Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

educação

Prefeitura de Acarape abre processo seletivo para contratação temporária na Educação

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

12 de Janeiro de 2018

A Prefeitura Municipal de Acarape, por meio da Secretaria Municipal de Educação, divulga abertura do processo de Seleção Pública Simplificada destinado a cadastro de reserva para contratação de docentes para atender as necessidades temporárias de excepcional interesse público e suprir as carências que venham a existir na Rede Municipal de Ensino, nos segmentos da Educação Infantil, Fundamental I e II, EJA, Formador de áreas específicas.

As inscrições acontecem presencialmente, nos dias 11, 12 e 15 de janeiro de 2018. As inscrições devem ser feitas na sede da Secretaria Municipal de Acarape, das 08h às 12h e de 13h às 16h, na sede da Secretaria de Educação, situada a Rua Doca Rego, S/N, Centro, CEP: 62.785 – 000, Acarape, Ceará.

Entre os requisitos, o candidato deve ser residente e domiciliado no município de Acarape e da Região do Maciço de Baturité, com comprovação residencial; Ter na data da convocação para a admissão idade mínima de 18 (dezoito) anos completos e Possuir a qualificação mínima de 1.066 h/a (quarto semestre), para quem estiver cursando Pedagogia e/ou Licenciatura nas áreas específicas do conhecimento educacional, conforme exigida para o exercício do cargo a que o candidato optou.

O processo de seleção será realizado em quatro etapas, todas de caráter classificatório, com pontuação máxima de 40 (quarenta) pontos, obedecendo a ordem: Análise da capacidade profissional, comprovada através da avaliação de Curriculum Vitae; Redação com temáticas atuais, com foco na educação; Prática Pedagógica, mediante apresentação coletiva e Entrevista individual, a fim de, verificar suas potencialidades.

Mais informações sobre o edital acesse www.acarape.ce.gov.br

Ao acessar o site, o interessado deve localizar o link correlato ao Processo Seletivo Simplificado, ler na íntegra o respectivo Edital e preencher, total e corretamente, a ficha de inscrição. As inscrições serão feitas apenas na Secretaria Municipal de Educação.

Serviço:

Secretaria Municipal de Acarape,

Das 08h às 12h e de 13h às 16h,

Rua Doca Rego, S/N, Centro, CEP: 62.785 – 000, Acarape, Ceará.

Publicidade

Instituto NET Claro Embratel lança portal de conteúdo voltado à Educação, Cultura e Cidadania

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

13 de dezembro de 2017

Novo site conta com notícias, planos de aula, podcasts e possibilita mais interatividade e engajamento nos projetos sociais

O Instituto NET Claro Embratel, responsável pelas iniciativas de responsabilidade social das três marcas, anuncia o lançamento de um portal de conteúdo voltado para as áreas de Educação, Cultura e Cidadania. O novo site permite mais interatividade e engajamento dos visitantes em ações realizadas nas cidades, apresenta os projetos da instituição e ainda traz conteúdos como planos de aula, vídeos e podcasts, além de ferramentas que facilitam a acessibilidade.

Na parte de Educação, é possível acessar planos de aula, matérias e vídeos explicativos que amplificam a experiência educativa. Já na seção de Cultura, os visitantes poderão conhecer os projetos que promovem a inclusão social por meio do conhecimento.

“Temos o papel de colaborar na transformação da sociedade do nosso país a partir de recursos como a internet, que rompe as barreiras do conhecimento. Com o novo site, poderemos impactar e engajar mais pessoas para nos ajudarem na construção de uma sociedade mais justa, mais inclusiva”, explica Daniely Gomeiro, vice-presidente de projetos do Instituto NET Claro Embratel.

Há quase dois anos, a NET, a Claro e a Embratel integraram seus projetos e ações sociais, que são sustentadas por três pilares fundamentais: Educação, Cultura e Cidadania. Entre os principais programas desenvolvidos pelo Instituto está o Educonex@o, que promove a capacitação de professores para o uso das tecnologias digitais, facilitando o processo de ensino e aprendizagem, e faz a doação de internet banda larga para as escolas da rede municipal.

Outros projetos de destaque desenvolvidos pelo Instituto NET Claro Embratel são: o Campus Mobile, que estimula o empreendedorismo ao aproximar o jovem do mercado de trabalho; o NETLAB TV, que busca identificar talentos criativos do setor audiovisual de todo o país e gerar mais oportunidades de negócio, e o Dupla Escola, que possibilita a formação técnico-profissionalizante em telecomunicações em uma instituição de ensino médio pública de modelo integral no Rio de Janeiro.

O novo portal do Instituto NET Claro Embratel pode ser acessada pelo site www.institutonetclaroembratel.org.br

SOBRE O INSTITUTO NET CLARO EMBRATEL

A área de Responsabilidade Social do Grupo Claro, composta pelas marcas NET, Claro e Embratel, investe continuamente em ações relacionadas à Educação e à Cidadania, por meio do Instituto NET Claro Embratel, com o objetivo de atuar em frentes sociais que integram a tecnologia e a informação como fonte de desenvolvimento e conhecimento.

O Instituto NET Claro Embratel é qualificado como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça, e é reconhecido pelo Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI/ONU) como uma organização não governamental corporativa que promove os ideais e princípios sustentados pela Carta das Nações Unidas.

Além disso, através de sua Plataforma Institucional, as marcas NET, Claro e Embratel propõem a conexão entre as pessoas para a construção de um amanhã gigante. O movimento é parte de uma iniciativa que trata a gestão corporativa e manifesta o compromisso com a sociedade. Entre as iniciativas estão os Theatros NET São Paulo e Rio de Janeiro, Estação NET Cinema, NET Live Brasília, entre outros. Conheça outras realizações no Relatório Social de 2016 do Institutohttps://www.institutonetclaroembratel.org.br/quem-somos/relatorio-social/.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Instituto MRV lançou a 2ª chamada Pública para o patrocínio de projetos sociais na área da educação

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

20 de Março de 2017

O Instituto MRV lançou a 2ª chamada Pública de Projetos para o patrocínio de projetos sociais na área da educação, com foco em esporte, meio ambiente e cultura. Podem participar: instituições sem fins lucrativos e pessoas físicas a partir de 18 anos, das 144 cidades onde a companhia tem empreendimentos, devendo apresentar proposta de projeto social para concorrer ao patrocínio de R$ 70 mil. As inscrições podem ser realizadas até o dia 22 de março, por meio de um formulário disponível no site da instituição: www.institutomrv.com.br. O instituto é uma organização sem fins lucrativos fundada pela MRV Engenharia.
*  postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

SENAI Nacional escolhe o SENAI Ceará parareplicar seu modelo de educação em Moçambique

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de novembro de 2016

 SENAI_MOCAMBIQUE

Com o olhar voltado para a educação profissional do SENAI Ceará, o SENAI Nacional identificou o modelo adotado como referência possível para replicar em Moçambique, no continente africano. O trabalho realizado pela Unidade de Educação (UNED) da instituição, como reposicionamento dos processos de educação, mapeamento dos perfis educacionais e padronização dos ambientes, além de outros fatores, possibilitou esse reconhecimento. Nesse sentido, a Gerente da UNED, Priscilla Marques, e o especialista técnico da área de construção civil, João Luis Fernandes Teixeira, participam de missão institucional na África, realizando um diagnóstico do modelo de educação profissional do país, para em seguida propor ações de melhorias.

Na prática, por meio de parceria com o governo japonês, o governo de Moçambique contatou o SENAI Nacional e solicitou apoio técnico para reestruturação da educação profissional do país. O objetivo é levar técnicas de gestão educacional e conhecimento específicos em áreas tecnológicas como construção civil e metalmecânica. O governador de Moçambique reconhece a necessidade de aperfeiçoar a qualidade da formação de educação profissional para promoção de oportunidades de trabalho, com criação de um sistema educacional e de egressos no mercado.

Durante a missão, Priscilla Carneiro conheceu uma sala de aula de pneumática e hidráulica em Maputo, capital de Moçambique. O professor Simões Malbuha destacou que mesmo diante do calor desértico, por exemplo, os alunos querem muito estudar. “Eles nos tratam como salvadores, por isso acredito que precisam ser vistos e oportunizados”, destacou.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

SENAI Nacional escolhe o SENAI Ceará parareplicar seu modelo de educação em Moçambique

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de novembro de 2016

 SENAI_MOCAMBIQUE

Com o olhar voltado para a educação profissional do SENAI Ceará, o SENAI Nacional identificou o modelo adotado como referência possível para replicar em Moçambique, no continente africano. O trabalho realizado pela Unidade de Educação (UNED) da instituição, como reposicionamento dos processos de educação, mapeamento dos perfis educacionais e padronização dos ambientes, além de outros fatores, possibilitou esse reconhecimento. Nesse sentido, a Gerente da UNED, Priscilla Marques, e o especialista técnico da área de construção civil, João Luis Fernandes Teixeira, participam de missão institucional na África, realizando um diagnóstico do modelo de educação profissional do país, para em seguida propor ações de melhorias.

Na prática, por meio de parceria com o governo japonês, o governo de Moçambique contatou o SENAI Nacional e solicitou apoio técnico para reestruturação da educação profissional do país. O objetivo é levar técnicas de gestão educacional e conhecimento específicos em áreas tecnológicas como construção civil e metalmecânica. O governador de Moçambique reconhece a necessidade de aperfeiçoar a qualidade da formação de educação profissional para promoção de oportunidades de trabalho, com criação de um sistema educacional e de egressos no mercado.

Durante a missão, Priscilla Carneiro conheceu uma sala de aula de pneumática e hidráulica em Maputo, capital de Moçambique. O professor Simões Malbuha destacou que mesmo diante do calor desértico, por exemplo, os alunos querem muito estudar. “Eles nos tratam como salvadores, por isso acredito que precisam ser vistos e oportunizados”, destacou.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti