Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Chile

Chile comemora sucesso de sua participação na APAS Show 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de Maio de 2018

 

Consagrada pelos vinhos e frutos do mar, a delegação chilena atraiu olhares do setor supermercadista com outras opções de produtos como leites vegetais, nozes, snacks diferenciados e extratos de frutas e vegetais em pouchs.

 

Acumulando mais de US$ 1 bilhão em exportações por ano somente para o setor alimentício, o Chile pode ser considerado um dos principais parceiros comerciais do Brasil na América Latina. Com o propósito de intensificar essa parceria e fortalecer os laços com o País, o ProChile, escritório comercial do vizinho andino no Brasil, trouxe 19 empresas para apresentar suas novidades e estreitar o relacionamento com os distribuidores e importadores locais durante a APAS Show 2018, configurando a maior participação de sua história no evento.

Reconhecida pelos vinhos e frutos do mar, muito presentes e valorizados pelos brasileiros, a delegação andina surpreendeu os visitantes da feira com produtos diferenciados como os frutos secos e snacks de sabores inovadores da ICB; as bebidas vegetais da Vilay; as nozes da Southern Walnuts; a sangria em lata da vinícola Bis wines; e os extratos de frutas e vegetais em pouchs prontos para o consumo da Fruselva America.

Terceiro produto mais exportado ao Brasil na categoria alimentos, as nozes tiveram um aumento de 28% em relação ao ano anterior, movimentando US$ 33 milhões em 2017. Essa receptividade foi sentida durante o evento. “Vimos um grande interesse por nossos produtos em diferentes formatos. Sem dúvidas, cumprimos nossas expectativas de participação na APAS e neste mercado”, afirma Matías Rodriguez, gerente comercial da Southern Walnuts, exportadora de frutos secos, que em sua primeira ação comercial no Brasil firmou um contrato de US$ 150 mil, com um importador de São Paulo, o que equivale a 5% de suas vendas.

O setor de frutos do mar foi outro que conquistou bons resultados no evento. A exportadora Blumar comprometeu a venda de um importante volume de sua produção. “Tudo indica que vamos embarcar 150 toneladas nos próximos seis meses para nossos atuais clientes. E temos um potencial de 50 toneladas adicionais para novos compradores”, diz Pedro Ovalle, Gerente de Vendas da Companhia.

A grande maioria dos expositores já têm parcerias estabelecidas com empresas brasileiras e pretende ampliar sua representatividade através de novos acordos. Este foi o caso de Pablo Aguilera, da Viña Perez Cruz: “Voltamos à APAS Show com o intuito de diversificar nossos parceiros, para ter uma maior sustentabilidade comercial”, explica.

A Fruselva America é outro caso de empresa com acordo já consolidado no Brasil em busca de novas oportunidades de negócios. Ela, que comercializa extratos vegetais e de frutas em pouchs através do modelo Private Label, está há 1 ano e meio nas gôndolas brasileiras com a marca Pic Me. “Esta é a nossa terceira participação e recebemos muitos visitantes interessados em futuras negociações”, declara a representante da empresa, Natália Ortiz.

O estande ainda abrigou as vinícolas Requingua, Aresti, Butrón Budinich, Pérez Cruz, Via wines, Terraustral, Cremaschi Furlotti, Aura wines, grupo Viñedos y Frutales, La Rosa, Undurraga e Sur Valles; e as empresas Blumar e AcquaChile, especializadas em frutos do mar.

A Diretora Comercial do Chile em São Paulo, Maria Julia Riquelme, destacou que “A APAS Show permite que as empresas tenham acesso aos maiores compradores do setor de alimentos do Brasil, o que faz do evento uma oportunidade real de negócios para os exportadores chilenos, especialmente de frutos secos, produtos do mar e vinhos. Em 2017, as exportações de alimentos do Chile para o Brasil alcançaram a cifra de US$ 1.013 milhões, marcando um recorde neste mercado”, finaliza ela, destacando o crescente interesse das empresas andinas pelo País, o que se reflete na lista de espera para participação na próxima edição da APAS Show.

 

leia tudo sobre

Publicidade

Fortaleza sedia VI Encontro Internacional de Direitos Culturais, entre 02 e 07 de outubro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de setembro de 2017

Com participação de renomados experts do Brasil, Chile, Espanha e Portugal, programação debaterá o papel do sistema de proteção do patrimônio cultural na preservação dos valores identitários e de diversidade.

 

De 02 a 07 de outubro, Fortaleza receberá a sexta edição do Encontro Internacional de Direitos Culturais, evento acadêmico que estuda e promove as práticas jurídicas e administrativas relacionadas aos direitos culturais. A programação, composta por palestras, mesas redondas, simpósios temáticos, grupos de debates, apresentações de trabalhos acadêmicos, lançamentos de livros e apresentação artística, tem como tema “A Tutela do Patrimônio Cultural: identidade e diversidade” e será realizada na Universidade de Fortaleza. Interessados em participar como ouvintes podem se inscrever até o próximo dia 2 de outubro, pelo site https://doity.com.br/6eidc.

O encontro celebra os 80 anos de vigência da Lei Brasileira do Tombamento (Decreto- Lei nº 25/1937) e reúne pesquisadores, juristas e agentes culturais de todo o Brasil, além de renomados convidados internacionais, como a especialista em políticas públicas vinculadas ao âmbito cultural Loreto Bravo, da Balmaceda Arte Joven (Chile); Jesús Prieto de Pedro, da Universidad Carlos III (Espanha) e consultor da UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura; e o professor José Bonifácio Ramos, da Universidade de Lisboa (Portugal); para promover discussões sobre o papel do sistema de proteção do patrimônio cultural na preservação dos valores identitários e de diversidade.

Para Francisco Humberto Cunha Filho, presidente do VI Encontro Internacional de Direitos Culturais, o evento provoca ainda o debate sobre a importância de se proteger o patrimônio público e da sociedade como partícipe do processo, os impactos do tombamento de imóveis na vida urbana, preservação de bens imateriais e constituição da memória coletiva. “O encontro é também um importante momento para conhecermos as experiências internacionais e de dialogar sobre alternativas para os conflitos que giram em torno dessas questões”, afirma o professor, que é também pesquisador-Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Direitos Culturais.

O VI Encontro Internacional de Direitos Culturais é direcionado a estudantes e profissionais de Direito, pesquisadores, trabalhadores do campo da cultura, gestores públicos, organizações sociais e demais interessados. O VI EIDC é uma realização do Grupo de Estudos e Pesquisas em Direitos Culturais, do Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional e do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade de Fortaleza, e conta com apoio do Instituto Brasileiro de Direitos Culturais, Instituto Dragão do Mar, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, Prefeitura de Fortaleza, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Escola Superior da Magistratutra do Estado do Ceará e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

 

PROGRAMAÇÃO

 

 

02 de outubro – terça-feira

19h às 22h – Minicurso: Patrimônio cultural: disputas e conquistas

(SALA e-12)

Ministrantes: Cícera Patrícia Alcântara Bezerra, Carlos Renato Araujo Freire e Yazid Jorge Guimarães Costa

(Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio e Memória – UFC)

 

03 de outubro – terça-feira

08h às 12h – Minicurso: Patrimônio cultural: disputas e conquistas (SALA e-12)

Ministrantes: Cícera Patrícia Alcântara Bezerra, Carlos Renato Araujo Freire e Yazid Jorge Guimarães Costa

(Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio e Memória – UFC)

 

14h às 18h – Encontro de Grupos de Pesquisa em Cultura e em Direitos Culturais

(Salas E-12 e E-14)

Coordenação: Rodrigo Vieira (UFERSA) e Taisa Ilana (UNIFOR)

 

04 de outubro – quarta-feira

14h às 18h – Diálogo: A proteção ao patrimônio cultural: ser e dever ser

(Salas E-12 e E-14)

Participantes: Carlos Magno (UFOP), Gonzaga Adolfo (UNISC), Humberto Cunha (Unifor), Inês Virginia (MPF/SP), Jesús Pietro (UC III – Espanha),  José Bonifácio Ramos (Universidade de Lisboa/Portugal), Loreto Bravo (Balmaceda Arte Joven – Chile), Marcílio Franca (UFPB) e Yussef Campos (UFG)

19h às 22h – Abertura Solene

(Auditório da Biblioteca)

Presidência de Mesa:

Gina Pompeu (Unifor)

Apresentação do VI EIDC

Humberto Cunha (Presidente do VI EIDC/Unifor)

Literatura jurídica sobre patrimônio cultural:

Palestrante: Manoela Queiroz Bacelar (Fundação Edson Queiroz/UNIFOR)

Conferência de Abertura: A proteção do patrimônio cultural na Espanha.

Conferencista: Jesús Prieto de Pedro(UC III – Espanha)

Coordenação: Gina Pompeu (Unifor)

 

05 de outubro – quinta-feira

08h às 12h – Simpósio Temático 1 Relações jurídicas atinentes às artes (Auditório da Biblioteca)

Palestrantes: Gonzaga Adolfo (UNISC) e

Marcílio Franca (UFPB)

Coordenação: Rafael Xerez (UNIFOR)

 

14h às 18h – Simpósio Temático 2 Relações jurídicas atinentes à memória coletiva

(Auditório da Biblioteca)

Palestrantes: Carlos Magno (UFOP) e Yussef Campos (UFG)
Coordenação:

Ana Carla Pinheiro (UNIFOR)

 

19h às 22h – Mesa: O Estado na promoção e proteção do patrimônio cultural (Auditório da ESMEC)

Palestrantes: Inês Virgínia (MPF/SP),

José Bonifácio Ramos (Universidade de Lisboa/Portugal), Luciano Lima (Unifor), Ricardo Bacelar (OAB/CF).

Coordenação: Ângelo Bianco Vettorazzi (ESMEC)

 

06 de outubro – sexta-feira

08h às 12h – Simpósio Temático 3 Relações jurídicas atinentes aos fluxos de saberes

(Auditório da Biblioteca)

Palestrantes: Gyl Giffoni (UNICAMP) e Danielle Maia (UNIFOR)

Coordenação: Rodrigo (UFERSA)

 

14h às 18h – Conferência de Encerramento A proteção do patrimônio cultural no Chile (Auditório da Biblioteca)

Conferencista: Loreto Bravo (Balmaceda, Arte Joven – Chile)

Coordenação:  Mário Pragmácio (PUC-RJ/Ibdcult)

Relato Síntese do VI EIDC

Humberto Cunha (Presidente do VI EIDC/Unifor)

 

19h às 22h – Atividade Cultural no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

 

07 de outubro – sábado

08h às 12h – Avaliação do VI EIDC (Sala E-12)

Grupo de Estudos e Pesquisas em Direitos Culturais

 

 

Serviço: VI Encontro Internacional de Direitos Culturais

Data: 02 a 07 de outubro de 2017
Local: Universidade de Fortaleza (Avenida Washington Soares, 1321 – Edson Queiroz)

Inscrições: https://doity.com.br/6eidc

Valor: Ouvintes (lote 2):  R$ 120,00 / Estudantes (lote 2): R$ 60,00 (desconto concecido mediante comprovação por carteira de estudante, declaração da Instituição de Ensino, boleto de mensalidade ou outro documento válido).
Informações adicionais: http://direitosculturais.com.br

https://www.facebook.com/encontrodireitosculturais/

https://www.facebook.com/events/1783108258384068/?ref=br_rs

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCNzT6p7GYhRzo7Lrp8g2f_w

Publicidade

Black Week na Casablanca Turismo com ofertas imperdíveis

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

24 de novembro de 2015

Um dia só é pouco para todas a ofertas que a Casablanca Turismo traz para seus clientes. Por isso, na Casablanca não tem Black Friday, tem Black Week, uma semana inteira de promoções.
A agencia fez uma seleção de pacotes de viagens terrestres (sem aéreo) para América do Sul, Estados Unidos e Caribe com preços negociados especialmente para esse período.

Entre as ofertas estão:

Chile – 4 dias e 3 noites com hospedagem, traslado e city tour por apenas 215 dólares por pessoa.

New York – 4 dias e 3 noites com hospedagem, traslado e passeios por Manhattan e Woodbury Outlet por apenas 308 dólares por pessoa.

Punta Cana com All Inclusive – 7 dias e 6 noites com hospedagem com todas as refeições inclusas, traslados, visitas ao Museu do Charuto com degustação, passeios ara shoppings e Casas Noturnas por apenas 440 dólares por pessoa.

Para saber mais informações ligue para os consultores e veja outras viagens incríveis.
Casablanca Turismo – 3466.6000 ou acesse www.casablancaturismo.com.br

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Informe Casablanca Turismo sobre terremoto no Chile

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

17 de setembro de 2015

A Casablanca Turismo informa que está no momento com 20 clientes visitando o Chile.
Diante dos fatos decorrentes do terremoto que atingiu o país, avisa aos parentes e amigos e aos próprios clientes que a central de atendimento da agência está funcionando com uma equipe especialmente preparada para atendê-los.

Desde que chegou a primeira informação sobre o abalo sísmico, a Casablanca está fazendo contatos com os viajantes e tomando todas as providencias para evitar quaisquer transtornos que possam repercutir na viagem e na segurança desses passageiros. Isso é possível porque a agencia conta com um grande número de fornecedores de serviços em vários países.

Os clientes podem ligar a qualquer momento para o telefone 3466.6029, que receberão orientações sobre horários de vôos, alteração de roteiros ou qualquer informação que precisem.

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

Vinhos do Club des Sommeliers do GPA são premiados no Chile

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

24 de julho de 2015

CdS Late Harvest

Club des Sommeliers, marca exclusiva de vinhos do GPA, acaba de receber duas medalhas de ouro pelos seus vinhos Cabernet Sauvignon Reserva e Late Harvest no importante concurso Catad´Or Santiago do Chile, realizado entre os dias 6 e 13 de junho de 2015.

O evento é considerado o maior e o mais importante concurso realizado no Chile, em que 24 jurados internacionais, em uma prova às cegas, realizam degustações para avaliar as vinícolas participantes.

“O júri reconheceu as qualidades e virtudes dos vinhos Late Harvest e Sauvignon Reserva 2014, ambos do Club des Sommeliers. O primeiro é recomendado para acompanhar foi gras e queijos azuis maturados, como o Roquefort e o Gorgonzola. Já o elegante Cabernet Sauvignon Reserva 2014, tem aromas de frutas vermelhas maduras e um toque agradável de baunilha, resultante de seu longo estágio de 18 meses em barrica de carvalho. Hoje, na sua categoria, trata-se do melhor vinho relação custo qualidade que há no mercado”, explica Carlos Cabral, enófilo e responsável pela curadoria de vinhos que fazem parte do portfólio do Club des Sommeliers.

Os vinhos podem ser encontrados com exclusividade nas lojas do Pão de Açúcar e do Extra por R$ 36,90 (Cabernet Sauvignon Reserva) e R$ 41,90 (Late Harvest).

A marca já foi premiada em 2014, no mesmo concurso, onde recebeu medalha de ouro pelo Gran Reserva Carménère (Prêmio Best in Show – melhor Carmenere do concurso) e mais 3 medalhas de Prata pelos vinhos Chardonnay, Reserva Riesling, Gran Reserva Shiraz.

 

Sobre Club des Sommeliers

Os vinhos são selecionados por um time de especialistas liderado por Carlos Cabral, um dos maiores enófilos do Brasil.É a maior marca de vinhos no Brasil em número de rótulos, com mais de 90 rótulos de 11 nacionalidades. Os vinhos Club des Sommeliers são premiados nos mais importantes concursos, entre eles:

 

VII Concurso Internacional de Vinhos do Brasil – 2014

Ouro – Merlot Reserva Nacional e Monbazillac Francês

Prata – Porto Ruby Português e Sauvignon Blanc Neozelandês

 

Concurso C’Dor do Chile – 2014

Ouro – Gran Reserva Carménère

Prata – Chardonnay, Reserva Riesling e Gran Reserva Shiraz

 

International Wine Challenge – 2014

Bronze – Espumante Brut Rosé Champenoise

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

Vinhos do Club des Sommeliers do GPA são premiados no Chile

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

24 de julho de 2015

CdS Late Harvest

Club des Sommeliers, marca exclusiva de vinhos do GPA, acaba de receber duas medalhas de ouro pelos seus vinhos Cabernet Sauvignon Reserva e Late Harvest no importante concurso Catad´Or Santiago do Chile, realizado entre os dias 6 e 13 de junho de 2015.

O evento é considerado o maior e o mais importante concurso realizado no Chile, em que 24 jurados internacionais, em uma prova às cegas, realizam degustações para avaliar as vinícolas participantes.

“O júri reconheceu as qualidades e virtudes dos vinhos Late Harvest e Sauvignon Reserva 2014, ambos do Club des Sommeliers. O primeiro é recomendado para acompanhar foi gras e queijos azuis maturados, como o Roquefort e o Gorgonzola. Já o elegante Cabernet Sauvignon Reserva 2014, tem aromas de frutas vermelhas maduras e um toque agradável de baunilha, resultante de seu longo estágio de 18 meses em barrica de carvalho. Hoje, na sua categoria, trata-se do melhor vinho relação custo qualidade que há no mercado”, explica Carlos Cabral, enófilo e responsável pela curadoria de vinhos que fazem parte do portfólio do Club des Sommeliers.

Os vinhos podem ser encontrados com exclusividade nas lojas do Pão de Açúcar e do Extra por R$ 36,90 (Cabernet Sauvignon Reserva) e R$ 41,90 (Late Harvest).

A marca já foi premiada em 2014, no mesmo concurso, onde recebeu medalha de ouro pelo Gran Reserva Carménère (Prêmio Best in Show – melhor Carmenere do concurso) e mais 3 medalhas de Prata pelos vinhos Chardonnay, Reserva Riesling, Gran Reserva Shiraz.

 

Sobre Club des Sommeliers

Os vinhos são selecionados por um time de especialistas liderado por Carlos Cabral, um dos maiores enófilos do Brasil.É a maior marca de vinhos no Brasil em número de rótulos, com mais de 90 rótulos de 11 nacionalidades. Os vinhos Club des Sommeliers são premiados nos mais importantes concursos, entre eles:

 

VII Concurso Internacional de Vinhos do Brasil – 2014

Ouro – Merlot Reserva Nacional e Monbazillac Francês

Prata – Porto Ruby Português e Sauvignon Blanc Neozelandês

 

Concurso C’Dor do Chile – 2014

Ouro – Gran Reserva Carménère

Prata – Chardonnay, Reserva Riesling e Gran Reserva Shiraz

 

International Wine Challenge – 2014

Bronze – Espumante Brut Rosé Champenoise

* postado por Oswaldo Scaliotti