das 17h é o trio instrumental de baixo, bateria e guitarra formado por Netinho de Sá, Robertinho Marçal e Lu D’Sosa (CE). O show seguinte é de Filó Machado Trio (SP), com Filó e Felipe Machado nos violões e Fábio Leandro no piano. Na terça-feira, a primeira apresentação da tarde é do trio de gaita, violão e percussão formado por Rebeca Câmara, Natanael Pereira e Igor Ribeiro (CE). Em seguida, quem sobe ao palco é o guitarrista mineiro Gustavo Andrade com o carioca Jefferson Gonçalves, que juntos apresentam o show “Explosion Blues”.

 

Tem mais shows à noite. Na sessão das 21 horas, o festival recebe quatro grandes atrações. No sábado, o show é do sanfoneiro Waldonys com o Sexteto de Jazz da Big Band Unifor. No domingo, o som jazzístico instrumental é levado ao palco pelo multi-instrumentista Arismar do Espírito Santo (SP), com o gaitista brasiliense Gabriel Grossi, o gaúcho Bebê Kramer no acordeon e o violonista cearense Cainã Cavalcante. Na segunda-feira, a atração é Dori Caymmi (violão), um dos grandes mestres da música brasileira, que se apresenta ao lado de Itamar Assiere (piano), Jefferson Lescowich (contrabaixo) e Ricardo Costa (bateria). Na sessão das 21h, na terça-feira, o Festival apresenta o projeto “Blues for Africa”, do paulista Adriano Grineberg (piano), tendo como convidado especial o cantor gaúcho Filipe Catto.

 

Depois é a hora das tradicionais Jam Sessions, que esse ano começam mais cedo, às 23 horas. Serão quatro noite de blues, blues rock e outros sons afins. Quem se apresenta na Jam de sábado é a cearense Marília Lima. No domingo, o guitarrista cearense Rafael Balboa faz um tributo a Eric Clapton. Quatro guitarristas de estados distintos se juntaram no projeto que será apresentado na Jam de segunda-feira: Blues do Nordeste, com André de Sousa (Piauí), Gustavo Cocentino (Rio Grande do Norte), Roberto Lessa (Ceará) e Rodrigo Morcego (Pernambuco). E as mulheres fecham a programação de shows na serra com “Divas do Blues”, apresentado pelas intérpretes Marília Lima, Raíssa Dantas e Fernanda Fialho.

 

AÇÕES AMBIENTAIS

 

Guaramiranga está localizada em uma APA (Área de Proteção Ambiental) do Maciço de Baturité. Para que seu público conheça a riqueza natural da serra e mantenha uma boa convivência com sua flora e fauna, o Festival soma, às atividades musicais, uma série de ações ambientais, começando no sábado de manhã, na entrada da cidade, com a Blitz Ecológica, que busca sensibilizar quem chega para a importância da preservação ambiental. Com a participação da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) e da Cagece, são distribuídas mudas de plantas aos visitantes, que recebem também orientações para o descarte correto do lixo e a programação destas ações. As outras ações ambientais são as oficinas de repelente natural de citronela e de produção de mudas, palestra sobre a APA de Baturité, trilha ecológica e exibição do filme “A lei da água”. Essas ações buscam aproximar as pessoas da natureza e reforçar o respeito ao meio ambiente. A programação pode ser conferida no site do Festival.

 

PARA AS CRIANÇAS

 

Uma programação especial foi criada para o público infantil. O Espaço Do Ré Mi, na Cidade Jazz & Blues, vai oferecer oficinas de musicalização ministradas pelos professores Amanda Montenegro e Diego Gomes, da escola BSB Musical, de Fortaleza. A atividade, destinadas a crianças de 6 a 10 anos, acontecerá das 9h30 às 10h30 nos dias 11, 12 e 13, respectivamente com aulas de prática de canto, percussão/expressão corporal através de dinâmicas rítmicas e, no último dia, atividades de ritmo com apoio de instrumentos percussivos (canos sonoros) e uma dinâmica de grupo. O objetivo é proporcionar a comunicação e a expressão através da música.

 

EXPRESSO JAZZ & BLUES

 

O Expresso Jazz & Blues sobe a serra novamente esse ano, com destino a Guaramiranga. O transporte oficial do Festival faz um ‘bate-volta’ nos quatro dias de programação na serra, saindo de Fortaleza às 13h e retornando à meia-noite. O passaporte inclui o translado ida-e-volta para um dia e um ingresso para o show das 21h. O passaporte custa R$ 140,00.

 

DOIS DIAS EM FORTALEZA

 

Em Fortaleza três espaços vão receber a programação. No Cineteatro São Luiz acontecerão shows de Dori Caymmi na quinta-feira, dia 15, e “Blues for Africa” de Adriano Grineberg com o convidado Filipe Catto na sexta-feira, 16, ambos às 19 horas. No Centro Cultural Banco do Nordeste haverá oficina de gaita no dia 15, às 17h, com Jefferson Gonçalves, que na sequência, às 18h30, apresenta o show “Explosion Blues” com o guitarrista Gustavo Andrade. E para fechar esta edição, tem festa de encerramento no dia 16, às 20h30, no Theatro José de Alencar, com shows de Davi Duarte e Duo Estro Cuba e do Blues do Nordeste.

 

Apresentado pelo Ministério da Cultura, com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e da Prefeitura Municipal de Guaramiranga, o 19° Festival Jazz & Blues tem como patrocinadores: Hipercor, Nacional Gás e BNB. Apoio cultural: Cineteatro São Luiz, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Theatro José de Alencar, Indaiá, Café Santa Clara Reserva da Família, Cagece, Dakota, Casa Pio, Mercadinhos São Luiz e Servis Segurança. Agradecimentos: ENEL e Coca-Cola. Promoção: Diário do Nordeste. Realização: Ministério da Cultura e Via de Comunicação.

 

SERVIÇO

19° Festival Jazz & Blues – De 10 a 13 de fevereiro de 2018 em Guaramiranga e nos dias 15 e 16 em Fortaleza. Informações: (85) 3262.7230. Site: www.jazzeblues.com.br. Instagram: @festivaljazzeblues. Facebook: Festival Jazz & Blues (CE).

 

Ingressos para os shows das 21h em Guaramiranga: À venda até o dia 9 de fevereiro na Bilheteria Virtual (www.bilheteriavirtual.com.br) e nos seguintes pontos de venda em Fortaleza: Mercadinhos São Luiz Cambeba (Av. Washington Soares, 6180) e Mercadinhos São Luiz Cocó (Av. Engenheiro Santana Júnior, 2977). De 10 a 13 os ingressos serão vendidos somente em Guaramiranga, na bilheteria, que funcionará das 15h às 20h. R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia). O restante da programação em Guaramiranga tem acesso gratuito.

 

Ingressos para os shows no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza: À venda no local (Rua Major Facundo, 500 – Centro). Horário de funcionamento da bilheteria: Terça a sábado das 10h às 18h30 e, aos domingos, a bilheteria é aberta uma hora antes de cada evento e fecha no início da última atividade (conforme programação do dia). R$ 30,00 (inteira) / R$ 15,00 (meia). Venda com taxa de conveniência no Tudus (www.tudus.com.br). Informações no Cineteatro São Luiz: (85) 3252.4138 (horário comercial). Em breve informações sobre venda de ingressos para a programação do dia 16 às 20h30 no Theatro José de Alencar.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

PAPAI NOEL CHEGA DE CARRO CONVERSÍVEL EM GUARAMIRANGA

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

06 de dezembro de 2017

Ensaio do Coral de Natal

Todos sabem como o mês de dezembro é esperado pelas crianças do mundo inteiro.  Época em que o sentimento natalino aflora também em cada cidadão brasileiro. Os pedidos por presentes, a árvore enfeitada, a decoração e adornos nas casas e ruas se multiplicam nessa época e o bondoso “velhinho” vai fazendo o que pode para deixar a marca da felicidade em cada lar.

Assim, depois de passar por Fortaleza, no próximo sábado (09/12), Papai Noel vai subir a serra com destino a Guaramiranga, onde desfilará pelas ruas principais da cidade em um automóvel conversível, sendo recepcionado pelo Coral de Natal composto por 30 crianças da Rede Pública Municipal, que se apresenta das 18h às 21h, na sacada do Edifício Itaúna II.

No espaço, colaborando com o frio da serra, o evento vai trazer neve durante apresentação do Coral, e no final o “bom velhinho” pretende realizar uma sessão de abraços e fotos com o público infantil, garante.

O idealizador da ação natalina, Arthur de Castro, do Itaúna II Aparts, informa que o coral volta a se apresentar no sábado (dia 16), no mesmo horário, e divulga o lançamento da campanha de arrecadação de latas de leite em pó para a formação da Árvore da Vida, a ser doada para o IPREDE.

Esse momento de celebração com a comunidade conta com o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Guaramiranga, que assegurou o controle do trânsito, limpeza e segurança, por meio da Guarda Municipal durante a apresentação no local.  O acesso é gratuito.

 SERVIÇO:  

Local: Edifício Itaúna II

Horário:  Das 18h às 21h

Data: Dia 09/12 (sábado)  – Apresentação do Coral de Natal e chegada do Papai Noel e lançamento da campanha de arrecadação

Data: Dia  16/12 (sábado) –  Apresentação do Coral de Natal

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Municípios de Baturité, Mulungu, Guaramiranga e Pacoti realizam pela primeira vez o Festival Serra   

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de novembro de 2017

  

Um passeio pela Serra de Baturité, onde se pode usufruir de tudo que a região tem a oferecer. Este é apenas um dos conceitos do Festival Serra, que acontecerá de 1 a 3 dezembro nos municípios de Baturité, Mulungu, Guaramiranga e Pacoti.  O evento tem como objetivo reunir as potencialidades que fazem da região um destino turístico consagrado pela paisagem, clima e atrativos ambiental, cultural e gastronômico. Uma programação intensa e diversificada foi elaborada para que nos três dias de evento o visitante da Serra possa aproveitar restaurantes, música, visitas guiadas ao patrimônio cultural, trilhas, a Rota Verde do Café e ainda aprender sobre a região e a economia que a sustenta, o agronegócio.   

O evento foi desenvolvido pelo Escritório Regional do Maciço de Baturité do SEBRAE Ceará e pela Associação Serrana De Turismo no Maciço Do Baturité (ASEMB) com apoio das prefeituras dos municípios de Baturité, Mulungu, Guaramiranga e Pacoti e instituições locaisPara compor a programação, a organização partiu da ideia de valorizar a Economia Criativa, levando em conta o Turismo, Gastronomia, a Cultura em diversas vertentes, como as artes plásticas, audiovisual, teatro, folclore, artesanato e música, além do agronegócio. A programação do evento abrange os quatro municípios e agrega diversos outros eventos dentro do Festival Serra.  

Ações integradas nas áreas de meio ambiente, cultura e gastronomia serão realizadas em formatos de oficinas temáticas, apresentações musicais, aula show de gastronomia, trilhas ecológicas para adultos e crianças, visitação à Rota Verde do Café, além de passeio guiado pela cidade de Pacoti, a Festa do Café em Mulungu, programação de Gastronomia e Música em Guaramiranga e em Baturitéentre outras atrações no Mosteiro dos Jesuítas e no Museu Ferroviário. Para finalizar, uma feirinha de produtos sustentáveis.  

A região conhecida nacionalmente como destino turístico tem no agronegócio, no turismo e na cultura popular uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento territorial, pois agrega crescimento econômico sustentável responsável por cerca de 65% da geração de renda local, impulsiona a qualificação profissional, mantéequilíbrio ambiental com a aquisição direta de insumos da Agricultura Familiar e promove os talentos da região. Com o intuito de promover esta rede, os parceiros enxergam o Festival Serra como uma grande vitrine.  

Tripé da Sustentabilidade  

O Festival busca o desenvolvimento humano, econômico, ambiental e social, através da implantação do conceito Tripé da Sustentabilidade, ou Triple Bottom Line, formado pelos pilares de People, Planet e Profit (recursos humanos, recursos naturais e lucratividade). Referência amplamente empregada em empreendimentos comprometidos com o desenvolvimento sustentável, o Triple Bottom Line leva ao estabelecimento de condutas e parâmetros desde a extração da matéria-prima até o descarte final dos resíduos pós-consumo.  Neste aspecto, o presente Programa visa contribuir para a inclusão social, com medidas estruturais capaz de estabelecer uma nova geração de empreendedores rurais qualificados para prosseguir com a lida de ofícios da terra, aplicando gestão empresarial e de uma culinária típica.  

 Instituições Parceiras  

IFCE Campus Baturité, IFCE Hotel Escola Guaramiranga, SEMA – Secretaria Estadual do Meio Ambiente / APA Pacoti, Prefeituras Municipais de Baturité, Mulungu, Guaramiranga e Pacoti, CDL  Câmara de Dirigentes Lojistas de BaturitéAquasis  ONG Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos, AGUA  Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga, ONG GIA Grupo de Interesse Ambiental, Ecomuseu de Pacoti, Rota Verde do Café e Afloracafé.  

Associação Serrana De Turismo No Maciço Do Baturité   

A ASEMB tem como missão agregar segmentos do Trade Turístico e do Meio Rural do Maciço de Baturité – CE, compartilhando ações estratégicas e coerentes à formação de uma geração capaz de empreender novos negócios com responsabilidade ambiental e social através dos fundamentos da Economia da Criativa, Ecologia e Desenvolvimento Humano Sustentável, recuperando a vocação e os valores do saber e do fazer das comunidades rurais em busca do cumprimento dos preceitos do Turismo Sustentável.    

Programação 

Pacoti  

A mostra fotográfica PACOTY, ONTEM. PACOTI, HOJE poderá ser visitada nos três dias do evento no Ecomuseu de Pacoti. A cidade promoverá bate-papos sobre o desenvolvimento sustentável e o potencial como destino turístico inteligente, com a presença dos secretários estaduais de meio ambiente e de turismo. Durante o sábado, haverá passeios guiados pela cidade pelo centro histórico, visitando o patrimônio histórico e natural da cidade. Ainda na programação, encontro de violas e sanfonas. Durante o evento acontecerá, ainda, o Festival de Gastronomia com promoções de restaurantes com valor fixo de R$50,00 a refeição completa.  

 Guaramiranga  

O Café de Sombra será um dos temas da programação no município. Durante todo o sábado serão realizadas atividades relacionadas como visita guiada ao cultivo do Café de Sombra e oficina de torra e moagem. Na Cafeteria Afloracafé, localizada na Praça do Teatro, haverá palestras e drinques elaborados pelo departamento de Gastronomia da IFCE. Uma Feira de Gastronomia será realizada com presença de chefs da Serra e convidados no centro do município. Na programação cultural, espetáculos de teatro, apresentações musicais e uma homenagem aos Mestres da Cultura de Guaramiranga, com uma exibição audiovisual e apresentação do grupo Rio de Cordas.  

 Mulungu  

O destaque da programação na cidade será a Festa do Café de Sombra e Tradição na Praça Central do município nos dias 1º e 2 de dezembro. A cidade promoverá, ainda, trilha infantil com ensino sobre desenvolvimento sustentável e oficinas de práticas agrícolas. No domingo, uma Trilha Ecológica e de Ciclismo começa às 8h com café da manhã e distribuição de mudas nativas.  

Baturité  

Em Baturité, a cultura popular estará presente na programação com a Festa de Tradições, que contará com apresentações de danças folclóricas, reisado e cordelistas na Praça do Museu Ferroviário de Baturité. Um Concerto de Cordas encerrará o Festival com o Grupo Siará Quarteto no Mosteiro dos Jesuítas.  

Rota Verde do Café  

A Rota Verde do Café, implantada na Serra em 2015, terá uma programação especial durante o Festival Serra com trilha infantil no sítio São Roque e visitas guiadas nos sítios Águas Finas e Santa Demolição.  

Serviço  

1 a 3 de dezembro de 2017  

Local: Baturité, Guaramiranga, Mulungu e Pacoti  

Programação completa: www.festivalserra.com.br 

Mais informações: (85) 3347.1570 – Sebrae Baturité  

 

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

SETUR E SENAC/CE ESTÃO COM INSCRIÇÕES ABERTAS PARA CURSOS GRATUITOS NA ÁREA DE TURISMO 

Por Oswaldo Scaliotti em Qualificação

13 de novembro de 2017

Os cursos estão sendo  realizados nos municípios de Ubajara, São Benedito, Viçosa, Guaramiranga, Redenção, Mulungu, Palmácia, Aquiraz e Beberibe

 

A Secretaria do Turismo do Estado Ceará (Setur), por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), promove, até março de 2018, cursos de capacitação profissional. São ofertadas 120 turmas, com investimento de R$ 2 milhões, que beneficiarão 3 mil pessoas. As inscrições iniciaram em agosto e algumas turmas já estão em andamento, mas ainda há vagas para diversos cursos a serem iniciados no período de novembro de 2017 a janeiro de 2018, em nove municípios do Estado.

A qualificação profissional está sendo realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE) nos polos turísticos Maciço de Baturité, Ibiapaba e Litoral Leste,  de acordo com os objetivos do Prodetur, que tem como foco o fortalecimento da Política Nacional de Turismo e a consolidação da gestão turística de modo democrático e sustentável, alinhando os investimentos regionais, estaduais e municipais ao modelo de desenvolvimento turístico projetado pelo Ministério do Turismo para o país.

Dessa forma, o programa visa a geração de emprego e renda, em especial para a população local. Além de melhorar a qualidade dos serviços oferecidos ao turista nas regiões de serra, sertão e litoral do Estado. Assim, são ofertados cursos como: Inglês e Espanhol Básico para Turismo; Elaboração de Projetos Turísticos; Empreendedorismo e Negócios de Oportunidade; Cozinha Regional; Marketing para Turismo e Hotelaria; Gestão de Negócios de Alimentos e Bebidas; Técnicas para Barista.

Segundo Juliana Brauner, coordenadora do Prodetur no Ceará, esses cursos são muito importantes para desenvolver o turismo nessas regiões, onde o turismo movimenta a economia local. Já a diretora regional do Senac/CE, Ana Cláudia Martins, destaca: “Como instituição responsável pela educação profissional dentro do Sistema Fecomércio Ceará, estamos satisfeitos em contribuir para o fortalecimento do turismo no interior, abrindo novos caminhos para o desenvolvimento do Estado”.

 

MATRÍCULAS ABERTAS:

Os cursos que ainda estão disponíveis têm previsão de início a partir de 06/11/17 até 10/01/2018.  As inscrições são presenciais e o candidato deve apresentar documento de identificação com foto; comprovação de escolaridade; comprovante de residência. Caso seja trabalhador assalariado, apresentar cópia da CTTS ou Comprovação de área de atuação profissional. Confira abaixo a relação dos cursos e locais para inscrições:

Polo Ibiapaba (São Benedito, Ubajara e Viçosa) Quant. de Turmas
1 Inglês Básico para Turismo 3
2 Espanhol Básico para Turismo 3
3 Produção de Eventos 3
4 Cozinha Regional 3
5 Elaboração de Projetos Turísticos 3
6 Aperfeiçoamento para Garçom 3
7 Mise en place: A arte de servir 3
8 Gestão de Políticas Públicas de Turismo 3
9 Sustentabilidade e Cidadania Ambiental 3
10 Empreendedorismo e Formalização de Novos Negócios 3
11 Turismo Religioso: Empreendedorismo e Desenvolvimento Sustentável 3
12 Planejamento e Elaboração de Roteiros Turísticos 3
13 Gestão de pessoas 3
14 Técnicas de recepção em meios de hospedagem 3
15 Marketing aplicado ao turismo e hotelaria 3
16 Como agregar valor a produtos artesanais 3
17 Camareiras: técnicas de limpeza e arrumação 3
18 Boas práticas na manipulação de alimentos 3

 

Inscrições

São Benedito – Sec. de Cultura, Esporte e Turismo – Travessa Nossa Senhora do Carmo, nº52 – Centro (próximo ao Naec).

Ubajara – Secretaria de Turismo, Meio Ambiente, Cultura e Esportes – Rua 31 de Dezembro, nº 78 – Centro

Viçosa do Ceará – Secretaria de Cultura, Turismo e Meio Ambiente – Polo Turístico Artesanal e Cultura Igreja do Céu.

Mais informações: (88) 3677-8700

Polo Maciço de Baturité (Redenção, Palmácia, Mulungu e Guaramiranga) Quant. De Turmas
1 Boas práticas na manipulação de Alimentos 4
2 Empreendedorismo e formalização de novos negócios 4
3 Inglês Básico para turismo 4
4 Espanhol Básico para turismo 4
5 Desenvolvimento de Habilidades gerenciais 4
6 Gestão de Políticas Públicas de Turismo 4
7 Gestão de Negócios em Alimentos e Bebidas 4
8 Qualidade no atendimento ao Público 4
9 Aperfeiçoamento de Garçom 4
10 Cozinha regional 4
11 Postura Pessoal e Profissional no mundo do trabalho 4
12 Técnicas para Barista 4
13 Gestão Estratégica em venda 4
14 Sustentabilidade e Cidadania Ambiental 4
15 Camareiras: técnicas de limpeza e arrumação 4

 

Inscrições

Redenção – Rua Padre Barros, 321, salas 06, 08 e 09, Centro, Redenção/CE – Centro.

Guaramiranga – Secretaria de Turismo de Guaramiranga – Praça Teatro Rachel de Queiroz, s/n

Mulungu – Câmara Municipal de Mulungu – Praça Coletor Bezerra Borges, s/n.

Palmácia – Secretaria de Turismo de Palmácia – Rua José Moisés, 400 – Centro.

Mais informações: (85) 3270-5400

 

Polo Litoral Leste – Município Aquiraz Quant. de Turmas
1 Inglês Básico para turismo 2
2 Espanhol Básico para turismo 2

 

Polo Litoral Leste – Município Beberibe Quant. de Turmas
1 Empreendedorismo e formalização de novos negócios 2

 

Inscrições

Aquiraz – Sede Senac Aquiraz – Rua Pedro Brasil, 210 – Centro. Tel: (85) 3270 5850

Beberibe – Secretaria de Turismo e Cultura de Beberibe – Av. Maria Calado, Nº s/n – Centro.

Mais informações: (85) 3270 5850

 

Publicidade

Vai começar o 24º FNT de Guaramiranga 

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

29 de agosto de 2017

Com apoio do Governo do Estado do Ceará, a edição marca o início das comemorações de 25 anos do Festival

Releases, programação, fotos e vídeos: http://bit.ly/2wYCFUa


Em nova montagem, o solo “Bispo”, com o ator João Miguel, está de volta a Guaramiranga, onde foi premiado em 2001. FOTO: Wilian Aguiar

As artes cênicas e as manifestações da cultura popular vão enriquecer as ruas e espaços cênicos de Guaramiranga durante oito dias no 24º FNT – Festival Nordestino de Teatro, que acontece de 2 a 9 de setembro na cidade serrana do Ceará. Abrindo as comemorações do jubileu de prata, que será festejado em 2018, esta edição será marcada por um rico intercâmbio entre artistas do Nordeste, nas suas mais distintas referências e concepções artísticas.

 

Com toda a programação gratuita, o 24º FNT é apresentado pelo Governo do Estado do Ceará e pela ENEL, numa realização da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), com apoio cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará/Secult, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, apoio institucional da Prefeitura Municipal do Guaramiranga, através da Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo, e tem a parceria dos Laboratórios Culturais.

 

Nos palcos tradicionais, alternativos e praças, cerca de 35 apresentações teatrais distribuídas nas mostras Nordeste, Palco Ceará, Ceará Convida, FNT para Crianças e Cena Plural. A Praça da Tradição, uma novidade deste ano, promove um encontro com os Mestres de nossas tradições cênicas populares, com apresentações de várias expressões que inspiraram o nascimento do festival. São Reisados, Dramas e danças populares de nomes como Mestre Vicente Chagas, Mestre Gonzaga, Grupo de Reisado da Arábia e as dramistas de Guaramiranga. Esta ação é realizada pela Prefeitura de Guaramiranga, por meio da Secretaria da Cultura.

 

ABERTURA

 

O festival começa no dia 02 com o tradicional Cortejo de Guaramiranga, desfilando pelas ruas da cidade a partir das 16 horas. A saída é e da Escola Municipal Professor Júlio Holanda. Na Solenidade de Abertura, às 19 horas, no Teatro Rachel de Queiroz (Pequeno), será apresentado “No Compasso dos Dramas”, uma homenagem aos 20 anos da Escola de Música de Guaramiranga.

 

Terminada a solenidade, o festival transforma a Praça do Teatro Municipal Rachel de Queiroz em palco a céu aberto para o primeiro espetáculo da Mostra Nordeste: “Luiz Lua Gonzaga”, com o grupo Magiluth, de Pernambuco, iniciando às 20h30. E o fim de noite é no Odilon Bar, com a DJ Renatinha abrindo a programação Música no FNT, que acontece diariamente, sempre com uma atração diferente.

 

OS ESPETÁCULOS TEATRAIS

 

Na Mostra Nordeste, carro-chefe do FNT, são 14 espetáculos de oito companhias teatrais de sete estados, que vão permanecer na cidade do terceiro ao último dia, como forma de fortalecer os intercâmbios favorecidos pelo festival e compartilhar experiências por meio da Escola Livre de Teatro do Maciço de Baturité.

 

As companhias e espetáculos da Mostra Nordeste: Associação Teatral Joana Gajuru, de ALAGOAS, com o espetáculo “A Velha”; Oco Teatro Laboratório, da BAHIA, com as peças “O galo” e “Cartografia do Abismo: Diálogos com Artaud”; Inquieta Cia., do CEARÁ, apresentando “PRA FRENTE O PIOR” e “Esconderijo dos gigantes”; Pavilhão da Magnólia, do CEARÁ, que leva as montagens “Baldio” e “Ogroleto”; Ser Tão Teatro, da PARAÍBA, com “Alegria de Náufragos”; Magiluth, de PERNAMBUCO, que encena “Luiz Lua Gonzaga” e “O ano em que sonhamos perigosamente”; Grupo Harém de Teatro, do PIAUÍ com dois trabalhos, “Um bico para velhos palhaços” e “Abrigo São Loucas”; e o Instituto Caixa Cênica, de SERGIPE, que participa com “Bicho M.” e “Vulcão”.

 

DEBATEDORES da MOSTRA NORDESTE – A Mostra Nordeste não é competitiva. Há somente a escolha do melhor espetáculo eleito pelo público e o agraciado recebe o troféu Beija-Flor. É sobre os espetáculos da Mostra Nordeste que é realizado o Ciclo de Debates, um dos pontos fortes do FNT. A partir do segundo dia, artistas e público são convidados a participar deste momento, que acontece sempre pela manhã, até o último dia do festival. Debatedores convidados conduzem as discussões acerca das montagens encenadas na noite anterior. Nesta edição os debatedores são: Dane de Jade (Atriz-pesquisadora, produtora, arte-educadora, radialista e gestora cultural), Francis Wilker (Professor do curso de Teatro da Universidade Federal do Ceará, fundador e diretor artístico do grupo brasiliense Teatro do Concreto), Magela Lima (Jornalista formado pela UFC, mestre em Teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO – e doutor, também em Teatro, na Universidade Federal da Bahia -UFBA) e a produtora Valência Losada (RJ).

Na mostra Palco Ceará estão cinco importantes representantes das artes cênicas do Estado, todos já veteranos no FNT ao longo desses quase 25 anos. Um deles é o Grupo Garajal, de Maracanaú, que nesta edição apresenta “Bom é o que acaba bem”. O Curso Princípios Básicos de Teatro, do Theatro José de Alencar (CPBT/TJA), leva ao festival “Estribilho”, seu novo espetáculo. Os tradicionais Dramas de Guaramiranga também são atrações nesta mostra. A bailarina, coreógrafa e performer Silvia Moura apresenta “A Beira de”, e, encerrando o festival, o grupo Dona Zefinha, de consolidada carreira cênica e musical, apresenta o show “Invocado que Só”.

 

Mostra Cena Plural, novidade nesta edição, abre espaço para os grupos teatrais que se organizam em pequenas cidades do Ceará e animam, com suas resistências, o teatro da escola, da comunidade, sendo este um teatro “amador” que faz parte da tradição cênica da cidade. Grupos das cidades de Pentecoste, Acarape e Morada Nova participam desta mostra, que acontecerá de 3 a 5. São eles: Coletivo de Teatro Brincarte, de PENTECOSTE, com “O carnaval do coveiro Cabral”; Coletivo Cênico, de ACARAPE, apresentando “Afasta de mim esse cale-se!”; Cia.Teatral Blefes e Meketrefes do País Uiraponga, de MORADA NOVA, com o espetáculo “Encantados”; e o Grupo Lua Inteira, também de MORADA NOVA, com a peça “A Peleja de Cassimiro Coco contra a Jaraguá”.

 

“BISPO” no Encerramento

 

Na Mostra Ceará Convida o FNT apresenta, na noite de encerramento, o espetáculo “Bispo”, nova concepção elaborada pelo Coletivo Bispo, com direção, dramaturgia e atuação de João Miguel e texto de Edgard Navarro. Após 15 anos da primeira montagem, João Miguel dá continuidade ao espetáculo que o projetou no teatro e no cinema. Em 2001, o solo, inspirado na vida, nas palavras e na obra de Arthur Bispo do Rosário, foi o grande vencedor do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga, quando ainda era competitivo, e em muitos outros festivais no país.

 

FNT para Crianças

 

Para o público infantil, além de vários espetáculos nas mostras Nordeste, Palco Ceará e Cena Plural terem classificação etária livre, o festival realiza anualmente a programação FNT para Crianças, com teatro e atividades lúdicas. Entre as atrações estão: Gabriel Bonequeiro, com o espetáculo “As aventuras do professor Tiridá”, Grupo: Garajal apresentando “Uirapuru”; Desequilibradoz, com as peças “Enrolados”, “Junto e Misturado” e a contação de história “A Princesa e o Sapo”; o Grupo Buscando a Construção da Arte, com “A Voz das Águas”; e o Mágico Goldini com o espetáculo “Sonhos”.

 

MÚSICA no FNT

 

Além da DJ Renatina, que vai fazer a festa noite de abertura, o festival terá também, na programação Música no FNT no Odilon Bar: VJ Raulino; Karaokê; “Show de todo mundo” em homenagem ao aniversário de Guaramiranga; Fernando Ulysses no show “Nosso próprio tempo”, com a participação de Glauber Nocrato; banda Pralet; Soraia Novais, Lucas Ferreira e Grupo Rio das Cordas; DJ Lenildo Gomes; show da Escola de Música de Guaramiranga; e a banda Os Transacionais, que se apresenta às 23h na noite de encerramento. O grupo Dona Zefinha também leva música a Guaramiranga no último dia do festival. Às 20h, na Praça do Teatro Municipal, como parte da Mostra Palco Ceará, apresenta o show “Invocado que Só”, com a participação do Mestre Vicente Chagas.

 

SERVIÇO

24° FNT – Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga – De 02 a 09 de setembro de 2017. Informações: (85)3321-1405, fnt@agua.art.brfnt.agua.art.br. Facebook: fntguaramiranga. GRATUITO.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Com programação em Fortaleza no dia 27 de abril, Festival Acordes do Amanhã acontece em 10 cidades somando mais de 130 apresentações

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de Abril de 2017

 

Em sua primeira edição, o Festival terá programação de 27 a 30 de abril no CE, GO e RS. São 130 apresentações e mais de 1000 artistas envolvidos. A programação é gratuita e pode ser consultada noplataformasinfonia.org.

 

Mais de 130 apresentações em dez cidades, das quais, seis no Ceará. Esse é o Festival Acordes do Amanhã, que acontece de 27 a 30 de abril, revelando a música como instrumento potencial para transitar e transformar diferentes esferas sociais, ocupando e recriando lugares de uma cidade possível. No dia 27 (quinta-feira), o Festival acontece em Fortaleza, com 90 apresentações, das 7 horas da manhã até às 20h, em praças, mercados, terminais de ônibus, Beira-Mar, Vila do Mar e Cineteatro São Luiz. Ainda no dia 27, o evento ocorre em paralelo nas cidades de Orós/CE, Itapajé/CE, São Luiz Gonzaga/RS e Garruchos/RS. Já no dia 28, as apresentações seguem para Sobral/CE. Em Cachoeira Dourada de Goiás/GO, Guaramiranga/CE e Aquiraz/CE dia 29. Encerrando as atividades, os municípios de São Gonçalo do Amarante/CE e Guaramiranga/CE, recebem o Acordes no dia 30. Toda a programação é gratuita

 

Em cena, os mais diversos grupos profissionais, de carreira consolidada na cena da música erudita e instrumental, como o Quinteto de Metais da Universidade Federal da Bahia (UFBA), grupo convidado para encerrar a programação em Fortaleza no dia 27 às 20h, no Anfiteatro da Beira-Mar. Também participam do Festival jovens estudantes de música de 18 instituições do país que integram a Plataforma Sinfonia do Amanhã, tendo na arte uma ferramenta de transformação social, dando visibilidade aos trabalhos por elas desenvolvidos. No total, são mais de 1.000 artistas envolvidos em 130 apresentações.

 

O Festival Acordes do Amanhã é apresentado pela Enel Distribuição Ceará, a Plataforma Sinfonia do Amanhã, a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura, patrocínio da Nacional Gás, numa realização do Instituto BR Arte e Quitanda das Artes, com produção executiva da Cinco Elementos Produções e consultoria executiva da Marco Zero Produções. Parceria: Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza, Coordenadoria de Juventude de Fortaleza, Prefeitura de Sobral, Prefeitura de Guaramiranga, Prefeitura de São Gonçalo do Amarantes, Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude do Governo do Estado do Ceará, Rede Cuca, Nativa Live, Instituto Raimundo Vieira Cunhas, Sistema Verdes Mares e Fundação Beto Studart.    

 

INTERIOR CEARENSE E OUTROS ESTADOS

 

Em Sobral, onde o Festival será recebido pela Escola de Música, haverá 24 apresentações às 8h, 12h e 17h no Beco do Cotovelo, Rodoviária, Coluna da Hora, Mercado de Sobral, Arco do Triunfo e Praça de Cuba. Também às 17h o Festival leva música para Sinhá Saboia, Santa Casa, Nova Caiçara e Novo Recanto. Em Orós, a Fundação Raimundo Fagner apresenta orquestra e coro juvenil às 17 horas no Dançódromo. Em Aquiraz, a Tapera das Artes acolhe o projeto para as apresentações do coral, da Orquestra Jovem e do Quinteto de Metais da UFBA, às 19h, no teatro da instituição.

 

Em Guaramiranga, a programação começa no dia 29, ao por do sol, na Linha da Serra e à noite,a partir das 20h, na Praça do Teatro Municipal Rachel de Queiroz. No dia 30 estará na Igreja Matriz às 9h e às 17h, e à noite, mais apresentações na Praça do Teatro. Já em São Gonçalo do Amarante, a programação será à noite na Praça da Matriz.

 

Nos demais estados, o Festival acontece no dia 27 em São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul, sede do Projeto Música na Escola, integrante da Plataforma Sinfonia do Amanhã, e no dia 29 em Cachoeira Dourada de Goiás, contando com apresentação da Orquestra Sinfonia do Amanhã.

 

O FESTIVAL – O Acordes do Amanhã configura-se como um complexo de atividades que buscam promover a integração entre instituições que atuam na formação e educação musical no Ceará, dando visibilidade aos seus trabalhos. Por meio de ações de circulação, e aproximando os seus fazeres na busca pela composição de um espaço que aproveite a energia existente em cada um, o festival busca gerar resultados mais potentes para a difusão musical no estado.

 

PLATAFORMA SINFONIA DO AMANHÃ – A Plataforma Sinfonia do Amanhã é uma rede que visa o aprimoramento e o fortalecimento das instituições que trabalham com educação musical. A rede proporciona a manutenção e o desenvolvimento de grupos de referência que têm como foco o desenvolvimento da cidadania com o ensino e a prática de música para crianças e jovens. Formada por 18 entidades (15 do Ceará, uma de Goiás e duas do Rio Grande do Sul), a Plataforma ativa uma interação mais sistemática entre atores que realizam projetos e ações significativas na área da formação e criação musical com base em três eixos: articulação, formação e difusão. 

 

PROGRAMAÇÃO EM FORTALEZA (DIA 27)

 

7h às 9h – Terminais de ônibus;

9h às 11h – Percurso ônibus e metrô;

10h às 11h – Cineteatro São Luiz;

12h às 14h – Praça do Ferreira, Praça José de Alencar, Praça Coração de Jesus, Mercado São Sebastião, Mercado Central e IFCE;

17h às 18h – Praça do Ferreira, Praça José de Alencar, Praça Coração de Jesus, Praça da Messejana, Praça da Imprensa, Praça Joaquim Távora, Praça da Paz, Praça Luiza Távora, Polo de Lazer do Conjunto Ceará, Praça da Gentilândia e Praça do Lago Jacarey;

16h às 18h – Vila do Mar, Beira Mar (Espigão da Rui Barbosa, Feira de Artesanato e Mercado dos Peixes), Praia de Iracema (Ponte Metálica, Espigão da João Cordeiro);

20h – Anfiteatro da Beira Mar

 

A programação completa em Fortaleza e nas demais cidades deve ser consultada no plataformasinfonia.org.

 

SERVIÇO:

Festival Acordes do Amanhã – De 27 a 30 de abril. Em Fortaleza/CE,Orós/CE, Itapajé/CE, São Luiz Gonzaga/RS e Garruchos/RS (dia 27).Sobral/CE (dia 28). Aquiraz/CE, Cachoeira Dourada de Goiás/GO (dia 29). Guaramiranga/CE (dias 29 e 30) e São Gonçalo do Amarante/CE (30). Programação e Informações: plataformasinfonia.org.Tel: (85)3235 4063.Acesso gratuito.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Com programação em Fortaleza no dia 27 de abril, Festival Acordes do Amanhã acontece em 10 cidades somando mais de 130 apresentações

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de Abril de 2017

 

Em sua primeira edição, o Festival terá programação de 27 a 30 de abril no CE, GO e RS. São 130 apresentações e mais de 1000 artistas envolvidos. A programação é gratuita e pode ser consultada noplataformasinfonia.org.

 

Mais de 130 apresentações em dez cidades, das quais, seis no Ceará. Esse é o Festival Acordes do Amanhã, que acontece de 27 a 30 de abril, revelando a música como instrumento potencial para transitar e transformar diferentes esferas sociais, ocupando e recriando lugares de uma cidade possível. No dia 27 (quinta-feira), o Festival acontece em Fortaleza, com 90 apresentações, das 7 horas da manhã até às 20h, em praças, mercados, terminais de ônibus, Beira-Mar, Vila do Mar e Cineteatro São Luiz. Ainda no dia 27, o evento ocorre em paralelo nas cidades de Orós/CE, Itapajé/CE, São Luiz Gonzaga/RS e Garruchos/RS. Já no dia 28, as apresentações seguem para Sobral/CE. Em Cachoeira Dourada de Goiás/GO, Guaramiranga/CE e Aquiraz/CE dia 29. Encerrando as atividades, os municípios de São Gonçalo do Amarante/CE e Guaramiranga/CE, recebem o Acordes no dia 30. Toda a programação é gratuita

 

Em cena, os mais diversos grupos profissionais, de carreira consolidada na cena da música erudita e instrumental, como o Quinteto de Metais da Universidade Federal da Bahia (UFBA), grupo convidado para encerrar a programação em Fortaleza no dia 27 às 20h, no Anfiteatro da Beira-Mar. Também participam do Festival jovens estudantes de música de 18 instituições do país que integram a Plataforma Sinfonia do Amanhã, tendo na arte uma ferramenta de transformação social, dando visibilidade aos trabalhos por elas desenvolvidos. No total, são mais de 1.000 artistas envolvidos em 130 apresentações.

 

O Festival Acordes do Amanhã é apresentado pela Enel Distribuição Ceará, a Plataforma Sinfonia do Amanhã, a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura, patrocínio da Nacional Gás, numa realização do Instituto BR Arte e Quitanda das Artes, com produção executiva da Cinco Elementos Produções e consultoria executiva da Marco Zero Produções. Parceria: Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza, Coordenadoria de Juventude de Fortaleza, Prefeitura de Sobral, Prefeitura de Guaramiranga, Prefeitura de São Gonçalo do Amarantes, Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude do Governo do Estado do Ceará, Rede Cuca, Nativa Live, Instituto Raimundo Vieira Cunhas, Sistema Verdes Mares e Fundação Beto Studart.    

 

INTERIOR CEARENSE E OUTROS ESTADOS

 

Em Sobral, onde o Festival será recebido pela Escola de Música, haverá 24 apresentações às 8h, 12h e 17h no Beco do Cotovelo, Rodoviária, Coluna da Hora, Mercado de Sobral, Arco do Triunfo e Praça de Cuba. Também às 17h o Festival leva música para Sinhá Saboia, Santa Casa, Nova Caiçara e Novo Recanto. Em Orós, a Fundação Raimundo Fagner apresenta orquestra e coro juvenil às 17 horas no Dançódromo. Em Aquiraz, a Tapera das Artes acolhe o projeto para as apresentações do coral, da Orquestra Jovem e do Quinteto de Metais da UFBA, às 19h, no teatro da instituição.

 

Em Guaramiranga, a programação começa no dia 29, ao por do sol, na Linha da Serra e à noite,a partir das 20h, na Praça do Teatro Municipal Rachel de Queiroz. No dia 30 estará na Igreja Matriz às 9h e às 17h, e à noite, mais apresentações na Praça do Teatro. Já em São Gonçalo do Amarante, a programação será à noite na Praça da Matriz.

 

Nos demais estados, o Festival acontece no dia 27 em São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul, sede do Projeto Música na Escola, integrante da Plataforma Sinfonia do Amanhã, e no dia 29 em Cachoeira Dourada de Goiás, contando com apresentação da Orquestra Sinfonia do Amanhã.

 

O FESTIVAL – O Acordes do Amanhã configura-se como um complexo de atividades que buscam promover a integração entre instituições que atuam na formação e educação musical no Ceará, dando visibilidade aos seus trabalhos. Por meio de ações de circulação, e aproximando os seus fazeres na busca pela composição de um espaço que aproveite a energia existente em cada um, o festival busca gerar resultados mais potentes para a difusão musical no estado.

 

PLATAFORMA SINFONIA DO AMANHÃ – A Plataforma Sinfonia do Amanhã é uma rede que visa o aprimoramento e o fortalecimento das instituições que trabalham com educação musical. A rede proporciona a manutenção e o desenvolvimento de grupos de referência que têm como foco o desenvolvimento da cidadania com o ensino e a prática de música para crianças e jovens. Formada por 18 entidades (15 do Ceará, uma de Goiás e duas do Rio Grande do Sul), a Plataforma ativa uma interação mais sistemática entre atores que realizam projetos e ações significativas na área da formação e criação musical com base em três eixos: articulação, formação e difusão. 

 

PROGRAMAÇÃO EM FORTALEZA (DIA 27)

 

7h às 9h – Terminais de ônibus;

9h às 11h – Percurso ônibus e metrô;

10h às 11h – Cineteatro São Luiz;

12h às 14h – Praça do Ferreira, Praça José de Alencar, Praça Coração de Jesus, Mercado São Sebastião, Mercado Central e IFCE;

17h às 18h – Praça do Ferreira, Praça José de Alencar, Praça Coração de Jesus, Praça da Messejana, Praça da Imprensa, Praça Joaquim Távora, Praça da Paz, Praça Luiza Távora, Polo de Lazer do Conjunto Ceará, Praça da Gentilândia e Praça do Lago Jacarey;

16h às 18h – Vila do Mar, Beira Mar (Espigão da Rui Barbosa, Feira de Artesanato e Mercado dos Peixes), Praia de Iracema (Ponte Metálica, Espigão da João Cordeiro);

20h – Anfiteatro da Beira Mar

 

A programação completa em Fortaleza e nas demais cidades deve ser consultada no plataformasinfonia.org.

 

SERVIÇO:

Festival Acordes do Amanhã – De 27 a 30 de abril. Em Fortaleza/CE,Orós/CE, Itapajé/CE, São Luiz Gonzaga/RS e Garruchos/RS (dia 27).Sobral/CE (dia 28). Aquiraz/CE, Cachoeira Dourada de Goiás/GO (dia 29). Guaramiranga/CE (dias 29 e 30) e São Gonçalo do Amarante/CE (30). Programação e Informações: plataformasinfonia.org.Tel: (85)3235 4063.Acesso gratuito.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti